cleanfanMaking wind power possible
cleanfanProjeto Ventos do Campo
TAP – Termo de Abertura do Projeto (1º. Bloco)  Projeto: Ventos do Campo  Descrição: Construção de uma usina piloto para p...
TAP – Termo de Abertura do Projeto (1º. Bloco) Objetivo: Projetar e instalar uma usina piloto de geração de energia eólica...
TAP – Termo de Abertura do Projeto (2º. Bloco)   Lista de milestones   TAP assinado – fev/12   Financiamento concedido pel...
ISH – Identificação de Stakeholder        Nome          Posição     DDD    Telefone      e-mail       Poder   Interesse   ...
ISH – Identificação de Stakeholder         Nome                  Papel no Projeto        Outras Características       Clas...
Classificação de StakeholderPoder                                           Gerenciar com atenção    Alto                 ...
Dreq - Declaração de Requisitos do Produto                                     Requisitos do Produto                      ...
Dreq - Declaração de Requisitos do Projeto                                        Requisitos do Projeto                   ...
WBS – Estrutura de Decomposição do Trabalho                                                                               ...
D-WBS / LVQ – Fase Identificação de Oportunidades                                                                 D-WBS / ...
D-WBS / LVQ – Fase Estudo de Viabilidade                                                                    D-WBS / LVQ   ...
D-WBS / LVQ – Fase Desenvolvimento                                                                              D-WBS / LV...
D-WBS / LVQ – Fase Engenharia                                                                              D-WBS / LVQ    ...
D-WBS / LVQ - Fase Fabricação                                                                              D-WBS / LVQ    ...
D-WBS / LVQ – Fase Montagem                                                                             D-WBS / LVQ       ...
D-WBS / LVQ - Fase Comissionamento                                                                             D-WBS / LVQ...
Premissas        1 - Licença Ambiental com LI emitida e obtida pela Concessionária        2 – Estradas de acesso aos locai...
Restrições        1 – Nível de ruído menor que 60 dB        2 – Índice de nacionalização maior ou igual a 90% para o Gerad...
SM – Solicitação de Mudança       Numero da SM                                Data de Abertura     Solicitante       20110...
SM – Solicitação de Mudança                                          Parecer do GP – Impactos identificados               ...
SM – Solicitação de Mudança      Numero da SM                              Data de Abertura     Solicitante      2011002  ...
SM – Solicitação de Mudança                                          Parecer do GP – Impactos identificados               ...
Lista de Participantes Bráulio Torres Gilberto Leite Gustavo Cunha Marcos Lomar Tiago Domingos Tomaz Capetinga
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bh gp39-pmo-clean fan - ventos do campo

1.011 visualizações

Publicada em

Participantes: Braulio Torres, Gilberto Leite, Gustavo Cunha, Marcos Lomar, Tiago Domingos e Tomaz Capetinga

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.011
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
195
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bh gp39-pmo-clean fan - ventos do campo

  1. 1. cleanfanMaking wind power possible
  2. 2. cleanfanProjeto Ventos do Campo
  3. 3. TAP – Termo de Abertura do Projeto (1º. Bloco) Projeto: Ventos do Campo Descrição: Construção de uma usina piloto para produção de energia eólica a ser instalada em área rural, com o aproveitamento de incentivos do governo na geração de energia para pequenos produtores rurais Justificativas Aproveitar o incentivo fornecido pelo governo, com obtenção de ganhos financeiros; Criar competência no negócio de energia limpa (eólica) em novo nicho de mercado; Atender a objetivo estratégico da CleanFan de ampliação de sua carteira de negócios com energia limpa; Gerar desenvolvimento na região através do fornecimento de energia limpa e com menor custo.
