Reunião do Executivo da Câmara Municipal de Coimbra | 16.02.2015

255 visualizações

Publicada em

Informação sobre alguns dos assuntos que serão analisados e votados na reunião do Executivo da Câmara Municipal de

Coimbra, a realizar segunda-feira, dia 16 de Fevereiro. Entre eles:

- O projeto e abertura de concurso para a instalação de uma concha acústica no futuro Centro de Convenções e Espaço

Cultural do Convento de S. Francisco.
- Proposta de adesão da CMC à CoimbraMaisFuturo – Associação de Desenvolvimento Local de Coimbra.
- Projeto de uma novo arruamento entre os parques de estacionamento da Avenida Fernão Magalhães e a Rua Padre

Estevão Cabral.
- Beneficiação do espaço onde até ao final do ano passado funcionou a praça de táxis da Estação Velha.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
255
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reunião do Executivo da Câmara Municipal de Coimbra | 16.02.2015

  1. 1. Centro de Convenções e Espaço Cultural do Convento de S. Francisco terá Concha acústica de palco O Executivo da Câmara Municipal de Coimbra irá apreciar e votar, na sua reunião da próxima segunda-feira, o projeto e lançamento de concurso público para a instalação de uma concha acústica de palco no futuro Centro de Convenções e Espaço Cultural do Convento de S. Francisco. O concurso terá um preço base de 726.872 euros, acrescido de IVA, e um prazo base de execução de 60 dias. A instalação deste dispositivo prende-se com a polivalência que se pretende instalar no Convento – que inclui a realização de eventos tão variados quanto congressos, teatro, dança, ópera, cinema ou música sinfónica. O mesmo é também necessário para atingir o nível de alta qualidade e excelência que se espera do futuro Centro de Convenções e Espaço Cultural do Convento de S. Francisco. A referida concha acústica de palco será complementada com teto falso acústico e revestimentos acústicos nas paredes do balcão da plateia, que serão utilizados em conjunto e de forma coordenada para criar condições acústicas otimizadas em função de cada utilização. Será um sistema compacto, em que os seus movimentos e arrumação
  2. 2. sejam o menos perturbadores possível dos sistemas vizinhos, comprometendo ao mínimo o uso independente e puramente cénico do palco. Para isso apresentar-se-á dividida em painéis verticais e de teto. Em ambos os casos serão formados por uma estrutura metálica onde se amarram os painéis acústicos formados por painéis “quadráticos” em contraplacado de bétula e espuma de poliuretano conforme especificação de projeto. Existirão dois painéis verticais de fundo que possibilitarão a afinação do volume da concha em dois níveis. Estes painéis serão suspensos por motores pontuais amarrados à estrutura da Falsa Teia, sendo os painéis fixos em posição por escoras amovíveis. Quando arrumados, estes painéis ocuparão apenas um vazio entre carreiras previstas no projeto cénico global. Existirão quatro painéis verticais laterais, dois deles com porta inserta para acesso ao volume interior da concha, quer dos agentes performativos, quer de objetos de dimensão considerável no seu contexto como seja um piano. Tal como os anteriores, serão suspensos por motores pontuais amarrados à estrutura da Falsa Teia, sendo fixos em posição por escoras amovíveis. Existirão dois tetos, igualmente suspensos por motores pontuais amarrados à estrutura da Falsa Teia, posicionados e afinados na sua inclinação por motores auxiliares. Este conjunto de painéis permite configurar uma concha para dois tamanhos e volumetrias de implantação, servindo para acolher tanto uma grande orquestra como um pequeno grupo de música de câmara. Existirão ainda, em complemento à concha acústica de palco, 5 painéis de sala com estruturas e acabamentos idênticos ao restante teto. Por cima da zona de proscénio existirá um painel suspenso por dois conjuntos de eixos motorizados que farão a sua movimentação e afinação, possibilitando as várias configurações previstas. Ao longo do teto de sala existirão 4 painéis rebatíveis, presos em charneira à estrutura do teto e movimentados por conjuntos de eixos motorizados que afinarão a abertura dos mesmos entre a posição fechada (0.º) e a sua posição mais aberta (80.º). Complementarmente existirão cortinas acústicas com abertura regulável nas pontes que possibilitarão uma maior afinação da resposta acústica.
