Fundação Getúlio Vargas – FGV                            IBS Business School                 MBA Gerenciamento de Projetos...
Projeto   Revita PampulhaProduto   Pampulha LimpaEquipe    Alexandre Caieiro - Diretoria da Fazenda          Fernanda Lira...
Termo de Abertura do Projeto – TAPProjeto            Revita Pampulha - Revitalização da Lagoa da Pampulha.Descrição       ...
Termo de Abertura do Projeto – TAP (continuação)Justificativa      A Lagoa da Pampulha foi construída na década de 1940, f...
Termo de Abertura do Projeto – TAP (continuação)Requisitos         - O projeto deve ser concluído até julho de 2013.      ...
Termo de Abertura do Projeto – TAP (continuação)Lista deMilestones         Agosto/2012 – Aprovação do projeto executivo;  ...
Stakeholders               Prefeitura de Belo Horizonte               Governo do Estado de Minas Gerais               Usuá...
Declaração de Requisitos do Produto                 Stakeholder                                              Requisito det...
Declaração de Requisitos do Projeto             Stakeholder                                     Requisito detalhado       ...
Declaração do EscopoEscopo do Produto   01) A grama deverá estar cortada para a inauguração;                    02) A cada...
Declaração do Escopo (continuação)Escopo do Projeto      01) A inauguração das obras de revitalização deverá ocorrer no di...
Declaração do Escopo (continuação)Premissas         01) Entre os meses de novembro e fevereiro de cada ano de obras, o índ...
WBS  PROJETOS     FINANCIAMENTO     LICENÇAS        CONTRATAÇÃO     LOCAÇÃO       SINALIZAÇÃO     OBRAS        DEPOLUIÇÃO ...
DICIONÁRIO DA WBSFase                            SinalizaçãoEntrega                         Bloqueios   C.C.       PT     ...
DICIONÁRIO DA WBS (continuação)Fase                             ProjetosEntrega                          Aprovações   C.C....
LISTA DE VERIFICAÇÃO DA QUALIDADE - LVQFase                         SinalizaçãoEntrega                      Bloqueios     ...
DICIONÁRIO DA WBS (continuação)Fase                              ProjetosEntrega                           Aprovações     ...
SOLICITAÇÃO DE MUDANÇASolicitante            Guilherme Moreira - Diretoria de InfraestruturaMotivo                 Dificul...
Belo horizonte-gp41-ge-grupo7
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Belo horizonte-gp41-ge-grupo7

798 visualizações

Publicada em

Alexandre Caieiro,Fernanda Lira,Fernando Nani,Guilherme Moreira,Kathy Menezes,Nívea Alexandre

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • cliente ou fornecedora de projeto: não contemplado claramente;
    TAP: ok; sugere-se que após os componentes SMART sejam elaborados, o objetivo seja escrito em uma frase;
    ISH: vários campos dos documentos não foram contemplados;
    DReq Produto e Projeto: em 'entrega onde se manifesta' é sugerido que seja identificada a fase ou PT onde o requisito se materializa;
    DE: Ok;
    WBS: Ok;
    D-WBS : Ok;
    LVQ: Ok;
    SM: campo 'descrição' não foi contemplado no documento.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
798
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
115
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Belo horizonte-gp41-ge-grupo7

  1. 1. Fundação Getúlio Vargas – FGV IBS Business School MBA Gerenciamento de Projetos Turma Projetos 41 Gerenciamento de Escopo em Projetos Prof. Marco CoghiProjeto RevitaPampulha Belo Horizonte, Abril de 2012
  2. 2. Projeto Revita PampulhaProduto Pampulha LimpaEquipe Alexandre Caieiro - Diretoria da Fazenda Fernanda Lira - Diretoria de MeioAmbiente e Desenvolvimento Sustentável Fernando Nani - Diretoria de Desenvolvimento Regional e Urbano Guilherme Moreira - Diretoria de Infraestrutura Kathy Menezes - Diretoria de Planejamento e Gestão Nívea Alexandre - Diretoria de Controle da Qualidade
  3. 3. Termo de Abertura do Projeto – TAPProjeto Revita Pampulha - Revitalização da Lagoa da Pampulha.Descrição O projeto Revita Pampulha é uma iniciativa do Governo de Minas Gerais para promover a melhoria da qualidade da água da Lagoa da Pampulha por meio de obras de desassoreamento e saneamento, envolvendo a interceptação e o tratamento de esgoto.
