1º ano: Apostila 01 / Aula 05
Professor Claudio Henrique Ramos Sales
SOCIOLOGIA
AULA 01
 TER = PODER
 Uma realidade sempre presente na história
das sociedades.
 Porém, nunca foi tão explícita, reforçada e
va...
 Etnocentrismo e eurocentrismo
 Estratificação social
 Weber: as três ordens sociais
 Consciência de status e de class...
 Após o surgimento da propriedade privada a
exploração do trabalho de um homem sobre
o outro, tornou-se mais evidente.
 ...
 Na etapa seguinte ocorre a divisão social do
trabalho, o que permitiu tanto a dominação nos
próprios grupos, assim como ...
 É um conceito antropológico, que ocorre
quando um determinado individuo ou grupo
de pessoas, que têm os mesmos hábitos e...
 Essa foi a postura dos povos europeus
durante o processo de colonização.
 Para “perpetuar” essa dominação, buscaram
“de...
 Com as informações desenvolvidas até esse
momento, já é possível percebermos que um dos
elementos mais comuns nas socied...
 Definição:
 Estratificação social pode ser entendida como a
divisão da sociedade em grupos, camadas ou
classes sociais,...
Max Weber, o sociólogo alemão, afirmava que a
estratificação social se dava em três dimensões
da sociedade:
1) A ordem eco...
 A sociedade seria dividida em CLASSES.
 As classes seriam determinadas em função de três
elementos:
- RENDA;
- CONSUMO;...
 A sociedade seria dividida em STATUS ou ESTAMENTOS.
 Os status seriam definidos com base em dois elementos:
- PRESTÍGIO...
 A sociedade seria dividida em PARTIDOS.
 A hierarquia seria definida em função das
formas e da atuação junto ao poder.
...
 A estratificação social indica a existência de
diferenças, de desigualdades entre pessoas de
uma determinada sociedade. ...
Sociedade onde os
indivíduos estão situados
hierarquicamente de
acordo com herança
social dos pais e
famíliares. Ex: Roma
...
AULA 02
 Nessa forma de estratificação, existe uma
estrutura muito rígida e um intenso controle
sobre as ações de seus integrante...
 A palavra casta corresponde, em sânscrito, à palavra varna,
que significa cor, mas também pode significar espécie. Os
in...
 Segundo a cultura indiana, no princípio das coisas foram
instituídas quatro castas, eternas que se originaram de diferen...
O antropólogo Kingsley Davis ao estudar as castas indianas sintetizou as
seguintes tendências, pertencentes aquela cultura...
• Típica das sociedades aristocráticas
• (Europa: Idade Média e Moderna).
• O prestígio tem peso maior que a riqueza.
• A ...
Declínio dos Estamentos
 O declínio da organização estamental da
sociedade europeia se dá com a ascensão
da burguesia (ca...
 Com a extinção do sistema estamental de
estratificação e a ascensão política da
burguesia, nasce a sociedade de classes....
Classe baixa
Classe média
Classe alta
 Podemos dividir a sociedade capitalista em
dois grupos, segundo suas situação em
relação aos elementos da produção:
prop...
AULA 03
 O tema consciência de classe será discutido nas
aulas seguintes, sendo o principal referencial para
essa análise Karl Ma...
 Os sociólogos e os antropólogos falam em estratificação social
para descrever as desigualdades que existem entre indivíd...
 Esse tipo de prática não é exclusivo da
sociedade Indiana.
 A maioria das sociedades possuem práticas
semelhantes, apen...
 A crença da existência de raças superiores e
inferiores foi utilizada muitas vezes para
justificar a escravidão, o domín...
Por isso mesmo o Brasil hoje é isto:
- 20 milhões de brasileiros analfabetos;
- O Brasileiro lê em média dois livros por a...
-Os negros e mestiços são a maioria entre os favelados e os
sem tetos;
-As mulheres continuam subalternas em casa, no trab...
 Faça uma pesquisa nos jornais impressos,
internet e escreva em seu caderno, um
mínimo de 15 linhas, um texto dissertativ...
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Castas, estamentos e classes sociais

7.798 visualizações

Publicada em

Castas, estamentos e classes sociais

Publicada em: Educação
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.798
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
142
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Castas, estamentos e classes sociais

  1. 1. 1º ano: Apostila 01 / Aula 05 Professor Claudio Henrique Ramos Sales SOCIOLOGIA
  2. 2. AULA 01
  3. 3.  TER = PODER  Uma realidade sempre presente na história das sociedades.  Porém, nunca foi tão explícita, reforçada e valorizada quanto na sociedade capitalista.  Até que ponto isso deve ser considerado?
