POLLYANA PATRICIA  KATIA MARIA  DOCENTE: MARIA AUXILIADORA
<ul><li>Atualmente  vivemos em uma sociedade que exige novas praticas educacionais, devido ao uso de novas linguagens e do...
 
&quot; Idéia de trabalhar com imagens está ligada a história da civilização. Já nos tempos primitivos, o homem deixava sua...
<ul><li>Anos 50 </li></ul><ul><li>TV  </li></ul><ul><li>Experimental </li></ul><ul><li>Inaugurações </li></ul><ul><li>Tran...
<ul><li>Discussões teóricas  </li></ul><ul><li>Macluhan </li></ul><ul><ul><li>Nesta “cultura de nova oralidade”, os recept...
<ul><li>Umberto Eco </li></ul><ul><li>Anos 60 </li></ul><ul><li>TV   </li></ul><ul><li>O aparecimento do vídeo teipe; </li...
<ul><li>Anos 70 </li></ul><ul><li>Análise das  TRANSFORMAÇÕES HISTÓRICAS </li></ul><ul><li>TV </li></ul><ul><li>Regulament...
<ul><li>Rène Berger(1979) </li></ul><ul><li>Ocorre a gênese de um novo imaginário do qual “participamos inconscientemente;...
<ul><li>Anos 80 </li></ul><ul><li>TV </li></ul><ul><li>Informação para cidadania </li></ul><ul><li>Anos 90 até o presente ...
 
<ul><li>Os recursos audiovisuais  são os que estimulam a visão e/ou audição. Contribuindo para a absorção de conteúdos atr...
<ul><li>As informações viajam rapidamente e tem-se que estar a atento a tudo, TV, Internet, celular, I-pod, MP3, MP4,rádio...
<ul><li>Para utilização dos recursos de ensino é preciso estar atento aos seus objetivos, eficácia e função em relação à m...
<ul><li>favorecer o desenvolvimento da capacidade de observação; </li></ul><ul><li>aproximar o aluno da realidade; </li></...
<ul><li>Não basta apenas usar a tecnologia, no ambiente de ensino/aprendizagem temos que rever o uso que fazemos de difere...
<ul><li>NEGATIVA </li></ul><ul><li>Segundo Hoinef (1991), a televisão é uma forma de privação de sentidos, causando desori...
<ul><li>Destrói padrões de comportamentos,atitudes e valores que culturas e subculturas  reverenciam para sobreviver; </li...
<ul><li>POSITIVA </li></ul><ul><li>A televisão pode ser usada como um instrumento auxiliar do processo ensino-aprendizagem...
<ul><li>Em 1996, o Ministério da Educação, por meio da recém-criada Secretaria da Educação a Distância, lançou nacionalmen...
<ul><li>Traz ao público informações sobre outros povos, outros modos de vestir, comer e educar.  </li></ul>
<ul><li>Decreto 236,de 28 de fevereiro de 1967. Instituiu-se a obrigatoriedade de transmissão diária de programas educativ...
<ul><li>Em 1990, o estatuto indicava atendimento prioritário às necessidades educativas específicas por meio de programaçã...
<ul><li>Diz o artigo 76: &quot;As emissoras de rádio e televisão somente exibirão, no horário recomendado para o público i...
<ul><li>São aqueles produzidos com uma intencionalidade educativa. </li></ul>
  <ul><li>Programas educativos da TV </li></ul><ul><li>. </li></ul>
 
São aqueles que não tem intencionalidade educativa,mas que podemos  utilizar com um fim educativo.
<ul><li>Programas não educativos da TV </li></ul>
<ul><li>http://www.youtube.com/watch?v=3uOATLTkTcY   vila sésamo  original </li></ul><ul><li>http://www.youtube.com/watch?...
Não importa o programa que é transmitido pela TV, importa se o público tem uma visão crítica e sabe separar o que é bom e ...
<ul><li>DALE, Edgar. Metodos de Enseñanza Audiovisual. México: Editorial Reverte Mexicana, 1966 . </li></ul><ul><li>HOINEF...
<ul><li>Tema : DST/ AIDS </li></ul><ul><li>Assunto: Meios de transmissão </li></ul><ul><li>Modalidade de ensino: Fundament...
<ul><li>Objetivos  </li></ul><ul><li>Discutir por meio de um debate os meios  de transmissão do HIV e DSTs facilitando a c...
<ul><li>Metodologia </li></ul><ul><li>Mostrar um vídeo  de uma cena de um programa não educativo  apresentar as questões p...
<ul><li>Vídeo para discussão: </li></ul><ul><li>http://www.youtube.com/watch?v=pGeTRKxnaxM   </li></ul>
<ul><li>O que vocês sabem sobre a Aids? </li></ul><ul><li>Como acontece o contágio? </li></ul><ul><li>Como você se comport...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

TV EDUCA OU DESEDUCA?