  3. 3. Assinale-se ainda que o teto falso da sala é constituído por uma estrutura metálica suspensa, revestida em painéis de contraplacado, com acabamento ranhurado, de forma a otimizar as condições acústicas da sala. Adesão à CoimbraMaisFuturo – Associação de Desenvolvimento Local de Coimbra A adesão da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) à recentemente criada CoimbraMaisFuturo – Associação de Desenvolvimento Local de Coimbra é outro dos assuntos a apreciar e votar pelo Executivo, na reunião da próxima segunda-feira. Caso essa adesão se concretize, tal representa um custo associado de 1900 euros/mês (22.800 euros/ano). Foi a própria CMC a incentivar e a mobilizar agentes para a criação desta associação de promoção do desenvolvimento local em meio rural e urbano. Na região centro, existiam cerca de 18 associações do género, mas o concelho de Coimbra era dos poucos do país que ainda não possuía uma, nem estava integrado em nenhuma destas estruturas, não sendo, consequentemente, beneficiário do regime de apoios que lhes estão destinados. Para o período 2014-2020, estas associações irão ser responsáveis pela implementação de Estratégias de Desenvolvimento Local de Base Comunitária, estando previsto, no acordo de parceria Portugal 20 20, um envelope financeiro de perto de 440 milhões de euros para estas estruturas. Na reunião fundadora do que viria a ser a CoimbraMaisFuturo – Associação de Desenvolvimento Local de Coimbra, realizada no passado dia 10 de setembro de 2014, na Sala de Sessões da CMC, e presidida pelo presidente da CMC, Manuel Machado, participaram 12 entidades fundadoras, estando a associação aberta a mais adesões.
  4. 4. Projeto de ligação entre os estacionamentos da Fernão Magalhães e a Rua Padre Estevão Cabral O projeto de abertura de uma ligação entre os parques de estacionamento da Avenida Fernão Magalhães e a Rua Padre Estevão Cabral é outro dos assuntos a analisar e a votar pelo executivo camarário. A nova ligação rodoviária será paralela ao caminho-de-ferro e passará nas “traseiras” da Transdev e do estacionamento do restaurante McDonalds. Trata-se de um arruamento com uma extensão de 200 metros, uma faixa de rodagem com 6 metros de largura, faixa de estacionamento com 2 metros e passeios de largura variável. Na zona do túnel sob a linha de ferro será construído um novo túnel em elementos pré-
  5. 5. fabricados de betão armado tipo “Box-Culvert”. As áreas de terreno necessárias à implantação da nova via encontram-se já em fase de negociação com os seus proprietários. Beneficiação da antiga zona de táxis da Estação Velha Concluída que foi a transferência da praça de táxis para o remodelado parque de estacionamento da Estação Velha, na Rua do Padrão, melhorando as condições de utentes e taxistas, urgia beneficiar a zona onde se situava a praça de táxis. Neste caso, trata-se já do projeto de execução, que aponta para um custo total de 91.900 euros, que o Executivo irá apreciar e votar. A intervenção comporta uma rampa, com corrimãos, destinada a pessoas com mobilidade condicionada para que estas possam vencer o desnível entre a Rua Almeida e Sousa e a plataforma de acesso à estação. Atualmente, existe apenas uma escada, de dimensão reduzida e degraus altos. Esta será também reconstruída, recebendo degraus mais confortáveis e corrimãos. As guardas que existem na zona serão substituídas por outras mais altas e a ponte pedonal metálica será coberta. As zonas de maior circulação serão revestidas a
  6. 6. betuminoso colorido drenante. Já o betuminoso existente será removido e aplicado um pavimento mais permeável em cubo de granito.

×