EDUCAÇÃO INFANTIL PRISCILA CASEIRO DE OLIVEIRA MARIA MONTESSORI
MARIA MONTESSORI <ul><li>Maria Montessori criou o método de educação, cuja sua eficácia esta no respeito ás fases de desen...
Principais trabalhos <ul><li>1907: Inaugura em San Lorenzo a primeira “ Casa dei Bambine”, que veio a ser modelo das futur...
Linha paradigmática de estudo <ul><li>Montessori realizou uma pedagogia humanista perene e universal. </li></ul><ul><li>A ...
Onde atuou e o que fez <ul><li>Atuou na educação de crianças com retardos mentais e logo depois começou a aplicar seu méto...
A CRIANÇA
MONTESSORI, Maria.  A Criança . São Paulo. Círculo do livro S.A. SD. <ul><li>Este livro é o resultado da aplicação do méto...
Fundamentação teórica (quais os autores citados) <ul><li>Sigman Freud e a teoria da psicanálise. </li></ul><ul><li>Jean It...
PRINCIPAIS QUESTÕES E ARGUMENTAÇÕES LEVANTADAS NA OBRA: O LIVRO ESTÁ DIVIDIDO EM TRÊS PARTES
I PARTE <ul><li>Explica em sua obra os períodos sensíveis que a criança vive, e que estão ligados diretamente aos fenômeno...
II PARTE  <ul><li>Fala sobre o método de educação da criança caracteriza – se justamente pela importância  central que nel...
III PARTE   <ul><li>A autora fala do conflito entre adulto e a criança,feitos para se amarem e conviverem amorosamente, en...
Conclusões Pessoais <ul><li>Com base nas idéias da autora é possível ver como as crianças se desenvolvem quando têm liberd...
Questões <ul><li>Levando em consideração as idéias da autora à cerca da educação infantil no livro “ A Criança”, foi possí...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apres SemináRio Modelo

3.627 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.627
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
57
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apres SemináRio Modelo