  4. 4.  Etnocentrismo e eurocentrismo  Estratificação social  Weber: as três ordens sociais  Consciência de status e de classes
  5. 5.  Após o surgimento da propriedade privada a exploração do trabalho de um homem sobre o outro, tornou-se mais evidente.  Esse fato delimitou claramente a desigualdade social.  Na História das sociedades, sempre ocorreram as divisões entre indivíduos de uma mesma sociedade.  Podemos identificar o inicio dessa prática na divisão sexual do trabalho.
  6. 6.  Na etapa seguinte ocorre a divisão social do trabalho, o que permitiu tanto a dominação nos próprios grupos, assim como entre grupos diferentes.  Essa prática “legitimou” a dominação étnica e por consequência o etnocentrismo.  Como vimos na aula anterior, na perspectiva etnocêntrica, uma sociedade se auto classifica como sendo a mais desenvolvida de todas, sendo mais “importante” que as demais.  Todas as diferenças, são consideradas como inferioridade.
  7. 7.  É um conceito antropológico, que ocorre quando um determinado individuo ou grupo de pessoas, que têm os mesmos hábitos e caráter social, discrimina outro, julgando-se melhor, seja por causa de sua condição social, pelos diferentes hábitos ou manias, ou até mesmo por uma diferente forma de se vestir.
  8. 8.  Essa foi a postura dos povos europeus durante o processo de colonização.  Para “perpetuar” essa dominação, buscaram “desmantelar” as culturas dominadas e impor a sua visão de mundo.
  9. 9.  Com as informações desenvolvidas até esse momento, já é possível percebermos que um dos elementos mais comuns nas sociedades seria a DESIGUALDADE.  Em função dessa realidade a Sociologia desenvolveu o conceito de ESTRATIFICAÇÃO, para demonstrar claramente as desigualdades presentes em todas as sociedades.
  10. 10.  Definição:  Estratificação social pode ser entendida como a divisão da sociedade em grupos, camadas ou classes sociais, em que os indivíduos são verticalmente hierarquizados em camadas sobrepostas.  O conceito de classe social é um dos mais polêmicos estudados pela sociologia.  Geralmente associa-se classe à renda e à propriedade privada.  Porém, não existe um consenso entre os estudiosos dessa questão.
  11. 11. Max Weber, o sociólogo alemão, afirmava que a estratificação social se dava em três dimensões da sociedade: 1) A ordem econômica, representada pela classe social. 2) A ordem social, representada pelo status ou “estado”. 3) A ordem política, representada pelo partido. Para Max Weber cada uma das três dimensões da sociedade possui uma estratificação própria.
  12. 12.  A sociedade seria dividida em CLASSES.  As classes seriam determinadas em função de três elementos: - RENDA; - CONSUMO; - PATRIMÔNIO.  O interesse econômico é fator que cria uma classe, podendo até considerar que as classes são estratificações segundo suas relações com a produção econômica e aquisição de bens e serviços.  Estratificação econômica: baseada na posse de bens materiais, fazendo com que haja pessoas ricas, pobres e em situação intermediária;
  13. 13.  A sociedade seria dividida em STATUS ou ESTAMENTOS.  Os status seriam definidos com base em dois elementos: - PRESTÍGIO (reconhecimento); - PODER(capacidade de influenciar/controlar).  Os grupos de status estratificam-se em função do princípio de consumo de bens e estilos de vida específicos.  Estratificação profissional: baseada nos diferentes graus de importância atribuídos a cada profissional pela sociedade. Por exemplo, em nossa sociedade valorizamos muito mais a profissão de advogado do que a profissão de pedreiro.
  14. 14.  A sociedade seria dividida em PARTIDOS.  A hierarquia seria definida em função das formas e da atuação junto ao poder.  Os grupos políticos se manifestam através do poder e sua distribuição entre partidos políticos, entre indivíduos no interior dos grupos e partidos, assim como entre indivíduos na esfera da ação política.  Estratificação política: baseada na situação de mando na sociedade (grupos que têm e grupos que não têm poder);
  15. 15.  A estratificação social indica a existência de diferenças, de desigualdades entre pessoas de uma determinada sociedade. Ela indica a existência de grupos de pessoas que ocupam posições diferentes.  São três os principais tipo de estratificação social:
  16. 16. Sociedade onde os indivíduos estão situados hierarquicamente de acordo com herança social dos pais e famíliares. Ex: Roma antiga, Grécia antiga. Não há mobilidade social Sociedade onde os indivíduos estão situados hierarquicamente mais pelo prestígio do que pelo poder econômico, também passado de pai para filho e atribuído pela aristocracia . EX: duques e barões. Média Mobilidade social. EX: Brasil colonial Do ponto de vista legal todos tem direito, mas a desigualdade é real.Na piramidade social o mérito é que norteia a hierarquia Problema: oportunidades e escolhas. Maior possibilidade de mobilidade social.Ex: Sociedades atuais industrializadas Castas Estamentos Classes
  17. 17. AULA 02
  18. 18.  Nessa forma de estratificação, existe uma estrutura muito rígida e um intenso controle sobre as ações de seus integrantes.  Podemos destacar algumas características: - Casamentos endogâmicos, ou seja, sempre ocorrem entre indivíduos das mesmas castas; - Convenções, leis e rituais; - Alimentação, etc...  Três grupos principais dessa divisão social: Brâmanes (puros), Vaixás (intermediários) e os párias (imundos).