2.601 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.601
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
32
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TV EDUCA OU DESEDUCA?

  1. 1. POLLYANA PATRICIA KATIA MARIA DOCENTE: MARIA AUXILIADORA
  2. 2. <ul><li>Atualmente vivemos em uma sociedade que exige novas praticas educacionais, devido ao uso de novas linguagens e do avanço dos recursos tecnológicos. A televisão como tecnologia é uma ferramenta que possibilita fatores de mudança, pois ela comunica-se com as pessoas por meio de suas capacidades perceptivas, emocionais cognitivas e comunicativas . Diante disso iremos discutir se ela é um recurso que auxilia ou não na educação. </li></ul>
  3. 4. &quot; Idéia de trabalhar com imagens está ligada a história da civilização. Já nos tempos primitivos, o homem deixava suas impressões em forma de desenhos para que gerações posteriores pudessem aprender ou os reverenciar.&quot;
  4. 5. <ul><li>Anos 50 </li></ul><ul><li>TV </li></ul><ul><li>Experimental </li></ul><ul><li>Inaugurações </li></ul><ul><li>Transmissões </li></ul>
  5. 6. <ul><li>Discussões teóricas </li></ul><ul><li>Macluhan </li></ul><ul><ul><li>Nesta “cultura de nova oralidade”, os receptores passaram a integrarem-se, já no momento da transmissão da mensagem, numa cadeia de discussão coletiva, trocando e reelaborando as informações veiculadas pelos meios mecânicos e eletrônicos. </li></ul></ul>
  6. 7. <ul><li>Umberto Eco </li></ul><ul><li>Anos 60 </li></ul><ul><li>TV </li></ul><ul><li>O aparecimento do vídeo teipe; </li></ul><ul><li>Surgimento de várias emissoras; </li></ul><ul><li>Quando ouvimos uma canção popular no rádio ou assistimos a um programa de TV, o que está em jogo não é o conteúdo específico do produto, mas o consumo de uma mercadoria simbólica que nos reafirma como parte de ma sociabilidade massificada e nos torna indivíduos integrados ao sistema capitalista. </li></ul>
  7. 8. <ul><li>Anos 70 </li></ul><ul><li>Análise das TRANSFORMAÇÕES HISTÓRICAS </li></ul><ul><li>TV </li></ul><ul><li>Regulamentação dos comerciais de TV </li></ul>
  8. 9. <ul><li>Rène Berger(1979) </li></ul><ul><li>Ocorre a gênese de um novo imaginário do qual “participamos inconscientemente; </li></ul><ul><li>As máquinas (o meio) também se tornam agentes do imaginário, ao lado dos seres humanos; </li></ul><ul><li>O “direito à palavra” deixa e ser exclusivo dos letrados, decorrendo deste uma serie de ambigüidades e tensões político-culturais. </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Anos 80 </li></ul><ul><li>TV </li></ul><ul><li>Informação para cidadania </li></ul><ul><li>Anos 90 até o presente </li></ul>
  10. 12. <ul><li>Os recursos audiovisuais são os que estimulam a visão e/ou audição. Contribuindo para a absorção de conteúdos através de comparações com fatos e elementos do cotidiano do aluno. </li></ul>
  11. 13. <ul><li>As informações viajam rapidamente e tem-se que estar a atento a tudo, TV, Internet, celular, I-pod, MP3, MP4,rádio, todos esses recursos fazem parte do dia-a-dia das crianças do século XXI. Então, porque não utilizá-los em sala de aula? </li></ul>
  12. 14. <ul><li>Para utilização dos recursos de ensino é preciso estar atento aos seus objetivos, eficácia e função em relação à matéria ensinada. </li></ul><ul><li>Os objetivos conforme Dale (1996) são: </li></ul><ul><li>Motivar e despertar o interesse dos alunos; </li></ul>
  13. 15. <ul><li>favorecer o desenvolvimento da capacidade de observação; </li></ul><ul><li>aproximar o aluno da realidade; </li></ul><ul><li>visualizar ou concretizar os conteúdos da aprendizagem; </li></ul><ul><li>oferecer informações e dados; </li></ul><ul><li>permitir a fixação da aprendizagem; </li></ul><ul><li>ilustrar noções mais abstratas; </li></ul><ul><li>desenvolver a experimentação concreta. </li></ul>
  14. 16. <ul><li>Não basta apenas usar a tecnologia, no ambiente de ensino/aprendizagem temos que rever o uso que fazemos de diferentes tecnologias enquanto estratégias, tendo clareza quanto à função do que estamos utilizando. </li></ul>
