Plano do coordenador

217 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
217
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano do coordenador

  1. 1. EEEFM Polivalente de Linhares I Plano de Trabalho do Coordenador 2014 EEEFM POLIVALENTE LINHARES I Av. Pres. Café Filho, 546 - Novo Horizonte, Linhares - ES, 29902-400 (27) 3373-1306 | escolalinhares@sedu.es.gov.br | polium.blogspot.com.br
  2. 2. Uma relação de confiança envolve transparência, mas você pode ir além quando conhece as regras desse relacionamento. Sonegar informações cria situações caóticas. O segredo do nosso sucesso está na informação. Saber perguntar, orientar, acompanhar e monitorar pode produzir resultados surpreendentes. Coordenador, se você acredita que pode fazer a diferença, informe-se e faça da EEEFM Polivalente de Linhares I um espaço criativo, onde você usará seu talento e a sua sabedoria. INTRODUÇÃO Coordenar é ligar, unir e harmonizar todos os atos e todos os reforços.” (Henri Fayol) O coordenador de turno tem como atribuições básicas o acompanhamento, coordenação e controle do horário das atividades docentes a partir das orientações da supervisão e da direção, garantindo o total funcionamento da Escola. O coordenador de turno trabalha diretamente ligado aos demais serviço de apoio técnico-pedagógicos para que a Escola tenha, entre todos os seus membros, um clima disciplinar favorável, que ajude o corpo docente em ministrar suas aulas, e o corpo discente para um bom proveito de tudo o que é oferecido para sua formação . A escola deve existir tendo como fim único o educando. Apesar da divisão em segmentos, ela só é completa, quando olhada conjuntamente. Pais, funcionários, professores e alunos precisam estar juntos na busca de uma Educação humanizadora. A organização escolar necessita acontecer de forma que essas partes estejam em constante comunicação, para que não percam a visão do todo. Cada profissional deve, no seu dia-a-dia, buscar esta meta comum. Cada um, na sua função, não poderá desligar-se da visão global da escola, pois a Instituição Escolar é um sistema onde o conjunto das partes forma o todo, mas este é muito maior do que a soma de todas elas. Nesse sentido, o coordenador de turno deve ser um membro que auxilia na comunicação entre os diversos segmentos da escola, organizando os espaços e tempos de forma a facilitar o processo de ensino e aprendizagem.
  3. 3. OBJETIVOS A primeira coisa que um piloto deve ter é uma excelente antecipação. Ele deve saber o que vai acontecer antes que aconteça. Emerson Fittipaldi  Organizar os movimentos da Escola, tendo em vista acontecimentos não previstos, de maneira que os alunos sejam o objetivo maior;  Procurar manter a comunicação entre os diversos segmentos do ambiente escolar, de maneira que no cotidiano as atividades aconteçam de maneira planejada e engajada no processo educativo;  Realizar intervenções junto às turmas, de maneira a trabalhar juntamente com os professores e gestores, possibilitando uma maior intervenção deste setor na sua área específica;  Participar da organização das regras de convivência junto à Comunidade Escolar, construindo um ambiente propício ao processo de ensinoaprendizagem. ATIVIDADES ESPECÍFICAS DO COORDENADOR DE TURNO Grandes obras não são feitas com força, mas a perseverança. Samuel Johnson As atividades realizadas pelo Coordenador de Turno são organizadas em parceria com toda a Equipe Gestora.  Planejar suas atividades diárias de acordo com as normas estabelecidas pela Proposta Pedagógica da escola;  Fazer cumprir os horários e atividades de seu turno, controlando a frequência e a pontualidade dos servidores administrativos, docentes e discentes;  Verificar se a merenda escolar esta sendo feita dentro do cardápio e percapta previstas;