  4. 4. Termo de Abertura do Projeto – TAP (continuação)Justificativa A Lagoa da Pampulha foi construída na década de 1940, fazendo parte do conjunto arquitetônico projetado por Oscar Niemeyer, que se tornou referência e influenciou toda a arquitetura moderna brasileira. Ao longo dos anos, consolidaram-se na região diversos equipamentos de lazer e turismo, mas essas atividades estão sendo inibidas por todo o lixo e esgoto lançados na lagoa que provocam problemas como mau cheiro e assoreamento. Neste contexto, o projeto Revita Pampulha se justifica para promover a revalorização do conjunto arquitetônico, o desenvolvimento do turismo e a proteção ao meio ambiente.Objetivo S – Tornar a Lagoa da Pampulha Limpa, M – Atingindo os padrões desejáveis para as águas de classe 2, através da validação bioquímica da qualidade da água, A – pelo desassoreamento e tratamento do esgoto, R – reintegrando a lagoa como um local de turismo, prática esportiva e lazer, T – até julho de 2013.
  5. 5. Termo de Abertura do Projeto – TAP (continuação)Requisitos - O projeto deve ser concluído até julho de 2013. - O projeto deve ter o custo máximo de 400 milhões de reais, 80% a ser custeado pelo Governo de Minas e 20% pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). - Os procedimentos devem seguir os Ativos de Processos Organizacionais da Prefeitura de Belo Horizonte. - Devem ser seguidas as instruções, normas e leis que regulamentam as atividades envolvidas no projeto. - A PBH e o Governo de Minas deverão disponibilizar equipes qualificadas para a fiscalização.Designação Eng. José da Silva, funcionário de carreira da Secretaria Estadual de Obras Públicas, fica designado como gestor do Revita Pampulha para: - Fornecer acesso às informações necessárias para o desenvolvimento das atividades; - Promover a integração entre as equipes envolvidas (Governo de Estado/Prefeitura de Belo Horizonte/Consultorias/Empreiteiras); - Gerir os recursos financeiros alocados e aprovados; - Ordenar os processos de licitação; - Gerir os contratos com os fornecedores; - Aplicar-se para a conclusão das obras em julho de 2013. José Silva – GP Revita Pampulha
  6. 6. Termo de Abertura do Projeto – TAP (continuação)Lista deMilestones Agosto/2012 – Aprovação do projeto executivo; Setembro/2012 – Aprovação do financiamento/orçamento LOA (2013); Dezembro/2012 – Conclusão do Licenciamento Ambiental; Janeiro/2012 – Conclusão das Licitações; Abril/2013 – Conclusão das obras de saneamento; Julho/2013 – Conclusão das obras de desassoreamento.Orçamento O orçamento máximo será de R$400.000.000,00 que deverá ser gerenciado conforme cronograma financeiro a ser aprovado na Assembleia Legislativa por meio da Lei Orçamentária Anual (LOA).Riscos - Indeferimento do orçamento; - Cadastro insuficiente das redes de esgoto; - Falta de alternativas locacionais viáveis para depósito/destinação final do material dragado; - Falta de mão de obra especializada; - Atrasos nas contratações/licitações; - Atraso no licenciamento ambiental das obras; - Falhas na fiscalização das obras; - Impactos sociais e ambientais; Governo do Estado de Minas Gerais 09 de abril de 2012
