01 - O que é Sociologia

845 visualizações

Publicada em

O QUE É SOCIOLOGIA?
Introdução à Sociologia
O ESTUDO DA SOCIOLOGIA

”A sociologia é a ciência que estuda o ser social e as relações de sociabilidade (ou sociais)”.

A Sociologia serve para compreendermos a sociedade, as mudanças e os problemas sociais.


O ESTUDO DA SOCIOLOGIA

Enquanto a Psicologia estuda o indivíduo, a Sociologia estuda os fenômenos sociais, compreendendo as diferentes formas de constituição das sociedades e suas culturas.

A Sociologia se formou na consolidação do capitalismo.

A Sociologia faz parte das ciências sociais.

1­ - A SOCIOLOGIA É UMA CIÊNCIA
1) Possui métodos (uma maneira de olhar para a realidade social, com conceitos, formas de classificação, etc.);

2) Possui instrumentos (ferramentas de abordagem dessa realidade, como entrevistas, pesquisa de campos, etc.) próprios; 

3) Se propõe a  EXPLICAR os fenômenos sociais se  distinguindo do senso comum.
2­ - A SOCIOLOGIA ESTUDA O ”SER SOCIAL”
Ser mais que biológico; (Mogli, Tarzan, Kasper Houser);
Indivíduo moderno, membro de uma tribo ou clã, pertencente a uma determinada classe, ou grupo social, etc;
Indivíduo que não herdou valores, gostos e costumes por transmissão genética, mas sim por meio de um aprendizado, por um processo de socialização (sistema de símbolos, compartilhados das experiências ­ gorilas).
O QUE HUMANIZA AS PESSOAS SÃO AS RELAÇÕES SOCIAIS
Existem alguns casos documentados de crianças que se perderam e passaram a viver em completo isolamento, distante da sociedade.

Elas são denominadas “crianças selvagens”.

Tais crianças vivem como animais e perdem os hábitos de falar e andar como pessoas tidas como normais.
MOGLI, O MENINO LOBO.


Tais histórias têm sido relatadas inicialmente a partir do século XVIII, onde crianças ficaram desaparecidas em ambientes selvagens por um longo período de tempo e que posteriormente foram encontradas.
De de início, devido seus diferentes padrões de comportamento, foram tidas como “crianças especiais”,
Esse padrão diferenciado de comportamento ocorria pois desde pequenos eles viveram e foram criados por animais, passando a adquirir traços destes animais como o modo de andar e com ausência da fala que fora substituída por grunhidos, sendo assim vistas como selvagens.

Estes casos de crianças selvagens reafirmam que somos seres culturais, ou seja, seres adaptados de acordo com a sociedade a qual somos inseridas.

“Crianças selvagens” são um exemplo de que não basta apenas herança genética para tornarmo-nos humanos mas também convívio social.

A natureza as deu a herança genética, que lhes dá aparência física e traços humanos, mas o meio a qual foram inseridas não as deu estimulo para ter comportamento, reações e sentimentos dos demais seres humanos que vivem no meio social.

Publicada em: Educação
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
845
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
76
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

