Invocacao aos Dons do Espírito Santo

43.626 visualizações

Publicada em

Uma descrição dos principais Dons do Espírito Santo E uma oração de invocação para cada um deles com cânticos e meditação.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
43.626
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
39.862
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Invocacao aos Dons do Espírito Santo

  1. 1. INVOCAÇÃO DOS DONSINVOCAÇÃO DOS DONS DO ESPÍRITO SANTODO ESPÍRITO SANTO
  2. 2. Canto: A NÓS DESCEI, DIVINA LUZCanto: A NÓS DESCEI, DIVINA LUZ /: A nós descei, Divina Luz!:/ Em nossas almas/: A nós descei, Divina Luz!:/ Em nossas almas acendei /: o amor, o amor de Jesus! :/acendei /: o amor, o amor de Jesus! :/ S –S – Vinde Espírito Santo e do céu mandai luminoso raio!Vinde Espírito Santo e do céu mandai luminoso raio! T – Vinde Pai dos pobres, doador dos dons, Luz dosT – Vinde Pai dos pobres, doador dos dons, Luz dos corações!corações! S – Grande defensor, em nós habitai e nos confortai!S – Grande defensor, em nós habitai e nos confortai! T – Na fadiga pouso, no ardor brandura e na dor ternura!T – Na fadiga pouso, no ardor brandura e na dor ternura! S – Ó Luz venturosa, que vossos clarões encham osS – Ó Luz venturosa, que vossos clarões encham os corações!corações! T – Sem um tal poder, em qualquer vivente, nada de inocente!T – Sem um tal poder, em qualquer vivente, nada de inocente! S –Lavai o impuro, e regai o seco, sarai o enfermo!S –Lavai o impuro, e regai o seco, sarai o enfermo! T – Dobrai a dureza, aquecei o frio, livrai do desvio!T – Dobrai a dureza, aquecei o frio, livrai do desvio! S – Aos fiéis que oram com vibrantes sons, dai os sete dons!S – Aos fiéis que oram com vibrantes sons, dai os sete dons! T – Dai virtude e prêmio e no fim dos dias, eterna alegria!T – Dai virtude e prêmio e no fim dos dias, eterna alegria! S – Aleluia! Aleluia! Aleluia!S – Aleluia! Aleluia! Aleluia! T – Aleluia! Aleluia! Aleluia!T – Aleluia! Aleluia! Aleluia!
  3. 3. Comentarista: A presença do Espírito Santo nas pessoas e na comunidade se torna perceptível principalmente através de seus dons e carismas, concedidos a todos e a cada um para viver a unidade e a comunhão de vida (Ef 4,1-7). Essa variedade de dons é resumida pela Igreja na doutrina dos sete dons Ordinários do Espírito Santo: sabedoria, entendimento, ciência, conselho, piedade, fortaleza e temor de Deus. Reflitamos brevemente sobre cada um deles.
  4. 4. sabedoriasabedoria Leitor: O dom da sabedoria fortalece nossaO dom da sabedoria fortalece nossa caridade e preparando-nos, desde já,caridade e preparando-nos, desde já, para a visão plena de Deus,para a visão plena de Deus, conferindo-lhe um conhecimentoconferindo-lhe um conhecimento eminente. O sábio, segundo Deus,eminente. O sábio, segundo Deus, não é aquele que sabe coisas sobrenão é aquele que sabe coisas sobre Deus, mas que vive Deus. Não é o queDeus, mas que vive Deus. Não é o que simplesmente fala de Deus, massimplesmente fala de Deus, mas quem o contempla. A sabedoria traz oquem o contempla. A sabedoria traz o gosto de Deus e de sua Palavra,gosto de Deus e de sua Palavra, permitindo-nos avaliar corretamentepermitindo-nos avaliar corretamente as realidades terrenas.as realidades terrenas.
  5. 5. Canto: Senhor vem dar-nos Sabedoria,Canto: Senhor vem dar-nos Sabedoria, que faz ter tudo como Deus quis. Eque faz ter tudo como Deus quis. E assim faremos da Eucaristia o grandeassim faremos da Eucaristia o grande meio de ser Feliz.meio de ser Feliz. Dá-nos, Senhor, esses dons, essa luz, eDá-nos, Senhor, esses dons, essa luz, e nós veremos que pão é Jesus.nós veremos que pão é Jesus.
