PLANO DE PREVENÇÃO
E EMERGÊNCIA
Escola B+S Bispo D. Manuel Ferreira CabralEscola B+S Bispo D. Manuel Ferreira Cabral
FORMA...
Aquisição de
hábitos de
segurança
Plano de Prevenção e Emergência
Prevenir e Planear
Procedimentos
a adotar em
situações
d...
PROCEDIMENTO DE ALARME DE
EVACUAÇÃO
UM ALUNO/A DETETA UMA EMERGÊNCIA
( POR EXEMPLO UM INCÊNDIO )
AVISAR O PROFESSOR/A
O PR...
Organograma - 1.º Pavilhão
Organograma - 2.º Pavilhão
Organograma - 3.º Pavilhão
Organograma - 4.º Pavilhão
COORDENADOR DO PAVILHÃO
QUE FAZER?
 
EM CASO DE EVACUAÇÃO:
Contribuir para que a evacuação seja feita ordenadamente e pela...
PROFESSORES
QUE FAZER?
Durante a evacuação deve ser o último a sair da sala de modo a prestar auxílio aos 
alunos que se m...
RESPONSÁVEL POR DAR O ALARME E O ALERTA
QUE FAZER ?
Esta pessoa ficará encarregue de acionar o alarme e o alerta conforme ...
RESPONSÁVEL POR ABRIR E FECHAR AS PORTAS
EXTERIORES DO ESTABELECIMENTO
QUE FAZER?
Em caso de evacuação:
Abrir as portas e ...
RESPONSÁVEL PELOS PRIMEIROS SOCORROS
QUE FAZER?
Em caso de evacuação e em caso de abrigo :
Atender as pessoas feridas e av...
PROCEDIMENTOS DE PREVENÇÃO
Todos os caminhos de evacuação deverão encontrar-se permanentemente
desimpedidos.
Não é permiti...
É um ensaio de como se deve atuar em caso de emergência,
seguindo um plano pré-estabelecido, baseado em procedimentos
de p...
PONTO DE ENCONTRO
CAMPO DE JOGOS
Ponto de encontro Sentido da evacuação
Ponto de encontro Sentido da evacuação
PONTO DE ENCONTRO
ÁTRIO DA ESCOLA
EM CASO DE EMERGÊNCIA LIGUE
112
www.procivmadeira.pt
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Formação de professores e funcionários- Plano de Emergência

411 visualizações

Publicada em

Formação de professores e funcionários- Plano de Emergência

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
411
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
161
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Formação de professores e funcionários- Plano de Emergência

