CASA                                  Um projeto                                  adequado torna o imóvel                 ...
27ARQUITETURASUSTENTÁVEL                                 41                                 MADEIRA                       ...
O aproveitamento de                                                                                              água por ...
Economiapara o planetae para a família   Investir em soluçõesmais sustentáveis podetrazer, além da sensação dedever cumpri...
de água pluvial. O tratamento de esgoto é por zona de raízesDe olho nas promessas  Alimentado pela crescente demanda por s...
também na capital, a casa           Fatores                                                      aquecimento de água solar...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revista CONSTRUIR & decorar | Ed. nº 03

4.506 visualizações

Publicada em

Matéria destaque da capa + págs. 27, 28, 29 e 30.
Projetos de autoria da Gobbi Arquitetos Associados.

Publicada em: Design
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.506
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.713
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
67
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista CONSTRUIR & decorar | Ed. nº 03

  1. 1. CASA Um projeto adequado torna o imóvel ambientalmente corretoSUSTENTÁVELMÓVEIS EM ALUGUEL SEM A ENERGIA MADEIRA INCOMODAÇÃO DO SOL Saiba os direitos e deveres As vantagens do sistemaem todos os ambientes de locadores e inquilinos de aquecimento solar. Novembro / 2012 - diariodosul.com.br 3
  2. 2. 27ARQUITETURASUSTENTÁVEL 41 MADEIRA NOS MÓVEIS 46 CACHORRO:É TENDÊNCIA PARA EMPRESTA ELEGÂNCIA SAIBA QUE MATERIALECONOMIA DA FAMÍLIA E E SOFISTICAÇÃO AOS ESCOLHER PARA OS ESTOFADOSDE RECURSOS NATURAIS. AMBIENTES. DA CASA QUE TEM PET.06 LAZER COMPLETO.09 COLUNA MERCADO NOVIDADES DO SETOR.11 ALUGUEL: DEVERES DE 34 LOCADORES E LOCATÁRIOS. ENTÃO, É NATAL! CRIE UMA DECORAÇÃO LINDA.14 LEILÃO É OPORTUNIDADE 36 MEU PROJETO: COZINHA DE INVESTIMENTO. AO GOSTO DO CLIENTE.17 FEIRA CASA PRONTA: INOVAÇÕES EM CRICIÚMA. Edição e textos: Litiane Klein e assessorias de imprensa.19 Diagramação: Adriano Fernandes da Silva ENERGIA SOLAR: SISTEMA Comercial: Evanir Ramos, Flávia Coelho, APRESENTA VANTAGENS. Giovani Dal-Bó e Jorge Albuquerque25 FAÇA VOCÊ COM A PÁTINA. RENOVAÇÃO MESMO comercial@diariodosul.com.br | 48. 3631-5024 revista@diariodosul.com.br | 48. 3631-5012 NOVEMBRO/2012 diariodosul.com.br 3
  3. 3. O aproveitamento de água por fontes naturais, aquecimento de água solar e tratamento de esgoto por zona de raízes são empregados na casa, localizada em Braço de Camboriú CASA O tema sustentabilidade é algo que tem sido cada vez mais discutido existem muitas dúvidas. E há quem diga que é dentro de casa que cada um pode contribuir para este objetivo que A arquitetura sustentável é baseada em projetos seja pensado deste a sua concepção, existem, garan- - te Paulo, maneiras de, no dia a dia, tornar a casasível os recursos naturais, reduzindo ao máximo o ou apartamento um local menos agressivo ao meioimpacto do espaço construído sobre o entorno. Como ambiente. “A substituição gradual das lâmpadas co-fazer isso, porém, ainda é um tema pouco discutido. muns por lâmpadas LED já representa uma econo- De acordo com o diretor da Gobbi Arquitetos As-sociados, de Florianópolis, Paulo Cezar Gobbi, um Outros exemplos são a ampliação das aberturas ex-projeto sustentável deve considerar os recursos ternas de maneira a aumentar a iluminação natural edisponíveis, os gastos energéticos com o transpor- proporcionar mais troca de ar, a coleta da água pluvialte destes materiais, a durabilidade e a resistência, em reservatórios apropriados, a destinação correta doe ainda os gastos energéticos e a quantidade de CO² esgoto, a retirada do excesso de pisos para aumentar apara a produção dos mesmos. drenagem do solo, e a utilização de coberturas com co- Na prática, isso se traduz em