Componentes Celulares
Lipídios - esteróides <ul><li>Colesterol: </li></ul><ul><li>- presente na membrana de animas e ausente na membrana de vege...
Proteínas <ul><li>Constituídas por subunidades menores, os aminoácidos (polímeros de aminoácidos), são as macromoléculas m...
Proteínas: Aminoácido
Proteínas: ligação peptídica <ul><li>Grupamento amina reage com grupamento carboxila, formando uma molécula de água e uma ...
Proteínas: Classificação dos aminoácidos <ul><li>Aminoácidos essenciais (não são produzidos por nosso organismo):  lisina,...
Proteínas: diferenças entre elas <ul><li>Número de aminoácidos (aa) </li></ul><ul><li>Sequência de aa </li></ul><ul><li>Ti...
Proteínas: estrutura <ul><li>Estrutura primária: filamento simples de aa; </li></ul><ul><li>Secundária: o filamento primár...
Proteínas: desnaturação <ul><li>Alterações na configuração espacial da proteína, pode levar à perda de função. </li></ul><...
Proteínas: Enzima  <ul><li>Características: </li></ul><ul><li>- É um biocatalisador (aumenta a velocidade das reações quím...
Holoenzima <ul><li>Apoenzima: enzima inativa </li></ul><ul><li>Ativador enzimático: ativa a enzima. Quando são íons inorgâ...
Inibidores enzimáticos Ligação  permanente
Fatores que agem sobre atividade enzimática <ul><li>pH:  </li></ul><ul><li>pH ótimo = máxima velocidade  </li></ul><ul><li...
Fatores que agem sobre atividade enzimática <ul><li>Temperatura </li></ul><ul><li>Temperatura ótima; </li></ul><ul><li>Aci...
Fatores que agem sobre atividade enzimática <ul><li>Concentração de substrato </li></ul><ul><li>Quanto mais substrato; mai...
Vitaminas <ul><li>Substâncias orgânicas que atuam como coenzimas. </li></ul><ul><li>Lipossolúveis: vitaminas A, D, E e K. ...
Ácidos Nucléicos
Características dos ácidos nucléicos <ul><li>Encontram-se em todos os seres vivos; </li></ul><ul><li>Constituem o material...
Neucleotídeos <ul><li>Nucleotídeo: grupo fosfato + pentose (ribose ou desoxirribose) + base nitrogenada. </li></ul><ul><li...
Bases nitrogenadas <ul><li>Púricas: adenina e guanina (AGua PURa) </li></ul><ul><li>Pirimídicas: timina, citosina e uracil...
Características do DNA <ul><li>Dois filamentos complementares (formando uma dupla-hélice); </li></ul><ul><li>Os nucleotíde...
Duplicação do DNA <ul><li>DNApolimerase: enzima responsável pela produção dos novos filamentos; </li></ul><ul><li>Duplicaç...
Duplicação do DNA velha nova
RNA <ul><li>Nucleotídeo apresenta ribose como pentose; </li></ul><ul><li>Cadeia única que pode dobrar-se; </li></ul><ul><l...
RNA mensageiro <ul><li>Fita única de RNA; </li></ul><ul><li>Não se dobra; </li></ul><ul><li>Trinca de nucleotídeos =  códo...
RNA transportador <ul><li>Responsável por carregar aminoácidos para a síntese protéica; </li></ul><ul><li>Possui trinca co...
RNA ribossômico <ul><li>RNA de cadeia mais longa; </li></ul><ul><li>Origem: região de nucléolo; </li></ul><ul><li>No citop...
