SUDÃO DO SUL
Luxemburgo
Superfície (km2) – 2.586
População – 518.347
População em % da população da UE27 –
0,1
Famílias – 211,
(milhare...
Taxa de Natalidade/Taxa de
Mortalidade
Definição de Taxa de nascimento: Este entrada dá o número médio
anual de nascimento...
Esperança média de
vida
Total – 81.5
Homens- 79.1
Mulheres- 83.8
Definição: Esta variável contém o número médio de anos vi...
História sobre Luxemburgo
O Luxemburgo foi cedido à Casa da Borgonha em 1441 e, seis anos mais
tarde, passou a ser adminis...
SUDÃO DO SUL
Sudão do Sul ou Sudão Meridional, oficialmente República do Sudão do Sul. Tem esse nome devido à localização
geográfica, a...
Forma de Governo
República Presidencialista
Capital: Juba
População: 8,2 milhões de habitantes
Cidades Principais: Juba (capital), Boma, Tonj, Wau, Torit
Cidade Mais ...
Taxa de Analfabetismo:73%
Taxa de atividade feminina: 92% das mulheres não sabe ler nem
escrever!
Saude:80% não tem acesso...
Rio Principal:
Rio Nilo
PIB per capita:
US$ 1.890
Divisão administrativa:
10 estados
PIB (Produto Interno Bruto):
US$ 15 b...
CURIOSIDADES
- É o pais com mais petroleo do mundo e ainda assim é o mais
pobre
- As cores da bandeira têm o significado:
...
Sudão do Sul: falta de segurança
prejudica entrega de ajuda
humanitária, afirma ONU
O Alto Comissariado das Nações Unidas ...
Diogo Rodrigues e Alexandre - Sudão do Sul
Susana e Narcisa - Luxemburgo
Sudao vs luxemburgo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sudao vs luxemburgo

348 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado pelo 7º ano para a disciplina de geografia

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
348
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sudao vs luxemburgo