  19. 19.  A palavra casta corresponde, em sânscrito, à palavra varna, que significa cor, mas também pode significar espécie. Os indivíduos de pele mais clara e nariz mais fino, pertenciam sempre as castas mais altas.  O conceito de casta, ao contrário da classe social, prescreve camadas quase impermeáveis, endógamas e hereditárias.Nessa estratificação social quem nasce numa determinada casta está durante toda a vida condenado a permanecer na casta em que nasceu.  O casamento entre indivíduos de castas diferentes é proibido e os filhos pertencem sempre à camada social de seus pais.  O regime social de castas existiu em grandes impérios, como no Egito, Japão e ainda existe na Índia, embora lá o sistema de castas esteja proibido desde 26 de novembro de 1949, quando foi promulgada a Constituição, que estabeleceu a igualdade entre todos os indianos, vetando expressamente a discriminação por fatores inerentes ao sistema de castas.
  20. 20.  Segundo a cultura indiana, no princípio das coisas foram instituídas quatro castas, eternas que se originaram de diferentes partes da divindade:  1) Os brâmanes (sacerdotes e eruditos), provenientes da boca.  2) Os xátrias (dirigentes e guerreiros) procedentes dos braços.  3) Os vaicias (mercadores e comerciantes), oriundos das coxas.  4) Os sudras (camponeses, trabalhadores e servos), provenientes dos pés.  Além dessas castas existiam os párias ou intocáveis, os “sem casta”, expulsos de suas castas, ou degradados, por transgressões dos códigos referentes ao comportamento, condição que é transmitida culturalmente a seus descendentes.  Do ponto de vista religioso, as três primeiras castas são as dos indivíduos que já nasceram pelo menos duas vezes, conceito ligado ao dogma do carma e transmigração das almas.
  21. 21. O antropólogo Kingsley Davis ao estudar as castas indianas sintetizou as seguintes tendências, pertencentes aquela cultura: a) Participação hereditária na casta: a criança, desde o nascimento, pertence a uma casta do mesmo nível dos pais; b) Participação atribuída por toda a vida: com exceção de casos de degradação (rebaixamento), uma pessoa não pode modificar sua casta; c) Casamento endogâmico: a escolha do cônjugue deve ser feita exclusivamente no seio da casta; d) O contato com outras castas é limitado: através de restrições no que se refere ao convívio, relações pessoais e associação, e ao consumo de alimentoss preparados por outros; e) Identificação do indivíduo com a casta: pelo nome, comum a todos os membros da mesma casta, pela submissão aos costumes peculiares e pela obediência às leis que a regem, f) A profissão ou a ocupação caracterizam a casta: além disso, ou ao lado desse fator, apresenta uma unidade baseada também numa racial comum, adesão a uma seita religiosa ou qualquer outra peculiaridade comum; g) Cada casta possui um grau de prestígio próprio: estabelecido em relação às outras castas.
  22. 22. • Típica das sociedades aristocráticas • (Europa: Idade Média e Moderna). • O prestígio tem peso maior que a riqueza. • A localização do indivíduo na hierarquia social não é somente uma realidade econômica de fato, mas, principalmente, de direito. • Os direitos e deveres atribuídos aos membros de cada estamento são definidos por lei.
  23. 23. Declínio dos Estamentos  O declínio da organização estamental da sociedade europeia se dá com a ascensão da burguesia (categoria social dedicada às atividades comerciais e financeiras desenvolvidas nas cidades).  Apesar de possuir grande força econômica a burguesia em razão das limitações legais estava submetida ao alto clero e á nobreza.
  24. 24.  Com a extinção do sistema estamental de estratificação e a ascensão política da burguesia, nasce a sociedade de classes.  A classe social é um conjunto de indivíduos portadores de características comum: - renda familiar, à profissão, à escolaridade, - ao tipo e ao nível de consumo e aos valores, crenças, símbolos, normas, atitudes, aspirações e visão de mundo, etc.
