PLANO DE ENSINO


CURSO: COMUNICAÇÃO SOCIAL – Jornalismo
SÉRIE: 3º semestre
TURNO: diurno e noturno.
DISCIPLINA: Sociologi...
2. Analisar o advento da cultura e dos meios de comunicação de massa, e as
principais abordagens teórico-sociológicas da c...
- J. Baudrillard: os simulacros e o desaparecimento do real.
             - M. MacLuhan: o meio é a mensagem.

     UNIDAD...
4.Algumas tarefas, marcadas com antecedência e previamente indicadas pela
disciplina, incluindo todos os trabalhos para po...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ementa 2010 Sociologia Da Comunicacao

4.833 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.833
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
55
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ementa 2010 Sociologia Da Comunicacao

  1. 1. PLANO DE ENSINO CURSO: COMUNICAÇÃO SOCIAL – Jornalismo SÉRIE: 3º semestre TURNO: diurno e noturno. DISCIPLINA: Sociologia da Comunicação CARGA HORÁRIA SEMANAL: 02 horas/aula CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 40 horas/aula I - EMENTA A sociedade industrial na 2ª revolução industrial, o capitalismo monopolista e a comunicação social de massa. A formação da sociedade de massa e de consumo. Características básicas da sociedade de massa, a formação da cultura de massa e os meios de comunicação de massa. A emergência dos meios de comunicação de massa e a sociabilidade na sociedade da modernidade. A lógica social do consumo: a cultura midiática e o consumo material e simbólico; o consumismo e o fetichismo da mercadoria. Abordagens sociológicas sobre a cultura e os meios de comunicação de massa: as análises funcionalistas, as análises críticas, a “Escola de Frankfurt” e as teorias sobre a indústria cultural. As novas tecnologias de comunicação e suas formas de expressão. A comunicação na sociedade pós-moderna; os impactos sociais das novas tecnologias da comunicação. O papel da internet na comunicação social e a cultura global. A comunicação social, as práticas do Jornalismo e a produção simbólica da realidade. Ideologia, hegemonia cultural e o discurso político. A mídia e os processos de manipulação e de conscientização. A mídia e a vulgarização, a espetacularização do cotidiano e a edição da informação. II – OBJETIVOS GERAIS Com base na fundamentação geral da Sociologia, o curso visa a iniciar o aluno nas análises da Sociologia da Comunicação. Por meio de suas bases teórico- conceituais, o aluno poderá compreender, de forma científica e crítica, as variáveis decorrentes da sociedade industrial, na 2ª. revolução industrial, do capitalismo monopolista sobre a formação da sociedade de massa, de consumo e os meios de comunicação de massa, bem como a produção, circulação, o conteúdo das mensagens dos diferentes produtos da indústria cultural e o papel dos meios de comunicação de massa na sociedade pós- moderna, o impacto das novas tecnologias da comunicação, o papel da internet na comunicação social e a comunicação social, por meio das práticas Jornalismo. II – OBJETIVOS ESPECÍFICOS Ao término da disciplina, o aluno deverá poder: 1.Em função do desenvolvimento da sociedade industrial e do Capitalismo Monopolista, compreender a formação e principais características da sociedade de massa, de consumo e a lógica da cultura do consumo.
  2. 2. 2. Analisar o advento da cultura e dos meios de comunicação de massa, e as principais abordagens teórico-sociológicas da cultura de massa e da indústria cultural. 3. Compreender a relação entre o processo de comunicação social, o impacto das novas tecnologias da comunicação na sociedade pós-moderna e a presença dos processos de manipulação e de conscientização, assim como o papel da internet na comunicação social. 4.Desenvolver a análise das principais características das práticas do Jornalismo, enquanto mediação e produção simbólica da realidade, sua relação com a ideologia, a hegemonia cultural, o discurso político e a opinião publica. IV - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO UNIDADE I – A sociedade industrial, o capitalismo monopolista e a comunicação social de massa. 1. O Capitalismo monopolista e a formação da sociedade de massa e de consumo. a) Características básicas do capitalismo monopolista. b) A formação da sociedade de massa e de consumo. 2. Características básicas da sociedade industrial: a 2ª. revolução industrial. a) as alterações que a técnica impõe ao trabalhador. 3. Características da sociedade de massa, de consumo, a formação da cultura de massa e os meios de comunicação de massa. a) a emergência e alteração dos meios de comunicação de massa: telégrafo, telefone, jornal, rádio e cinema. b) a sociabilidade na sociedade contemporânea na modernidade. 