8º anos - Revisão de prova (Geografia)

3.403 visualizações

Publicada em

8º anos - Revisão de prova (Geografia)

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.403
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

8º anos - Revisão de prova (Geografia)

  1. 1. Economia Industrial Professor Claudio Henrique Ramos Sales Da Europa Aspectos naturais da América Anglo-Saxônica A população do Estados Unidos
  2. 2. Europa: Berço da civilização industrial.
  3. 3.  Começou na Inglaterra, no final do século XVIII. Professor Claudio Henrique (Henry) Principais fatores que contribuíram para a Revolução Industrial na Europa: • Acumulação de capital; • Matérias-primas; • Abundancia de mão de obra; • Mercados consumidores.
  4. 4. Professor Claudio Henrique (Henry) Fatores de produção necessários para a melhor localização de uma indústria: • Transporte • Matérias-primas • Energia • Mão de obra • Mercado consumidor
  5. 5. DIVISÃO ECONÔMICA E CULTURAL DO CONTINENTE AMERICANO A América Anglo-Saxônica é formada pelo EUA e Canadá que foram colônias predominantemente dos Ingleses. Colônias de Povoamento (causa do desenvolvimento).
  6. 6. Professor Claudio Henrique (Henry)
  7. 7. Professor Claudio Henrique (Henry)
  8. 8. Professor Claudio Henrique (Henry)
  9. 9. Professor Claudio Henrique (Henry)
  10. 10. Professor Claudio Henrique (Henry)
  11. 11. O relevo dos EUA abrange três grandes tipos  Dobramentos Modernos: A Oeste, há um vasto conjunto montanhoso, chamado de montanhas rochosas.  Bacias sedimentares: Na parte central encontram-se planícies, também chamadas de pradarias, onde localiza-se grande parte dos cinturões agrícolas dos EUA. Estas pradarias funcionam como corredores de massas de ar, tanto as frias como as quentes.  Escudos Cristalinos ou Maciços antigos: Já o leste é dominado por planaltos cristalinos formados há centenas de milhões de anos, bastante desgastados. Professor Claudio Henrique (Henry)
  12. 12. Professor Claudio Henrique (Henry)
  13. 13. Professor Claudio Henrique (Henry)
  14. 14. Professor Claudio Henrique (Henry)
  15. 15.  No Canadá o clima, caracterizado por invernos rigorosos, dificulta a navegação e o aproveitamento do potencial hidrelétrico.  Em função do clima que quase todos os rios canadenses apresentam regime niveal, isto é, as águas são provenientes principalmente da precipitação em forma de neve, o que ocasiona grandes cheias na primavera e no verão.  Nos EUA, os climas são mais variados e o regimes de chuvas também. Professor Claudio Henrique (Henry)
  16. 16. Professor Claudio Henrique (Henry)
  17. 17.  Vertente do Pacífico: o relevo acidentado ajuda na formação de rios com alto potencial hidrelétrico. Destaque paras os rios Colúmbia e Colorado.  Vertente do Golfo do México: apresenta rios de planície, mais lentos e mais largos, ideais para a navegação. Destaque para os rios Mississipi o maior dos EUA e rio Grande que faz fronteira com o México.  Vertente do Atlântico: Os Grandes Lagos constituem o maior espelho de água doce da Terra, com 245.660km2. Os cinco lagos - Superior, Michigan, Huron, Eriê e Ontário – situam-se entre os Estados Unidos e o Canadá. O Michigan é o único que fica totalmente dentro do território dos Estados Unidos. Professor Claudio Henrique (Henry)
  18. 18. Principais bacias ou vertentes hidrográficas da América Anglo-Saxônica  Vertente da Baía de Hudson: embora seja uma das maiores vertentes, tem poucos rios de destaque, sendo mais famosa pela presença de milhares de lagos glaciais, entre os quais merece destaque o Winnipeg.  Vertente do Ártico: Localiza em área de alta latitude, tem longos períodos de congelamento, seu rio de destaque é o Mackenzie. Professor Claudio Henrique (Henry)
  19. 19. Professor Claudio Henrique (Henry)
  20. 20. Professor Claudio Henrique (Henry)
  21. 21. Professor Claudio Henrique (Henry)
  22. 22. Professor Claudio Henrique (Henry)
  23. 23. Zonas Climáticas da Terra Professor Claudio Henrique (Henry)
  24. 24. O continente americano apresenta: • grande extensão territorial; • diferentes formas de relevo; • extensa costa oceânica. Entre os fatores que influenciam na formação dos climas do continente destacam-se: • Latitude • Relevo • Correntes marítimas • Continentalidade • Massas de ar Que contribuem para a grande variedade climática e botânica. Professor Claudio Henrique (Henry)
