Plano Safra 2016

672 visualizações

Publicada em

Ações estratégicas do Plano Safra 2016 da Secretaria de Portos da Presidência da República.

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
672
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
127
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano Safra 2016

  1. 1. Ações Estratégicas SEP/PR Secretaria de Portos
  2. 2. Plano Safra
  3. 3. Secretaria de Portos Conjunto de ações estruturantes e integradas de gestão envolvendo as três esferas de Governo e o setor privado, com o objetivo de reduzir o congestionamento de veículos de carga durante o escoamento da safra pelo modal rodoviário, desde as regiões produtoras até os terminais portuários. Plano Safra - Definição
  4. 4. Plano Safra em Anos Anteriores
  5. 5. Secretaria de Portos Coordenação do Plano Safra - Estrutura de Governança NÍVEL FEDERAL BASE BRASÍLIA NÍVEL LOCAL BASE SANTOS COORDENAÇÃO DO PLANO SAFRA 2014/15 MAPA MT SEP/PR (coordenação) Intervenientes federais (regionais São Paulo) Intervenientes estaduais e municipais Intervenientes privados (embarcadores, transportadores, pátios, terminais) Informação > Decisão > Execução > Avaliação Gerente do Plano Safra (CODESP)
  6. 6. Secretaria de Portos Criação de Grupo de Trabalho Interministerial SGTC Sistema de Agendamento de Caminhões Credenciamento de pátios reguladores Publicação de normas de regulamentação Fiscalização e monitoramento coordenados nas vias de acesso ao porto Elaboração e divulgação de Plano de Competências Desobstrução e sinalização dos acessos portuários Campanha educativa de divulgação do agendamento Ações do Plano Safra - Anos Anteriores
  7. 7. Secretaria de Portos Resultados do Plano Safra  Redução das filas de caminhões para acessar o Porto de Santos  Redução do custo do frete (~7%) – conforme informações dos terminais  Melhor coordenação entre as autoridades envolvidas, nas três esferas de governo  Melhoria da trafegabilidade urbana (Cubatão, Santos e Guarujá)
  8. 8. Secretaria de Portos 51,4 MMt 74% 17,8 MMt 26% Demais Portos Santos  O Porto de Santos movimenta 26% da soja exportada pelo país, sendo o primeiro porto na movimentação desse produto, seguido pelo Porto de Paranaguá.  O modal ferroviário já corresponde a 53% da movimentação de granéis vegetais no Porto de Santos  Em 2015, 2,6 milhões de caminhões acessaram o Porto de Santos  Deste total, aproximadamente 660.000 caminhões movimentaram granéis vegetais Fonte: MDIC Resultados do Plano Safra 2015 Participação de Santos na Movimentação Nacional de Soja e Farelo em 2015 (milhões ton.)
  9. 9. Secretaria de Portos Evolução de Agendamento de caminhões (Quantidade por mês)  Desde a Safra de 2014, foi montado um programa de agendamento de caminhões com vistas a organizar a fila e minimizar o impacto de contingências;  Observa-se que o funcionamento do programa de agendamento permaneceu controlado durante todo o ano de 2015, reduzindo as filas e o valor do frete. 57.387 71.773 54.078 48.951 52.978 52.307 43.044 25.297 36.456 26.699 23.047 18.351 37.701 71.703 63.935 63.589 40.379 59.252 76.722 65.997 65.303 50.949 43.325 48% 74% 76% 78% 72% 86% 88% 87% 94% 96% 95% 93% 91% 94% 94% 95% 91% 94% 96% 96% 97% 97% 96% 42% 55% 59% 70%73% 70% 71% 79% 77% 77% 74% 81% 81% 79% 74% 77% 78% 79% 79% 83% 83% 80% 79% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100% 0 10.000 20.000 30.000 40.000 50.000 60.000 70.000 80.000 90.000 Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez 2014 2015 %Agendamento/Janela Acessos Terminais de Granéis Sólidos Vegetais Agendamento Janela Fonte: SGTC - CODESP Evolução dos Agendamentos para Granéis Vegetais