  7. 7. Stakeholders Prefeitura de Belo Horizonte Governo do Estado de Minas Gerais Usuários da Lagoa Moradores do entorno da Lagoa Copasa Proprietários de estabelecimentos comerciais do entorno da Lagoa Órgãos licenciadores Empreiteira BHTRANS IPHAN (Instituto do PatrimônioHistórico e ArtísticoNacional)
  8. 8. Declaração de Requisitos do Produto Stakeholder Requisito detalhado Classificação Prioridade Componente relacionado Entrega onde se manifesta OK SH 1 (Márcio Lacerda, prefeito de A grama deverá estar cortada para a inauguração. Foco de atenção 1 S, M, A, R, T Revitalização / Desassoreamento BH) A cada árvore retirada, duas serão plantadas no próprio entorno da "nova" SH 2 (Jorge Veloso, diretor da FEAM) Foco de atenção 1 S, M, A, R, T Revitalização / Desassoreamento Lagoa. SH 3 (Maria Junqueira, diretora da Todos os animais deverão ter tratamento especial, caso haja necessidade de Foco de atenção 1 S, M, A, R, T Revitalização / Desassoreamento FEAM) desmobilização. SH 4 (Antônio José, pescador da No dia da inauguração, o SH pescará um peixe e entregará ao prefeito de BH. Foco de atenção 2 S, M, A, R, T Revitalização / Desassoreamento região) SH 5 (Naisses Antônio, ciclista) Ciclovias são necessárias para serem diferenciadas das pistas de corrida. Registar 4 A, R Revitalização / Desassoreamento SH 6 (Martinho Francisco, gerente na Deverá ter fácil acesso da Lagoa até o Mineirão, para facilitar o escoamento Foco de atenção 2 A, R Revitalização / Desassoreamento ADEMG) de carros. SH 7 (Fernando Mariano, dono de A vista do restaurante não poderá sofrer alteração após as obras. Registrar 4 A, R, T Revitalização / Desassoreamento restaurante na região) SH 8 (Milton Silva, morador da O visual atual não poderá ser afetado ao final das obras. Registrar 4 A, R, T Revitalização / Desassoreamento região) SH 9 (Raimundo Lacerda, morador da A água deverá ter qualidade para pesca. Registrar 4 A, R Revitalização / Desassoreamento região) SH 10 (Maurício Brás, garçom na O público padrão não pode ser afetado nos restaurantes do bairro. Registrar 4 A, R Revitalização / Desassoreamento região) SH 11 (Murilo Teixeira, flanelinha da Não poderão ser construídos estacionamentos na orla. Ignorar rquisito 5 A Revitalização / Desassoreamento região) SH 12 (Ricardo Mambrini, gerente do A água recebida ao zoológico não poderá sofrer alteração quanto à qualidade Foco de atenção 1 S, M, A, R, T Revitalização / Desassoreamento zoológico) e vazão ao final das obras. SH 13 (Renata Teixeira, moradora da As capivaras deverão sofrer tratamento especial, pois, hoje, ocorrem muitos Foco de atenção 2 A, R Revitalização / Desassoreamento região) atropelamentos. SH 14 (Carmem Silva, veterinária da Os animais deverão ser devolvidos ao seu habitat natural. Manter informado 3 A, R Revitalização / Desassoreamento UFMG) SH 15 (Roberto Leal, morador da Mais trevos para retorno deverão ser construídos para facilitar retrono dos Ignorar requisito 5 - Revitalização / Desassoreamento região) carros.