  6. 6. entendimentoentendimento Leitor:Leitor: O dom do entendimento torna a nossa féO dom do entendimento torna a nossa fé luz segura e sólida para o nossoluz segura e sólida para o nosso caminho. Mediante este dom, o Espíritocaminho. Mediante este dom, o Espírito Santo nos permite perscrutar asSanto nos permite perscrutar as profundezas de Deus, comunicando aoprofundezas de Deus, comunicando ao nosso coração uma particularnosso coração uma particular participação no conhecimento divino,participação no conhecimento divino, nos segredos do mundo e nanos segredos do mundo e na intimidade do próprio Deusintimidade do próprio Deus..
  7. 7. Canto:Canto: Dá-nos, Senhor o Entendimento, queDá-nos, Senhor o Entendimento, que tudo ajuda a compreender. Paratudo ajuda a compreender. Para nós vermos como é alimento o pãonós vermos como é alimento o pão e o vinho que Deus quer ser.e o vinho que Deus quer ser. Dá-nos, Senhor, esses dons...Dá-nos, Senhor, esses dons...
  8. 8. ciênciaciência Leitor:Leitor: O dom da ciência nos permite um juízoO dom da ciência nos permite um juízo reto sobre as criaturas, nãoreto sobre as criaturas, não colocando nelas a felicidade perfeita,colocando nelas a felicidade perfeita, nem o fim absoluto de tudo o quenem o fim absoluto de tudo o que somos e temos. Faz com que o sersomos e temos. Faz com que o ser humano entenda que a aparênciahumano entenda que a aparência deste mundo é passageiradeste mundo é passageira (1Cor 7,31).(1Cor 7,31). O dom da ciência orienta-nos paraO dom da ciência orienta-nos para Deus, desapegando-nos dasDeus, desapegando-nos das criaturas.criaturas.
  9. 9. Canto:Canto: Senhor vem dar-nos divina Ciência,Senhor vem dar-nos divina Ciência, que como eterno faz ver sem véus:que como eterno faz ver sem véus: "Tu vês por fora, Deus vê a"Tu vês por fora, Deus vê a essência, pensas que é pão, mas éessência, pensas que é pão, mas é nosso Deus".nosso Deus". Dá-nos, Senhor, esses dons,....Dá-nos, Senhor, esses dons,....
  10. 10. conselhoconselho Leitor:Leitor: O dom do conselho nos é dado paraO dom do conselho nos é dado para sanar a nossa natural precipitação aosanar a nossa natural precipitação ao dar uma resposta a um problemadar uma resposta a um problema concreto que nos angustia, a umaconcreto que nos angustia, a uma escolha que devemos fazer. Quemescolha que devemos fazer. Quem acolhe este “conselho” sente-se emacolhe este “conselho” sente-se em paz, sereno, readquire força epaz, sereno, readquire força e esperança. Também compreende queesperança. Também compreende que todos temos fraquezas e, portanto,todos temos fraquezas e, portanto, devemos olhar-nos com olhos dedevemos olhar-nos com olhos de compaixão.compaixão.
  11. 11. Canto:Canto: Dá-nos, Senhor , o teu Conselho,Dá-nos, Senhor , o teu Conselho, que nos faz sábios para guiar,que nos faz sábios para guiar, homem, mulher, jovem e velho,homem, mulher, jovem e velho, nós guiaremos no santo altar.nós guiaremos no santo altar. Dá-nos, Senhor, esses dons...Dá-nos, Senhor, esses dons...
  12. 12. piedadepiedade Leitor:Leitor: O dom da piedade nasce de um DeusO dom da piedade nasce de um Deus piedoso, bondoso e cheio depiedoso, bondoso e cheio de misericórdia para com os que erram.misericórdia para com os que erram. Nosso Deus é Deus da aliança e doNosso Deus é Deus da aliança e do perdão. Se Deus vive a sua aliançaperdão. Se Deus vive a sua aliança com o homem de maneira tãocom o homem de maneira tão envolvente, o homem, por sua vez,envolvente, o homem, por sua vez, sente-se também convidado a sersente-se também convidado a ser piedoso com todos.piedoso com todos.
