 INCLUI DENTRE OUTROS:INCLUI DENTRE OUTROS:
ARANHASARANHAS
CARRAPATOSCARRAPATOS
OPILIÕESOPILIÕES
ESCORPIÕESESCORPIÕES...
CARACTERÍSTICASCARACTERÍSTICAS
 DIgESTÃO ExTERNADIgESTÃO ExTERNA
 TEM O CORPO fUNDIDO EM CEfALOTóRAx E AbDOME, COMTEM O ...
 RESPIRAçÃO fILOTRAQUEAL (CONjUNTO DE LâMINAS PARALELASRESPIRAçÃO fILOTRAQUEAL (CONjUNTO DE LâMINAS PARALELAS
COM UMA DAS...
 DESENVOLVIMENTO DIRETO
(ExCETO CARRAPATOS)
 DIVISÃO DO CORPO:
CEfALOTóRAx E AbDôMEN
 NúMERO DE PATAS: 8
(OCTóPODES)
 ...
ARACNÍDEOS
•POSSUEM QUELÍCERAS
E PEDIPALPOS
óRgÃO
SENSORIAL
OU DE
CóPULA NO
MACHO
ORDEM ARANAEORDEM ARANAE
 A ORDEM ARANEAE ESTá DIVIDIDA EM TRêS
SUbORDENS:
A MygALOMORPHAE (ARANHAS
PRIMITIVAS)
A ARANE...
CURIOSIDADES DAS TEIAS DASCURIOSIDADES DAS TEIAS DAS
ARANHASARANHAS
 AS TEIAS DE UMA ARANHA SÃO 5 VEzES
MAIS fORTES DO QU...
CARACTERÍSTICAS ARANAECARACTERÍSTICAS ARANAE
 AS ARANHAS DISTINgUEM-SE DOS INSETOS
PELAS SEgUINTES CARACTERÍSTICAS:
TêM ...
MORFOLOGIAMORFOLOGIA
ARANHAS NO BRASILARANHAS NO BRASIL
 NO BRASIL teMOS quAtRO ARANHAS que
cONSIdeRAMOS cOMO peRIGOSAS, que SãO:
A VIúVA NeG...
ARANHA ARMAdeIRA (pHONeutRIA)ARANHA ARMAdeIRA (pHONeutRIA)
 tAMANHO ApROxIMAdO de 6 cM
 cORpO e peRNAS cAStANHOS
 pOSSu...
ARANHA ARMAdeIRA (pHONeutRIA)ARANHA ARMAdeIRA (pHONeutRIA)
 pOSSueM HáBItOS cRepuScuLAReS e
NOtuRNOS
 ALIMeNtAM-Se de IN...
ARANHA ARMAdeIRA
Phoneutria nigriventer
(aranha armadeira)
ARANHA MARROM (LOxOSceLeS Sp)ARANHA MARROM (LOxOSceLeS Sp)
 cARActeRíStIcAS dIStINtIVAS: OLHOS eM
NúMeRO de 6 (tRêS pAReS...
ARANHA MARROM (LOxOSceLeS Sp)ARANHA MARROM (LOxOSceLeS Sp)
 é cONSIdeRAdA uMA ARANHA dOMéStIcA, Ou SejA
VIVeM eNtRe OS Se...
ARANHA MARROM
pIcAdAS dA ARANHA MARROM
tarântula (lycosa erythrognatha outarântula (lycosa erythrognatha ou
scaptocosa raptoria)scaptocosa raptoria)
 comuns no ...
tarântulatarântula
 corpo com coloração marrom, 5 cm de
envergadura das pernas, quelíceras com pêlos
vermelhos.
 o cefal...
tarântula
tarântula
tarântula
caranguejeirascaranguejeiras
 aranhas mais temidas pelo ser humano, devido ao
seu grande porte, seu corpo recoberto de pê...
caranguejeirascaranguejeiras
 algumas caranguejeiras podem viver por 25
anos, o macho de caranguejeira tece uma
outra tei...
caranguejeiras
Tehraphosidae Harpactira baviana
(caranguejeiras)
viÚva negraviÚva negra
 espécie brasileira: latrodectus geometricus
(rio grande do sul, são paulo, guanabara, rio
de jane...
viÚva negraviÚva negra
 logo após a picada, aproximadamente depois de 35
minutos, inicia-se uma dor local, do tipo mialgi...
viÚva negra
viÚva negra
Sphodros rufines Lactrodectus hasselti
Aranha de jardim da espécie
Araneus diadematus enrolando
um inseto em sua teia.
