Daniel nº6 6 serie c

187 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
187
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Daniel nº6 6 serie c

  1. 1. Daniel dos S. Souza N°6 6 serie c Ficha Técnica
  2. 2. <ul><li>FILO: Chordata </li></ul><ul><li>CLASSE: Amphybia SUPERORDEM: Salienta </li></ul><ul><li>Macho, 112,5 cm, ÓRDEM: Procoela FAMÍLIA: Bufonidae </li></ul><ul><li>CARACTERÍSTICAS: </li></ul><ul><li>Comprimento: fêmea, 2,5 cm, </li></ul><ul><li>Peso: fêmea 1,6 Kg, Macho 350g </li></ul><ul><li>Ovos: 35000 por ano. Poucos inimigos </li></ul><ul><li>  Com o desenvolvimento da cultura da cana-de-açúcar, houve um grande aumento de besouros da cana, que são insetos daninhos. Esse besouro tem um inimigo, o sapo, também chamado cururu, que foi levado aos canaviais para eliminar o besouro. Infelizmente, esse comedor de besouros não se interessou pela refeição e, assim, os insetos continuaram a devorar a cana.   Esses sapos possuem duas glândulas de veneno na parte posterior da cabeça. O veneno esbranquiçado de sabor e odor desagradáveis oferece perigo até para o homem. O predador que ingerir esse veneno altamente tóxico certamente morrerá.  As cobras e algumas aves, especialmente o íbis, às vezes engolem em sapo inteiro, mas ele se infla e sufoca o inimigo.   O cururu tem hábitos noturnos. Alimenta-se de insetos, camundongos, cobras e caracóis. possui uma bolsa grande que lhe permite coaxar de modo a ser ouvido de longe. Sua reprodução é igual à do sapo comum e multiplica-se com rapidez. </li></ul><ul><li>  </li></ul>Sapo   Com o desenvolvimento da cultura da cana-de-açúcar, houve um grande aumento de besouros da cana, que são insetos daninhos. Esse besouro tem um inimigo, o sapo, também chamado cururu, que foi levado aos canaviais para eliminar o besouro. Infelizmente, esse comedor de besouros não se interessou pela refeição e, assim, os insetos continuaram a devorar a cana.   Esses sapos possuem duas glândulas de veneno na parte posterior da cabeça. O veneno esbranquiçado de sabor e odor desagradáveis oferece perigo até para o homem. O predador que ingerir esse veneno altamente tóxico certamente morrerá.   As cobras e algumas aves, especialmente o íbis, às vezes engolem em sapo inteiro, mas ele se infla e sufoca o inimigo.   O cururu tem hábitos noturnos. Alimenta-se de insetos, camundongos, cobras e caracóis. possui uma bolsa grande que lhe permite coaxar de modo a ser ouvido de longe. Sua reprodução é igual à do sapo comum e multiplica-se com rapidez.
  3. 3. SAPO - O comedor de besouros   http://www.saudeanimal.com.br/sapos.htm http://www.saudeanimal.com.br/sapos.htm

×