contemplar solu- res mais claras para não aumentar tanto a temperaturações mais ambientalmente corretas, como sistemas do ambiente.de aquecimento de água solar, iluminação em LED, “Cabe ressaltar que a sustentabilidade ambientalreaproveitamento da água da chuva, ventilação cru- não depende apenas dos sistemas empregados para talzada e orientação solar correta, de maneira a evitar função, mas também da consciência ambiental da po-o uso de aquecedores e aparelhos de ar-condiciona- pulação em atitudes no dia a dia, tais como a coleta dedo, por exemplo. lixo seletivo, deixar o automóvel em casa quando pos- Embora o projeto de uma construção sustentável sível, fechar bem as torneiras e outros”, pontua Paulo. NOVEMBRO/2012 diariodosul.com.br 27
  4. 4. Economiapara o planetae para a família Investir em soluçõesmais sustentáveis podetrazer, além da sensação dedever cumprido para como planeta, economia nomuitos sistemas, como acaptação de água pluvial eaquecimento solar de água,apresentam vantagens eco-nômicas para o morador.“Dependendo do uso, emmenos de um ano pode-serecuperar o valor do inves- Nesse contexto, o espe-cialista em construção sus-tentável Fabrício Lorenzet-ti, de Gravatal, avalia que,apesar de uma construçãosustentável ser cerca de15% mais cara que umaconvencional, os sistemasrequerem menos manu-tenção e dependência deenergia. “Dessa forma, elesprolongam o ciclo de vidade seus moradores. Nessaconta a economia se revelae garante a viabilidade doinvestimento”, analisa. Para Paulo, os sistemasde aproveitamento da águada chuva e sistemas deaquecimento de água estãoacessíveis economicamenteo tempo de retorno de in-vestimento e a redução dasdespesas passa a represen-tar uma economia para oproprietário”, pontua. NOVEMBRO/201228 diariodosul.com.br
  5. 5. de água pluvial. O tratamento de esgoto é por zona de raízesDe olho nas promessas Alimentado pela crescente demanda por soluções precisa utilizar-se de solvente e outros ingredientesmenos agressivas ao planeta, o mercado de produtos químicos que ainda são agressivos ao meio ambiente.da linha sustentável vem crescendo muito nos últimos “A madeira autoclavada, apesar de ser de uma produ-anos. Na área da construção civil, isso se reproduz. em seu processo produtos químicos bastante agressi-de um real esforço dos fabricantes para atender à vos e de difícil dissolução na natureza”, revela.demanda da população, é preciso ter cuidado paraque a preservação do meio ambiente prometida Nos últimos anos, segundo Paulo, tem havido seu uso, e são aplicáveis em todas as obras que optemuma corrida enorme por parte dos fornecedores por ser mais sustentáveis”, aponta.para dispor ao consumidor produtos ecológicos. Paulo cita medidas como o reaproveitamento dos“Apesar disso, hoje muitos desses produtos deno- plásticos, associados a outros materiais, que já estãominam-se sustentáveis mais como uma estratégia gerando decks de madeiras plásticas.de marketing do que por serem materiais que real- Alguns pisos reaproveitam resíduos de outras in-mente tenham gastos energéticos reduzidos na sua dústrias, e a serragem já está sendo agregada para aconfecção”, alerta. composição de madeiras para rodapés, vistas e lami- nados de madeira. NOVEMBRO/2012 diariodosul.com.br 29
  6. 6. também na capital, a casa Fatores aquecimento de água solar avaliados numa construção sustentável: manter o máximo possível a área drenante do terreno, o que contribui muito para a terra e enchentes; - nas conforme a análise da para evitar o uso de ilumina- condicionamento de ar; respeito à paisagem local; da obra de maneira a evitar desperdícios e perdas de material; dos materiais para a queira apreender a executar uma obra com o mínimo desperdício, buscando a maior racionalidade do can- teiro de obra e do reaprovei- tamento das sobras geradas; das águas e seu reaproveita- mento dentro do possível. Verde Vida Bioarquitetura | Gobbi Arquitetos Associados |30 NOVEMBRO/2012 diariodosul.com.br

×