  4. 4.  Dar início e término às atividades do seu turno de trabalho, verificando, antes do início das mesmas, o material didático necessário, solicitado previamente pelo docente, e as condições de higiene do estabelecimento de ensino; salas de aula, sanitários e demais dependências de uso dos alunos e professores;  Verificar se os alunos apresentam-se uniformizados;  Verificar entradas tardias dos alunos e professores;  Organização dos horários e espaços da Escola anualmente (horário dos alunos e professores, refeitório, biblioteca e outros, distribuição das turmas nas salas e no pátio em filas);  Organização diária dos horários das turmas e professores garantindo o dia letivo das mesmas. providenciar, sempre que possível, imediata substituição de professor ausente ou modificação de horário, evitando a permanência de alunos em sala, sem a presença de professor;  Escriturar, de forma fidedigna, o livro de ponto, em seu turno de atuação, registrando a ausência do servidor, do docente e a reposição de aula, bem como acompanhar o cumprimento do horário de planejamento e outras atividades;  Acompanhamento dos alunos ao refeitório, no horário da merenda, buscando com que este espaço seja realmente parte da Escola e do trabalho pedagógico;  Atendimento aos alunos em caso de indisciplina, conflitos, questões saúde e encaminhando ao Supervisor/Diretor quando necessário;  Apoio ao professor em sala de aula em situações de organização e dificuldades com a turma e/ou aluno específico;  Fazer trabalho integrado com a equipe escolar, Diretor, Conselho de Escola e Pais de alunos para decisões quanto a problemas disciplinares discentes, ocorridos no seu turno;  Registrar, em fichas ou em livro próprio, as ocorrências verificadas em seu turno de trabalho, fazendo os encaminhamentos necessários;  Participar na elaboração do planejamento e demais providências relativas às atividades extra-classe;  Participar das reuniões do Conselho de Escola e Conselho de Classe e de outros órgãos colegiados;  Acompanhar e avaliar o trabalho desenvolvido pelos Auxiliares de Serviços Gerais e informar ao Diretor da Escola sobre suas observações e encaminhamentos;  Elaborar, em conjunto com o pedagogo, os horários de aulas, de recuperação, de reposição e atividades extra-classe desenvolvidas pela escola;  Manter contato permanente com o Diretor da Escola, a fim de informá-lo sobre as ocorrências mais importantes, discutindo quanto à solução das mesmas;  Dispensar os alunos das aulas por atraso ou falta dos professores ou casos de interesse do ensino;  Evitar interrupção das aulas, a não ser as autorizadas pelo Diretor ;
  5. 5.  Providenciar para que os painéis de avisos permaneçam em ordem;  Transmitir avisos gerais em concordância com as Direções Auxiliares;  Os Coordenadores de Turno deverão estar presentes no Estabelecimento normalmente, presidindo e supervisionando as atividades de sua competência;  Preparar bilhetes para os todos os setores;  Ajudar a resolver ou encaminhar incidentes ocorridos em sala de aula;  Prestar assessoria no uso de equipamentos de informática.  Zelar pelo patrimônio publico e recursos didático-pedagógicos;  Outras atribuições que lhe conferir;  Cumprir e fazer cumprir, no seu âmbito de ação, as disposições deste Plano, Regimento Escolar e da legislação do ensino em vigor. CONCLUSÃO Eu não me envergonho de corrigir os meus erros e mudar de opinião,porque não me envergonho de raciocinar e aprender. Alexandre Herculano O alcance dos objetivos deste plano e a melhoria do processo ensino aprendizagem não dependem somente da situação da supervisão pedagógica, mas do apoio da gestão escolar, da aceitação e esmero dos professores, do desempenho dos demais funcionários do estabelecimento, do interesse dos educando e ainda, do auxilio dos pais e responsáveis pelos alunos desta instituição. Portanto, precisamos angariar a confiança de todos como fruto do bom desempenho de nosso trabalho, para que possamos, sob um clima harmônico, proporcionar, maior intercâmbio entre escola e comunidade. Somente assim teremos êxito neste grande desafio.

×