Dinâmica das garrafas_vazias

28.703 visualizações

Publicada em

Dinâmica para demonstrar o porque e o sentido do esvaziamento do homem interior para poder receber o vinho novo que deus nos oferece atravez do Batismo no Espírito Santo.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
28.703
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25.776
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dinâmica das garrafas_vazias

  1. 1. Atos 1, 4
  2. 2. Pegamos três garrafas pet transparentes de 600 ml ou mais:
  3. 3. A – Uma garrafa que esteja vazia, com tampa e com furos na parte inferior para que deixe vazar o líquido de seu interior num tempo médio de 2” mim. B – Uma garrafa que esteja cheia de líquido escuro simbolizando uma água suja e contaminada, pode estar suja com borra de café que fica preta para que ao ser esvaziada permaneça ainda um pouco suja para se efetuar uma limpeza posterior. C – Uma garrafa com água levemente tingida com corante simbolizando uma garrafa cheia de algo que seja útil ou alimento “algo bom”, porém demonstrando que a garrafa está cheia e ocupada com alguma coisa boa, no exemplo acima utilizamos uma garrafa de Coca Cola.
  4. 4. Foto 3 A – Uma garrafa fica boiando na superfície. B - E as outras duas ficam submersas.
  5. 5. Foto 6 3 – Até que ela fique totalmente mergulhada e cheia de água pura.
  6. 6. foto 3 foto 4 foto 13 C – Duas garrafas ficam mergulhadas porém permanecendo com seu líquido interior intocável.
  7. 7. Obs. 2: (Foto 4) – As garrafas fechadas ao serem retiradas da água ficam levemente molhadas exteriormente, porém secaram rapidamente, praticamente nem se nota que foram mergulhadas na água em comparação com a (Foto 2). (Foto 4) Molhada(Foto 2)- SECA
  8. 8. 1 – A Garrafa com líquido escuro (água suja) será comparada com o homem pecador cheio de pecado e bloqueado que não se abre para a graça Divina e mesmo recebendo um pouco da graça permanecerá ainda sujo e no pecado.
  9. 9. Abra a garrafa e despeje o líquido de seu interior em uma outra vasilha dizendo que está se esvaziando de si mesmo e renunciando a todo o mal e todo pecado, não basta esvaziar só um pouco (50%), Não basta esvaziar (99%) permanecendo ainda uma contaminação de impureza, é preciso se lavar e se limpar completamente. (Batismo de São João na água simbolizando o renascimento de um novo homem). Veja a seqüência a seguir ...
  10. 10. Depois encha a garrafa esvaziada na água limpa e perceba que ainda permaneceu um pouco de sujeira. Repita a operação e demonstre que a conversão do coração muitas vezes não OCORRE 100% imediatamente como costumam dizer por aí. Precisamos rever muitas de nossas atitudes de erro e eliminar todo (PECADÃO) e (pecadinhos). Eliminar atitudes que muitas vezes podem não parecer pecado, mas conduzem ao erro e ao pecado, sendo assim, precisamos fazer uma limpeza constante para nos santificarmos ainda mais.
  11. 11.  foto 9 e 12  foto 10 e 14  foto 11 e 15
  12. 12. 2 – A Garrafa que estava cheia de um líquido  bom  será  comparada  a  “SAULO”  ou  ao  “JOVEM  RICO”  ou  ainda  ao  irmão  do  filho  pródigo que eram boas pessoas, mas apesar  de  estar  perto  de  Deus  e  imbuídos  de  boa  vontade  já  estavam  cheios de si  mesmos  e  não  tinham  espaço  para  a  NOVA  água  viva  oferecida por Jesus.   A comparação é clara:
  13. 13. O Jovem Rico     Apesar de fazer o bem sua vida toda e seguir a  lei passo a passo, preferiu seus bens materiais  a ter que seguir Jesus o filho de Deus.
  14. 14. O irmão do filho pródigo.     Apesar de servir o seu pai todos os dias não refletia a  sua imagem e nem as atitudes dele, tinha ódio e falta  de  perdão  no  coração  e  preferiu  ficar  de  fora  da  grande festa preparada por seu Pai para o seu irmão  que  se  converteu.  (equivale  a)  Não  comparecer  na  festa do Cordeiro = (NÃO ENTRAR NO CÉU)