  4. 4. TAP – Termo de Abertura do Projeto (1º. Bloco) Objetivo: Projetar e instalar uma usina piloto de geração de energia eólica até Maio/14, que atenda pequenos produtores no município de Cabrobó - PE, sendo o custo do kWh gerado 45% inferior ao praticado na região. Requisitos O custo do kWh gerado deverá ser 45% inferior ao atualmente praticado pela concessionária de energia de Pernambuco (CELPE); A documentação técnica gerada por fornecedores deverá estar de acordo com a metodologia de gestão de projetos de Cleanfan; O desenvolvimento do projeto deve estar de acordo com as normas IEC e regulamentos da ANEEL. Designação: Fica designado para o gerenciamento do projeto o Engenheiro Antonio Dias, com poderes para contratação de pessoal necessário a execução do projeto, aquisição de recursos materiais e fornecedores até o limite de 250 mil reais. Acima de tal limite, o GP deve submeter a aprovação da Diretoria.
  5. 5. TAP – Termo de Abertura do Projeto (2º. Bloco) Lista de milestones TAP assinado – fev/12 Financiamento concedido pelo BNDES – mai/12 Engenharia detalhada concluída – mai/13 Fabricação concluída – set/13 Entrega final de material no site – dez/13 Conclusão da montagem eletromecânica – abr/14 Conclusão do comissionamento – mai/14 Orçamento: R$ 25.350.000,00 (vinte e cinco milhões, trezentos e cinquenta mil reais). Riscos Não concessão de financiamento pelo BNDES; Dificuldade de contratação de mão de obra local por se tratar de uma região carente e com baixo nível de escolaridade; Perda dos incentivos fiscais concedidos pelo governo do estado. Data e assinatura do Sponsor: Belo Horizonte, 29 de fevereiro 2012 De acordo do Gilberto
  6. 6. ISH – Identificação de Stakeholder Nome Posição DDD Telefone e-mail Poder Interesse Influência Requisitos SuperficiaisConcessionária de Cliente (99) 9999-9999 abc@xyz.com.br Alto Alto Positiva e pequena - Receberá dividendos pelo consumo de energiaEnergia - Financiamento do projeto - Financiamento dos pequenos negóciosBNDES Sociedade (99) 9999-9999 abc@xyz.com.br Alto Alto Positiva e grande atendidos pela geração de energia - Desenvolvimento de empresas apoiadas pelo banco No - Empreendimentos viabilizadosPequenos organograma (99) 9999-9999 abc@xyz.com.br Baixo Alto Positiva e grande - Melhoria da qualidade de vidaProdutores do cliente - Desenvolvimento local - Custo mais baixo dos produtosComunidade Local Comunidade (99) 9999-9999 abc@xyz.com.br Baixo Alto Positiva e grande - Geração de empregos diretos e indiretos - Melhoria da qualidade de vida - Propaganda políticaGoverno do Estado Poder público (99) 9999-9999 abc@xyz.com.br Alto Alto Positiva e grande - Aumento da arrecadação de impostos
  7. 7. ISH – Identificação de Stakeholder Nome Papel no Projeto Outras Características Classificação Quando Estratégia (o quefazer) Especialistas em geração Reuniões mensais para Cliente (recebe e opera a de energia e podem Conforme Plano de discussão de aspectosConcessionária de Energia usina de geração de Gerenciar com atenção contribuir para redução Gerenciamento de Riscos técnicos de projeto e energia) de riscos do projeto operacionais Interesse em financiar o Reunião para projeto de novas Conforme Plano de apresentação do projetoBNDES Financiador do projeto Gerenciar com atenção unidades, caso o projeto Gerenciamento de Riscos piloto e solicitação de piloto tenha sucesso empréstimo Necessitam de incentivos do governo para Cliente consumidor da Conforme Plano dePequenos Produtores implantar seus negócios Manter informado Audiência pública energia produzida) Gerenciamento de Riscos (ex. financiamento com taxa de juros baixa) Apoiam o projeto mas Conforme Plano deComunidade Local Não definido tem preocupação com Manter informado Audiência pública Gerenciamento de Riscos possíveis impactos Reunião para discussão Pode contribuir para Conforme Plano de de benefícios queGoverno do Estado Facilitador acelerar a obtenção de Gerenciar com atenção Gerenciamento de Riscos facilitarão a viabilidade licenças do projeto