  13. 13. Canto:Canto: Dá-nos Senhor, filial Piedade, aDá-nos Senhor, filial Piedade, a doce forma de amar enfim; Paradoce forma de amar enfim; Para que amemos quem, na verdade,que amemos quem, na verdade, aqui amou-nos até o fim.aqui amou-nos até o fim. Dá-nos, Senhor, esses dons...Dá-nos, Senhor, esses dons...
  14. 14. fortalezafortaleza Leitor:Leitor: O dom da fortaleza nos torna corajosos paraO dom da fortaleza nos torna corajosos para enfrentar as dificuldades da vida cristã.enfrentar as dificuldades da vida cristã. Torna forte e heróica a fé. Lembremos aTorna forte e heróica a fé. Lembremos a coragem dos mártires. Dá-nos perseverançacoragem dos mártires. Dá-nos perseverança e firmeza nas decisões.e firmeza nas decisões. A fortaleza manifesta-se também na esperança.A fortaleza manifesta-se também na esperança. Afirma o profeta Isaías: “Os que esperam emAfirma o profeta Isaías: “Os que esperam em Jahweh renovam suas forças, criam asasJahweh renovam suas forças, criam asas como águias, correm e não se fadigam,como águias, correm e não se fadigam, andam e não se cansam” (Is 40,31). Todosandam e não se cansam” (Is 40,31). Todos nós precisamos da força do Espírito Santo!nós precisamos da força do Espírito Santo!
  15. 15. Canto:Canto: Senhor vem dar-nos a Fortaleza, aSenhor vem dar-nos a Fortaleza, a santa força do coração. Só quemsanta força do coração. Só quem vencer vai sentar-se à mesa, paravencer vai sentar-se à mesa, para quem luta Deus quer pão.quem luta Deus quer pão. Dá-nos, Senhor, esses dons...Dá-nos, Senhor, esses dons...
  16. 16. temor detemor de DeusDeusLeitor:Leitor: O dom do temor de Deus, tratando-se de umO dom do temor de Deus, tratando-se de um dom do Espírito Santo, não deve confundir-dom do Espírito Santo, não deve confundir- se com o medo de Deus. Também nãose com o medo de Deus. Também não significa uma atitude servil diante de Deus.significa uma atitude servil diante de Deus. Este dom nos mantém no devido respeitoEste dom nos mantém no devido respeito diante de Deus e na submissão à suadiante de Deus e na submissão à sua vontade, afastando-nos de tudo o que lhevontade, afastando-nos de tudo o que lhe possa desagradar.possa desagradar. A confiança no Senhor constitui a terceiraA confiança no Senhor constitui a terceira característica do temor de Deus. Diz o livrocaracterística do temor de Deus. Diz o livro do Eclesiástico: “O temor do Senhor édo Eclesiástico: “O temor do Senhor é glória e honra, alegria e coroa de júbilo.glória e honra, alegria e coroa de júbilo. Alegra o coração, dá contentamento, gozo eAlegra o coração, dá contentamento, gozo e vida longa. A raiz da sabedoria é o temor dovida longa. A raiz da sabedoria é o temor do Senhor; e seus ramos são vida longa”Senhor; e seus ramos são vida longa” ((Eclo 1,9-10.18).
  17. 17. Canto:Canto: Dá-nos, enfim, Temor sublime deDá-nos, enfim, Temor sublime de não amá-los como convêm: onão amá-los como convêm: o Cristo hóstia, que nos redime, oCristo hóstia, que nos redime, o Pai celeste que nos quer bem.Pai celeste que nos quer bem. Dá-nos, Senhor, esses dons, essaDá-nos, Senhor, esses dons, essa luz, e nós veremos que pão éluz, e nós veremos que pão é Jesus.Jesus.
  18. 18. A vinda do Espírito SantoA vinda do Espírito Santo fezfez dos Apóstolos, e hoje faz dedos Apóstolos, e hoje faz de nós, testemunhas e profetas (Atnós, testemunhas e profetas (At 1,8; 2,17-18). Ele mesmo1,8; 2,17-18). Ele mesmo assume a função de “guia” e dáassume a função de “guia” e dá impulso à missão, “abre asimpulso à missão, “abre as portas” para a evangelização,portas” para a evangelização, reunindo o povo de Deus nareunindo o povo de Deus na escuta do Evangelho, naescuta do Evangelho, na comunhão fraterna, na oraçãocomunhão fraterna, na oração e na Eucaristia.e na Eucaristia.
