4 Lc 24 Uma PrençA Amiga

346 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
346
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

4 Lc 24 Uma PrençA Amiga

  1. 1. 17 Disse-lhes Ele: «Que palavras são essas que trocais entre vós, enquanto caminhais?» Pararam entristecidos. 18 E um deles, chamado Cléofas, respondeu: «Tu és o único forasteiro em Jerusalém a ignorar o que lá se passou nestes dias!» 19 Perguntou-lhes Ele: «Que foi?» Responderam-lhe: «O que se refere a Jesus de Nazaré …. Enquanto conversavam e discutiam, aproximou-se deles o próprio Jesus e pôs-se com eles a caminho; 16 os seus olhos, porém, estavam impedidos de o reconhecer. PRESENÇA
  2. 2. 341 – JESUS, ENCHE-NOS DE TI Deixa que o Amor de Deus te toque Com o Seu Espírito de Luz E a tua alma gritará de alegria! Deixa que Ele te sacie, com o Seu Espírito de Amor Descerá em teu coração / e dar-te-á a paz Jesus, ó Jesus, enche-nos de Ti! (2x) Oh vem cantar com alegria, Que Deus encheu teu coração E tuas mão se elevam para O bendizer. Entrega-lhe tuas dores E as tuas preocupações E Ele virá e tomará conta de ti.
  3. 3. A presença de um Amigo especial De repente, já não são duas mas três pessoas a caminhar, e tudo se torna diferente. Os dois amigos já não têm os olhos fixos no chão, agora fixam o olhar de um Amigo especial que se juntou a eles no caminho.
  4. 4. Alguém disposto a escutar É um amigo desejoso de escutar; um coração aberto que escuta as nossas palavras de desilusão, tristeza e confusão …
  5. 5. 25 Jesus disse-lhes, então: «Ó homens sem inteligência e lentos de espírito para crer em tudo quanto os profetas anunciaram! 26 Não tinha o Messias de sofrer essas coisas para entrar na sua glória?» 27 E, começando por Moisés e seguindo por todos os Profetas, explicou-lhes, em todas as Escrituras, tudo o que lhe dizia respeito. UMA PALAVRA QUE ILUMINA E AQUECE Jesus explica a Escritura
  6. 6. Alguém que fala de amor Agora é Ele a falar. As suas palavras são muito claras e directas. Conta coisas bem conhecidas … mas é como ouvi-las pela primeira vez. A diferença reside no narrador!
  7. 7. O que parecia tão confuso, agora começa a ter novos horizontes; o que parecia tão opressivo começa a revelar-se libertador; o que parecia fonte de grande tristeza começa a assumir a qualidade de alegria! Um encontro de luz que transforma 26 Não tinha o Messias de sofrer essas coisas para entrar na sua glória?» Uma "Palavra" que liberta
  8. 8. Os dois discípulos começam gradualmente a aperceber-se que, enfim, as suas pequenas vidas não são tão pequenas, como eles pensavam, mas fazem parte de um grande mistério de amor que se estende para a eternidade. Abre novos horizontes Uma "Palavra" de esperança
  9. 9. O chamamento a despertar É como dizer: «Enquanto continuais a lamentar as vossas perdas, não podereis compreender que essas perdas se deram para vos tornar capazes de receber o dom da vida.» «Ó homens sem inteligência e lentos de espírito para crer». Uma "Palavra" que desperta
  10. 10. Confiar Jesus convida a CONFIAR. Eles pensavam que aquela perda era irremediável. Não podiam imaginar a glória da Ressurreição! Não compreendiam que as dores da vida presente são como as dores do parto para uma vida nova. A "Palavra" da fé
  11. 11. Uma lentidão perigosa É uma lentidão é perigosa que nos prende na armadilha da nossa estreiteza de pensamento. É a lentidão que nos impede de ver a paisagem completa em que vivemos. É muito possível que cheguemos ao fim da nossa vida sem nunca termos sabido quem somos e para que fomos criados. «Homens sem inteligência e lentos de espírito para crer» Desnorteados, perdemos o sentido da eternidade.
  12. 12. Precisamos de Alguém que nos abra os olhos A vida é breve. Precisamos de alguém que nos ajude a olhar para a eternidade, isto é, olhar para mais longe, deixando os limites da nossa vida terrena. Só Tu tens palavras de Vida Eterna Para onde iremos?
  13. 13. Por isso, Jesus continua a torna-se nosso companheiro e nos explica as escrituras. Alguém que aqueça o nosso coração!
  14. 14. Não nos ardia o coração? Mais tarde, quando tudo tiver acabado, poderemos dizer: «Não nos ardia o coração?». Mas, enquanto Ele caminha connosco, ao nosso lado, a proximidade é demasiado grande para que possamos reflectir. Tão perto de mim ...
  15. 15. O serviço da Palavra A Palavra de Deus é proclamada e explicada. É Jesus que nos fala. A sua Palavra aquece, faz arder o coração. Se não percebemos a Sua presença através da palavra, não podemos reconhecer a Sua presença ao “partir do pão”. É Ele que fala e nos explica a Escritura
  16. 16. Uma Palavra Sacramental Através das suas palavras, Jesus tornou-se realmente presente para eles. Foi essa presença que transformou a tristeza em alegria e o luto em dança. É isso que acontece em cada Eucaristia. A Palavra de Deus é sacramental, isto é uma palavra sagrada. Uma Palavra que cura
  17. 17. 369 – JESUS ESTÁ VIVO Jesus está vivo no meio de nós! (bis) Jesus de Nazaré, meu Salvador Ele está vivo no meio de nós! (bis)

×