Revisão
Universo
•CONJUNTO DE PESSOAS DE UM MERCADO OU A
TOTALIDADE DOS MERCADOS QUE SE ESTÁ
ESTUDANDO OU QUE SE DESEJA ATINGIR
AUDIÊNCIA DE TV
Auditoria
interna e externa
7
Processamento e
controle de qualidade
5
Treinamento
4
Instalação do
Peopleme...
Quanto vale um ponto no IBOPE? Estimativas 2014
1 ponto sempre equivale a 1% do universo
Temos audiência domiciliar e indi...
Audiência (rat%)
O rating é a audiência que usamos todos os dia.
É a média de pessoas ou domicílios sintonizados por
minut...
Participação (shr%)
A participação – ou share – só considera os
indivíduos e/ou domicílios com televisão
ligada no horário...
Audiência de Rádio
 Quantidade de pessoas de uma praça que ouvem uma emissora em
relação ao total da população da praça o...
 A penetração ajuda o profissional a programar a mídia
 Podem adotar duplo período para um meio e simples para outro, ad...
Qualificação ou perfil de público dos Meios
 Se o perfil dos consumidores do meio/veículo for similar ao dos consumidores...
Custo por mil
 Avaliação de custos e está associado à rentabilidade.
 É o valor que se paga a cada MIL PESSOAS atingidas...
Custo por ponto
 Mesma lógica do Custo por Mil.
 É o valor que se paga a cada Ponto de Audiência
 Quanto menor o CPP, m...
Afinidade
 É a relação entre o % do perfil dos consumidores de um meio ou veículo pelo
% do perfil da população ou de det...
Alcance
 Número de pessoas que uma peça publicitária atinge (ou pretende atingir) pelo
menos uma vez por intermédio de um...
GRP – Gross Rating Point e Impactos
 Audiência Acumulada Bruta: é a soma das audiências (TV) no universo
estudado
 Por e...
Frequência:
Número de vezes que o consumidor deve ser exposto a um determinado conteúdo
em um certo período de tempo
Frequ...
GRP = Frequência Média
Alcance em %
Alcance em % x Frequência Média = GRP
180 = 3
60
60 x 3 = 180
Com duas variáveis, eu c...
E como eu defino a minha meta de frequência?
MERCADO
• Alta frequência
-Lançamento / Relançamento
- Promoção / Sazonalidad...
Meta de continuidade: padrões de exposição
Linear – pelo menos 8 flights, com 2 ou 3 semanas cada. Manter share of market,...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

REVISÃO - PROJETO EXPERIMENTAL - PLANEJAMENTO DE MÍDIA

507 visualizações

Publicada em

Publicada em: Marketing
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
507
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

