Projeto de implementação de
PMO em LISARB
ADJMPV Consultoria
Belo Horizonte – Proj 55
Integrantes
 Alessandro Sales
 Douglas Wall
 Jener Paranhos
 Mariana Dornellas
 Pedro Magalhães
 Viviane Vale
Nossa Empresa
ADJMPV consultoria é uma empresa sediada
em Belo Horizonte - MG. Fundada em 1800,
Conta atualmente com 8 fun...
1. Aliança por um Lisarb mais justo;
2. Política cidadã baseada em princípios e valores;
3. Educação para a sociedade do c...
BENEFICIOS DO PMO
• Com a implantação do PMO a performance
dos projetos, consolidação dos dados e
transferência de conheci...
BENEFICIOS DO PMO
 Ele será responsável pelo banco de
dados de LISARB (histórico dos
projetos).
 Os projetos terão melho...
BENEFICIO POR AREA
 Para os Gerentes de Projetos: Haverá
uma referência consistente,
compartilhamento de linguagem e
plan...
BENEFICIO POR AREA
 Para o cliente: Será percebido um
aumento do nível de satisfação com
os resultados, novo ponto de sup...
Nível de Maturidade
Existe algum grau de gerenciamento com algum resultados
positivos; há necessidade de melhorar as prati...
HIERARQUIA
 O trabalho será realizado a partir do
nível hieráquico 01.
Hierarquia onde
será iniciado as
atividades em
LIS...
HIERARQUIA
 Motivo: O princípio é trabalhar no
nível operacional, visando projetos
e/ou programas individuais.
 Ou seja,...
FUNÇÃO A SER
IMPLEMENTADA
 No primeiro PMO será considerada a
função de gerenciamento de recusos
 Nesse processo será in...
FUNÇÃO A SER
IMPLEMENTADA
 Fundamentos
 Cursos avançados
 Outro cursos
 Ferramentas específicas
 Treinamento na metod...
FUNÇÃO A SER
IMPLEMENTADA
 Dessa forma o nível hierarquico 01,
que representa a área operacional
estará estruturada e pod...
MODELO ESTAÇÃO
METEREOLÓGICA
 Acompanhamento objetivo e reporte
para alta administração do andamento
de projetos.
 Defin...
MODELO ESTAÇÃO
METEREOLÓGICA
 Pelo nível baixo de maturidade em
gestão de projetos da LISARB é
recomendável iniciar pelo ...
MODELO ESTAÇÃO
METEREOLÓGICA
Estação Meteorológica
1
Estação Meteorológica
1I
Estação Meteorológica
1II
Torre de Controle ...
MODELO ESTAÇÃO
METEREOLÓGICA Estações
Torre de Controle A
Próximas Etapas
Torre de Controle
B
Torre de Controle
C
Pool de ...
Métricas de Sucesso
 Quando se pensa em sistemas de
medição, alguns atributos importantes
devem ser levados em consideraç...
Métricas de Sucesso
 Para o primeiro PMO na Lisarb
deverão ser implementadas tanto
métricas genéricas como métricas
espec...
Métricas de Sucesso
 Métricas específicas:
◦ Índice de entregáveis em atraso;
◦ Índice de alterações
◦ Índice de cumprime...
Métricas de Sucesso
 Devido ao fato da empresa estar em
um nível mais baixo de maturidade,
iremos começar com a medição d...
Etapas de Implementação
 1ª- Identificar o Sponsor, responsável por
apoiar a implementação do escritório de
projetos;
 2...
Etapas de Implementação
 5ª- Levantar o orçamento para o
estabelecimento de um PMO, assim como
os custos e benefícios que...
Identificação e Seleção de Projetos
Priorização de Projetos
Balanceamento do Portfólio
FIM
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ADJMPV Consultoria