  15. 17. <ul><li>NEGATIVA </li></ul><ul><li>Segundo Hoinef (1991), a televisão é uma forma de privação de sentidos, causando desorientação e confusão; </li></ul><ul><li>Apologia ao crime e ao sexo; </li></ul>
  16. 18. <ul><li>Destrói padrões de comportamentos,atitudes e valores que culturas e subculturas reverenciam para sobreviver; </li></ul><ul><li>Sua onipotência impede que se possa ensinar ética a sociedade; </li></ul><ul><li>Confunde a realidade e ficção; </li></ul>
  17. 19. <ul><li>POSITIVA </li></ul><ul><li>A televisão pode ser usada como um instrumento auxiliar do processo ensino-aprendizagem; </li></ul><ul><li>É informativa e cultural. </li></ul><ul><li>Segundo Torres (1998), a televisão contribuiu para reforçar a democracia, pois fala em linguagem simples sobre assuntos variados; </li></ul>
  18. 20. <ul><li>Em 1996, o Ministério da Educação, por meio da recém-criada Secretaria da Educação a Distância, lançou nacionalmente o programa TV na Escola, cuja finalidade era a qualidade da educação e oferecer às escolas um riquíssimo acervo de recursos didáticos capaz de enriquecer o projeto pedagógico das instituições e de valorizar os professores da educação. O foco da TV na Escola era os professores e alunos. </li></ul>
  19. 21. <ul><li>Traz ao público informações sobre outros povos, outros modos de vestir, comer e educar. </li></ul>
  20. 22. <ul><li>Decreto 236,de 28 de fevereiro de 1967. Instituiu-se a obrigatoriedade de transmissão diária de programas educativos. Definiu-se programa educativo em televisão aquele restrito à &quot;transmissão de aulas, conferências, palestras e debates&quot;. </li></ul>
  21. 23. <ul><li>Em 1990, o estatuto indicava atendimento prioritário às necessidades educativas específicas por meio de programação veiculada pelas emissoras de rádio e televisão. </li></ul>
  22. 24. <ul><li>Diz o artigo 76: &quot;As emissoras de rádio e televisão somente exibirão, no horário recomendado para o público infanto-juvenil, programas com finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas. </li></ul>
  23. 25. <ul><li>São aqueles produzidos com uma intencionalidade educativa. </li></ul>
  24. 26.   <ul><li>Programas educativos da TV </li></ul><ul><li>. </li></ul>
  25. 28. São aqueles que não tem intencionalidade educativa,mas que podemos utilizar com um fim educativo.
  26. 29. <ul><li>Programas não educativos da TV </li></ul>
  27. 30. <ul><li>http://www.youtube.com/watch?v=3uOATLTkTcY vila sésamo original </li></ul><ul><li>http://www.youtube.com/watch?v=cfcAxzKGrRE vila sésamo nova versao </li></ul>
  28. 31. Não importa o programa que é transmitido pela TV, importa se o público tem uma visão crítica e sabe separar o que é bom e o que é ruim, o que deve ser guardado e transmitido. A pessoa deve ler as mensagens subliminares, entender quais idéias são passadas e assim poder dominar a televisão e não ser dominado por ela.
  29. 32. <ul><li>DALE, Edgar. Metodos de Enseñanza Audiovisual. México: Editorial Reverte Mexicana, 1966 . </li></ul><ul><li>HOINEF, N. TV em Expansão. Rio de Janeiro: Editora Record, 1991. </li></ul><ul><li>TORRES, Eduardo Cintra. Ler televisão. Oeiras: Celta Editora, 1998 </li></ul>
  30. 33. <ul><li>Tema : DST/ AIDS </li></ul><ul><li>Assunto: Meios de transmissão </li></ul><ul><li>Modalidade de ensino: Fundamental </li></ul><ul><li>Série : 2º ano do 2º ciclo( 4ª série) </li></ul>
  31. 34. <ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>Discutir por meio de um debate os meios de transmissão do HIV e DSTs facilitando a compreensão do mesmo. </li></ul><ul><li>Comprometer os adolescente com a prevenção das DST/AIDS, através da proposta de criação de uma campanha, envolvendo todos aqueles que fazem parte da instituição de ensino. </li></ul>
  32. 35. <ul><li>Metodologia </li></ul><ul><li>Mostrar um vídeo de uma cena de um programa não educativo apresentar as questões para o debate e logo depois entregar o material para a construção da campanha. </li></ul>
  33. 36. <ul><li>Vídeo para discussão: </li></ul><ul><li>http://www.youtube.com/watch?v=pGeTRKxnaxM </li></ul>
  34. 37. <ul><li>O que vocês sabem sobre a Aids? </li></ul><ul><li>Como acontece o contágio? </li></ul><ul><li>Como você se comportaria se um colega de sala tivesse Aids? </li></ul>

×