Sistema Sensorial

4.990 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.990
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
39
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
172
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema Sensorial

  1. 1. Sistema Sensorial
  2. 2. Visão
  3. 3. Cones e Bastonetes  Cone: sensíveis às cores;  Bastonetes: sensíveis às tonalidades situadas entre o cinza e preto.
  4. 4. Proteção dos olhos Glândula Lacrimal
  5. 5. Problemas de visão - miopia
  6. 6. Problemas de visão - hipermetropia
  7. 7. Daltonismo  Hereditário;  Problemas na identificação de algumas cores.
  8. 8. Aparelho auditivo Orelha Orelha Orelha externa média interna
  9. 9. Orelha média  Formado pelo: - Tímpano - Martelo - Bigorna Ossículos - Estribo
  10. 10. Orelha média  Foto 1. Acesso ao ouvido médio, após descolamento do retalho tímpano-meatal e curetagem do rebordo ósseo do arco timpanal póstero- superior. Podemos ver o tímpano rebatido em direção anterior (t), o martelo (m), a bigorna (b), o nervo corda do tímpano (ct), a porção timpânica o canal do nervo facial (nf), o estribo (e) e a eminência piramidal (p) de onde emerge o tendão do músculo estapédio.
  11. 11. Orelha interna  Formado: - Cóclea - Canais semicirculares Ambos preenchidos de líquidos e revestidos por células sensoriais.
  12. 12. Orelha interna  A cóclea tem como função captar o estímulo através de células ciliadas que produzem estímulos nervosos transmitidos pelo nervo auditivo que comunica-se com o cérebro.  Os canais semicirculares (labirinto), são responsáveis pelo mecanismo de equilíbrio corporal – comunica-se com o cerebelo.
  13. 13. Captação do estímulo auditivo
  14. 14. Pressão na orelha - causa Na serra a pressão atmosférica é maior que a do interior da orelha, empurrando o tímpano em direção à orelha interna, impedindo seu funcionamento adequado.
  15. 15. Pressão na orelha - solução Mascar chicletes, beber líquidos ou bocejar estimulam a entrada de ar pela tuba auditiva (trompa de Eustáquio) que tem ligação com a faringe, isso diminuirá o desconforto.
  16. 16. Labirintite  É a inflamação do labirinto.  Sintoma: problemas de equilíbrio.
  17. 17. Surdez Grau de surdez Perda (decibéis) Deficiência auditiva ligeira 20 a 40 Deficiência auditiva 1º grau 41 a 55 moderada 2º grau 56 a 70 Deficiência auditiva 1º grau 71 a 80 severa 2º grau 81 a 90 Deficiência auditiva 1º grau 91 a 100 profunda 2º grau 101 a 110 3º grau 111 a 119 Deficiencia auditiva total 120
  18. 18. Surdez
  19. 19. Olfato  Quimiorreceptores  Teto da cavidade nasal
  20. 20. Paladar
  21. 21. Tato Calor Pressão leve Dor Frio Pressão forte
  22. 22. Corpúsculos táteis A – Corpúsculo de Meissner (pressão leve - tato) B – Corpúsculo de Paccini (pressão forte) A B C D E F C – Terminação nervosa (dor) E – Corpúsculo de Krause (frio) F – Corpúsculo de Ruffini (calor)

×