  8. 8. Classificação de StakeholderPoder Gerenciar com atenção Alto - Concessionária de Energia - BNDES - Governo Manter informado Baixo - Pequenos Produtores - Comunidade Baixo Alto Interesse
  9. 9. Dreq - Declaração de Requisitos do Produto Requisitos do Produto Rastreabilidade do Produto Stakeholder Requisito detalhado Classificação Prioridade Objetivo Relacionado Entrega onde se manifesta OK Índice de disponibilidadeConcessionária de Energia eletromecânica de no Médio foco de atenção 3 S,M,A,T Engenharia mínimo 85% A unidade geradora deve ser construída com no Alto foco de atençãoBNDES mínmo 90% de (pode inviabilizar o 1 S,M,A,R Estudo de Viabilidade componentes fabricados projeto) por emepresas brasileiras Considerar um banco de baterias para fornecerPequenos Produtores Médio foco de atenção 2 S,M,A,R,T Engenharia energia em caso de ausência de ventos Nível de emissão de ruídos de no máximo 60Comunidade Local Médio foco de atenção 4 S,M,A,R Engenharia dB em regime normal de operação A usina piloto deveráGoverno do Estado receber o nome do atual Baixo foco de atenção 5 S,T Produto final governador
  10. 10. Dreq - Declaração de Requisitos do Projeto Requisitos do Projeto Rastreabilidade do Projeto Stakeholder Requisito detalhado Classificação Prioridade Objetivo Relacionado Entrega onde se manifesta OK O projeto deve atender aosConcessionária de Energia Médio foco de atenção 5 S, M, A, R Engenharia padrões IEC No mínimo 50% dos Alto foco de atenção fornecedores devem serBNDES (pode inviabilizar o 1 S, M, A, R Fabricação empresas que possuem projeto) financiamento com o BNDES Alto foco de atenção Custo de energia gerada devePequenos Produtores (pode inviabilizar o 2 S, M, A, R Estudo de Viabilidade ser no máximo R$ 80,00 / kWh projeto) O projeto deverá empregar, até a data de conclusão, 1% do valor total do empreendimento em benefícios para aComunidade Local comunidade local: reforma Médio foco de atenção 4 S, M, A, R, T Produto Final e/ou ampliação de instituições públicas de ensino , criação de cursos profissionalizantes e melhoria de hospitais Alto foco de atenção (o governo pode dificultar a A usina piloto deve iniciar suas liberação da licença deGoverno do Estado 3 S, M, A, R, T Produto Final operações até maio/14 operação caso o prazo não se cumpra, por se tratar de um ano eleitoral)
  11. 11. WBS – Estrutura de Decomposição do Trabalho Ventos do CampoIdentificação de Estudo de Desenvolvimento Engenharia Fabricação Montagem Comissionamento Oportunidades Viabilidade Estudo de Coletar Material e Projeto Compra de Complementação Orçamento Civil Mercado Organizar Mecânico Material Mecânica Projeto de Estudos de Seleção de Estudo de Fabricação Pré Automação e Mecânica Requisitos Fornecedores Projeto Mecânica Comissionamento Instrumentação Fluxo de Caixa Fabricação Comissionamento Projeto Elétrico Elétrica Preliminar Elétrica a Frio Fabricação Automação Comissionamento Projeto Civil Instrumentos Instrumentação a Quente Fabricação Sistemas Automação Estratégia Definição de PGP Design da Produto Produto Usina Alternativa Usina Desmontado Montado Pronta
  12. 12. D-WBS / LVQ – Fase Identificação de Oportunidades D-WBS / LVQ Pacote de Critério de C.C. Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK OK Validação (PT) Elaboração de um conjunto de atividades orientadas para antever as vendas e os preços da energia elétrica Aprovação de Estudo de com a finalidade de estimar as Aprovação pela diretoria 1.1.1 Planejamento Estratégico financiamento do Mercado receitas futuras e verificar as da Empresa BNDES possibilidades de obter resultados compensadores para investimentos em geração de energia eólica. Instruções do INPE Elaboração de estudos de - Instituto Nacional mapeamento, medição e previsão de Pesquisas Estudos de Relatório das condições Aprovação pela diretoria 1.1.2 dos ventos, de acordo com o Espaciais e do Requisitos climáticas da região. da Empresa regime de INMET - Instituto ventos no Brasil. Nacional de Meteorologia.