  25. 25. As latitudes variam de 25º N (sul dos EUA) a mais de 80ºN (ilhas do extremo norte do Canadá). Os climas são mais frios nas áreas de maiores latitudes, ou seja, na porção norte do continente e mais quente no sul. À medida que nos afastamos do Equador as temperaturas vão diminuindo. ASSIM: Quanto maior a latitude, menor a temperatura. Professor Claudio Henrique (Henry)
  26. 26. A Altitude: o relevo mais elevado causa, direta ou indiretamente, três alterações climáticas: influencia a direção dos ventos, reduz as temperaturas dos lugares mais altos e altera o volume de precipitações. Em razão das diferenças de altitude e da disposição de suas formas. A direção dos ventos na América Anglo-saxônica é determinada pela presença de elevações próximas à costa oeste (Montanhas Rochosas) e leste (Montes Apalaches), que formam uma espécie de corredor na porção central do continente, canalizando as massas de ar do norte ou sul. As elevações contribuem para a formação de áreas desérticas no interior do oeste dos EUA, nos planaltos do Colorado e de Colúmbia, pois ventos úmidos não conseguem atingir essas regiões. Professor Claudio Henrique (Henry)
  27. 27. Professor Claudio Henrique (Henry)
  28. 28. Professor Claudio Henrique (Henry)
  29. 29. O aquecimento ou esfriamento das águas litorâneas provoca um grande impacto nos climas das áreas mais próximas dos oceanos. No litoral noroeste dos EUA e oeste do Canadá, a corrente quente do Pacífico Norte provoca chuvas intensas. No litoral sudeste, na Flórida, outra corrente quente, a do Golfo, eleva a umidade do ar e a pluviosidade. Na costa oeste e sudoeste dos EUA, a passagem da corrente fria da Califórnia torna o litoral semiárido. A costa nordeste é atingida por outra corrente fria, a do labrador que congela a superfície do oceano, dificultando a Professor navegação Claudio Henrique (Henry) litorânea.
  30. 30. Professor Claudio Henrique (Henry)
  31. 31. Professor Claudio Henrique (Henry)
  32. 32. Professor Claudio Henrique (Henry)
  33. 33. Professor Claudio Henrique (Henry)
  34. 34. Professor Claudio Henrique (Henry)
  35. 35. Professor Claudio Henrique (Henry)
  36. 36. Professor Claudio Henrique (Henry)
  37. 37. Professor Claudio Henrique (Henry)
  38. 38.  Tundra: ocorre em áreas onde predomina o clima frio com invernos longos e rigorosos. Em razão dessas condições, as vegetações que apresentam são basicamente plantas rasteiras como musgos e liquens.  Floresta Temperada: desenvolve em regiões nas quais a característica do clima que predomina é o temperado, com verões quentes e invernos rigorosos. As florestas temperadas geralmente são compostas por árvores caducifólias com folhas vermelhas, alaranjadas e amarelas, aspecto comum nas florestas temperadas de folhas caducas.  Estepe e pradarias: apresenta em regiões de clima semiárido com temperaturas elevadas e longos períodos de seca. Predominância de vegetação rasteira como herbáceas. Professor Claudio Henrique (Henry)
  39. 39.  Vegetação desértica: desenvolve em área de clima desértico muito seco e pouquíssima incidência de pluviosidade. Vegetações adaptadas à escassez de água, como as espécies xerófilas.  Savana: ocorre em lugares de clima subtropical com incidência de chuvas bem distribuídas durante o ano, de temperaturas que não ultrapassam os 10ºC em determinados períodos.  Vegetação de altas montanhas: apresenta clima frio, em montanhas até 1.000 metros ocorrem bosques caducifólios, até 1.800 metros predominam as coníferas e acima de 2.000 apresentam os prados.  Ausência de vegetação: lugares que apresenta temperatura muito fria e grande quantidade de gelo, condições que impedem a proliferação de vegetação. Professor Claudio Henrique (Henry)
  40. 40. Professor Claudio Henrique (Henry)
  41. 41. Professor Claudio Henrique (Henry)
  42. 42. Professor Claudio Henrique (Henry)
  43. 43. Terceira maior população do planeta: 304 milhões Crescimento populacional Motivos Elevada taxa de crescimento vegetativo e fundamentalmente da recepção de imigrantes que começou logo após a independência (1776). A imigração foi um fator decisivo no processo de desenvolvimento dos EUA, pois os europeus representavam mão de obra barata e abundante, além de muitos já terem formação técnica e experiência no trabalho industrial.