  1. 1. PLANO DE PREVENÇÃO E EMERGÊNCIA Escola B+S Bispo D. Manuel Ferreira CabralEscola B+S Bispo D. Manuel Ferreira Cabral FORMAÇÃO DE PROFESSORES E FUNCIONÁRIOSFORMAÇÃO DE PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS
  2. 2. Aquisição de hábitos de segurança Plano de Prevenção e Emergência Prevenir e Planear Procedimentos a adotar em situações de emergência Plano de Prevenção e Emergência
  3. 3. PROCEDIMENTO DE ALARME DE EVACUAÇÃO UM ALUNO/A DETETA UMA EMERGÊNCIA ( POR EXEMPLO UM INCÊNDIO ) AVISAR O PROFESSOR/A O PROFESSOR/A COMPROVA AVISAR O CONSELHO EXECUTIVO / DELEGADOS DE SEGURANÇA SE O CONSELHO EXECUTIVO/ DELEGADOS NÃO ESTÃO CONTATÁVEIS E A SITUAÇÃO O JUSTIFICA O PROFESSOR/A OU O FUNCIONÁRIO/A UM PROFESSOR/A OU FUNCIONÁRIO/A DETETA UMA EMERGÊNCIA DARÁ ORDEM PARA ACIONAR O ALARME E O ALERTA 112
  4. 4. Organograma - 1.º Pavilhão
  5. 5. Organograma - 2.º Pavilhão
  6. 6. Organograma - 3.º Pavilhão
  7. 7. Organograma - 4.º Pavilhão
  8. 8. COORDENADOR DO PAVILHÃO QUE FAZER?   EM CASO DE EVACUAÇÃO: Contribuir para que a evacuação seja feita ordenadamente e pelas vias  estabelecidas. Deverá comprovar que nenhum aluno ficou nesse piso (seja nos WC, salas  de aula ou em qualquer outro lugar). Guiará os alunos até à saída.   EM CASO DE ABRIGO: Comprovar que todos os alunos estão abrigados nas salas (ou em espaços  protegidos do estabelecimento) . Comprovar que as portas e as janelas dos pisos estão fechadas.
  9. 9. PROFESSORES QUE FAZER? Durante a evacuação deve ser o último a sair da sala de modo a prestar auxílio aos  alunos que se magoem ou fiquem assustados. Deverá confirmar que não fica ninguém na sala e fechar a porta depois de sair. O professor/a que está presente no momento de uma emergência em cada sala é o  responsável pelos alunos e se encarregará de :   EM CASO DE EVACUAÇÃO: Cumprir as instruções do coordenador/a de pavilhão. Manter os alunos em ordem e verificar que seguem as suas instruções, de maneira a  que se facilite uma evacuação ordenada. Realizar uma contagem dos alunos no ponto de concentração.   EM CASO DE ABRIGO: Cumprir as instruções do coordenador/a de pavilhão. Fechar as janelas. Fazer entrar os alunos na sala ou espaço protegido. Realizar uma contagem dos alunos na sala ou espaço protegido.
  10. 10. RESPONSÁVEL POR DAR O ALARME E O ALERTA QUE FAZER ? Esta pessoa ficará encarregue de acionar o alarme e o alerta conforme modelo  previsto. RESPONSÁVEL POR EXECUTAR CORTES DE ENERGIA QUE FAZER ? Após ordem do Conselho Executivo: •Corte geral de gás e do fornecimento elétrico. AGENTES DE SEGURANÇA
  11. 11. RESPONSÁVEL POR ABRIR E FECHAR AS PORTAS EXTERIORES DO ESTABELECIMENTO QUE FAZER? Em caso de evacuação: Abrir as portas e saídas do pavilhão. Abrir os portões da escola de acesso à via pública. Em caso de abrigo: Fechar as portas e saídas do pavilhão. AGENTES DE SEGURANÇA AUXÍLIO A PESSOAS DEFICIENTES QUE FAZER? Em caso de evacuação e em caso de abrigo: Serão encarregues de transferir as pessoas com dificuldades motoras ou sensoriais.
  12. 12. RESPONSÁVEL PELOS PRIMEIROS SOCORROS QUE FAZER? Em caso de evacuação e em caso de abrigo : Atender as pessoas feridas e avaliar as lesões. Preparar a transferência das pessoas feridas. Acompanhar as pessoas feridas ao centro de saúde/hospital quando as autoridades digam que é possível abandonar o ponto de concentração. AGENTES DE SEGURANÇA
  13. 13. PROCEDIMENTOS DE PREVENÇÃO Todos os caminhos de evacuação deverão encontrar-se permanentemente desimpedidos. Não é permitida a colocação, mesmo que provisória, nos caminhos de evacuação de quaisquer objetos, materiais ou peças de mobiliário ou de decoração que possa criar os seguintes efeitos: •Favorecer a deflagração ou o desenvolvimento de um incêndio (todos os materiais com características combustíveis). •Ser derrubados ou deslocados. •Reduzir as larguras definidas para os caminhos de evacuação. •Dificultar a abertura das portas de saída. •Prejudicar a visibilidade da sinalização de segurança e iluminação de emergência ou iludir o sentido das saídas. •Prejudicar o funcionamento das instalações de segurança - botoneiras de alarme de incêndio, sirenes de alarme, bocas de incêndio, extintores de incêndio.
  14. 14. É um ensaio de como se deve atuar em caso de emergência, seguindo um plano pré-estabelecido, baseado em procedimentos de proteção e segurança. - A simulação periódica ajuda à aquisição de hábitos de segurança; - Ajuda a detetar lacunas e a aperfeiçoar os mecanismos de segurança; - Rotina - procedimentos a adotar em situações de emergência. Simulacro
  15. 15. PONTO DE ENCONTRO CAMPO DE JOGOS Ponto de encontro Sentido da evacuação
  16. 16. Ponto de encontro Sentido da evacuação PONTO DE ENCONTRO ÁTRIO DA ESCOLA
  17. 17. EM CASO DE EMERGÊNCIA LIGUE 112 www.procivmadeira.pt

×