Transcrição Transcrição DNA  -> RNA
Transcrição - animação
Tradução: Síntese Protéica – Código Genético
Tradução: Síntese Protéica – Código Genético
Síntese Protéica – Código Genético
Código Genético Primeira letra Segunda letra Terceira letra <ul><li>Código Genético é  degenerado , pois um aminoácido é c...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bioquimica celular

54.029 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
6 comentários
19 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
54.029
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
561
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
6
Gostaram
19
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bioquimica celular

  1. 1. Componentes Celulares
  2. 2. Lipídios - esteróides <ul><li>Colesterol: </li></ul><ul><li>- presente na membrana de animas e ausente na membrana de vegetais. </li></ul><ul><li>LDL ( Low Density Lipoprotein ) – mau colesterol. </li></ul><ul><li>HDL ( High Density Lipoprotein ) – bom colesterol </li></ul>
  3. 3. Proteínas <ul><li>Constituídas por subunidades menores, os aminoácidos (polímeros de aminoácidos), são as macromoléculas mais abundantes em nosso organismo. </li></ul><ul><li>Funções: - enzimáticas; </li></ul><ul><li>- estruturais; </li></ul><ul><li>- genética; </li></ul><ul><li>- defesa; </li></ul><ul><li>- energética. </li></ul>     
  4. 4. Proteínas: Aminoácido
  5. 5. Proteínas: ligação peptídica <ul><li>Grupamento amina reage com grupamento carboxila, formando uma molécula de água e uma ligação peptídica. </li></ul>
  6. 6. Proteínas: Classificação dos aminoácidos <ul><li>Aminoácidos essenciais (não são produzidos por nosso organismo): lisina, triptofano, fenilalanina, treonina, valina, metionina, leucina e isoleucina. </li></ul><ul><li>Aminoácidos naturais (produzidos pelas células animais): glicina, serina, alanina, tirosina, ácido aspárgico, ácido glutâmico, histidina, asparagina, glutamina, prolina. </li></ul><ul><li>Fique claro que classificar um aminoácido em não essencial ou essencial depende da espécie estudada; assim um certo aminoácido pode ser essencial para um animal e não essencial para outro. </li></ul>
  7. 7. Proteínas: diferenças entre elas <ul><li>Número de aminoácidos (aa) </li></ul><ul><li>Sequência de aa </li></ul><ul><li>Tipos de aa </li></ul>
  8. 8. Proteínas: estrutura <ul><li>Estrutura primária: filamento simples de aa; </li></ul><ul><li>Secundária: o filamento primário se enrola ( α - hélice) ou forma uma estrutura pregueada (folha- β ). Ambas por pontes de hidrogênio entre os aa. </li></ul><ul><li>Terciária: estrutura secundária dobra-se sobre si mesma formando estrutura tridimensional. </li></ul><ul><li>Quaternária: combinação entre várias estruturas terciárias. </li></ul>
  9. 9. Proteínas: desnaturação <ul><li>Alterações na configuração espacial da proteína, pode levar à perda de função. </li></ul><ul><li>Condições: </li></ul><ul><li>Temperaturas elevadas </li></ul><ul><li>Variação de pH </li></ul><ul><li>Solutos como úréia </li></ul>
  10. 10. Proteínas: Enzima <ul><li>Características: </li></ul><ul><li>- É um biocatalisador (aumenta a velocidade das reações químicas); </li></ul><ul><li>- Altamente específica (chave-fechadura); </li></ul>
  11. 11. Holoenzima <ul><li>Apoenzima: enzima inativa </li></ul><ul><li>Ativador enzimático: ativa a enzima. Quando são íons inorgânicos, são chamados cofatores ; quando são moléculas orgânicas, são as coenzimas . </li></ul><ul><li>Holoenzima: enzima ativada por ligação de um ativador enzimático (grupo prostético). </li></ul>apoenzima coenzima Holoenzima Substrato
  12. 12. Inibidores enzimáticos Ligação permanente
  13. 13. Fatores que agem sobre atividade enzimática <ul><li>pH: </li></ul><ul><li>pH ótimo = máxima velocidade </li></ul><ul><li>de reação </li></ul><ul><li>Ex.: Pepsina (estômago): pH ótimo ≈ 2.0 </li></ul><ul><li>Ptialina (boca): pH ótimo ≈ 7,0 </li></ul>