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Filo artrópodes 06 aracnideos - características e aranhas

1.225 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.225
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Filo artrópodes 06 aracnideos - características e aranhas

  1. 1.  INCLUI DENTRE OUTROS:INCLUI DENTRE OUTROS: ARANHASARANHAS CARRAPATOSCARRAPATOS OPILIÕESOPILIÕES ESCORPIÕESESCORPIÕES  COMPREENDE MAIS DE 60.000 ESPÉCIESCOMPREENDE MAIS DE 60.000 ESPÉCIES  QUASE TODAS AS ESPÉCIES SÃO ANIMAISQUASE TODAS AS ESPÉCIES SÃO ANIMAIS TERRESTRESTERRESTRES ARACNÍDEOSARACNÍDEOS
  2. 2. CARACTERÍSTICASCARACTERÍSTICAS  DIgESTÃO ExTERNADIgESTÃO ExTERNA  TEM O CORPO fUNDIDO EM CEfALOTóRAx E AbDOME, COMTEM O CORPO fUNDIDO EM CEfALOTóRAx E AbDOME, COM QUATRO PARES DE PATAS E SEM ANTENASQUATRO PARES DE PATAS E SEM ANTENAS  VENENO: PROTEOLÍTICOVENENO: PROTEOLÍTICO  MAIORIA TERRESTRE (HAbITAT)MAIORIA TERRESTRE (HAbITAT)  RESPIRAçÃO fILOTRAQUEAL (CONjUNTO DE LâMINASRESPIRAçÃO fILOTRAQUEAL (CONjUNTO DE LâMINAS PARALELAS COM UMA DAS fACES VOLTADAS PARA OPARALELAS COM UMA DAS fACES VOLTADAS PARA O ExTERIOR E A OUTRA bANHADA PELA HEMOLINfA.ExTERIOR E A OUTRA bANHADA PELA HEMOLINfA.  POSSUEM QUELÍCERAS E PEDIPALPOS (óRgÃO SENSORIAL OUPOSSUEM QUELÍCERAS E PEDIPALPOS (óRgÃO SENSORIAL OU DE CóPULA NO MACHO)DE CóPULA NO MACHO)  CIRCULAçÃO AbERTACIRCULAçÃO AbERTA  ExCREçÃO POR gLâNDULAS COxAISExCREçÃO POR gLâNDULAS COxAIS  CORPO SEgMENTADO EM CEfALOTóRAx E AbDOME.CORPO SEgMENTADO EM CEfALOTóRAx E AbDOME.
  3. 3.  RESPIRAçÃO fILOTRAQUEAL (CONjUNTO DE LâMINAS PARALELASRESPIRAçÃO fILOTRAQUEAL (CONjUNTO DE LâMINAS PARALELAS COM UMA DAS fACES VOLTADAS PARA O ExTERIOR E A OUTRACOM UMA DAS fACES VOLTADAS PARA O ExTERIOR E A OUTRA bANHADA PELA HEMOLINfA.bANHADA PELA HEMOLINfA.
  4. 4.  DESENVOLVIMENTO DIRETO (ExCETO CARRAPATOS)  DIVISÃO DO CORPO: CEfALOTóRAx E AbDôMEN  NúMERO DE PATAS: 8 (OCTóPODES)  ANTENAS: AUSENTES (ACEROS)  Ex: ARANHAS E CARRAPATOS CARRAPATO ESTRELA
  5. 5. ARACNÍDEOS •POSSUEM QUELÍCERAS E PEDIPALPOS óRgÃO SENSORIAL OU DE CóPULA NO MACHO
  6. 6. ORDEM ARANAEORDEM ARANAE  A ORDEM ARANEAE ESTá DIVIDIDA EM TRêS SUbORDENS: A MygALOMORPHAE (ARANHAS PRIMITIVAS) A ARANEOMORPHAE (ARANHAS MODERNAS) A MESOTHELAE, A QUAL CONTÉM APENAS A fAMÍLIA LIPHISTIIDAE, CONSTITUÍDA DE ARANHAS ASIáTICAS RARAMENTE AVISTADAS.  ExISTEM CERCA DE 40.000 ESPÉCIES DE ARANHAS, O QUE A TORNA A SEgUNDA MAIOR ORDEM DOS ARACNÍDEOS (ATRáS SOMENTE DA ORDEM ACARI).
  7. 7. CURIOSIDADES DAS TEIAS DASCURIOSIDADES DAS TEIAS DAS ARANHASARANHAS  AS TEIAS DE UMA ARANHA SÃO 5 VEzES MAIS fORTES DO QUE O AçO NO MESMO DIâMETRO.  ALÉM DISSO A TEIA PODE AINDA SE ESTICAR 4 VEzES MAIS QUE SEU COMPRIMENTO INICIAL.  AS TEIAS RESISTEM A ágUA E A TEMPERATURAS ATÉ -45ºC SEM SE ROMPEREM.
