Aula gestao da qualidade logistica cepa presencial

1.105 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.105
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
62
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula gestao da qualidade logistica cepa presencial

  1. 1. Gestão da Qualidade Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  2. 2. Gestão da Qualidade Cláudio Pina Graduado em Administração pela Universidade Estadual de Goiás. Atualmente é consultor do Grupo de Administração Profissional, é Secretário Acadêmico e Professor da GAP TEC Educação Profissional e é Professor Formador do SECTEC GO CEPA. Tem experiência em empresa de médio e grande porte no setor financeiro, agroindustrial, indústria de transformação, engenharia e telecomunicações atuando na área de Gestão Empresarial, Gestão de Processos, Gestão de Resultados, Gestão da Qualidade, Auditoria, Finanças, Projetos e Planos de Negócio. Possui certificação Lean Six Sigma nível Green Belt e está cursando especialização em Gestão Financeira e Controladoria e também Gerenciamento de Projetos. admclaudiopina@gmail.com Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  3. 3. Gestão da Qualidade RECAPTULANDO O que é problema. Selos de qualidade. PDCA Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  4. 4. Gestão da Qualidade A qualidade passou por três momentos básicos: INSPEÇÃO ERA DO CONTROLE ESTATÍSTICO ERA DA QUALIDADE TOTAL # Produtos são verificados um a um; # Produtos são verificados por amostragem; # Processo produtivo é controlado; # Cliente participa da inspeção; # Departamento especializado faz inspeção da qualidade; # Tida empresa é responsável; #Inspeção encontra defeitos, mas não produz qualidade. Abril/2013 # Ênfase na localização de defeitos. # Ênfase na prevenção de defeitos; # Qualidade assegurada. Prof. Cláudio Pina
  5. 5. Gestão da Qualidade = Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  6. 6. Gestão da Qualidade QUALIDADE COMO FATOR COMPETITIVO E A SATISFAÇÃO DO CLIENTE Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  7. 7. Gestão da Qualidade GERÊNCIA PARTICIPATIVA Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  8. 8. Gestão da Qualidade DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  9. 9. Gestão da Qualidade CONSTÂNCIA DE PROPÓSITOS Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  10. 10. Gestão da Qualidade APERFEIÇOAMENTO CONTÍNUO DO SISTEMA A P C D A S C D Melhorar Manter Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  11. 11. Gestão da Qualidade GESTÃO E CONTROLE DE PROCESSOS Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  12. 12. Gestão da Qualidade DISSEMINAÇÃO DE INFORMAÇÕES Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  13. 13. Gestão da Qualidade DELEGAÇÃO Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  14. 14. Gestão da Qualidade ASSITÊNCIA TÉCNICA Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  15. 15. Gestão da Qualidade GESTÃO DAS INTERFACES COM AGENTES EXTERNOS Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  16. 16. Gestão da Qualidade GARANTIA DA QUALIDADE Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  17. 17. Gestão da Qualidade VS Gestão da Qualidade em Ambientes Industriais O esforço pela qualidade aparece no produto Interação com clientes via produtos Elevado suporte Baixa interação Suporte ao produto (qualidade de produto) Cliente atua ao final do processo produtivo Produção e consumo em momentos bem distintos Feedback (retorno do usuário sobre o produto adquirido) pode demorar Expectativas menos sujeitas a mudanças abruptas Cliente tende a não influenciar o processo produtivo Resulta de um conjunto de elementos (máquinas e pessoas) Condições favoráveis à padronização Tende a uniformizar-se a médio prazo Bens tangíveis podem ser patenteados Bens tangíveis podem ser protegidos em relação a seus processos de fabricação e à forma final como são disponibilizados para comercialização Abril/2013 Gestão da Qualidade em Ambiente de Serviços O esforço aparece na interação com o cliente Interação direta com clientes Baixo suporte Intensa interação Suporte ao cliente (qualidade de serviço) Cliente presente ao longo do processo produtivo Produção e consumo simultâneos Feedback imediato Expectativas dinâmicas Cliente participa do processo produtivo Resulta mais do desempenho dos recursos humanos Difícil padronizar Difícil ter um modelo uniforme de execução Serviços não podem ser patenteados Serviços não podem ser protegidos Prof. Cláudio Pina
  18. 18. Gestão da Qualidade GESTÃO DA QUALIDADE PARA A ... Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  19. 19. Gestão da Qualidade GESTÃO DA QUALIDADE PARA A ... Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  20. 20. Gestão da Qualidade GESTÃO DA QUALIDADE PARA A ... LOGÍSTICA especialmente GOIÁS Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  21. 21. Gestão da Qualidade GESTÃO DA QUALIDADE PARA A ... http://www.youtube.com/watch?v=Gw-mFw_V3fw Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  22. 22. Gestão da Qualidade QUALIDADE ESTÁ ATRELADA A Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  23. 23. Gestão da Qualidade CHURRASCO SABOROSO Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  24. 24. Gestão da Qualidade CHURRASCO SABOROSO Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  25. 25. Gestão da Qualidade CHURRASCO SABOROSO Abril/2013 Prof. Cláudio Pina
  26. 26. Gestão da Qualidade AGRADEÇO A ATENÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE TODOS!! ATÉ A PRÓXIMA!! CLÁUDIO PINA Abril/2013 Prof. Cláudio Pina

×