  9. 9. Declaração de Requisitos do Projeto Stakeholder Requisito detalhado Classificação Prioridade Componente relacionado Entrega onde se manifesta OK SH 1 (Márcio Lacerda, prefeito de A inauguração das obras de revitalização deverá ocorrer no dia 02 de Foco de atenção 1 S, M, A, R, T Revitalização / Desassoreamento BH) agosto, sexta-feira. SH 2 (Carlos Augusto, morador As máquinas não poderão trabalhar acima de 80 dB após às 20h. Foco de atenção 2 S, M, A, R, T Revitalização / Desassoreamento / Maquinário da região) SH 3 (José Aldo, morador da Todos os operários deverão ter comportamento educado com as Registrar 4 A, R Profissionais região) pessoas. Deverá haver espaço para corrida durante todo o dia, em todo SH 4 (João Carlos, corredor) Registrar 4 A, R, T Revitalização / Desassoreamento entorno da Lagoa da Pampulha, durante as obras. SH 5 (Marília Teixeira, corredor) Não deverá haver mau cheiro durante as obras. Registrar 4 A, R, T Revitalização / Desassoreamento SH 6 (Ricardo Teixeira, torcedor Em dias de jogo no Mineirão, haverá vagas de carros no entorno do Registrar 4 A, R, T Revitalização / Desassoreamento do Cruzeiro) Mineirão. SH 7 (José Antônio, torcedor do Manutenção de placas indicativas para acesso ao Mineirão pela Registrar 4 A, R, T Bloqueio Atlético-MG) Lagoa. SH 8 (João Donato, diretor do Todos os técnicos e engenheiros devem ser vinculados ao CREA. Foco de atenção 2 A, R Profissionais CREA-MG) Todas as vias deverão estar previamente limpas para facilitar o SH 9 (Teodoro Araújo, gari) Registrar 4 R Revitalização / Desassoreamento trabalho dos garis durante as obras. SH 10 (Antônio José, pescador Não poderá haver mortandade de peixes durante as obras Foco de atenção 2 A, R Revitalização / Desassoreamento da região) SH 11 (Frederico Sales, gerente Paradas obrigatórias no entorno da Lagoa não podem ultrapassar 5 Foco de atenção 1 S, M, A, R, T Revitalização / Desassoreamento da BHTrans) minutos para não atrapalhar o trânsito SH 12 (Roberto Terra, morador As máquinas terão que ser da cor padrão amarela, para não estragar Ignorar rquisito 5 A Maquinário da região) a imagem da região. SH 13 (Sílvio Vieira, líder dos Os moradores deverão receber palestras explicativas sobre o status Foco de atenção 2 S, A, R, T Revitalização / Desassoreamento moradores da Pampulha) da obra e implicações, durante toda a aexecução. SH 14 (Moacir Pereira, gerente Após liberação do crédito, o BNDES deverá receber relatório mensal Foco de atenção 1 S, A, R, T Créditos / Revitalização / Desassoreamento funcional no BNDES) sobre o status da obra. SH 15 (Mateus Menezes, O andamento das obras deverá ser informado à população, Manter informado 3 S, A, R, T Revitalização / Desassoreamento engenheiro e morador da região) mensalmente, através do software Primavera.
  10. 10. Declaração do EscopoEscopo do Produto 01) A grama deverá estar cortada para a inauguração; 02) A cada árvore retirada, duas serão plantadas no próprio entorno da "nova"Lagoa; 03) Todos os animais deverão ter tratamento especial, caso haja necessidade de desmobilização; 04) No dia da inauguração, o SH pescará um peixe e entregará ao prefeito de BH; 05)Ciclovias são necessárias para serem diferenciadas das pistas de corrida; 06) Deverá ter fácil acesso da Lagoa até o Mineirão, para facilitar o escoamento de carros; 07) A vista do restaurante não poderá sofrer alteração após as obras; 08) O visual atual não poderá ser afetado ao final das obras; 09) A água deverá ter qualidade para pesca 10) O público padrão não pode ser afetado nos restaurantes do bairro; 11) Não poderão ser construídos estacionamentos na orla; 12) A água recebida ao zoológico não poderá sofrer alteração quanto à qualidade e vazão ao final das obras; 13) As capivaras deverão sofrer tratamento especial, pois, hoje, ocorrem muitos atropelamentos; 14) Os animais deverão ser devolvidos ao seu habitat natural; 15) Mais trevos para retorno deverão ser construídos para facilitar retorno dos carros.
