Palavras ao vento

2.433 visualizações

Publicada em

Meditação sobre como ter cuidado com as palavras que proferimos, principalmente quando se trata de inverdades e fofocas, pois elas causam um mal irreparável mesmo que você se arrependa e seja perdoado(a), uma analogia entre palavras e sementes como Jesus nos mostra na Parábola do Semeador.

Publicada em: Espiritual
2 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.433
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.317
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
2
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palavras ao vento

  1. 1. Certa vez, uma jovem foi ter com São Filipe Neri, para confessar seus pecados. Ele já a conhecia muito bem e as suas maiores falhas:
  2. 2. Não que ela fosse uma má pessoa, mas costumava falar mal dos vizinhos, fazendo fofocas sobre eles. Essas fofocas passavam de boca em boca e acabavam fazendo muito mal... sem nenhum proveito para ninguém.
  3. 3. São Felipe então disse: Você tem agido muito mal fazendo fofoca das outras pessoas. Com seu arrependimento Deus lhe perdoará, mas devo lhe dar uma penitência um pouco diferente desta vez:
  4. 4. (*) As Palavras tais como Penas jogadas ao vento. São irrecuperáveis, irrecolhíveis. Desaparecem ao controle do homem. As Palavras ecoam, são audíveis. Elas enlaçam, envolvem e consolam. Ora agridem, machucam, ferindo corações. Alçam vôo e podem construir ou destruir.
  5. 5. Palavras & Penas são análogas e cruzam-se ao perderem-se no espaço. Palavras depois de proferidas não retornam.
  6. 6. Tocam os ouvidos daqueles que as querem ouvir. “Quem tem ouvidos, que as ouçam...” Os distraídos ou indiferentes perdem-nas ao comum, deixando de absorvê-las para o bem.
  7. 7. quarta-feira,6dejulhode20165:12:09 Link’s para outras Mensagens Não vos enganeis: de Deus não se zomba. O que o homem semeia, isso mesmo colherá. Quem semeia na carne, da carne colherá a corrupção; quem semeia no Espírito, do colherá a vida eterna. (Gal. 6,7-8)

×