Modulo 12 - América Latina - a produção econômica

593 visualizações

Publicada em

Modulo 12 - América Latina - a produção econômica

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
593
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modulo 12 - América Latina - a produção econômica

  1. 1. 9º ano: Apostila 03 / Modulo 12 Professor Claudio Henrique Ramos Sales GEOGRAFIA
  2. 2. Região dominada pelos países subdesenvolvidos; A economia da América Latina, de um modo geral, é considerada uma economia em desenvolvimento, pois grande parte da sua população ocupa o setor primário. Somente alguns países apresentam significativas parcelas da população economicamente ativa no setor secundário. Mas é o setor terciário que mais tem crescido em quase todos os países latino- americanos. Os países do continente apresentam diferentes graus de organização econômica e social; Há países que ainda mantêm uma base econômica mineradora ou agrária (como nos tempos coloniais). Outros, no entanto, já ingressaram na economia industrial (embora ainda mantenham muitos dos aspectos que caracterizam o subdesenvolvimento).
  3. 3. EXTRATIVISMO
  4. 4. A caça, como base econômica de sobrevivência, é praticada somente por esparsos grupos indígenas. A pesca, além de atividade econômica de valor regional para todos os países que apresentam extensões litorâneas, tem especial importância para o Peru, maior exportador de pescado da América Latina, embora o Chile seja o maior produtor.
  5. 5. O extrativismo vegetal aparece sempre como atividade complementar da agricultura e da pecuária, merecendo destaque a extração do látex da seringueira, em toda a Floresta Amazônica (Brasil, Colômbia, Peru e Bolívia); do quebracho, no Pantanal (Argentina, Paraguai e Brasil); de madeira, em quase toda a América Central, Brasil e Chile; e ainda de babaçu e carnaúba, no Brasil.
  6. 6. O extrativismo mineral tem considerável importância em praticamente todos os países latino-americanos, ainda que muitas vezes a exploração seja realizada graças a capitais estrangeiros.
  7. 7. OS PAÍSES MINERADORES
  8. 8. Atividade mineradora representou um dos principais atrativos aos colonizadores europeus; Mineração tem peso considerável até hoje na economia de alguns países latino americanos; Produção, muitas vezes, controlada por multinacionais ou devido às precárias tecnologias aplicadas pelos próprios países, apresentam baixa produtividades; Principais produções e países produtores da América Latina: * Ferro – Brasil (2º); * Manganês – Brasil (4º) * Bauxita – Brasil – (2º) * Prata – Peru (1º) * Cobre – Chile (1º) * Zinco – Peru (3º)
  9. 9. Na extração do petróleo, possuem grande destaque México, Venezuela, Brasil, Argentina, Colômbia e Equador. O Brasil é o segundo produtor mundial de ferro; o Chile e o Peru também merecem destaque, sendo o Chile o maior produtor do mundo; o Brasil é um dos cinco maiores produtores mundiais de manganês, além de grande produtor de estanho, minério do qual a Bolívia é grande exportadora. A América Latina destaca-se ainda por sua produção de chumbo (Peru e México), níquel (Cuba), prata (México e Peru), zinco (Peru), bauxita (Brasil e Venezuela) e platina (Colômbia).
  10. 10. Produção mineral concentra-se em poucos países (EUA, China, Austrália, Rússia, etc.) Países latino americanos não se destacam no cenário internacional; Em alguns casos, como Bolívia (estanho), Peru (prata e chumbo) e Venezuela (petróleo) esta produção assume enorme peso nas economias locais; Além da Venezuela, Equador (ex membro da OPEP), Brasil e Argentina possuem autossuficiência;
  11. 11. OS PAÍSES AGRÍCOLAS
  12. 12. Principal atividade econômica durante o período colonial; Atualmente é a principal atividade econômica e e a que mais emprega na maioria dos países latino americanos;
  13. 13. México 18% PEA e 5% PIB – condições naturais desfavoráveis (montanhas e desertos e reforma agrária); A agricultura, até a década de 1970, era o setor que mais contribuía na PEA; 1910: Reforma Agrária: 55% das terra desapropriadas e transformadas em éjidos (uma porção de terra não cultivada e de uso público); 45% restantes ficaram destinados às exportações; Principais produtos comerciais: café (Sierra Madre), fumo e cana (litoral Atlântico), sisal e milho (centro norte).