  11. 11. Declaração do Escopo (continuação)Escopo do Projeto 01) A inauguração das obras de revitalização deverá ocorrer no dia 02 de agosto, sexta-feira; 02) As máquinas não poderão trabalhar acima de 80 dB após às 20h; 03) Todos os operários deverão ter comportamento educado com as pessoas; 04) Deverá haver espaço para corrida durante todo o dia, em todo entorno da Lagoa da Pampulha, durante as obras; 05) Não deverá haver mau cheiro durante as obras; 06) Em dias de jogo no Mineirão, haverá vagas de carros no entorno do Mineirão; 07) Manutenção de placas indicativas para acesso ao Mineirão pela Lagoa; 08) Todos os técnicos e engenheiros devem ser vinculados ao CREA; 09) Todas as vias deverão estar previamente limpas para facilitar o trabalho dos garis durante as obras; 10) O andamento das obras deverá ser informado à população, mensalmente, através do software Primavera.Entregas e critérios Entrega em 02 de agosto, sexta-feira.de aceitaçãoEscopo não Não fará parte desse projeto o tratamento dos cursos dágua afluentes da Lagoa da Pampulha.incluído no projeto
  12. 12. Declaração do Escopo (continuação)Premissas 01) Entre os meses de novembro e fevereiro de cada ano de obras, o índice médio pluviométrico diário a ser considerado é de 30 mm de água; 02) Cada funcionário trabalhará 8 horas diariamente e terá 1 hora para almoço; 03) Não haverá interferências das obras com a operação do Aeroporto da Pampulha; 04) Durante os jogos e eventos realizados no estádio do Mineirão e no ginásio do Mineirinho, toda a orla deverá ser monitorada pela polícia, afim de evitar vandalismos e danos às obras; 5) Durante os jogos da Copa das Confederações, as obras não serão interrompidas, tampouco produtividade.Restrições 01) O projeto deverá ser concluído até julho de 2013; 02) Custo máximo do projeto de 400 milhões de reais, sendo 80% a ser custeado pelo Governo de Minas Gerais (MG) e 20% pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH); 03) Todos os procedimentos e documentos deverão ser baseados nos Ativos de Processos Organizacionais da PBH; 04) Todas as atividades do projeto deverão seguir as instruções, normas e leis de regulamentação dos órgãos competentes a que se referirem; 05) A PBH e o Governo de MG deverão disponibilizar equipes qualificadas para a fiscalização, que serão auditadas periodicamente.
  13. 13. WBS PROJETOS FINANCIAMENTO LICENÇAS CONTRATAÇÃO LOCAÇÃO SINALIZAÇÃO OBRAS DEPOLUIÇÃO Aprovação Retro Retiradas de Conceitual BNDES Engenheiros Faixas Químico Ambiental Escavadeiras Entulho Diques Básico BID Orgãos Públicos Técnicos Caminhões Cones Biológico Ecológicos Detalhado PBH Operários Tratores Desvios
  14. 14. DICIONÁRIO DA WBSFase SinalizaçãoEntrega Bloqueios C.C. PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 1.6.1 Faixas Demarcar a área das obras com faixas de sinalização de segurança Faixas de sinalização Termo de aceitação da sinalização assinado 1.6.2 Cones Demarcar a área das obras com cones de sinalização de segurança Cones de sinalização Termo de aceitação da sinalização assinado 1.6.3 Desvios Demarcar os desvios de tráfego nas áreas das obras Sinalização dos desvios de tráfego Termo de aceitação da sinalização assinadoFase ContrataçãoEntrega Profissionais C.C. PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 1.4.1 Engenheiros Contratar engenheiros Contrato de trabalho dos engenheiros Contratos de trabalho assinados 1.4.2 Técnicos Contratar técnicos Contrato de trabalho dos técnicos Contratos de trabalho assinados 1.4.3 Operários Contratar operários Contrato de trabalho dos operários Contratos de trabalho assinados
  15. 15. DICIONÁRIO DA WBS (continuação)Fase ProjetosEntrega Aprovações C.C. PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK Proposição de alternativas que atendam ao escopo definido 1.1.1 Projeto Conceitual Projeto Conceitual Aprovado Assinatura do Termo de Aceitação do Projeto Conceitual do projeto Refinamento do projeto conceitual e escolha de uma 1.1.2 Projeto Básico Projeto Básico Aprovado Assinatura do Termo de Aceitação do Projeto Básico alternativa a ser estressada 1.1.3 Projeto Detalhado Detalhamento do projeto básico Projeto Detalhado Aprovado Assinatura do Termo de Aceitação do Projeto Detalhado Fase Locações Entrega Maquinários C.C. PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK Locar retroescavadeiras que serão usados para os 1.5.1 Retroescavadeiras Contrato com locadora Assinatura do contrato de aluguel serviços de escavações e aterros. Locar caminhões para transportar materiais até as 1.5.2 Caminhões Contrato com locadora Assinatura do contrato de aluguel caçambas. 1.5.3 Tratores Locar tratores para movimentação de terra nas obras. Contrato com locadora Assinatura do contrato de aluguel Locar utilitários para transportar materiais de pequeno 1.5.4 Utilitários Contrato com locadora Assinatura do contrato de aluguel porte até a obra.