REVISÃO - PROJETO EXPERIMENTAL - PLANEJAMENTO DE MÍDIA

  1. 1. Revisão
  2. 2. Universo •CONJUNTO DE PESSOAS DE UM MERCADO OU A TOTALIDADE DOS MERCADOS QUE SE ESTÁ ESTUDANDO OU QUE SE DESEJA ATINGIR
  3. 3. AUDIÊNCIA DE TV Auditoria interna e externa 7 Processamento e controle de qualidade 5 Treinamento 4 Instalação do Peoplemeter/DIB ou Distribuição dos cadernos nos domicílios 3 Contratação dos domicílios 1 Levantamento Socioeconômico 2 Seleção da amostra6 Coleta e validação dos dados ou Coleta e leitura dos dados (scanner) Entrega da informação 8
  4. 4. Quanto vale um ponto no IBOPE? Estimativas 2014 1 ponto sempre equivale a 1% do universo Temos audiência domiciliar e individual Os relatórios de audiência são produzidos com a audiência domiciliar O IBOPE só considera indivíduos com 4 anos ou mais em suas amostras São Paulo 1 ponto domiciliar 65,202 domicílios (São 6.520.157 domicílios no total) 1 ponto individual 193.282 indivíduos (São 19.328.191 no total) Rio de Janeiro 1 ponto domiciliar 39.600 domicílios 1 ponto individual 109.982 indivíduos Brasília 1 ponto domiciliar 8.392 domicílios 1 ponto individual 25.329 indivíduos Porto Alegre 1 ponto domiciliar 10.439 domicílios 1 ponto individual 28.235 indivíduos
  5. 5. Audiência (rat%) O rating é a audiência que usamos todos os dia. É a média de pessoas ou domicílios sintonizados por minuto em um programa ou faixa horária. Fórmula: Audiência Domiciliar = número de domicílios sintonizados no programa x 100 Total de domicílios do Universo Audiência Individual = número de indivíduos sintonizados no programa x 100 Total de indivíduos do Universo Exemplo: Audiência Domiciliar = 1.200.000 x 100 2.500.000 Audiência Individual = 200.000 x 100 800.000 0,48 x 100 = 48% 0,25 x 100 = 25%
  6. 6. Participação (shr%) A participação – ou share – só considera os indivíduos e/ou domicílios com televisão ligada no horário analisado. É interessante para entender o comportamento do público que está disponível para assistir o conteúdo exibido. Fórmula: Exemplo: 0,36 x 100 = 36% 0,20 x 100 = 20% Audiência Domiciliar = número de domicílios sintonizados no programa x 100 Total de domicílios com TV ligada no horário do programa do Universo Audiência Individual = número de indivíduos sintonizados no programa x 100 Total de indivíduos com TV ligada no horário do programa do Universo Participação Domiciliar = 1.800.000 x 100 5.000.000 Participação Individual = 200.000 x 100 1.000.000
  7. 7. Audiência de Rádio  Quantidade de pessoas de uma praça que ouvem uma emissora em relação ao total da população da praça ou a determinado público.  IBOPE quem faz a coleta de dados  Entrevista individual em domicílio. O entrevistado informa qual emissora de rádio (ou emissoras) ouviu nas últimas 48 horas. Exemplo: 0,09 x 100 = 9% Audiência de rádio = número de indivíduos que ouvem a emissora x 100 Total de indivíduos do Universo Audiência de Rádio = 20.000 x 100 220.000.000 Fórmula:
  8. 8.  A penetração ajuda o profissional a programar a mídia  Podem adotar duplo período para um meio e simples para outro, adequar para seus objetivos Penetração Exemplo: 0,979 x 100 = 98% Penetração do Meio = número de indivíduos que consomem o meio x 100 Total de indivíduos do Universo Penetração do meio = 5.477.000 x 100 5.594.000 Temos na cidade de São Paulo 5.594.000 homens (universo), Destes, 5.477.000 leram a revista X no período pesquisado. Assim, a penetração da revista foi de 98% entre os homens da cidade de São Paulo Fórmula:
  9. 9. Qualificação ou perfil de público dos Meios  Se o perfil dos consumidores do meio/veículo for similar ao dos consumidores do produto, a dedução é que o veículo será adequado para a campanha. É expresso em percentual. Fórmula: Exemplo: 0,47 x 100 = 47% Qualificação dos Meios = número pessoas por segmento x 100 Total de indivíduos que consome o meio (universo) Penetração do meio = 5.477.000 x 100 11.612.000 Na cidade de São Paulo, 11.612.000 pessoas assistem à TV Aberta (universo). Destes, 5.477.000 eram homens. Assim, 47% dos consumidores de TV Aberta na cidade de São Paulo são homens.
  10. 10. Custo por mil  Avaliação de custos e está associado à rentabilidade.  É o valor que se paga a cada MIL PESSOAS atingidas  Quanto menor o CPM, maior a rentabilidade Ele é utilizado como parâmetro, principalmente nas seguintes situações: • Seleção de programas e veículos para montagens de programações; • Mostrar o quanto programações estão “caras” ou “baratas”; • Avaliações de rentabilidade de propostas de patrocínios; • Calcula o preço por lote de mil pessoas. Muitas vezes, o custo por pessoa atingida é muito baixo, uma fração da unidade monetária (Real, no caso do Brasil). • São utilizados números absolutos, não % Exemplo: Revista X Custo de Página Simples: R$ 80.000,00 Circulação Mensal 43.200 exemplares = 80.000,00 x 1000 43.200 Programa Y Custo de 30’ R$ 120.000,00 Audiência Média - Indivíduos 3.500.000 pessoas = 120.000,00 x 1000 3.500.000 Custo por Mil: R$ 1.851,85 Custo por Mil: R$ 34,29 Fórmula: CPM = (preço ou verba) x 1000 Total de pessoas
