Xxxxxxx para site livro ombro amigo

574 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
574
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
228
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Xxxxxxx para site livro ombro amigo

  1. 1. Í N D I C E Um ombro amigo: Ajuda que vem do lado Assuntos tratados no livro de 200 páginas Adquira pelo fone 81.9126.0606 Angelita Iinteligência emocial 07 Primeira parte:Contexto introdutório 08  Prefácio 09  Entre amigos / Dr e Prof. Fernando Lins 10  Pretensão 12  Justificativa 13  Reflexão 15  Axiomas 16  Alento 17  Dedicatória 18  Apresentação 01 19 Segunda parte:Um reconhecimento aos profissionais de saúde 32 Cap. 01 - Introdução à vivência hospitalar 33 Cap.02 - O hospital, é uma instituição bem diferenciada 35 Cap.03 - A seriedade dos profissionais de saúde 39 Cap.04 - A seriedade em manter o hospital um lugar especialmente silencioso 41 Cap.05 - O profissionalismo da equipe de enfermagem 44 Cap.06 - A doença 47 Cap.07 - A seriedade nos momentos de intercorrências 49 Cap.08 - A assistência ao paciente paliativo 51 Cap.09 - A importância de investir no cuidador 56 Cap.10 - Necessidades básicas nem sempre são supridas 57 Cap.11 - A importância da prevenção 58 Cap.12 - A importância do agir corretamente 59 Cap.13 - Na sala de espera 61 Cap.14 - Um ombro amigo na visita ao paciente hospitalizado 66 Cap.15 - Ter fé faz bem à saúde 68 Cap.16 - A humanização 74 Cap.17 - A grandeza da doação de órgãos para transplantes 76
  2. 2. Terceira parte:A ajuda que vem do lado 79 Cap.18 – A ajuda que vem pelo entusiasmo 80 O poder do entusiasmo 80 A importância do otimismo 81 A importância do riso . 82 Cap.19 - A ajuda que vem pela persistência 84 Resiliência e superação 86 Cap.20 – A ajuda que vem pelo abraço 90 Cap.21 - A ajuda que vem a pessoa em desesperança 94 O que é depressão 94 A terapêutica da depressão 95 Cap.22 –A ajuda que vem do equilíbrio profissional 96 Dicas para combater a ansiedade 97 Cap.23 - A ajuda que vem pelo perdão 100 Cap.24 - A ajuda que vem do lado 104 Cap.25 - A ajuda que vem de dentro de nós 107 Cap.26 - A ajuda que vem da parceria 108 Cap.27 - A ajuda que vem da dúvida 110 Cap.28 - A ajuda que vem da adversidade 111 Cap.29 - A ajuda que vem de perto 113 Cap.30 - A ajuda que vem aos idosos 116 Cap. 31 - A ajuda que vem de perto ou de longe 122 Cap.32 - A ajuda que vem pelas boas maneiras 123 Cap.33 - A ajuda que vem pelo apoio e compreensão 125 Cap.34 –A ajuda que vem ao compartilhar a alegria e o choro 129 Cap. 35 - A ajuda que vem pela consolação e encorajamento 130 Cap.36 – A alegria que vem pelo amor 132 Cap. 37 – Dicas para ser sempre a ajuda que vem 134 Filho, tenha paciência comigo 135 A dignidade de servir ao próximo (um exercício mental) 136 Sugestão de boas leituras 137 Sobre o autor 138
  3. 3. Entre amigos: - Uma recomendação “Um ombro amigo; ajuda que vem do lado”, é mais um título que José Linaldo de Oliveira ofereceaos seus leitores. Pastor, Capelão do Hospital De Ávila em Recife/PE, Psicólogo pós-graduado em Neuropsicológica, Linaldo vem se notabilizando pela sua abordagem humanista, de valorização do ser humano, das relações humanas, intra e extrafamiliares. Linaldo fez-se aluno, graduando, meu aluno nas disciplinas de Psicopatologia e de Psiquiatria, contíguas, sempre com brilhantismo e argúcia. Desde cedo, a sua preocupação humanista foi notória na clínica fenomenológica e psicossocial. Sempre conduzindo excelente bagagem intelectual, boa desenvoltura, dom da oratória, fez do seu discurso, um libelo pela promoção da saúde e prevenção das mazelas intermitentes da sociedade. Acompanhando as suas ambições primeiras, não fico surpresocomos seus escritos mais recentes, que traduzem exatamente esse continuum da academia ao ministério evangélico, exemplarmente exposto pela pena de escritor, formador de opinião, etc. Sem descuidar de um dos personagens principais, o Profissional de Saúde, dedica a este a ao Hospital, serena reflexão que se equipara aos demais, o Paciente e a Doença. Sem privilégios, Linaldo não se deixa seduzir pela envergadura da ambiência hospitalar, instrumental cada vez mais aperfeiçoado, do Médico em particular, notória e pungente demonstração do poder, da hierarquia, da hegemonia e centralização dos serviços. Guarda teoria e muito mais a prática, que lhe consagra como excelente observador, cuidador, conselheiro e interventor nas situações mais específicas que se avizinhem. O reconhecimento da importância dos profissionais de saúde, mais que um tributo e homenagem, é uma meta que persegue decididamente. Linaldo favorece à compreensão do todo e das partes e, não desdenha ante elementos tão particulares: o sorriso, o otimismo, o abraço, a ética, as boas maneiras, o perdão. Elenco raro, principalmente quando do trato da clínica psicológica, trato das subjetividades. Acolhendo os familiares, quase conjuntamente, não será possível distinguir, discriminar este ou aquele usuário. As dicas para combater a Ansiedade são tão precisas, quanto a apologia do abraço, do compartilhamento da alegria e do choro. Essas lições revigoram! Não há pretexto de construção de uma literatura de autoajuda. É literatura plena, sem eufemismos, sem substantivações, que chegam ao pejorativo. Não há lugar para o lugar comum. 11
  4. 4. Com relação à doação de órgãos, trabalho ao qual se entrega ética e profissionalmente, reúne as suas formações de Capelão e de Psicólogo, carro-chefe de muitos profissionais de saúde, notadamente os Médicos, junto aos familiares, exalta a grandeza da doação, sensibilização tanatológica, disciplina fundamental para o campo da Saúde, Saúde Mental, que se situa numa encruzilhada de saberes: Filosofia, Sociologia, Antropologia, História, Psicologia, Psiquiatria, etc. Nesses meandros, Linaldo é mestre do saber fazer, do saber dizer, do saber empreender, raridades num mundo consumista, hedonista, imediatista. Hoje, não conseguimos reunir em um só profissional, sensibilidade e escuta suficientes para a realização de um trabalho sereno. O compartilhamento que Linaldo sugere é o legado mais rico que ele poderia deixar, é a minha recomendação para o leitor, feliz leitor de Linaldo. É obra, mais uma, para servir de referência, gratíssima experiência e vivência de profissional idôneo, que um dia, se fez meu aluno, agigantando-se diante do mestre, hoje seu admirador. Fernando Antonio Domingos Lins, Médico, Antropólogo. Professor de Instituições do Ensino Superior. Pós-graduado pela Faculdade de Antropologia e de Sociologia Da Universidade Lumière Lyon 2-Lyon/França. Membro da Société des Américanistes-Musée du Quais Branly-Paris/França. Membro da Academia Pernambucana de Ciências. E-mail: fernandoalins@hotmail.com

×