  16. 16. LISTA DE VERIFICAÇÃO DA QUALIDADE - LVQFase SinalizaçãoEntrega Bloqueios C.C. PT Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK Padrão BHTRANS para sinalização. Boas Práticas. Demarcar a área das obras com faixas de 1.6.1 Faixas Faixas de sinalização ISO 14617. ABNT. sinalização de segurança NR 26. Padrão BHTRANS para sinalização. Boas Práticas. Demarcar a área das obras com cones de 1.6.2 Cones Cones de sinalização ISO 14617. ABNT. sinalização de segurança NR 26. Padrão BHTRANS para sinalização. Boas Práticas. Demarcar os desvios de tráfego nas áreas das Sinalização dos desvios de 1.6.3 Desvios ISO 14617. ABNT. obras tráfego NR 26.Fase ContrataçãoEntrega Profissionais C.C. PT Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK Contrato de trabalho dos 1.4.1 Engenheiros Contratar engenheiros Registro no CREA engenheiros 1.4.2 Técnicos Contratar técnicos Contrato de trabalho dos técnicos Registro no CREA 1.4.3 Operários Contratar operários Contrato de trabalho dos operários Experiência mínima de 2 anos em obras, registrada em carteira
  17. 17. DICIONÁRIO DA WBS (continuação)Fase ProjetosEntrega Aprovações C.C. PT Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK Proposição de alternativas que atendam ao 1.1.1 Projeto Conceitual Projeto Conceitual Aprovado ART escopo definido do projeto Refinamento do projeto conceitual e escolha de 1.1.2 Projeto Básico Projeto Básico Aprovado ART uma alternativa a ser estressada 1.1.3 Projeto Detalhado Detalhamento do projeto básico Projeto Detalhado Aprovado ART Fase Locações Entrega Maquinários C.C. PT Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK Locar retroescavadeiras que serão usados para 1.5.1 Retroescavadeiras Contrato com locadora Certificados de Manutenção Periódica das Máquinas os serviços de escavações e aterros. Locar caminhões para transportar materiais até 1.5.2 Caminhões Contrato com locadora Certificados de Manutenção Periódica das Máquinas as caçambas. Locar tratores para movimentação de terra nas 1.5.3 Tratores Contrato com locadora Certificados de Manutenção Periódica das Máquinas obras. Locar utilitários para transportar materiais de 1.5.4 Utilitários Contrato com locadora Certificados de Manutenção Periódica das Máquinas pequeno porte até a obra.
  18. 18. SOLICITAÇÃO DE MUDANÇASolicitante Guilherme Moreira - Diretoria de InfraestruturaMotivo Dificuldade em obter mão de obra qualificada para execução das obras.Alterações nas áreas Integração : Interferência no processo de otimização do projeto.de conhecimento Escopo: Readequação no prazo das obras civis Tempo: Readequação do cronograma Qualidade: Possibilidade de obtenção de mão de obra com menor qualificação Riscos: Ultrapassar data de entrega das obras e ultrapassar orçamento destinado ao projeto devidoa necessidade de reajuste salarial como chamativo de mão de obra qualificada. RH: Necessidade de elaborar novo plano de cargos e salários Comunicação: Não há Aquisições: Recrutamento de novos trabalhadores Custos: Ampliação dos custos do projeto devido ao aumento salarial.

×