  25. 25. Classe baixa Classe média Classe alta
  26. 26.  Podemos dividir a sociedade capitalista em dois grupos, segundo suas situação em relação aos elementos da produção: proprietários e não proprietários dos meios de produção. As relações de produção dão origem a duas camadas sociais diferentes. A essas camadas damos o nome de classes sociais. Classicamente, designamos essas classes sociais como burguesia e proletariado.
  27. 27. AULA 03
  28. 28.  O tema consciência de classe será discutido nas aulas seguintes, sendo o principal referencial para essa análise Karl Marx.  Na análise de Weber, será dado maior ênfase na consciência de Status.  Grupos que se auto diferenciam na sociedade, na maioria das vezes buscam reforçar as diferenças e não eliminá-las.  Essa prática seria uma maneira de demonstrar a consciência de status.  Isso acontece através de rituais e práticas realizadas para fortalecer as diferenças.  Um bom exemplo para essa realidade seria o regime de CASTAS da sociedade indiana.
  29. 29.  Os sociólogos e os antropólogos falam em estratificação social para descrever as desigualdades que existem entre indivíduos e grupos nas sociedades humanas. Assim, frequentemente pensamos estratificação em termos de riqueza ou propriedade, mas ela também pode ocorrer com base noutros atributos como o gênero, a idade, a filiação religiosa ou a patente militar.  Os indivíduos e grupos sociais gozam de um acesso (desigual) às recompensas, de acordo com a sua posição no esquema de estratificação. Assim, a forma mais simples de definir a estratificação consiste em vê-la como um sistema de desigualdades estruturadas entre diferentes agrupamentos de pessoas.  A estratificação social pode ser vista como uma sobreposição de camadas sociais. As sociedades podem ser vistas como constituindo ‘estratos’ hierarquizados, com os mais favorecidos no topo e os menos privilegiados perto do fundo.
  30. 30.  Esse tipo de prática não é exclusivo da sociedade Indiana.  A maioria das sociedades possuem práticas semelhantes, apenas mais “discretas”.  Percebemos isso no dia a dia, em pequenas situações do cotidiano.  Essa visão permitiu o surgimento do racismo.  O racismo gera o preconceito e a discriminação  Práticas de uma sociedade doente.  Uma ação pautada exclusivamente na irracionalidade.
  31. 31.  A crença da existência de raças superiores e inferiores foi utilizada muitas vezes para justificar a escravidão, o domínio de determinados povos por outros, e os genocídios que ocorreram durante toda a história da humanidade e ao complexo de inferioridade, se sentindo, muitos povos, como inferiores aos europeus.
  32. 32. Por isso mesmo o Brasil hoje é isto: - 20 milhões de brasileiros analfabetos; - O Brasileiro lê em média dois livros por ano. - 32 milhões vivendo na indigência e na miséria; - 50 milhões não comem o suficiente para satisfazer suas necessidades diárias; - 14 milhões vivem na informalidade sem carteira assinada, sem direitos trabalhistas e assistência previdenciária; - As políticas públicas es tão cada vez mais reduzidas, perdendo qualidade e sendo modificadas com as mudanças nas leis e na própria Constituição; - Muitas políticas públicas estão sendo municipalizadas e passando por profundos cortes orçamentários, a exemplo da saúde, educação; - A legislação penal e o poder Judiciário reproduzem os privilégios patrimoniais de nossa sociedade desigual; - Estamos retornando ao estatuto de uma mera colônia.
  33. 33. -Os negros e mestiços são a maioria entre os favelados e os sem tetos; -As mulheres continuam subalternas em casa, no trabalho, na vida pública e privada, sendo as maiores vítimas de violência sexual e doméstica; -A população indígena sofre todo tipo de agressão; -A alta concentração de terras em poder de algumas poucas famílias, deixa o trabalhador rural sem condições de trabalho; -A exploração da mão de obra infantil é um dos mais graves problemas brasileiros. Vítimas da miséria em que vivem seus pais, são obrigadas a trabalhar de sol a sol e, muitas vezes forçadas a prostituição; -De cada 1.000 crianças que entram na escola, apenas 43 concluem a 8ª série. Cinco milhões de crianças brasileiras são reprovadas no ensino por ano; -Apenas 2% da população brasileira chega à universidade.
  34. 34.  Faça uma pesquisa nos jornais impressos, internet e escreva em seu caderno, um mínimo de 15 linhas, um texto dissertativo referente “a nova classe média brasileira”

×