4. A lógica social do consumo material e simbólico: a construção das diferenciações de classe e status. a) cultura midiática e consumo material (produtos e lugares) e simbólico (idéias, informações e sentidos). b) o consumismo e o “fetichismo da mercadoria”. c) a formação dos consumidores, clientes, leitores e espectadores em relação aos produtos e serviços. UNIDADE II – Abordagens sociológicas sobre a cultura e os meios de comunicação de massa. 1. Abordagens funcionalistas: pesquisas de mercado e de opinião pública. 2. Abordagens críticas da produção cultural na sociedade contemporânea: referenciais conceituais. a) a “Escola de Frankfurt” e as teorias sobre a indústria cultural. b) outras abordagens críticas: as contribuições de: - G. Debord e a sociedade do espetáculo;
  3. 3. - J. Baudrillard: os simulacros e o desaparecimento do real. - M. MacLuhan: o meio é a mensagem. UNIDADE III – As novas tecnologias de comunicação e suas diferentes formas de expressão. 1. A comunicação na sociedade pós-moderna. a) da modernidade à pós modernidade. b) os impactos sociais das novas tecnologias da comunicação: o individualismo de massa e a identidade. c) de cidadão a consumidor: a mídia e o esvaziamento da política. d) o papel da internet na comunicação social: a “inteligência coletiva”. - o fim dos limites geográficos e a cultura global. 2. Comunicação Social, por meio das práticas do Jornalismo, como mediação e produção simbólica da realidade. a) Ideologia, hegemonia cultural, o discurso político e a opinião pública. b) a mídia e a articulação e contradição de valores na produção cultural: sedução, os processos de manipulação e de conscientização. c) a mídia, a vulgarização, a espetacularização do cotidiano e o processo de edição da informação. V - ESTRATÉGIA DE TRABALHO O curso será desenvolvido tanto por meio de aulas expositivas, quando serão discutidos os principais aspectos teóricos da disciplina, quanto por meio de aulas de seminário, com debate de temas específicos, destacando assuntos da área da comunicação social, com base em textos previamente indicados ou através da projeção de vídeos. Haverá, ainda, a aplicação de trabalhos e exercícios produzidos individualmente, ou em grupo, tanto em sala de aula, como para posterior entrega. Estes trabalhos visam a integrar aspectos teórico- conceituais, possibilitando ao aluno um maior contato com a realidade social, em geral, e principalmente, com problemas relevantes na área da comunicação social. VI - AVALIAÇÃO 1.Será considerado o desempenho do aluno nas provas, a sua participação nos seminários e nos diversos tipos de trabalhos individuais ou em pequenos grupos, produzidas nas aulas, ou para posterior entrega; 2.A média de cada bimestre é o resultado da média aritmética ou ponderada das notas obtidas nas diversas atividades desenvolvidas no bimestre. A periodicidade e os pesos dessas atividades serão previamente informados pelo professor. Quando da aplicação de provas, estas poderão ter peso específico na média bimestral; 3.Os demais critérios de aprovação do aluno seguem as normas gerais do Regimento da UNIP, inclusive as relacionadas à prova substitutiva e ao exame.
  4. 4. 4.Algumas tarefas, marcadas com antecedência e previamente indicadas pela disciplina, incluindo todos os trabalhos para posterior entrega, os grupais e os de pesquisa, são considerados obrigatórios. 5.A entrega atrasada de trabalhos, em geral, poderá implicar ou na sua não aceitação, ou na perda de pontos. Não serão, entretanto, aceitos trabalhos após uma semana do prazo inicialmente estipulado. VII - BIBLIOGRAFIA Bibliografia Básica BAUDRILLARD, Jean. A Sociedade de Consumo. 2 ed. Rio de Janeiro/Lisboa: Elfos/Edições 70, 2007. BRETON, Philippe e PROULX, Serge. Sociologia da Comunicação. 2 ed. São Paulo: Loyola, 2006. COELHO, Cláudio Novaes Pinto e CASTRO, Valdir José de. Comunicação e Sociedade do Espetáculo. São Paulo: Paulus, 2006. Bibliografia Complementar CANCLINI, Nestor Garcia. Leitores, Espectadores e Internautas. São Paulo: Iluminuras, 2008. DEBORD, Guy. A Sociedade do Espetáculo. 2 ed. São Paulo: Contraponto, 2008. MACHADO, Arlindo. A Televisão Levada a Sério. São Paulo: Ed. Senac, 2003. ROCHA, Everardo (org.) Representações do Consumo. Rio de Janeiro: Mauad, 2006. SARTORI, Giovanni. Homo videns – televisão e pós pensamento. Bauru-SP: EDUSC, 2001. SODRÉ, Muniz. Sociedade, Mídia e Violência. 2 ed. Porto Alegre: Sulina e EDIPUCRS, 2006.

×