  8. 8. CARACTERÍSTICAS ARANAECARACTERÍSTICAS ARANAE  AS ARANHAS DISTINgUEM-SE DOS INSETOS PELAS SEgUINTES CARACTERÍSTICAS: TêM QUATRO PARES DE PERNAS; NÃO POSSUEM ASAS OU ANTENAS; SEU CORPO DIVIDE-SE EM DUAS PARTES (CEfALOTORAx E AbDOMEM); PRODUzEM UMA SEDA OU TEIA..
  9. 9. MORFOLOGIAMORFOLOGIA
  10. 10. ARANHAS NO BRASILARANHAS NO BRASIL  NO BRASIL teMOS quAtRO ARANHAS que cONSIdeRAMOS cOMO peRIGOSAS, que SãO: A VIúVA NeGRA (LAtROdectuS Sp) FAMíLIA tHeRIdIIdAe, ARANHA ARMAdeIRA (pHONeutRIA Sp) FAMíLIA cteNIdAe ARANHA MARROM (LOxOSceLeS Sp) FAMíLIA ScytOdIIdAe tARâNtuLA (LycOSA eRytHROGNAtHA Ou ScAptOcOSA RAptORIA) FAMíLIA LycOSIdAe.
  11. 11. ARANHA ARMAdeIRA (pHONeutRIA)ARANHA ARMAdeIRA (pHONeutRIA)  tAMANHO ApROxIMAdO de 6 cM  cORpO e peRNAS cAStANHOS  pOSSueM FILeIRAS de MANcHAS cLARAS NO dORSO dO ABdôMeN  SãO AGReSSIVAS, pOdeNdO puLAR pARA pIcAR.  OS AcIdeNteS OcORReM quANdO cOLOcAMOS A MãO eM AMBIeNteS eScuROS, Ou deNtRO de cAIxAS, cALçAMOS OS SApAtOS, etc., A ARANHA pIcA AO SeNtIR O MOVIMeNtO A SuA FReNte, O que pARA eLA é uMA AMeAçA.
  12. 12. ARANHA ARMAdeIRA (pHONeutRIA)ARANHA ARMAdeIRA (pHONeutRIA)  pOSSueM HáBItOS cRepuScuLAReS e NOtuRNOS  ALIMeNtAM-Se de INSetOS eM GeRAL  cOMO SãO eRRANteS, NãO cONStROeM teIAS  cAMINHAM eM VáRIOS LOcAIS A FIM de BuScAR ALIMeNtO, OcORReNdO A eNtRAdA NAS ReSIdêNcIAS pARA Se ABRIGAR tAMBéM.  A pIcAdA pROVOcA dOR INteNSA que peRSISte duRANteS ALGuMAS HORAS e IRRAdIA-Se pOR tOdA A ReGIãO, OcASIONANdO quedA de pReSSãO, pROStRAçãO, tONtuRA, VôMItOS, dISpNéIA, SudOReSe, AuMeNtO dAS SecReçõeS GLANduLAReS e eSpASMOS.
  13. 13. ARANHA ARMAdeIRA
  14. 14. Phoneutria nigriventer (aranha armadeira)
  15. 15. ARANHA MARROM (LOxOSceLeS Sp)ARANHA MARROM (LOxOSceLeS Sp)  cARActeRíStIcAS dIStINtIVAS: OLHOS eM NúMeRO de 6 (tRêS pAReS)  SãO ARANHAS pequeNAS, de ApROxIMAdAMeNte 1,5 cM de tAMANHO  NO Seu ABdôMeN pOdeMOS VeR A pReSeNçA de pêLOS  pOSSueM AS peRNAS FINAS.  NãO SãO AGReSSIVAS, pIcANdO SOMeNte quANdO SãO cOMpRIMIdAS AO cORpO, cOMO pOR exeMpLO VeStIMOS uMA cALçA, uM SApAtO, uM BONé, etc.
  16. 16. ARANHA MARROM (LOxOSceLeS Sp)ARANHA MARROM (LOxOSceLeS Sp)  é cONSIdeRAdA uMA ARANHA dOMéStIcA, Ou SejA VIVeM eNtRe OS SeReS HuMANOS, NãO SãO excLuSIVAMeNte SILVeStReS. pOR ISSO OS AcIdeNteS SãO de ceRtA FORMA MAIS FáceIS de OcORReR.  Seu VeNeNO NãO pROVOcA MuItO eFeItO quANdO ApLIcAdOS eM cAMuNdONGOS, RAtOS, cOeLHOS, Ou OutROS ANIMAIS de LABORAtóRIO.  MAS pARA O SeR HuMANO, Seu eFeItO é MuItO INteNSO pOdeNdO LeVAR A MORte uMA cRIANçA Ou uM AduLtO deBILItAdO.  SuA tOxINA teM AçãO NecROSANte, pROVOcANdO AçõeS LeSIVAS cOMO pROteOLítIcA, HeMOLítIcA e cOAGuLANte.
