Dos grafiteiros de pompéia aos pichadores atuais eduarda e fábio

996 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
996
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dos grafiteiros de pompéia aos pichadores atuais eduarda e fábio

  1. 1. Universidade Estadual do Ceará – UECEPrograma de Pós-graduação em Linguística Aplicada - PosLA Disciplina: Estudos do Léxico e da Cultura Docente: Profa. Dra. Expedito Eloísio XimenesDos grafiteiros de Pompéia aos pichadores atuais Alfredo Maceira Rodríguez Equipe: Eduarda Duarte e Fábio Nunes
  2. 2. Resumo Valor filológico e histórico das inscrições descobertas em Pompéia, sepultadas pelo Vesúvio no ano 79; Análise de diversos tipos de textos que tinham como suporte as paredes dessas cidades e como característica a efemeridade comunicativa; Motivos pelos que os pompeanos escreviam e desenhavam nas paredes; Continuação da comunicação pictográfica até os dias de hoje.
  3. 3. Introdução A comunicação para o público em formaescrita em qualquer suporte(muro, pedra, madeira, etc.) geralmentemanifestava idéias ou atividades da camadapredominante de uma comunidade. Mas emqualquer sociedade há indivíduos que nãoconcordam com essas normas ou que não asaceitam em tudo ou em parte e, àsvezes, manifestam-se contra elas por diversosmeios.
  4. 4. Introdução Essa escrita (não-oficial, alternativa, marginal, contestatária, deprotesto ou como mais se queira chamar) existedesde que o homem dispõe de algum tipo decomunicação visual (gravuras, pinturas, símbolospictóricos, ideogramas e, principalmente, com arepresentação escrita da linguagem humana).
  5. 5. Importância dos grafitos de Pompéia Os graffiti (grafitos em italiano e assim dadosa conhecer) têm grande importância para a históriada sociedade romana do século I, mas para aFilologia estas inscrições foram importantes porquecontribuíram para o conhecimento do latim vulgar.Sabemos que se preservaram muitos documentosdo latim, o que permitiu que se conhecesserelativamente bem esta língua.
  6. 6. Importância dos grafitos de Pompéia Os grafitos de Pompéia são rabiscos nos murosque retratam a vida cotidiana dos cidadãosromanos do primeiro século de nossa era. A escrita que se pôde resgatar da época daerupção do Vesúvio tinha como suporte os murosda cidade assim como grandes mosaicos, nos quetambém se representavam figuras diversas. Haviacasas decoradas com mosaicos com figuras e textonas paredes, no teto e até nas calçadas.
  7. 7. Importância dos grafitos de Pompéia As paredes da parte nobre da cidade (Fórum)funcionavam como jornais murais para informar acomunidade. Estavam cobertas de grafitos comtemas diversos: slogans eleitorais, comerciais eanúncios dos próximos eventos no anfiteatro.
  8. 8. A cidade Pompéia tinha oito portões de entrada, 11elevatórias de água, fórum, teatro ao ar livre para5.000 pessoas, para apresentações dramáticas, umteatro coberto (Odeon). As ruas da cidade tinhamde 2,5 a 7 metros de largura e estavampavimentadas com blocos de lava do Vesúvio. Ofórum era o centro político, comercial e religiosoda cidade.
  9. 9. Fim de Pompéia, Herculano e Estábias Nos dias 24 e 25 de agosto de 79 d.C. estaslocalidades foram sepultadas sob uma camada delava do Vesúvio de cerca de 3m de altura e assimpermaneceram por 1.700 anos. Desde o século XVIII vêm-se fazendoescavações para desenterrar a cidade. Dos 67hectares cobertos pela lava, só 44 foramexplorados, dos quais só 15 foram abertos àvisitação.
  10. 10. Os grafitos Nas paredes que funcionavam como jornaismurais eram escritos os anúncios que podiaminteressar à comunidade como lutas de gladiadores. Nas campanhas eleitorais, procuravam-serealçar as qualidades dos candidatos. As paredes suportavam todo tipo deescrita, desde a puramente informativa, passandopor anúncios comerciais até os textos jocosos, decaráter sexual.
  11. 11. Corpus Inscriptionum Latinarum (CIL) O Corpus Incriptionum Latinorum (CIL) é umaobra importantíssima para os estudos da AntigüidadeClássica. Para a realização desta obra foi criada umaComissão em Berlim em 1847 com a finalidade derecolher e publicar as inscrições latinas nos territóriosque compõe a România. Para isso, vários estudiososestudaram in loco as inscrições. O máximo cuidado foiobservado na impressão, com reprodução de desenhose tudo o que pudesse servir para o estudo do latim eda civilização romana.
  12. 12. Exemplos Lucrum gaudium. (O lucro é felicidade.) Pecunia non olet. (O dinheiro não cheira.) Cornelia Hele amatur ab Rufo. (Cornelia Hele é amada por Rufus.) Secundus Prima suae ubi que isse salute rogo domina ut me ames. (Secundus cumprimenta a sua Prima onde quer que esteja e imploro à senhora que me ame.) Quisquis amat valeat. (Boa sorte a quem quer que ame!)
  13. 13. Os pichadores Acredita-se que as pichações, que atualmente sujam edanificam as grandes cidades do mundo, tenham origem naNova Iorque de há mais de trinta anos, quando começarama aparecer em transportes públicos e em algunsedifícios, com os quais diversas gangues marcavam seuterritório e manifestavam suas opiniões por meio demensagens políticas, humorísticas, sexuais ou, maiscomumente, sua total falta de idéias. A moda do graffiti(pichação) logo se espalhou por todo o mundo ocidentale, em algumas cidades do Brasil, pegou talvez da piormaneira possível.

×