Piolhos 1

984 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
984
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Piolhos 1

  1. 1. ESCOLA EB 2,3 SOPHIA DE MELLO BREYNER Educação para a Saúde/Formação Cívica
  2. 2. O contágio é muito fácil e o desenvolvimento muito rápido, provocando dermatoses. A infestação (pediculose) é provocada pela picada que o parasita faz, no hospedeiro, para se alimentar do seu sangue. Os piolhos têm um grande apetite e alimentam-se cada 3 horas do sangue do couro cabeludo, depois de injetarem uma substância anestésica na pele. Rapidamente os piolhos atingem o estado adulto (cerca de 3mm) e as fêmeas começam a por os ovos. As lêndeas são os ovos postos pela fêmea piolho e que ficam coladas ao cabelo com uma saliva produzida. Cada fêmea põe aproximadamente 10 lêndeas por dia, e 160 ao longo da vida. A infestação não é uma situação grave, apesar de desagradável quer pelo aspeto, quer pela comichão que provoca. Deve tratar-se imediatamente. PIOLHO O piolho é um inseto, parasita, com 0,5 a 8 mm de comprimento, corpo achatado e garras. Estas permitem-lhe a fixação ao hospedeiro.
  3. 3. Os piolhos transmitem-se por contágio direto (cabelo, barba, sobrancelhas), ou através de objetos pessoais: pentes, chapéus, almofadas, camisolas, barretes, cachecóis, etc.. A transmissão é mais fácil em escolas, infantários, colónias de férias ou entre familiares. COMO SE TRANSMITE?
  4. 4. Comichão na cabeça, principalmente na nuca e atrás das orelhas, e, por vezes, na fronte. Aparecimento de crostas na cabeça e atrás das orelhas, provocadas pela picada do piolho e consequente comichão. Presença de lêndeas esbranquiçadas presas ao cabelo. Sinais de alerta
  5. 5. COMO PREVENIR? Vigiar com frequência a cabeça das crianças. Não usar roupa nem objetos de outras pessoas, que possam estar contaminados (podem sobreviver 36h sem se alimentarem). Se sabe que está em contacto com pessoas infestadas deverá usar um repelente de piolhos.
  6. 6.  Iniciar o tratamento logo que se detete a infestação.  Efetuar o tratamento com o produto adequado, de acordo com as informações do farmacêutico e do folheto informativo.  Eliminar as lêndeas com um pente fino próprio.  Lavar muito bem todos os objetos e roupa em contacto com o cabelo.  Repetir o tratamento caso seja aconselhado. COMO TRATAR?
  7. 7. Piolhos???

×