  1. 1. SUDÃO DO SUL
  2. 2. Luxemburgo Superfície (km2) – 2.586 População – 518.347 População em % da população da UE27 – 0,1 Famílias – 211, (milhares) – 2 População com o ensino secundário ou mais (%) – 77,3 Taxa de desemprego (%) – 4,9 Salário mínimo – 1.75 nacional (€) – 7,6 PIB per capita – 66,8 (PPS) – 09,4 Moeda - Euro PIB (Produto Interno Bruto): US$ 43,5 bilhões PIB per Capita: US$ 84.700 Força de trabalho: 207 mil Idioma: Luxemburguês ( oficial ) alemão, francês Capital : Luxemburgo Cidades Principais: Luxemburgo, Esch-sur- Alzette, Differdange, Dudelange, Petange. Analfabetismo: 1% Clima: temperado oceânico ; Governo : monarquia parlamentarista
  3. 3. Taxa de Natalidade/Taxa de Mortalidade Definição de Taxa de nascimento: Este entrada dá o número médio anual de nascimentos durante um ano por 1000 habitantes, também conhecida como taxa bruta de natalidade. A taxa de natalidade é geralmente o fator decisivo na determinação da taxa de crescimento populacional. Depende tanto do nível de fertilidade e na estrutura etária da população. Taxa de nascimento : 11,7 nascimentos / 1.000 habitantes) Definição de Taxa de mortalidade: Esta entrada dá o número médio anual de mortes durante um ano por 1000 habitantes, também conhecida como taxa bruta de mortalidade. Indica com precisão o impacto da mortalidade atual sobre o crescimento da população. Este indicador é significativamente afetada pela distribuição etária. A maioria dos países vai mostrar um aumento da mortalidade, apesar do contínuo declínio da mortalidade em todas as idades. Taxa de mortalidade : 8,5 mortes / 1.000 habitantes
  4. 4. Esperança média de vida Total – 81.5 Homens- 79.1 Mulheres- 83.8 Definição: Esta variável contém o número médio de anos vividos por um grupo de pessoas nascidas no mesmo ano, se a mortalidade em cada idade permanece constante no futuro. Admissão inclui a população total, e componentes do sexo masculino e feminino. Expectativa de vida ao nascer também é uma medida geral de qualidade de vida em um país e resume a taxa de mortalidade para todas as idades. Ele também pode ser pensado como indicando o potencial de retorno sobre o investimento em capital humano e é necessária para o cálculo de várias medidas atuarial.
  5. 5. História sobre Luxemburgo O Luxemburgo foi cedido à Casa da Borgonha em 1441 e, seis anos mais tarde, passou a ser administrado pelos Habsburgos. Em meados do século XVI, foi dominado pela Espanha . A seguir à Guerra da Sucessão de Espanha, entre 1701 e 1714, o Luxemburgo voltou a ser dominado pela Á ustria. Em 1815, o Congresso de Viena tornou o país num grão- ducado e concedeu- o a Guilherme I, príncipe de Nassau e de Orange e rei da Holanda. Em 1830, quando os belgas se revoltaram contra Guilherme I, fo ram seguidos pelos luxemburgueses. Depois da revolta, a zona de expressão francesa f oi separada e tornou-se parte da Bélgica.
  6. 6. SUDÃO DO SUL
  7. 7. Sudão do Sul ou Sudão Meridional, oficialmente República do Sudão do Sul. Tem esse nome devido à localização geográfica, ao sul do Sudão. O que é hoje o Sudão do Sul era parte do Sudão Anglo-Egípcio e tornou-se parte da República do Sudão, quando ocorreu a independência deste em 1956. Após a Primeira Guerra Civil Sudanesa, o sul do Sudão tornou-se uma região autónoma em 1972. Esta autonomia durou até 1983. A Segunda Guerra Civil Sudanesa desenvolvida anos depois, resultou novamente na autonomia da região, através do Tratado de Naivasha, assinado em 9 de janeiro de 2005 no Quénia, com o Exército Popular de Libertação do Sudão (SPLA/M). Em 9 de julho de 2011, o Sudão do Sul tornou-se um estado independente. Em 14 de julho de 2011, o Sudão do Sul tornou-se um Estado membro das Nações Unidas (ONU). O país entrou para a União Africana em 28 de julho de 2011. Além da divisa com o Sudão ao norte, o Sudão do Sul faz fronteira a leste com a Etiópia, ao sul com o Quénia, Uganda e República Democrática do Congo e a oeste com a República Centro-Africana. O Sudão do Sul, também chamado de Novo Sudão, possui quase todos os seus órgãos administrativos em Juba, a capital, que é também a maior cidade, considerando a população estimada. Apesar de ser rico em petróleo, o Sudão do Sul é um dos países mais pobres do mundo, com altas taxas de mortalidade infantil, e um sistema de saúde considerado um dos piores do mundo. Em termos de educação somente 27% da população acima dos 1 anos sabe ler e escrever, chegando a 84% o índice de analfabetismo entre as mulheres e boa parte das crianças não frequentam unidades escolares. No Sudão do Sul encontram-se 75% das reservas de petróleo do antigo Sudão localizadas sobretudo na região de Abyei, que correspondem a 98% da receita do novo país. No norte também encontram-se os oleodutos responsáveis pelo transporte do petróleo até o Mar Vermelho.
  8. 8. Forma de Governo República Presidencialista
  9. 9. Capital: Juba População: 8,2 milhões de habitantes Cidades Principais: Juba (capital), Boma, Tonj, Wau, Torit Cidade Mais Populosa: Juba Clima: Tropical Superficie: 664.329 Km² Lingua Oficial: Língua inglesa Moeda: Libra sul-sudanesa Religião: Animistas (significa que o pais tem mais que uma religião), Cristãos e Muçulmanos Localização geográfica:
  10. 10. Taxa de Analfabetismo:73% Taxa de atividade feminina: 92% das mulheres não sabe ler nem escrever! Saude:80% não tem acesso a cuidados de saúde básicos Taxa de Mortalidade Infantil:71,83 ‰ mortes/nascimentos Alimentação: 3,7 milhões de pessoas já se encontram num nível emergencial de necessidade alimentar. Esperança Média de vida: A esperança média de vida no Sudão do Sul é de 45 anos
  11. 11. Rio Principal: Rio Nilo PIB per capita: US$ 1.890 Divisão administrativa: 10 estados PIB (Produto Interno Bruto): US$ 15 bilhões Principais produtos: Petróleo, pecuária e produtos agrícolas
  12. 12. CURIOSIDADES - É o pais com mais petroleo do mundo e ainda assim é o mais pobre - As cores da bandeira têm o significado: Preto — a raça negra do povo do Sudão do Sul, o orgulho da raça (25,5%) Branco — a paz pela qual tantos morreram (6%) Vermelho — o sangue derramado na luta pela independência (23%) Verde — a vegetação, o potencial agrícola do país (25,5%) Azul — o Rio Nilo, fonte de vida para o país, para o norte até o Egito (17%) Amarelo na estrela — a unidade dos estados sul-sudaneses (3%)
  13. 13. Sudão do Sul: falta de segurança prejudica entrega de ajuda humanitária, afirma ONU O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) afirmou que está preocupado com as atuais condições de insegurança no Sudão do Sul, que impedem que a agência e seus parceiros consigam entregar alimentos para deslocados e refugiados. O porta-voz do ACNUR, Adrian Edwards, disse a jornalistas em Genebra nesta terça-feira (12) que os refugiados nos acampamentos do condado de Maban receberam alimentos pela última vez em fevereiro e receberão somente parcialmente rações alimentares este mês. “Casos recentes de desnutrição severa entre crianças nos deixam especialmente preocupados com os riscos de uma interrupção prolongada”, disse. O ACNUR, o Programa Mundial de Alimentos (PMA) e outros parceiros, normalmente estocam alimentos e outros itens de ajuda humanitária durante o primeiro trimestre do ano em preparação para a temporada de chuvas – quando as estradas ficam alagadas e intransitáveis. No entanto, os recentes e vio- lentos confrontos na cidade do norte de Malakal e outros pontos estratégicos fluviais e terrestres fizeram o pré-posicionamento impossível neste ano. ”A não ser que os alimentos sejam entregues imediatamente, o estado de saúde e nutrição dos refugiados será comprometido de forma severa”, disse Edwards, acrescentando que “o problema não é somente a falta de alimentos, mas também a passagem segura de outros suprimentos de apoio humanitário”. Idosa segura o neto enquanto sua mãe prepara comida em Malakal, no Alto Nilo. 12 de março de 2014 · Notícias Foto: ACNUR/K.Gebreegziabher
  14. 14. Diogo Rodrigues e Alexandre - Sudão do Sul Susana e Narcisa - Luxemburgo

×