01 - O que é Sociologia

  1. 1. Professor Claudio Henrique Ramos Sales (Henry) SOCIOLOGIA Introdução à Sociologia
  2. 2.  ”A sociologia é a ciência que estuda o ser soci al e as relações de sociabilidade (ou sociais)”.  A Sociologia serve para compreendermos a sociedade, as mudanças e os problemas sociais. Professor Claudio Henrique Ramos Sales
  3. 3.  Enquanto a Psicologia estuda o indivíduo, a Sociologia estuda os fenômenos sociais, compreendendo as diferentes formas de constituição das sociedades e suas culturas.  A Sociologia se formou na consolidação do capitalismo.  A Sociologia faz parte das ciências sociais. Professor Claudio Henrique Ramos Sales
  4. 4. 1) Possui métodos (uma maneira de olhar para a realidade social, com conceitos, formas de classificação, etc.); 2) Possui instrumentos (ferramentas de aborda gem dessa realidade, como entrevistas, pesqui sa de campos, etc.) próprios; 3) Se propõe a EXPLICAR os fenômenos sociais se distinguindo do senso comum. Professor Claudio Henrique Ramos Sales
  5. 5.  Ser mais que biológico; (Mogli, Tarzan, Kaspe r Houser);  Indivíduo moderno, membro de uma tribo ou clã, pertencente a uma determinada classe, ou grupo social, etc;  Indivíduo que não herdou valores, gostos e costumes por transmissão genética, mas sim por meio de um aprendizado, por um processo d e socialização (sistema de símbolos, compartilhProfessor Claudio Henrique Ramos Sales
  6. 6.  Existem alguns casos documentados de crianças que se perderam e passaram a viver em completo isolamento, distante da sociedade.  Elas são denominadas “crianças selvagens”.  Tais crianças vivem como animais e perdem os hábitos de falar e andar como pessoas tidas como normais. Professor Claudio Henrique Ramos Sales
  7. 7. Professor Claudio Henrique Ramos Sales
  8. 8. Professor Claudio Henrique Ramos Sales
  9. 9.  Tais histórias têm sido relatadas inicialmente a partir do século XVIII, onde crianças ficaram desaparecidas em ambientes selvagens por um longo período de tempo e que posteriormente foram encontradas.  De de início, devido seus diferentes padrões de comportamento, foram tidas como “crianças especiais”,  Esse padrão diferenciado de comportamento ocorria pois desde pequenos eles viveram e foram criados por animais, passando a adquirir traços destes animais como o modo de andar e com ausência da fala que fora substituída por grunhidos, sendo assim vistas como selvagens. Professor Claudio Henrique Ramos Sales
  10. 10.  Estes casos de crianças selvagens reafirmam que somos seres culturais, ou seja, seres adaptados de acordo com a sociedade a qual somos inseridas.  “Crianças selvagens” são um exemplo de que não basta apenas herança genética para tornarmo-nos humanos mas também convívio social.  A natureza as deu a herança genética, que lhes dá aparência física e traços humanos, mas o meio a qual foram inseridas não as deu estimulo para ter comportamento, reações e sentimentos dos demais seres humanos que vivem no meio social.Professor Claudio Henrique Ramos Sales
  11. 11.  Complexo conjunto de normas e padrões de relacionamento que são condição para o surgimento desse ser social e que são, ou podem ser, potencialmente modificados por ele.  Como nas encontradas em instituições sociais como a família, a religião, os regimes polític os e a cultura de uma maneira geral.  O que esse indivíduo é hoje depende do lega do cultural político, econômico, etc. que ele rece be das gerações anteriores.Professor Claudio Henrique Ramos Sales
  12. 12. Professor Claudio Henrique Ramos Sales
  13. 13.  Compreender, explicar os fenômenos sociais, mas ao mesmo tempo apresentar problematizações sobre tais fenômenos.  Busca desnaturalizar um certo estado de cois as (como se organiza o trabalho, ou se distribuem as riquezas como se relacionam homens e mulheres como se distribui o poder, etc.), seja com propósitos conservadores ou revolucionários. Professor Claudio Henrique Ramos Sales
  14. 14. Através do estudo do comportamento humano e os processos que interligam o indivíduo em associações (grupos e instituições) pode-se não só explicar os fenômenos e as transformações sociais, mas buscar soluções e alternativas transformadoras para alcançar uma sociedade mais justa e menos desigual. Professor Claudio Henrique Ramos Sales
  15. 15. SENSO COMUM
  16. 16.  É a primeira modalidade das Ciências Sociais.  É o conhecimento popular conjunto de opiniões, recomendações, conselhos, praticas e normas relativas a vida individual e social.  O senso comum orienta tanto as classes que não possuem um nível de conhecimento quanto as massas mais favorecidas.  Este senso nos é imposto no cotidiano. ◦ Exemplo: Mídias televisivas e sociais. SENSO COMUM
  17. 17.  O senso comum / bom senso / senso popular também é responsável pelo nosso discernimento e existência.  Devemos muito ao senso comum. ◦ Exemplo: medicina indígena – que era um conhecimento coletivo sem bases cientificas mas que dava resultados.  Graças a ele que muitos sobrevivem até hoje. SENSO COMUM
  18. 18. SENSO CRÍTICO
  19. 19.  É a reflexão sobre si e a atenção sobre o mundo. “O homem só conhece o mundo dentro de si se toma consciência de si mesmo dentro do mundo” WOLFGANG GOETHE (1749-1832) Essa necessidade da ligação homem e mundo é clara: Se pensarmos só em nós o mundo vira um caos, todos seriam narcisistas. Se pensarmos só no mundo daríamos valor apenas ao matéria, perderíamos a identidade. SENSO CRÍTICO
  20. 20. CONHECIMENTO CIENTÍFICO
  21. 21.  É o produto da atividade humana:  o homem compreende o que o cerca para desenvolver novas descobertas.  Através do conhecimento o homem transforma o mundo em que vive contribuindo para a sociedade.  Busca a objetividade (fatos).  A ciência foi desenvolvida pela necessidade humana de explicar as coisas através de provas (baseadas em fatos) e não apenas em crenças ou em um senso comum. CONHECIMENTO CIENTÍFICO
  22. 22.  Essas PROVAS que são a base para a ciencia é conseguida através de: ◦ critérios, processos de investigações, coleta e analise de dados alem de experimentação que resultam no conhecimento cientifico.  Essas noções de pesquisa foram criadas primordialmente no sec. XVIII com a consolidação do método experimental.  E difundido no sec. XIX com a implantação desse método em varias áreas. CONHECIMENTO CIENTÍFICO
  23. 23. Ciências significa conhecimento E deve passar um rigoroso procedimento metodológico. CONHECIMENTO CIENTÍFICO
  24. 24. SOCIOLOGIA – estuda as relações sociais e as formas de interação. ECONOMIA – estuda as atividades relacionadas produção, circulação, distribuição e consumo de bens e serviços. ANTROPOLOGIA – estuda as semelhanças e diferenças culturais. POLITICA – estuda a distribuição de poder na sociedade. CIÊNCIAS SOCIAIS
  25. 25. Podemos ate tentar analisar a sociedade através do senso comum, mas a sociedade é algo muito complexo e para entendê-la é necessário um estudo profundo e critico do desenvolvimento e organização social humana.
  26. 26. Colégio Morumbi Sul Professor Claudio Henrique (Henry) blogdoprofessorhenry.blogspot.com

×