  11. 11. Custo por ponto  Mesma lógica do Custo por Mil.  É o valor que se paga a cada Ponto de Audiência  Quanto menor o CPP, maior a rentabilidade Ele é utilizado como parâmetro, principalmente nas seguintes situações: • Seleção de programas e veículos para montagens de programações; • Mostrar o quanto programações estão “caras” ou “baratas”; • Avaliações de rentabilidade de propostas de patrocínios; Exemplo: Programa Y Custo de por inserção: R$ 250.000,00 Audiência 5 pontos 250.000,00 = R$ 50.000,00 por ponto 5 Programa Z Custo de por inserção: R$ 400.000,00 Audiência 10 pontos 400.000,00 = R$ 40.000,00 por ponto 10
  12. 12. Afinidade  É a relação entre o % do perfil dos consumidores de um meio ou veículo pelo % do perfil da população ou de determinado público. Isto é o grau de afinidade que o meio ou veículo tem com o universo considerado  Um resultado maior que 100 significa que o meio possui maior afinidade, menor demonstra menor afinidade Fórmula: Exemplo: 2,77 x 100 = 277% Índice de afinidade = % perfil de público de um meio ou veículo x 100 % perfil da população Índice de afinidade = 25% x 100 9% O perfil de ouvintes da rádio ABC na classe A é de 25%, enquanto o perfil desse público na população é apenas de 9%. Assim, a afinidade da rádio na população é de 277%.
  13. 13. Alcance  Número de pessoas que uma peça publicitária atinge (ou pretende atingir) pelo menos uma vez por intermédio de um veículo ou de um conjunto deles. Pode ser expresso em números absolutos ou %. Fórmula: Exemplo: 0,80 x 100 = 80% Alcance = No. De pessoas atingidas por um ou mais veículos x 100 Total de pessoas que poderiam ser atingidas (Universo) Alcance (%) = 720.000 x 100 900.000 Determinada veiculação na televisão atingiu 720.000 pessoas da classe C de Recife, e na praça há um total de 900,000 pessoas da classe C. Portanto, pode-se afirmar que a campanha alcançou 80% do público.
  14. 14. GRP – Gross Rating Point e Impactos  Audiência Acumulada Bruta: é a soma das audiências (TV) no universo estudado  Por exemplo, se um anúncio é apresentado 3 vezes e sabe-se que o programa tem, em média, 4 pontos de audiência (ou 4% de audiência), o resultado seria 12%. De GRP  O resultado pode ser superior a 100  Serve para medir o esforço da campanha e é utilizado para comparar diferentes planos de mídia  Impacto – é o GRP expresso em números absolutos Fórmula: GRP = Audiência x nº de inserções Exemplo: 4 x 20 = 80% GRPGRP = 4% de audiência x 20 inserções 4 x 773.128 = 15.462.553 Impactos Impacto = 773.128 audiência individual x 20 inserções
  15. 15. Frequência: Número de vezes que o consumidor deve ser exposto a um determinado conteúdo em um certo período de tempo Frequência Média = Soma do número de vezes que cada domicílio foi atingido pelo comercial Total de Domicílios atingidos pelo comercial Exemplo: 80 / 40 = 2 FM Fórmula: GRP = Frequência Média Alcance em % 180 = 3 60 Se eu tiver um GRP de 100 e um Alcance de 65%, minha frequência é de 1,5 Se eu tiver um GRP de 120 e um Alcance de 35%, minha frequência é de 3,4 Se eu tiver um GRP de 60 e um Alcance de 15%, minha frequência é de 4
  16. 16. GRP = Frequência Média Alcance em % Alcance em % x Frequência Média = GRP 180 = 3 60 60 x 3 = 180 Com duas variáveis, eu consigo calcular a terceira Se eu tiver um GRP de 100 e um Alcance de 65%, minha frequência é de 1,5 Se eu tiver um GRP de 120 e um Alcance de 35%, minha frequência é de 3,4 Se eu tiver um GRP de 60 e um Alcance de 15%, minha frequência é de 4 Se eu tiver um alcance de 80% e uma Frequência Média de 4, meu GRP é de 320Se eu tiver um alcance de 50% e uma Frequência Média de 2, meu GRP é de 100 Se eu tiver um alcance de 45% e uma Frequência Média de 7, meu GRP é de 315
  17. 17. E como eu defino a minha meta de frequência? MERCADO • Alta frequência -Lançamento / Relançamento - Promoção / Sazonalidade - Sustentação da marca que está enfrentando crescimento da concorrência - Sustentação de marca que ainda está se estabelecendo - Nova categoria de produto que precisa criar um novo hábito no consumidor - Baixa fidelidade do consumidor à marca - Aumento de market share • Baixa frequência -Sustentação de marca líder sem concorrência - Alta fidelidade do consumidor em relação à marca ATUAÇÃO NA MÍDIA •Depende do produto: quanto maior o papel da propaganda no consumo, maior a necessidade de frequência COMUNICAÇÃO • Alta Frequência -Marca sem diferencial; pouco envolvimento do consumidor - Lançamento de campanha Se a campanha for de alto impacto (conteúdo ou duração diferenciados, por exemplo) a frequência pode ser reduzidas Situação da marca É preciso avaliar:
  18. 18. Meta de continuidade: padrões de exposição Linear – pelo menos 8 flights, com 2 ou 3 semanas cada. Manter share of market, produtos de consumo horizontal (sem sazonalidade), pouca diferenciação da concorrência, curto ciclo de compra e uso Concentrada – veiculação contínua de no mínimo 3 semanas e máximo 3 meses. Período de consumo bem definido Ondas – Depois de seis meses de veiculação, com um heavy up no início de cada onda. Alta fidelidade e baixa frequência de compra Pulsed – Mistura de linear e ondas. Para campanhas longas, entre 6 meses e 1 ano

×