Soa cap2 administracao de sistemas2 (slides)

400 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
400
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Soa cap2 administracao de sistemas2 (slides)

  1. 1. Sistemas Operativos AvancadosCap. 2. - Administração de sistemas -Administração de Usuários -Shell Scrips -Tarefas automatizadas (cron) Jonnathan Guambe
  2. 2. Administracao de usuários O Unix e Linux são sistemas operacionais multi-usuários, portanto énecessário que todos os usuários sejam cadastrados e tenham permissõesde acesso diferenciadas. A criação e administração de contas de usuários no sistema sãoexclusive do super-usuário (root). Comandos para administração: – useradd (adduser) – userdel (deluser) – passwd – usermod – groupadd – groudel
  3. 3. ShellScript Um script é um arquivo que guarda várioscomandos e pode ser executado sempre quepreciso. Os comandos de um script são exatamente osmesmos que se digita no prompt, é tudo shell.
  4. 4. Tipos de shell• Bourne Shell: é o shell padrão para Unix, ou seja, a matriz dos outros shells, portanto é um dos mais utilizados. É representado por "sh". Foi desenvolvido por Stephen Bourne, por isso Bourne Shell;• Korn Shell: este shell é o Bourne Shell evoluído, portando todos os comandos que funcionavam no Bourne Shell funcionarão neste com a vantagem de ter mais opções. É representado por "ksh";
  5. 5. Tipos de shell• C Shell: é o shell mais utilizado em BSD, e possui uma sintaxe muito parecida com a linguagem C;• Bourne Again Shell: é o shell desenvolvido para o projeto GNU usado pelo GNU/Linux, é muito usado pois o sistema que o porta evolui e é adoptado rapidamente. Possui uma boa portabilidade, pois possui características do Korn Shell e C Shell. É representado por "bash".
  6. 6. Funções do shell• Analisar dados a partir do prompt (dados de entrada);• Interpretar comandos;• Controlar ambiente Unix-like (console);• Fazer redirecionamento de entrada e saída;• Execução de programas;• Linguagem de programação interpretada.
  7. 7. ShellScript Supondo que constantemente precise de digitar os seguintes comandos:  [root@localhost root]# date  [root@localhost root]# df  [root@localhost root]# w
  8. 8.  Seria melhor fazer um script chamado "sistema.sh" e colocar estes comandos nele. O conteúdodo arquivo "sistema.sh" seria o seguinte:#!/bin/bashdatedfw
  9. 9. Tarefas automatizadas (cron) Cron pode ser considerado como um serviço do Linux que e carregado durante o boot do sistema que permite programar ou calendarizar a execução de comandos e processos de forma repetitiva ou apenas uma única vez. A cada minuto o cron é accionado para verificar se há tarefas a serem realizadas. Para executar as tarefas, o cron usa uma espécie de tabela conhecida como crontab. O ficheiro crontab geralmente fica localizado no directório /etc, mas também pode estar num directório que cria um crontab para cada usuário do sistema (geralmente em /var/spool/cron), dependendo das configurações do sistema operativo usado.
  10. 10. Tarefas automatizadas (cron) Para usar o cron deve-se abrir o crontab e para isso pode usar editores de textos como vi, nano, emacs entre outros. Pode-se criar um cron usando o comando “crontab -e” para editar o ficheiro exclusivo de seu usuário. Comandos do crontab:  Crontab -e : Edita ou cria o ficheiro actual do crontab  Crontab -l : Visualiza o conteúdo actual do crontab  Crontab -r : Remove o ficheiro actual do crontab
  11. 11. Tarefas automatizadas (cron)Formato do crontab: [minutos] [horas] [dias do mês] [mês] [dias da semana] [usuário] [comando]O preenchimento de cada campo é feito da seguinte forma:Minutos: informe números de 0 a 59;Horas: informe números de 0 a 23;Dias do mês: informe números de 0 a 31;Mês: informe números de 1 a 12;Dias da semana: informe números de 0 a 7;Usuário: o usuário que vai executar o comandoComando: a tarefa a ser executada
  12. 12. Exercícios 1. Escreva um script com nome clean.sh para limpar seu directório $HOME, removendo todos os arquivos com extensão "bak" ou "~"
  13. 13. Leitura complementar• http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Introducao-ao• www.pdfqueen.com/pdf/pr/programação-shell- linux/8/

×