  15. 15. Saulo que estava tão cheio de fé e zelo pelas  coisas de Deus que não enxergava o que era  mais  obvio  bem  na  sua  frente  que  Jesus  é  verdadeiramente o Filho de DEUS  e que veio  fazer uma nova aliança com seu povo e eles  o  negaram  pois  estavam  muito  ocupados  fazendo sua própria vontade e nem sequer se  tocaram  que  Deus  não  queria  nada  daquilo que  faziam e  queria  sim  outra  coisa  muito diferente.  Neste caso a comparação é  uma luz tão forte que chega a cegar Saulo e  que  depois  ao  se  converter  e  voltar  a  enxergar torna-se “SÃO PAULO”.
  16. 16. Saulo se torna Paulo     Solução: Esvaziar-se  de  si  mesmo  e  tornar  a  ser  criança  como Jesus disse a Nicodemos, pois quem não nascer de  novo, não poderá entrar no reino de Deus. “Já não sou eu quem vivo, é CRISTO que vive em mim...”
  17. 17. Foto 6  Neste  ponto  os  três  casos  apresentados  se  unificam,  pois  aqui é o princípio de uma  NOVA  VIDA para todos os filhos DEUS.
  18. 18. Fotos   7 e 8  B  -  Retirando  a  garrafa  da  água  (7)  veremos  a  garrafa  cheia,  porém  irá  se esvaziar aos poucos através dos  furos  até  ficar  totalmente  vazia  novamente (8).
  19. 19. Usando  o  exemplo  (f-5)  podemos  afirmar  que  quando  mergulhamos  na  graça  de  Deus  nos  enchemos  completamente  (f-6),  porém  ao  sair  para  a  vida  (f-7)  comum  no  mundo,  os  problemas,  as  aflições  do  dia  a  dia  irão  gradativamente  nos  esvaziando  desta  graça  até ficarmos totalmente vazios novamente (f-8).   Sendo assim é necessário uma nova imersão  para  completar  este  vazio,  percebendo  assim  que teremos sempre a necessidade de retornar  à  fonte  desta  água  viva  para  repor  nossas  reservas e forças. (f-5).
  20. 20. Ao sair da casa de seu Pai com sua herança, ele carregou as mulas com tudo o que possuía, pegou mantimentos, água e levou as jóias e todo seu dinheiro para a viagem que não pretendia voltar. Pelo caminho ele foi comendo os mantimentos, bebendo a água e gastando todo o dinheiro. Vendeu seu tesouro e até suas mulas, porém seu estoque não era renovado e não possuía nenhuma fonte de renda de mantimentos ou de água. Sua herança se esgotou e ele ficou sem nada, na penúria, totalmente vazio (f-7). Foi neste ponto que ele aprendeu que precisava da fonte que existia na casa de seu Pai (f- 5), uma fonte inesgotável de graça e riquezas. (f-1)
  21. 21. Conclusão: Esta atitude não vale apenas para os pecadores, mas também para todos aqueles que se acham santos e não precisam desta graça pois já estão na Igreja servindo a Deus, a verdade é que todos nós precisamos desta água viva todos os dias e não somente uma única vez na vida. Precisamos renovar nossas forças e buscar a presença de Deus, buscar estar sempre cheios de seu Espírito Santo como nos recomenda São Paulo: (Efésios, 5, 18)
  22. 22. O Maior desafio do Batismo no Espírito não é a primeira experiência que geralmente é inesquecível, mas é permanecer cheio do Espírito mesmo quando vem as tribulações e as perseguições e que nem sempre são felizes. O Espírito não vem para nos arrebatar deste mundo, mas sim, Ele vem para nos auxiliar e fortalecer para vencer todas as dificuldades que não superaríamos sozinhos. Por isso é tão importante se, manter cheio e repleto do Espírito Santo todos os dias.
  23. 23. Link’s para outras MensagensLink’s para outras Mensagens
  24. 24. Presentepravoce.wordpress.com.br sexta-feira, 26 de junho de 2015sexta-feira, 26 de junho de 2015 02:38:38 AM02:38:38 AM

×