Revisão capítulo 05 7º ano parte 3

2.004 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.004
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.259
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revisão capítulo 05 7º ano parte 3

  1. 1. Olá!Sou a Professora Ivani Lima do CEF 08 de Taguatinga da disciplina de Geografia.Hoje faremos a 3ª parte da revisão do capítulo 5 do livro Geografia, Sociedade e Cotidiano de DadáMartins, Francisco Bigotto e Márcio Vitiello.
  2. 2. • Hoje vamos continuar falando sobre população Brasileira.• Nosso tema de hoje é:• Características da população• Hoje o Brasileiro vive em média 73,5 anos . A esse dado chamamos de expectativa de vida.• Então podemos dizer que a expectativa de vida do Brasileiro é de 73,5 anos.
  3. 3. • Essa média é calculada considerando-se, além das taxa de mortalidade geral e infantil ,segundo a classe de renda, o acesso a serviços de saúde, saneamento, educação, cultura e lazer, bem como os índices de violência,criminalidade, poluição do local onde vive a população.
  4. 4. • Segundo o Censo Demográfico 2010, há no Brasil uma relação de 96,0 homens para cada 100 mulheres, como resultado de um excedente de 3.941.819 mulheres em relação ao número total de homens. Com este resultado, acentuou-se a tendência histórica de predominância feminina na população do Brasil, já que em 2000 o indicador era de 96,9 homens para cada 100 mulheres.
  5. 5. • A região Norte é a única que apresenta o número de homens superior ao de mulheres (relação de 101,8 para cada 100), sendo que todos os seus estados apresentam também razão de sexo superior a 100%. Nas demais regiões, as razões de sexos são as seguintes:• Centro-Oeste, 98,6 homens para cada 100 mulheres;• Sul, 96,3 homens para cada 100 mulheres;• Nordeste, 95,3 homens para cada 100 mulheres respectivamente; e• Sudeste, 94,6 homens para cada 100 mulheres.
  6. 6. • Vamos analisar a pirâmide etária brasileira• Observe que a base da pirâmide esta reduzida, o que significa dizer que com o passar do tempo nosso país irá ter mais pessoas velhas do que jovens.• o alargamento do topo da pirâmide etária pode ser observado pelo crescimento da participação relativa da população com 65 anos ou mais, que era de 4,8% em 1991, passando a 5,9% em 2000 e chegando a 7,4% em 2010 ou seja as pessoas estão vivendo mais.• Essa pirâmide já é resultado também de um maior controle de natalidade que vem ocorrendo como já citamos no vídeo anterior.
  7. 7. Grau de escolaridade do Brasileiro• Quanto mais tempo a população frequenta a escola, maior o índice de escolaridade.• Para calcularmos o índice de escolaridade levamos em conta a taxa de analfabetismo, a média de anos de estudo da população e o atraso escolar.• No Brasil o índice de escolaridade ainda é baixo uma vez que 13% da população é analfabeta e 30,5% é analfabeta funcional ou seja conseguem ler e decodificar alguns textos mas não conseguem interpretá-los.
  8. 8. • O nível de escolaridade contribui para melhorar as noções de higiene e saúde, o acesso ao emprego e às informações.• O ensino superior favorece o acesso a empregos mais qualificados e o desenvolvimento da pesquisa e consequentemente, a produção de novos conhecimentos e tecnologias.• A educação no Brasil ainda é motivo de discriminação racial onde a média de educação da população branca é de 9,8 anos e de 7,7 entre negros e pardos.
  9. 9. Estrutura Populacional de Acordo com as Atividades Econômicas• As pessoas que trabalham ou que estão procurando emprego são chamadas de população economicamente ativa.• Os tipos de atividades de um país estão distribuídas em setores da economia que são:• Setor primário – que corresponde às atividades agropecuárias e extrativas;• Setor secundário – que engloba as atividades industriais;• Setor Terciário – que corresponde ao comércio e aos serviços.
  10. 10. • No Brasil o setor que oferece mais postos de trabalho é o terciário seguido pelo secundário.• No entanto o setor primário ainda representa 19% das ofertas de trabalho no país, o que mostra que as atividades agrícolas ainda são significativas.• A taxa de desemprego ainda é alta e atinge a população economicamente ativa.• 57% dos trabalhadores não têm garantias trabalhistas como carteira de trabalho assinada, férias, 13º salário ou fundo de garantia por tempo de serviço, pois fazem parte do mercado informal. Nesse grupo incluem-se os prestadores de serviços em geral como pintores e pedreiros autônomos, camelôs, costureiras autônomas entre outros.

×