  17. 17. ARANHA MARROM
  18. 18. pIcAdAS dA ARANHA MARROM
  19. 19. tarântula (lycosa erythrognatha outarântula (lycosa erythrognatha ou scaptocosa raptoria)scaptocosa raptoria)  comuns no nosso dia a dia, quem tem um jardim com gramado ou perto de piscinas, já deve ter visto uma aranha que corre rápido quando descoberta.  não é agressiva, mas pica se molestada ou quando colocamos a mão ou os pés acidentalmente.  é encontrada praticamente pelo mundo todo, até em regiões frias cobertas de gelo.  adaptam-se facilmente a vários ambientes.
  20. 20. tarântulatarântula  corpo com coloração marrom, 5 cm de envergadura das pernas, quelíceras com pêlos vermelhos.  o cefalotórax possuem faixas claras e no dorso do abdômen existe um desenho preto em forma de seta que é a característica principal.  o macho geralmente é menos robusto que a fêmea, tem a coloração do corpo acinzentada e o abdômen sempre menos volumoso.  a sua picada produz uma ardência no local, sem maiores conseqüências, a dor pode ser acalmada através de analgésicos orais.
  21. 21. tarântula
  22. 22. tarântula
  23. 23. tarântula
  24. 24. caranguejeirascaranguejeiras  aranhas mais temidas pelo ser humano, devido ao seu grande porte, seu corpo recoberto de pêlos, sua aparência agressiva, mas seu veneno não chega a ter grandes efeitos em um humano.  defesa: pêlos existentes no dorso do abdômen, os quais ela libera esfregando suas pernas traseira, que vão provocar irritações na pele e mucosas do seu possível predador.  não são agressivas, só picam se forem molestadas ou manuseadas de forma errada.  ação do veneno: alergia: mucosas, olhos, nariz e pele.
  25. 25. caranguejeirascaranguejeiras  algumas caranguejeiras podem viver por 25 anos, o macho de caranguejeira tece uma outra teia que chamamos de teia espermática, onde ele vai depositar seu sêmen e coletar com os bulbos copuladores para o acasalamento  existem as caranguejeiras de alçapão, que cavam um buraco, revestem-o de teia e constroem uma tampa para seu abrigo, ficam dentro do abrigo até que uma presa passe por perto.  existe teia nos arredores do alçapão e ela percebe as vibrações da vítima.  no brasil existem cerca de 300 espécies diferentes, com formas e tamanhos variados.
  26. 26. caranguejeiras
  27. 27. Tehraphosidae Harpactira baviana (caranguejeiras)
  28. 28. viÚva negraviÚva negra  espécie brasileira: latrodectus geometricus (rio grande do sul, são paulo, guanabara, rio de janeiro)  pequenas, de aproximadamente 2 cm, os machos são bem menores que a fêmea.  possuem o abdômen globoso, apresentam no ventre uma mancha vermelha em forma de ampulheta que caracteriza essa espécie.  não são agressivas, picam somente quando comprimidas ao corpo, como por exemplo quando calçamos um sapato, ou colocamos um boné.  ocorrem em vegetação arbustiva, e podem aparecer perto de residências também.
  29. 29. viÚva negraviÚva negra  logo após a picada, aproximadamente depois de 35 minutos, inicia-se uma dor local, do tipo mialgia, de intensidade e extensão variáveis, sudorese, agitação psicomotora, podem ocorrer também a taquicardia, hipertensão arterial e arritimias cardíacas, dores abdominais, cãibras.  o veneno da viÚva negra tem ação neurotóxica.  vítimas como crianças, pessoas com cardiopatias, gestantes e idosos, são considerados como do grupo de risco, devendo ser o tratamento, mais intensificado devido a probabilidade de posteriores complicações.  entre 1980 e 1990, foram registrados 64 casos na bahia e acidentes isolados no rio de janeiro, niterói, e agudos. alguns casos fatais foram descritos no chile, eua, áfrica, austrália, europa, etc.
  30. 30. viÚva negra
  31. 31. viÚva negra
  32. 32. Sphodros rufines Lactrodectus hasselti
  33. 33. Aranha de jardim da espécie Araneus diadematus enrolando um inseto em sua teia.

×