Apresentação Metodologia do Trabalho Científico

240 visualizações

Publicada em

Clique no slide para ver todo o conteúdo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
240
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Metodologia do Trabalho Científico

  1. 1. Apresentação metodologia do trabalho científico
  2. 2.  Apresentação dos Capítulos II e III do livro de Antônio Joaquim Severino
  3. 3.  O trabalho acadêmico:  orientações gerais para o estudo na Universidade
  4. 4.  textos básicos da área específica  revistas  especializadas  textos monográficos
  5. 5.  temática:  determinada área do saber.  Bibliográfica:  dados de forma e conteúdo.  Geral:  recortes de fontes, apostilas
  6. 6.  Temática: determinada área do saber.  Bibliográfica:  dados de forma e conteúdo.  Geral:  recortes de fontes  apostilas
  7. 7.  1 - Delimitação da unidade de leitura:  visando focar com objetividade em um capítulo, seção ou outra subdivisão.
  8. 8.  busca uma visão geral e esclarecimento de termos e fatos desconhecidos além da esquematização do texto.
  9. 9.  compreensão da mensagem  tema  problema  tese  Raciocínio  idéias secundárias
  10. 10.  interpretação da mensagem do autor; pressupostos, associação de idéias, críticas.
  11. 11.  levantamento de problemas e discussões relacionadas com a mensagem do autor
  12. 12.  nova elaboração da mensagem baseada na reflexão pessoal.
  13. 13.  […] o trabalho científico assume a forma dissertativa, pois seu objetivo é de demonstrar, mediante argumentos, uma tese, que é uma solução proposta para um problema, relativo a determinado tema.” Antônio Severino, pg.78 ,2007.
  14. 14.  mediante a apresentação de argumentos. Argumentação:  articulação de idéias e fatos  Raciocínio:  processo lógico de pensamento (conhecimentos adquiridos podem gerar novos conhecimentos)
  15. 15.  Formação de conceitos: termo ou palavra no nível da expressão lingüística  Formação dos juízos: enunciado verbalmente através da proposição Elaboração dos raciocínios:  dedutivo e indutivo
  16. 16. Capítulo III Teoria e prática científica.
  17. 17.  “ A ciência se faz quando o pesquisador aborda os fenômenos aplicando recursos técnicos, seguindo um método e apoiando-se em fundamentos epistemológicos.”  Antônio Severino, pg.100 ,2007.
  18. 18.  Ciência precisa se apoiar em pressupostos afim do conhecimento produzido ter consistência  Paradigmas epistemológicos:  (relação sujeito/objeto)
  19. 19.  Positivista: - Funcionalismo (instituição/função)- Estruturalismo (oposições/estrutura/interdependência)  Subjetivista: -  Fenomenologia (origem/fato)-  Hermenêutica (interpretação/símbolo)- Arqueogenealogia (economia do desejo)
  20. 20. Dialética: (interação social) Totalidade (indivíduo dentro da sociedade) Historicidade (momento dentro da história abrangente) Complexidade (múltiplas partes/transformações) Dialeticidade ( mudanças/lógica de contradição) Praxidade(prática história e social/tempo/espaço) Cientificidade(nexos causais/forças contraditórias) - Concreticidade (prática real/tempo/espaço/sociedade
  21. 21.  - Pesquisa quantitativa e qualitativa: são variadas as metodologias de pesquisa que podem ter abordagem  quantitativa (experimental matemática) e qualitativa (dados descritivos)
  22. 22.  com o método etnográfico, de abordagem qualitativa, trata-se de um incursão e análise do âmago da sociedade
  23. 23.  quando o pesquisador, para observar os fenômenos, compartilha a vivência dos sujeitos
  24. 24.  além de compreender uma situação, visa intervir na mesma, com vistas a modificá-la-
  25. 25.  pesquisa que se concentra no estudo de um caso , considerando-o representativo de casos análogos
  26. 26.  a partir da análise das comunicações, trata-se de compreender criticamente o sentido oculto nas mesmas
  27. 27.  Pesquisa bibliográfica: documentos impressos.  Pesquisa documental: vários tipos de documentos não somente os impressos  Pesquisa experimental: objeto em condições técnicas de observação e manipulação.  Pesquisa de campo: a fonte é a abordada em seu ambiente próprio.
  28. 28.  Exploratória: apenas levanta informações de um determinado objeto tendo o campo delimitado.  Explicativa: além de registrar e analisar os fenômenos estudados, busca suas causas
  29. 29.  Documentação  Entrevista  Entrevista não – diretiva  Entrevista estruturada  História de vida  Observação  Questionário
  30. 30. A ciência, como modalidade de conhecimento, só se processa como resultado de articulação do lógico com o real, do teórico com o empírico Antônio Severino, pg.126,2007
  31. 31.  SEVERINO,Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23 São Paulo: Cortez, 2007. 304p

×