  14. 14. Fatores que agem sobre atividade enzimática <ul><li>Temperatura </li></ul><ul><li>Temperatura ótima; </li></ul><ul><li>Acima da temperatura ótima início da degradação enzimática: desnaturação de proteínas. </li></ul><ul><li>Ex.: febre; insolação. </li></ul>
  15. 15. Fatores que agem sobre atividade enzimática <ul><li>Concentração de substrato </li></ul><ul><li>Quanto mais substrato; maior a velocidade de reação, porém há limite. </li></ul><ul><li>Ex.: fotossíntese (CO 2 ). </li></ul>
  16. 16. Vitaminas <ul><li>Substâncias orgânicas que atuam como coenzimas. </li></ul><ul><li>Lipossolúveis: vitaminas A, D, E e K. </li></ul><ul><li>Hidrossolúveis: vitaminas do complexo B (B 1 a B 12 ), PP, ácido fólico, biotina, C. </li></ul><ul><li>Observação na administração de vitaminas lipossolúveis, pois não são eliminadas do organismo facilmente, por ficarem armazenadas nas células de gordura. </li></ul>
  17. 17. Ácidos Nucléicos
  18. 18. Características dos ácidos nucléicos <ul><li>Encontram-se em todos os seres vivos; </li></ul><ul><li>Constituem o material genético; </li></ul><ul><li>São polinucleotídeos, formados por nucleotídeos. </li></ul>
  19. 19. Neucleotídeos <ul><li>Nucleotídeo: grupo fosfato + pentose (ribose ou desoxirribose) + base nitrogenada. </li></ul><ul><li>Nucleosídeo: nucleotídeo sem o grupo fosfato. </li></ul><ul><li>Pentoses: </li></ul><ul><li>- Ribose – RNA </li></ul><ul><li>- Desoxirribose - DNA </li></ul>
  20. 20. Bases nitrogenadas <ul><li>Púricas: adenina e guanina (AGua PURa) </li></ul><ul><li>Pirimídicas: timina, citosina e uracila. </li></ul><ul><li>Timina – Somente DNA </li></ul><ul><li>Uracila – Somente RNA </li></ul>Uracila
  21. 21. Características do DNA <ul><li>Dois filamentos complementares (formando uma dupla-hélice); </li></ul><ul><li>Os nucleotídeos de cada cadeia se unem pelos grupos fosfóricos; </li></ul><ul><li>Cada filamento se une ao outro por meio de pontes de hidrogênio entre as bases nitrogenadas; </li></ul>
  22. 22. Duplicação do DNA <ul><li>DNApolimerase: enzima responsável pela produção dos novos filamentos; </li></ul><ul><li>Duplicação semi-conservativa, cada dupla-hélice apresenta uma fita antiga e uma recém sintetizada. </li></ul>
  23. 23. Duplicação do DNA velha nova
  24. 24. RNA <ul><li>Nucleotídeo apresenta ribose como pentose; </li></ul><ul><li>Cadeia única que pode dobrar-se; </li></ul><ul><li>Produzido no núcleo; </li></ul><ul><li>Importante papel na síntese de proteínas. </li></ul>
  25. 25. RNA mensageiro <ul><li>Fita única de RNA; </li></ul><ul><li>Não se dobra; </li></ul><ul><li>Trinca de nucleotídeos = códon (unidade que informará ao ribossomo qual aminoácido deverá ser incorporado à proteína que está sendo sintetizada); </li></ul><ul><li>Associa-se aos ribossomos para que ocorra a síntese protéica. </li></ul>
  26. 26. RNA transportador <ul><li>Responsável por carregar aminoácidos para a síntese protéica; </li></ul><ul><li>Possui trinca complementar ao códon do RNAm, chamada anticódon ; </li></ul>
  27. 27. RNA ribossômico <ul><li>RNA de cadeia mais longa; </li></ul><ul><li>Origem: região de nucléolo; </li></ul><ul><li>No citoplasma associa-se a proteínas e forma as duas subunidades dos ribossomos; </li></ul><ul><li>Função estrutural. </li></ul>
  28. 28. Transcrição Transcrição DNA -> RNA
  29. 29. Transcrição - animação
  30. 30. Tradução: Síntese Protéica – Código Genético
  31. 31. Tradução: Síntese Protéica – Código Genético
  32. 32. Síntese Protéica – Código Genético
  33. 33. Código Genético Primeira letra Segunda letra Terceira letra <ul><li>Código Genético é degenerado , pois um aminoácido é codificado por mais de um códon. </li></ul>

×