  44. 44. Os dez maiores em população (2007) – em milhões de pessoas.
  45. 45. A partir de 1980 Passou a receber sobretudo pessoas provenientes da América Latina. A maioria entrou ilegalmente no território. Muitos acabaram se integrando ao mercado de trabalho de baixa qualificação. Esse fato provocou um endurecimento do controle da fronteira, entre o México e os Estados Unidos, através da qual entra ilegalmente a maioria dos imigrantes da América Latina.
  46. 46. Imigrantes ilegais, no Arizona (Estados Unidos), que foram deportados para o México, em 2006.
  47. 47. A POPULAÇÃO ESTÁ MAL DISTRIBUÍDA PELO TERRITÓRIO. CONCENTRA-SE, PREDOMINANTEMENTE, NAS MEGALÓPOLES DE BOSWASH (OU BOSNYWASH), NO NORDESTE, E CHIPITTS, NA REGIÃO DOS GRANDES LAGOS... BOSWASH CHIPITTS A MEGALÓPOLE DE BOSWASH INCLUI AS CIDADES DE BOSTON, NOVA YORK, FILADÉLFIA, BALTIMORE E WASHINGTON. A MEGALÓPOLE DE CHIPITTS INCLUI AS CIDADES DE CHICAGO, CLEVELAND, DETROIT E PITTSBURGH. GRANDES LAGOS
  48. 48. ...MAS, NOS ÚLTIMOS ANOS, VEM MIGRANDO INTENSAMENTE PARA O SUL (SUN BELT) E COSTA OESTE DO PAÍS (SAN-SAN). ESSAS SÃO AS NOVAS ÁREAS DE ATRAÇÃO, PARA ONDE SE DIRIGEM PESSOAS E EMPRESAS. BOSWASH CHIPITTS SAN-SAN SUN BELT BOSWASH E CHIPITTS, JUNTAS, FORMAM O MANUFACTURING BELT: ÁREAS DE REPULSÃO POPULACIONAL. SAN-SAN (REGIÃO ENTRE SAN FRANCISCO E SAN DIEGO) E SUN BELT SÃO ÁREAS DE ATRAÇÃO POPULACIONAL E EMPRESARIAL. GRANDES LAGOS
  49. 49. Maior crescimento vegetativo Entre negros, asiáticos e hispânicos Brancos Taxas de crescimento populacional próximas de zero. Padrão de vida elevado de boa parte da população Alta expectativa de vida . Elevado padrão alimentar . Analfabetismo quase nulo . Alto nível de assistência médico-hospitalar . Baixa taxa de mortalidade infantil Conforme projeção do governo, em 2030 haverá mais idosos do que crianças no país.
  50. 50. Redução do Crescimento Vegetativo (CV)= TN - TM Consequências Envelhecimento da população e falta de mão de obra Nos EUA, no entanto, esse fato será parcialmente equilibrado pela entrada de imigrantes, embora não suficiente para um crescimento populacional razoável.
  51. 51. O alto padrão de vida da população, não significa que não haja pobreza Cerca de 40 milhões de pessoas vivem abaixo do padrão de pobreza norte-americano Pobreza Maior entre hispânicos e negros. Essa situação reflete-se na expectativa de vida da população negra, que é de 71 anos, enquanto a dos brancos é de 79 anos.
  52. 52. Grave problema da sociedade norte-americana Racismo Atinge os imigrantes e, principalmente, os negros Até o início dos anos 1960 Em três estados do Sul havia discriminação racial até mesmo na educação. Escolas para negros e escolas para brancos. Apesar de a discriminação racial contra os negros ser considerada crime nos Estados Unidos desde 1964, a segregação ainda persiste.
  53. 53. A DISTRIBUIÇÃO POPULACIONAL E A URBANIZAÇÃO A concentração populacional dos EUA é influenciada por aspectos naturais, econômicos e históricos. As regiões de menores densidades demográfica, são regiões desérticas, montanhosas e terras frias do Alasca.
  54. 54. Maior concentração populacional Por ser a região de ocupação mais antiga e pelo notável desenvolvimento industrial que alcançou. Porção nordeste Densidades demográficas ultrapassam 80 habitantes por km². É no nordeste, incluindo a região dos Grandes Lagos, que se localizam os importantes centros urbano-industriais do país, e as maiores cidades do mundo, entre elas: Nova York, Chicago, Filadélfia e Detroit.
  55. 55. População urbana e rural - Estados Unidos - 1970 a 2007 Em virtude do alto grau de mecanização das atividades agropecuárias Áreas rurais são pouco povoadas A maioria da população vive nas cidades (84%).
  56. 56. DESDE A CIDADE DE BOSTON, AO NORTE, ATÉ WASHINGTON, EXISTE UMA ENORME CONCENTRAÇÃO URBANA. É a megalópole Bos-Wash. Abrange grandes cidades, como Nova York, Filadélfia e Baltimore. Nova York é uma cidade Global e a maior metrópole dos EUA, com cerca de 21,8 milhões de habitantes • No sul e no centro-oeste, a concentração populacional é mais baixa. • Nas altas montanhas e nas áreas desérticas encontram-se as menores densidades demográficas do país.
  57. 57. Blogdoprofessorhenry.blogspot.com Colégio Morumbi Sul Professor Claudio Henrique (Henry)

×