Membrana PlasmáTica

23.624 visualizações

Publicada em

1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
23.624
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
147
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
468
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Membrana PlasmáTica

  1. 1. Membrana Plasmática
  2. 2. A célula
  3. 3. Características  Modelo do Mosaico Fluido  Lipoproteica  Bicamada de lipídios  Proteínas integrais e periféricas
  4. 4. Funções  Mantém meio intra e extracelulares independentes  Controla entrada e saída de substâncias  PERMEABILIDADE SELETIVA  Flexibilidade  regeneração
  5. 5. Glicocálix  Glicoproteínas (moléculas de carboidratos ligados a proteínas)  Função: - Adesão e reconhecimento celular Ex.: rejeição de órgãos
  6. 6. Parede celular  Exclusivo de células vegetais;  Celulose (vegetais, bactérias)  Quitina (fungos)  Limita o crescimento celular
  7. 7. Parede celular  Parede primária: fina e flexível;  Parede secundária: espessa e rígida  Plasmodesmos: pontes de citoplasma que passam por poros da parede celular
  8. 8. Transporte de membrana  Íons e moléculas;  Diferença de concentração  Depende ou não de energia
  9. 9. Transporte de membrana  Transporte passivo: sem gasto de energia - Maior concentração → menor concentração Ex: Difusão simples, difusão facilitada, osmose  Transporte ativo: com gasto de energia - Menor concentração → maior concentração
  10. 10. Difusão simples  Passagem direta pela Vermelho membrana (lipídios); Azul mais mais concentrado concentrado  Diferença de concentração de solutos;  Sem gasto de energia;  Ex: passagem de gases como o oxigênio e o gás carbônico. Ambas regiões com a mesma concentração dos solutos
  11. 11. Difusão facilitada  Proteínas de membrana Meio menos concentrado (permeases);  Diferença de concentração de solutos;  Sem gasto de energia; Meio mais concentrado  Ex.: Glicose e íons como sódio e potássio
  12. 12. Osmose  Proteínas especiais (aquaporinas);  Transporte de solvente (ex. água);  Meios isotônicos: meios separados por membrana semipermeável, com mesma concentração;  Meio hipertônico: meio onde a concentração iônica é maior que outro meio;  Meio hipotônico: Meio em que a concentração iônica é menor que outro meio com o que se está comparando.
  13. 13. Osmose  O solvente passa do local menos concentrado para o mais concentrado, com finalidade de igualar a concentração das soluções.
  14. 14. Osmose nas células - plasmólise Plasmólise: Processo de perda de água para o meio mais concentrado (hipertônico), fazendo Célula vegetal em meio concentrado a célula “murchar” (hipertônico)
  15. 15. Deplasmólise Deplasmólise: Processo inverso à plasmólise, a célula está, então imersa em solução hipotônica (menor concentração).
  16. 16. Osmose em células animais Isotônico Hipertônico Hipotônico
  17. 17. Osmose nas células Solução hipotônica Solução isotônica Solução hipertônica Célula animal Célula lisada Célula crenada Célula vegetal Célula túrgida Célula flácida Célula plasmolisada
  18. 18. Transporte ativo  Proteínas;  Contra o gradiente de concentração;  Com gasto de energia (ATP);  Ex.: bomba de sódio- potássio (impulso nervoso).
  19. 19. Endocitose e exocitose  Transporte de substâncias muito grandes para o interior das células;  Endocitose = entrada de substâncias - Fagocitose - Pinocitose  Exocitose = saída de substâncias - Clasmocitose
  20. 20. Fagocitose  Substâncias sólidas;  Formação de pseudópodos (“falsos pés” - projeções da membrana);  Vesícula fagocítica.
  21. 21. Pinocitose  Substâncias líquidas;  Formação de invaginação na superfície da célula;  Vesícula pinocítica.
  22. 22. Clasmocitose  Após a digestão nos vacúolos fagocíticos e pinocíticos, restos são expelidos para o ambiente;  É um tipo de exocitose.
  23. 23. Especializações da membrana plasmática  Microvilosidades  Desmossomos  Interdigitações
  24. 24. Microvilosidades  Aumento da superfície de absorção;  Revestimento do intestino.
  25. 25. Desmossomos  Adesão entre as células;  Reforço protéico na membrana plasmática;  Seus filamentos protéicos ligam-se ao citoesqueleto.  Somente células animais.
  26. 26. Interdigitações  Dobras de membrana entre duas células;  Adesão celular;  Ocorre entre células epiteliais.

×