242 visualizações

Publicada em

Titulo: ADJMPV Consultoria
Alunos:Alessandro Sales,DOUGLAS WALL,Jener Paranhos dos Santos,Mariana Pimenta Dornellas,Pedro Henrique Ferreira Magalhaes,Viviane de Fátima Silva,
Cidade: Belo Horizonte
Disciplina: PMO
Turma: GP55
Data:06-03-2015
Hora:14:46
Comentarios:
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
242
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ADJMPV Consultoria

  1. 1. Projeto de implementação de PMO em LISARB ADJMPV Consultoria Belo Horizonte – Proj 55
  2. 2. Integrantes  Alessandro Sales  Douglas Wall  Jener Paranhos  Mariana Dornellas  Pedro Magalhães  Viviane Vale
  3. 3. Nossa Empresa ADJMPV consultoria é uma empresa sediada em Belo Horizonte - MG. Fundada em 1800, Conta atualmente com 8 funcionário de Alta performance comprometidos e trazer resultados Nossa empresa atua na Gestão estratégica de Projetos, sendo nosso foco a implantação Project Managment Office - PMO. Nos nossos 214 anos de experiência atendemos diversas empresas nacionais e internacionais, como também cidades, estado e países.
  4. 4. 1. Aliança por um Lisarb mais justo; 2. Política cidadã baseada em princípios e valores; 3. Educação para a sociedade do conhecimento; 4. Economia para uma sociedade sustentável; 5. Proteção social; 6. Qualidade de vida e segurança para todos os Lisarbeanos; 7. Cultura e fortalecimento da diversidade; 8. Política externa para o século 21; 9. Combate a corrupção; Objetivos Estratégicos de LISARB
  5. 5. BENEFICIOS DO PMO • Com a implantação do PMO a performance dos projetos, consolidação dos dados e transferência de conhecimento serão algumas das melhorias observadas. • Além disso LISARB contará com um centro de suporte a projetos, tendo assim uma unificação de esforços. • Será desenvolvido a carreira dos gerentes de projetos.
  6. 6. BENEFICIOS DO PMO  Ele será responsável pelo banco de dados de LISARB (histórico dos projetos).  Os projetos terão melhor visibilidade  Será realizado análise de riscos, antecipando problemas em projetos  Ocorrerá o desenvolvimento e disseminação de práticas de gerenciamento de projetos
  7. 7. BENEFICIO POR AREA  Para os Gerentes de Projetos: Haverá uma referência consistente, compartilhamento de linguagem e planejamento de capacitação e carreira.  Para a alta administração: Maior previsibilidade dos resultados dos projetos, suporte a tomadas de decisão e suporte na alocação de recursos estratégicos.
  8. 8. BENEFICIO POR AREA  Para o cliente: Será percebido um aumento do nível de satisfação com os resultados, novo ponto de suporte além do GP e redução de ameaças e do retrabalho.  Para a organização: Ocorrerá alinhamento com as estratégicas de negócios, gestão da propriedade intelectual e melhoria continua da performance (incremento da maturidade)
  9. 9. Nível de Maturidade Existe algum grau de gerenciamento com algum resultados positivos; há necessidade de melhorar as praticas e processo e desenvolver a cultura de GP Nível 1 Nivel 2 Nivel 3 Nivel 4 Nivel 5 Pontuação aferida de Lisarb: 69 Pontos, Nível de Maturidade 2
  10. 10. HIERARQUIA  O trabalho será realizado a partir do nível hieráquico 01. Hierarquia onde será iniciado as atividades em LISARB
  11. 11. HIERARQUIA  Motivo: O princípio é trabalhar no nível operacional, visando projetos e/ou programas individuais.  Ou seja, a estruturação de LISARB iniciará pela base da pirâmide, considerando que é essencial criar uma metodologia de serviço.
  12. 12. FUNÇÃO A SER IMPLEMENTADA  No primeiro PMO será considerada a função de gerenciamento de recusos  Nesse processo será inicialmente o levantamento do currículo dos funcionários de LISARB.  Após esse levantamento será definido os treinamentos que cada funcionário deverá realizar:
  13. 13. FUNÇÃO A SER IMPLEMENTADA  Fundamentos  Cursos avançados  Outro cursos  Ferramentas específicas  Treinamento na metodologia  Processos e procedimentos  Preparação para certificações
  14. 14. FUNÇÃO A SER IMPLEMENTADA  Dessa forma o nível hierarquico 01, que representa a área operacional estará estruturada e poderá atender as metodologias que serão implementadas a partir do PMO.
  15. 15. MODELO ESTAÇÃO METEREOLÓGICA  Acompanhamento objetivo e reporte para alta administração do andamento de projetos.  Definição de parâmetros, frequencia, formato e ferramentas para reporte;  Informar o progresso, controle físico- financeiro e análise de riscos.  Comparar e identificar melhor prática
  16. 16. MODELO ESTAÇÃO METEREOLÓGICA  Pelo nível baixo de maturidade em gestão de projetos da LISARB é recomendável iniciar pelo modelo de estação metereológica para organizar os projetos por pequenas regiões ou pontos isolados. A partir da organização da “raiz” é recomendável aumentar a maturidade por regiões maiores através da torre de controle para garantir objetivos estratégicos.
  17. 17. MODELO ESTAÇÃO METEREOLÓGICA Estação Meteorológica 1 Estação Meteorológica 1I Estação Meteorológica 1II Torre de Controle A Etapa 1 de Implementação Próximas Etapas
  18. 18. MODELO ESTAÇÃO METEREOLÓGICA Estações Torre de Controle A Próximas Etapas Torre de Controle B Torre de Controle C Pool de Recursos
  19. 19. Métricas de Sucesso  Quando se pensa em sistemas de medição, alguns atributos importantes devem ser levados em consideração para sua definição.  Principais atributos de um indicador: ◦ Relevância e representatividade; ◦ Realismo; ◦ Simplicidade de coleta; ◦ Facilidade de percepção; ◦ Revisão Sistemática; ◦ Divulgação
  20. 20. Métricas de Sucesso  Para o primeiro PMO na Lisarb deverão ser implementadas tanto métricas genéricas como métricas específicas.  Métricas Genéricas: ◦ Qtde de requisições feitas ao PMO (mês); ◦ Qtde de projetos trabalhados pelo PMO (mês); ◦ Números de falhas de projetos antes e depois do PMO; ◦ Pesquisas de satisfação / avaliação geral
  21. 21. Métricas de Sucesso  Métricas específicas: ◦ Índice de entregáveis em atraso; ◦ Índice de alterações ◦ Índice de cumprimento de prazo; ◦ Índice de cumprimento de custo; ◦ Índice de conformidade no gerenciamento da qualidade.
  22. 22. Métricas de Sucesso  Devido ao fato da empresa estar em um nível mais baixo de maturidade, iremos começar com a medição de itens relacionados a escopo, tempo, custo e qualidade, além dos indicadores genéricos.  A medida que for evoluindo novos indicadores serão implementados.
  23. 23. Etapas de Implementação  1ª- Identificar o Sponsor, responsável por apoiar a implementação do escritório de projetos;  2ª- Diagnosticar o nível de maturidade da organização em projetos;  3ª- Planejar a infra-estrutura e os recursos humanos que irão atuar dentro do escritório de projetos.  4ª- Determinar os meios de comunicação de decisões da área e a forma como estará influenciando as demais áreas da organização;
  24. 24. Etapas de Implementação  5ª- Levantar o orçamento para o estabelecimento de um PMO, assim como os custos e benefícios que o escritório proporcionará para a empresa;  6ª- Selecionar um piloto de curto prazo e aplicação de diretrizes do PMO para ser avaliado posteriormente.  7ª- Após o piloto e melhorias necessárias, iniciar a implantação.
  25. 25. Identificação e Seleção de Projetos
  26. 26. Priorização de Projetos
  27. 27. Balanceamento do Portfólio
  28. 28. FIM

×