  13. 13. D-WBS / LVQ – Fase Estudo de Viabilidade D-WBS / LVQ Pacote de Critério de C.C. Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK OK Trabalho (PT) Validação Distribuição do custo estimado Eventos de do projeto entre os pacotes de Aprovação pela diretoria Pagamentos - 1.2.1 Orçamento Orçamento do Projeto trabalho para estabelecer a linha da Empresa Cláusula do de base budgetária contrato Sistema de Seleção de Elaboração de uma relação com Aprovação pela área de 1.2.2 Vendor List Cadastro Unificado Fornecedores os fornecedores capacitados. Suprimentos de Fornecedores Elaboração de um demonstrativo que ajusta a Fluxo de Caixa Aprovação pela diretoria Aprovação do 1.2.3 liberação das parcelas do Balancete Preliminar Preliminar da Empresa BNDES financiamento ao orçamento do projeto
  14. 14. D-WBS / LVQ – Fase Desenvolvimento D-WBS / LVQ Pacote de TrabalhoC.C. Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK Critério de Validação OK (PT) Preparação de alternativas de projeto Alternativas elaboradas Coletar Material e Assinatura do Gerente de1.3.1 (cenários) com base nas informaçãoes Alternativas de projeto de acordo com os critérios Organizar Projeto e Sponsor do estudo de viabilidade de projeto do cliente final Desenvolvimento do projeto conceitual Alternativa selecionada Relatório de análise e seleção de Assinatura do Gerente de1.3.2 Estudo de Projeto através da análise e seleção de com base no melhor custo alternativas Projeto e Sponsor alternativas (trade-offs) benefício
  15. 15. D-WBS / LVQ – Fase Engenharia D-WBS / LVQ Pacote de TrabalhoC.C. Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK Critério de Validação OK (PT) Elaboração do desenho com as Data Book com as assinaturas1.4.1 Projeto Mecânico dimensões e distribuição de Desenhos Estruturais - ABNT 432-3 requeridas esforçoscontrole da usina geradora Elaboração do desenho com a Projeto de identificação de instrumentos Data Book com as assinaturas1.4.2 Automação e Diagrama de Malhas - Norma ISA 5.1 compartilhados e sistemas de requeridas Instrumentação intertravamento Elaboração do desenho com os circuitos, Data Book com as assinaturas - NR101.4.3 Projeto Elétrico seção dos condutores, dispositivos de Diagrama Unifilar requeridas manobra e proteção Elaboração do desenho com a Posição Data Book com as assinaturas1.4.4 Projeto Civil dos elementos estruturais (pilares, Diagrama de Fundação - Norma NBR 15961 requeridas vigas, lajes, etc, ...)
  16. 16. D-WBS / LVQ - Fase Fabricação D-WBS / LVQ Pacote de TrabalhoC.C. Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK Critério de Validação OK (PT) Verificação de todos os desenhos de fabricação, elaboração de uma planilha Orçamento para compra de Planilha de quantitativos com os1.5.1 Compra de material de quantitativos ou lista de material, material aprovado pelo Gerente Normas AISI e ANSI. custos unitários de cada item cotação de mercado e compra de do Projeto matéria prima. Recebimento e inspeção de matéria prima, preparação de material, fabricação, inspeção final e preparação Equipamentos mecânicos prontos Data Book de fabricação com as - Normas IEC1.5.2 Fabricação Mecânica para transporte de todos os para embarque e transporte assinaturas requeridas - Regulamentos ANEEL componentes mecânicos da usina geradora Recebimento e inspeção de matéria prima, preparação de material, fabricação, inspeção final e preparação Equipamentos elétricos prontos Data Book de fabricação com as - Normas IEC1.5.3 Fabricação Elétrica para transporte de todos os para embarque e transporte assinaturas requeridas - Regulamentos ANEEL componentes elétricos da usina geradora Recebimento e inspeção de matéria prima, preparação de material, Fabricação fabricação, inspeção final e preparação Instrumentos prontos para Data Book de fabricação com as - Normas IEC1.5.4 Instrumentos para transporte de todos os embarque e transporte assinaturas requeridas - Regulamentos ANEEL instrumentos de medição da usina geradora Recebimento e inspeção de matéria prima, preparação de material, Fabricação Sistemas Sistemas de automação prontos Data Book de fabricação com as - Normas IEC1.5.5 fabricação, inspeção final e preparação de Automação para embarque e transporte assinaturas requeridas - Regulamentos ANEEL para transporte de todos os sistemas de automação e controle da usina geradora