  10. 10. Secretaria de Portos Evolução da participação - rodoviária e ferroviária 58,9 61,3 65,9 68,6 66,7 67,0 76,5 75,7 80,5 89,1 83,7 8,7 10,6 10,4 12,1 14,4 16,2 19,5 21,5 24,0 25,0 27,5 0 20 40 60 80 100 120 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 MILHÕES(TONELADAS) Rodo FerroviárioRodoviário
  11. 11. Plano Safra Ações Estratégicas
  12. 12. Secretaria de Portos Projeção de Demanda - PNLP
  13. 13. Secretaria de Portos Projeção de Demanda – Granéis Sólidos Agrícolas 25,8 12,2 5,4 3,6 21,7 8,8 9,5 3,9 29,9 15,6 2042 2014 2042 2014 2042 2014 2042 2014 2042 2014 SOJA FARELODE SOJAMILHO ADUBOS+ FERTILIZ.AÇÚCAR milhões de toneladas
  14. 14. Secretaria de Portos Investimento Ganho de Capacidade Panorama: Instalações Privadas Autorizadas* *Instalações autorizadas desde a promulgação da Lei nº12.815/2013
  15. 15. Secretaria de Portos ÁREA STS 04 Ponta da Praia Valor do Arrecadamento R$ 810.721.500 Investimento R$ 206.000.000 Valor da Outorga R$ 303.069.333,18 Ganho de Capacidade 3,4 milhões t Consórcio LDC Granéis Sólidos TOTAL R$ 1.319.790.833,18 Capacidade Atual 3,4 milhões t Capacidade Futura 6,8 milhões t ÁREA STS 07 Macuco Valor do Arrecadamento R$ 169.083.300 Investimento R$ 155.000.000 Valor da Outorga R$ 115.047.000,00 Ganho de Capacidade 1,05 milhão t Fibria Celulose Papel e celulose TOTAL R$ 439.130.300,00 Capacidade Atual 0,75 milhões t Capacidade Futura 1,8 milhão t ÁREA STS 36 Paquetá Valor do Arrecadamento R$ 47.976.600 Investimento R$ 247.000.000 Valor da Outorga R$ 12.500.000,00 Ganho de Capacidade 1,8 milhão t Marimex Despachos Papel e celulose TOTAL R$ 307.476.600,00 Capacidade Atual 0 Capacidade Futura 1,8 milhão t Panorama: 1º Leilão de Arrendamentos – 09/12/2015
  16. 16. Secretaria de Portos Panorama: 2º Leilão de Arrendamentos - 31/03/2016 ÁREA OUT 01, 02 E 03 Outeiro/PA Investimento OUT 01 R$ 243.610.000 Investimento OUT 02 R$ 243.610.000 Investimento OUT 03 R$ 243.610.000 Ganho de Capacidade 10,2 milhões t Granéis Sólidos Vegetais TOTAL R$ 730.830.000 Capacidade Atual 0 Capacidade Futura 10,2 milhões t ÁREA STM 01 Santarém/PA Investimento R$ 347.750.000 Ganho de Capacidade 5,1 milhões t Granéis Sólidos Vegetais TOTAL R$ 347.750.000 Capacidade Atual 0 Capacidade Futura 5,1 milhões t STM 02 SANTAREM Investimento R$ 91.000.000 Ganho de Capacidade 1,6 milhão t Granéis Sólidos Minerais TOTAL R$ 91.000.000 Capacidade Atual 0 Capacidade Futura 1,6 milhões t ÁREA VDC 29 Vila do Conde/PA Investimento R$ 501.060.000 Ganho de Capacidade 5,1 milhões t Granéis Sólidos Vegetais TOTAL R$ 501.060.000 Capacidade Atual 0 Capacidade Futura 5,1 milhões t
  17. 17. Secretaria de Portos Perspectivas Plano Safra 2016 A ampliação de capacidade para o escoamento de granéis vegetais pelo Porto de Santos e a mitigação dos impactos em seus acessos rodoviários tem sido uma prioridade para a SEP/PR nos últimos anos. Apesar dos efeitos positivos das ações tomadas já serem observados, precisamos manter o monitoramento e garantir a realização das demais ações previstas por cada órgão. Contamos com a colaboração de todos os intervenientes para garantir o sucesso do PLANO SAFRA 2016
  18. 18. Obrigado! Secretaria de Portos

×