  14. 14. América Central Atividade mais importante da região; Plantations dominam as áreas agrícolas locais; Maior parte das plantations pertence à grupos de países desenvolvidos (EUA), que desde o período colonial exploram e dominam a América Central; Devido a este exploração, alguns países da região passaram a ser conhecidos como Republiquetas das Bananas; As plantations contam, portanto, com elevado capital estrangeiro, numerosa mão de obra braçal, alta tecnologia investida e alta produtividade; Países como Haiti (66% PEA), Guatemala (22% PIB) e Panamá (90% exportações) são exemplos da importância da agropecuária à estes países. Alguns problemas surgem derivados desta elevada dependência do setor primário: dependência tecnológica e capitalista internacional, empobrecimento do solo, deterioração dos termos de troca, etc.
  15. 15. América do Sul Agropecuária continua apresentando importante peso na economia, apesar de alguns países (Chile, Uruguai, Brasil, Argentina e Venezuela) apresentarem uma crescente industrialização; Estes países também diferenciam-se dos demais por possuírem elevada mecanização nó campo, que lhes garante alta produtividade; Diversidade na agropecuária determina diversas paisagens no meio rural da América do Sul, como:
  16. 16.  Baseada no trabalho familiar;  Uso de técnicas arcaicas de produção;  Predomínio de pequenas propriedades extensivas;  Baixa produtividade;  Maiores ocorrências: Colômbia, Equador, Peru, Bolívia e Paraguai;
  17. 17.  Apesar de ser uma atividade não agrícola, tem presença marcante na região amazônica;  Exploração de madeira, borracha, fármacos, plantas oleaginosas estão entre as principais atividades extrativas;  Desmatamento, perda da biodiversidade são dois fortes impactos ambientais provocados por esta atividade no norte da América do Sul;  Domínio das atividades concentra-se nas mãos de empresas multinacionais, o que provoca menor autonomia dos países na região;  Maiores ocorrências: Guiana Francesa, Suriname, Guiana, Venezuela, Colômbia, Peru e Bolívia.
  18. 18. . Plantations  Sistema de produção agrícola herdado do período colonial;  Baseado na monocultura, no latifúndio e nas exportações de produtos tropicais;  Sua localização próxima ao litoral se explica devido à proximidades de portos;  Principais ocorrências: Guiana Francesa, Suriname, Guiana, Venezuela, Colômbia, Equador e Peru.
  19. 19.  Agricultura Mediterrânea  Praticada em área de clima mediterrânea (Chile);  Produção comercial (mercado externo);  Destacam-se os cultivos da vinha, beterraba, oliveiras, fruticultura, etc.
  20. 20.  Praticada sob diferentes técnicas;  Produção praticamente visa a produção de carne e couro;  América do Sul está entre as regiões com maiores rebanhos bovinos do mundo;  Em geral, os rebanhos são criados nas regiões de planícies do continente;  Principais ocorrências: Venezuela, Colômbia, Bolívia, Paraguai, Uruguai e Argentina.
  21. 21.  Produção típica de clima temperado;  Encontrada no Chile e na Argentina;  Voltada à exportação;  Destacam-se maçã, pera, pêssego, etc.
  22. 22. A INDUSTRIALIZAÇÃO DESIGUAL
  23. 23. No conjunto, a América Latina tem poucas indústrias. As principais são as seguintes: - Indústrias Tradicionais - Indústrias de Beneficiamento
  24. 24. Indústrias Tradicionais São as indústrias leves e de bens de consumo, ou seja, destinada a satisfazer às necessidades elementares da população. As principais são as indústrias de produtos alimentícios e a indústria têxtil. São chamadas tradicionais porque são indústrias antigas, que surgem junto com o crescimento da população das cidades. São encontradas em quase todos os países latino-americanos e estão localizadas em suas cidades principais.
  25. 25. Indústrias de Beneficiamento São as industrias ligadas ao preparo de matérias-primas destinadas à exportação. Geralmente estão instaladas perto dos portos de embarque. Exemplo: Beneficiamento de minério e fabricação do açúcar de cana. Além dessas, vários países possuem algumas industrias pesadas e de bens duráveis, como de aparelhos domésticos, motores etc. Por isso, dizemos que na América Latina existem centros industriais, isto é, conjuntos de indústrias de bens de consumo e algumas indústrias pesadas e de bens duráveis. Somente três países possuem conjuntos de muitas e variadas indústrias, inclusive algumas indústrias de base, como a indústria siderúrgica, a de produtos químicos etc. Por isso dizemos que esses países possuem parques industriais. São eles: O Brasil, a Argentina, e o México

×