  19. 19. Canto:Canto: VINDE, ESPIRITO SANTOVINDE, ESPIRITO SANTO Vinde, Espírito Santo, Vinde esplendor de Deus Pai!Vinde, Espírito Santo, Vinde esplendor de Deus Pai! Vinde, Espírito de Jesus! Vinde, Espírito Santo!Vinde, Espírito de Jesus! Vinde, Espírito Santo! Vinde, nos confortai !Vinde, nos confortai ! Vós sois o Pai dos pobres: vinde nos habitar!Vós sois o Pai dos pobres: vinde nos habitar! Vós sois a Luz Divina: vinde nos clarear!Vós sois a Luz Divina: vinde nos clarear! Vós sois de Deus consolo: vinde nos abrasar!Vós sois de Deus consolo: vinde nos abrasar! Vós sois a paz da alma: vinde nos acalmar!Vós sois a paz da alma: vinde nos acalmar! Vós sois Divina água: vinde nos renovar!Vós sois Divina água: vinde nos renovar! Vós sois materno seio: vinde regenerar!Vós sois materno seio: vinde regenerar! Vós sois Divina chama: vinde purificar!Vós sois Divina chama: vinde purificar! Vós, santa medicina que pode nos curar!Vós, santa medicina que pode nos curar! Vós sois o dom, a graça: vinde nos elevar!Vós sois o dom, a graça: vinde nos elevar! Vós sois divino sopro: vinde nos inspirar!Vós sois divino sopro: vinde nos inspirar! Vós sois celeste fogo: vinde nos abrasar!Vós sois celeste fogo: vinde nos abrasar! Vós o amor divino: vinde nos desposar!Vós o amor divino: vinde nos desposar! Vós sois o Santo óleo: vinde fortificar!Vós sois o Santo óleo: vinde fortificar! Vós sois um vento forte: vinde nos transformar!Vós sois um vento forte: vinde nos transformar!
  20. 20. Oração do Divino Espírito Santo Vinde Espírito Santo! Enchei os corações dos Vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o Vosso Espírito, e tudo será criado. E renovareis a face da terra. OREMOS Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei com que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. AMÉM.
  21. 21. Ajuda-me Senhor Ajudai-me, Senhor, a amar como Tu me amas e a compreenderAjudai-me, Senhor, a amar como Tu me amas e a compreender como Tu me compreendes.como Tu me compreendes. Ensina-me, Senhor, a aceitar os outros como Tu me aceitas,Ensina-me, Senhor, a aceitar os outros como Tu me aceitas, respeitando-os como Tu me respeitas e suportando-os comrespeitando-os como Tu me respeitas e suportando-os com paciência, como Tu me suportas com paciência infinita.paciência, como Tu me suportas com paciência infinita. Ajuda-me, Senhor, a perdoar como Tu me perdoas e a fazer pelosAjuda-me, Senhor, a perdoar como Tu me perdoas e a fazer pelos outros todo o bem que fazes por mim.outros todo o bem que fazes por mim. Senhor, Tu que me aceitas como eu sou, ajuda-me a ser o que TuSenhor, Tu que me aceitas como eu sou, ajuda-me a ser o que Tu queres que eu seja, Tua semelhança no amor.queres que eu seja, Tua semelhança no amor. Transforma o meu coração para que ele seja bom, justo, manso,Transforma o meu coração para que ele seja bom, justo, manso, paciente, compreensivo, generoso, tolerante e cheio depaciente, compreensivo, generoso, tolerante e cheio de misericórdia, para que através do meu amor humano,misericórdia, para que através do meu amor humano, semelhante ao teu, eu possa levar ao meu irmão a alegria, asemelhante ao teu, eu possa levar ao meu irmão a alegria, a paz, o consolo, a esperança, o perdão e a salvação do Teupaz, o consolo, a esperança, o perdão e a salvação do Teu amor Divino. Amém.”amor Divino. Amém.” Autor: Frei Anselmo Fracasso O.F.M.
  22. 22. “O vento sopra onde quer. Ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim é todo aquele que é nascido do Espírito” - João 3:8
  23. 23. Texto: Pe. Valter Goedert Instituto Teológico de SC (Itesc) Florianópolis, SC
  24. 24. Presentepravoce.wordpress.com.br sexta-feira, 28 de agosto de 2015sexta-feira, 28 de agosto de 2015 01:09:03 AM01:09:03 AM

×