  17. 17. D-WBS / LVQ – Fase Montagem D-WBS / LVQ Pacote de TrabalhoC.C. Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK Critério de Validação OK (PT) Construção de toda a estrutura civil da usina, incluindo a execução de todos os Data Book de construção com as - Normas IEC1.6.1 Montagem Civil Estrutura Civil concluída testes e verificações pertinentes à esta assinaturas requeridas - Regulamentos ANEEL etapa Montagem de todos os equipamentos Montagem mecânicos da usina, incluindo a Equipamentos Mecânicos montados Data Book de construção com as - Normas IEC1.6.2 Mecânica execução de todos os testes e e testados assinaturas requeridas - Regulamentos ANEEL verificações pertinentes à esta etapa Montagem de todos os equipamentos elétricos da usina, incluindo a execução Equipamentos Elétricos montados e Data Book de construção com as - Normas IEC1.6.3 Montagem Elétrica de todos os testes e verificações testados assinaturas requeridas - Regulamentos ANEEL pertinentes à esta etapa Montagem de todo o sistema de Montagem dos automação e controle da usina, Sistemas de automação montados e Data Book de construção com as - Normas IEC1.6.4 Sistemas de incluindo a execução de todos os testes testados assinaturas requeridas - Regulamentos ANEEL Automação e verificações pertinentes à esta etapa
  18. 18. D-WBS / LVQ - Fase Comissionamento D-WBS / LVQ Pacote de TrabalhoC.C. Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK Critério de Validação OK (PT) Equipe de construção verifica, com o - Guia de Completação acompanhamento da equipe de Protocolos e certificados de Completação Equipamentos prontos para o início Mecânica - Metodologia1.7.1 comissionamento, se todos os completação mecânica Mecânica do pré-comissionamento de Comissionamento componentes e equipamentos da planta preenchidos e assinados Cleanfan estão montados conforme o projeto Conjunto de atividades de campo - Guia de Pré- executadas em subsistemas, itens e Protocolos e certificados de pré- comissionamento - Pré- malhas, energizando os equipamentos, Equipamentos prontos para o início1.7.2 comissionamento preenchidos e Metodologia de comissionamento executando testes de comunicações e do comissionamento à frio assinados Comissionamento configurações do sistema de controle, Cleanfan testes em malhas de controle Testes sem carga e verificações - Guia de dinâmicas de funcionamento das Protocolos e certificados de Comissionamento - Comissionamento à Equipamentos prontos para o início1.7.3 instalações do empreendimento por comissionamento à frio Metodologia de frio do comissionamento à quente sistema(s) e/ou subsistemas de preenchidos e assinados Comissionamento comissionamento. Cleanfan Testes com carga e verificações - Guia de dinâmicas de funcionamento das Protocolos e certificados de Comissionamento - Comissionamento à1.7.4 instalações do empreendimento por Usina pronta para operar comissionamento à quente Metodologia de quente sistema(s) e/ou subsistemas de preenchidos e assinados Comissionamento comissionamento. Cleanfan
  19. 19. Premissas 1 - Licença Ambiental com LI emitida e obtida pela Concessionária 2 – Estradas de acesso aos locais mantidas trafegáveis pela Concessionária durante a instalação das Unidades Geradoras 3 – Fundos liberados pelo BNDES 4 – Utilizar mão de obra local para reduzir custos de instalação 5 – Liberação das áreas pelas prefeituras quanto às questões fundiáriaEstratégia Definição de Design da Produto Produto Usina Alternativa Usina Desmontado Montado Pronta