  1. 1. EDUCAÇÃO INFANTIL PRISCILA CASEIRO DE OLIVEIRA MARIA MONTESSORI
  2. 2. MARIA MONTESSORI <ul><li>Maria Montessori criou o método de educação, cuja sua eficácia esta no respeito ás fases de desenvolvimento cognitivo da criança. </li></ul><ul><li>1892: Torna – se a primeira mulher italiana a freqüentar a faculdade de medicina na universidade de Roma. </li></ul><ul><li>1898: Começa a trabalhar num hospital que atende crianças com deficiências mentais onde seu interesse pela educação começou a manifestar – se a partir deste contato começou a realizar um trabalho educativo especial para melhorar as condições destas crianças. Para este fim, começou a estudar outros sistemas educacionais empregados na Europa, especialmente o método aplicado pelo Dr. Eduard Séguin para ensinar retardados mentais. </li></ul><ul><li>1912: Na universidade de Roma e estudou tudo que pudesse ajudá-la a entender melhor como as crianças aprendem – cursos de psicologia, antropologia, higiene e pedagogia. </li></ul>
  3. 3. Principais trabalhos <ul><li>1907: Inaugura em San Lorenzo a primeira “ Casa dei Bambine”, que veio a ser modelo das futuras escola Montessorianas. </li></ul><ul><li>Escreveu vários livros voltados para as questões de ensino e educação, a exemplo alguns em especial. </li></ul><ul><li>Método da pedagogia cientifica aplicada à educação ( 1909). </li></ul><ul><li>Auto – educação nas escolas elementares ( 1912). </li></ul><ul><li>O Método Montessori avançado ( 1919). </li></ul><ul><li>A criança ( 1936). </li></ul><ul><li>Educação para um novo mundo (1946). </li></ul><ul><li>A mente absorvente ( 1949). </li></ul>
  4. 4. Linha paradigmática de estudo <ul><li>Montessori realizou uma pedagogia humanista perene e universal. </li></ul><ul><li>A criança é vista como um ser autônomo, para a qual é capacitada na escolha das atividades a ser desenvolvidas segundo o seu próprio interesse. É vista também, como um ser racional, capaz de muito cedo opinar e criticar sobre fatos ou assuntos que lhe são expostos, tendo o direito e a oportunidade de raciocinar sobre aquilo que lhe é proposto. Dessa forma, tudo passa a ser mais significativo.  O livre arbítrio também é considerado entre as crianças. Suas escolhas e recusas são respeitadas, sempre analisando o motivo de tal decisão. </li></ul>
  5. 5. Onde atuou e o que fez <ul><li>Atuou na educação de crianças com retardos mentais e logo depois começou a aplicar seu método junto as crianças normais. Para isso fundou a Casa dei Bambini, cujo o modelo foi logo copiado por outras escolas em todo a Europa,um método baseado na liberdade e na auto – educação. </li></ul><ul><li>Seus livros foram traduzidos para o chinês, o dinamarquês, o holandês, o francês, o alemão, o japonês, o polonês, o romeno, o russo,espanhol e o português. </li></ul><ul><li>Há escolas montessorianas por toda a Europa e as Américas. Elas estão bem estabelecidas na Índia, na China e na Rússia, e estão se expandindo rapidamente no Japão. </li></ul>
  6. 6. A CRIANÇA
  7. 7. MONTESSORI, Maria. A Criança . São Paulo. Círculo do livro S.A. SD. <ul><li>Este livro é o resultado da aplicação do método montessoriano, divulgado e estudado universalmente. Sistema decisivo no campo da pedagogia infantil. Pode – se dizer que os ensinamentos de Maria Montessori revolucionaram radicalmente todas as noções tradicionalmente aceitas sobre o mundo da infância, a cerca da sua psicologia e a respeito das praticas ligadas a ele. </li></ul><ul><li>Um trabalho baseado em dar as crianças total liberdade de criação, defendendo permanentemente o direito da criança de procurar e encontrar seu próprio ritmo de aprendizado e de desenvolvimento. </li></ul>
  8. 8. Fundamentação teórica (quais os autores citados) <ul><li>Sigman Freud e a teoria da psicanálise. </li></ul><ul><li>Jean Itard </li></ul><ul><li>Edouard Seguin </li></ul><ul><li>Faz citações bíblicas </li></ul>
  9. 9. PRINCIPAIS QUESTÕES E ARGUMENTAÇÕES LEVANTADAS NA OBRA: O LIVRO ESTÁ DIVIDIDO EM TRÊS PARTES
  10. 10. I PARTE <ul><li>Explica em sua obra os períodos sensíveis que a criança vive, e que estão ligados diretamente aos fenômenos do desenvolvimento psíquico e motor desde o nascimento, explicando. </li></ul><ul><li>Um período sensível refere-se a uma sensibilidade especial que uma criatura possui no seu estado infantil, enquanto ainda está em evolução. A criança aprende a se ajustar ao meio através dos períodos sensíveis. É esta sensibilidade que permite à criança entrar em contato com o mundo externo de maneira mais intensa. </li></ul><ul><li>Se a criança não tiver acesso à experiências que permitam seu desenvolvimento de acordo com seu período sensível, no tempo certo, sofrerá um distúrbio no seu desenvolvimento. Maria Montessori divide os períodos sensíveis em: </li></ul><ul><li>Período Sensível para Ordem </li></ul><ul><li>Período Sensível para Detalhes </li></ul><ul><li>Período Sensível para Utilização das Mãos </li></ul><ul><li>Período Sensível para Andar </li></ul><ul><li>Período Sensível para Linguagem </li></ul>
  11. 11. II PARTE <ul><li>Fala sobre o método de educação da criança caracteriza – se justamente pela importância central que nela se atribui ao ambiente. </li></ul><ul><li>“ Convém que ela cresça e eu diminua” ( São João Batista </li></ul><ul><li>Este movimento educacional priorizou a criança a transformando no centro das atividades, descaracterizando assim o professor sem cátedra, sem autoridade. </li></ul><ul><li>O outro conceito modificado foi o ambiente, modificado as proporções do corpo da criança: salas claras e iluminadas, com janelas baixas, cheias de flores, moveis pequenos e de todos os tipos, exatamente como a mobília de uma casa: mesinhas pequenas, poltronazinhas, cortinas graciosas, armários baixos, ao alcance das mãos das crianças, tudo facilitou muito a prática da vida das crianças. </li></ul><ul><li>O ensino individualizado, respeitando o ritmo de aprendizado da criança, a pouca interferência do professor para que a criança se sinta livre e a vontade para trabalhar, pensar e se movimentar no ambiente. </li></ul>
  12. 12. III PARTE <ul><li>A autora fala do conflito entre adulto e a criança,feitos para se amarem e conviverem amorosamente, encontram – se em continuo conflito por causa da incompreensão que corroí as raízes da vida se desenvolvem num maranhado de ações e reações. O adulto tem uma missão a cumprir, tão complicada e intensa que se lhe torna mais difícil interrompê-la, como exigiria a necessidade de acompanhar a criança e de adaptar –se ao seu ritmo e aos requisitos psíquicos de seu desenvolvimento. </li></ul><ul><li>Devemos por tanto, considerar a criança o destino de nossa vida futura. Quem deseja conseguir qualquer beneficio para a sociedade deve necessariamente apoiar- se na criança. </li></ul>
  13. 13. Conclusões Pessoais <ul><li>Com base nas idéias da autora é possível ver como as crianças se desenvolvem quando têm liberdade de movimento, a concentração intensa e profunda dos alunos que escolhem livremente suas atividades. Com auxilio do método montessoriano, as crianças aprendem habilidades importantes sozinhas, construindo seu conhecimento para a vida, desenvolvendo suas potencialidades como um todo. </li></ul>
  14. 14. Questões <ul><li>Levando em consideração as idéias da autora à cerca da educação infantil no livro “ A Criança”, foi possível extrais os principais questionamentos. </li></ul><ul><li>A importância do material sensorial e concreto na educação infantil. </li></ul><ul><li>O ambiente educacional influência na qualidade do ensino- aprendizado na educação infantil? </li></ul><ul><li>Como funciona uma escola montessoriana? </li></ul>

×