  20. 20. Restrições 1 – Nível de ruído menor que 60 dB 2 – Índice de nacionalização maior ou igual a 90% para o Gerador Eólico 3 – 50 % das empresas participantes terem financiamentos junto ao BNDES 4 – Custo da energia gerada menor que R$80,00 / kWh 5 – Projeto elaborado no Brasil com transferência de tecnologia para as empresas brasileiras – assistência técnica estrangeira.Estratégia Definição de Design da Produto Produto Usina Alternativa Usina Desmontado Montado Pronta
  21. 21. SM – Solicitação de Mudança Numero da SM Data de Abertura Solicitante 2011001 20/03/2012 Gilberto Endereço de e-mail DDD Telefone gilberto@cleanfan.com.br 031 3421-2234 Descrição da mudança solicitada Incremento do tamanho do eixo da torre da usina de 45 para 65 metros Justificativa da Solicitação Em tal altura, a usina fabricada passa a independer do relevo para captação de ventos. Assinatura do solicitante De Acordo, Gilberto
  22. 22. SM – Solicitação de Mudança Parecer do GP – Impactos identificados Escopo Há incremento no escopo do projeto, na medida em que o incremento do eixo central da usina provocará a necessidade de ampliar em 20 metros o eixo central com reflexo na fiação condutora da energia captada. Tempo A mudança provocará atraso de 2 meses na entrega da usina. Custo Haverá incremento de 10% do orçamento inicialmente previsto para o projeto. Qualidade A qualidade será afetada positivamente pois haverá captação de ventos de maior intensidade e frequência, com melhor funcionamento da usina. Recursos Humanos Haverá necessidade de manutenção do pessoal mobilizado por mais 2 meses. Comunicações Se manterá. Caso seja aprovada a mudança, deverá haver divulgação para todos. Riscos Ao prolongar a obra, existe o risco de coincidência com período chuvoso que poderá prejudicar a montagem da usina Aquisições Haverá necessidade de modificação na especificação de algumas peças com fornecedores. Outros projetos concorrentes Ausente. Data, Nome e Assinatura do GP Belo Horizonte, 14/04/2012 De acordo, Antonio Dias Parecer do Sponsor ou CCB De acordo, do Gilberto. Data, Nome do Autorizador, Assinatura 14/04/2012 – Gilberto – Diretor Geral G De acordo, Gilberto.
  23. 23. SM – Solicitação de Mudança Numero da SM Data de Abertura Solicitante 2011002 20/03/2012 Gilberto Endereço de e-mail DDD Telefone gilberto@cleanfan.com.br 031 3421-2234 Descrição da mudança solicitada Incremento da autonomia das baterias do sistema de 2 para 3 dias. Justificativa da Solicitação Dar maior autonomia para a usina em caso de falta de ventos, diminuindo a probabilidade de haver quedas de energia. Assinatura do solicitante De Acordo, Gilberto
  24. 24. SM – Solicitação de Mudança Parecer do GP – Impactos identificados Escopo Há incremento no escopo do projeto, na medida em haverá necessidade de contratação de conjunto adicional de baterias para a usina. Tempo A mudança provocará atraso de 1 mês na entrega da usina mas poderá ser assimilado o prazo caso seja aprovada a mudança 2012001. Custo Haverá incremento de 5% do orçamento inicialmente previsto para o projeto. Qualidade A qualidade será afetada positivamente pois conferirá maior autonomia para a usina em caso de ausência de ventos por período prolongado. Recursos Humanos O impacto será assimilado caso seja aprovada a mudança 2012001. Caso contrário, o pessoal de montagem deve permanecer mobilizado por mais 1 mês. Comunicações Se manterá. Caso seja aprovada a mudança, deverá haver divulgação para todas as partes interessadas no projeto. Riscos Ao prolongar a obra, existe o risco de coincidência com período chuvoso que poderá prejudicar a montagem da usina Aquisições Haverá necessidade de aquisição de um conjunto adicional de bateria e alguma 30 metros de fiação do tipo KB32. Outros projetos concorrentes Ausente. Data, Nome e Assinatura do GP Belo Horizonte, 14/04/2012 De acordo, Antonio Dias Parecer do Sponsor ou CCB De acordo, do Gilberto. Data, Nome do Autorizador, Assinatura 14/04/2012 – Gilberto – Diretor Geral G De acordo, Gilberto.
  25. 25. Lista de Participantes Bráulio Torres Gilberto Leite Gustavo Cunha Marcos Lomar Tiago Domingos Tomaz Capetinga

×