Manual do lider

3.901 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.901
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
246
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manual do lider

  1. 1. Pr. José Machado Lima Filho Tel. (61) 36422801 / (61) 84028260 E-mail: pr_machado@hotmail.com www.pibformosa.org.br Pça da Biblia, nr 72, Centro Formosa/GO.“ Igreja do Deus Vivo, coluna e esteio da verdade.” MANUAL DO LIDER
  2. 2. CAPITULO 01 – PALAVRA DO PASTORAPRESENTAÇAOAmado e Querido Líder,Ao iniciarmos mais um ano: de atividades, colocamos em suas mãos este"Manual do Líder" que lhe orientará a respeito das atividades que lheforam confiadas pela igreja. Nele o irmão encontrará as atividadesregulares que cada um deverá realizar, o nosso propósito e visão comoigreja, o pacto das igrejas batistas, nossas metas para o ano, a lista delideres bem como sua área de atuação e a lista de membros da igreja coma data de aniversário e telefone.Há uma grande necessidade de nos apegarmos em Deus que tudo fez pornós, afim de que façamos a sua vontade aqui e no porvir.Quero encorajar o irmão a cooperar com o senhor nesta obra que Eleconfiou a você, orando, lendo e vivendo a Bíblia junto com sua família,amando e perdoando uns aos outros, testemunhando de Cristo comamor.Só com uma vida na completa dependência de Deus é que nóscumpriremos a nossa missão.Que o Senhor abençoe ricamente todos nós, para sua honra e glória.No serviço Real, seu pastor e amigo, José Machado.
  3. 3. CAPITULO 02 – A IGREJAPacto das Igrejas BatistasTendo sido levados pelo Espírito Santo a aceitar a Jesus Cristo como únicoe suficiente Salvador, e batizados, sob profissão de fé, em nome do Pai, doFilho e do Espírito Santo, decidimo-nos, unânimes, como um corpo emCristo, firmar, solene e alegremente, na presença de Deus e destacongregação, o seguinte Pacto:Comprometemo-nos a, auxiliados pelo Espírito Santo, andar sempreunidos no amor cristão; trabalhar para que esta igreja cresça noconhecimento da Palavra, na santidade, no conforto mútuo e naespiritualidade; manter os seus cultos, suas doutrinas, suas ordenanças esua disciplina; contribuir liberalmente para o sustento do ministério, asdespesas da igreja, o auxílio dos pobres e para a propaganda do evangelhoem todas as nações.Comprometemo-nos, também, a manter uma devoção particular; a evitare condenar todos os vícios; a educar religiosamente nossos filhos; aprocurar a salvação de todo o mundo, a começar dos nossos parentes,amigos e conhecidos; a serem corretos em nossas transações, fiéis emnossos compromissos, exemplares em nossa conduta e ser diligentes nostrabalhos seculares; evitar a detração, a difamação e a ira, sempre e emtudo visando à expansão do reino do nosso Salvador.Além disso, comprometemo-nos a ter cuidado uns dos outros; alembrarmo-nos uns dos outros nas orações; ajudar mutuamente nasenfermidades e necessidades; cultivar relações francas e a delicadeza notrato; estar prontos a perdoar as ofensas, buscando, quando possível, apaz com todos os homens.Finalmente, nos comprometemos a, quando sairmos desta localidade paraoutra, nos unirmos a uma outra igreja da mesma fé e ordem, em que
  4. 4. possamos observar os princípios da Palavra de Deus e o espírito destePacto.“O Senhor nos abençoe e nos proteja para que sejamos fiéis e sinceros atéa morte. ’Primeira Igreja Batista em Formosa"Quem dizem o povo ser o Filho do Homem!... e vós, quem dizeis que Eusou" (Mat. 16:13-1S)O perfil reflete a Imagem da nossa Igreja, como ela se vê, e como deve servista pelos demais, é o retrato da igreja.• Uma igreja edificada com Propósitos;• Uma igreja relevante para o seu tempo;• Uma igreja firmada na Palavra de Deus;• Uma igreja que glorifique a Deus;• Uma igreja que exalte o Senhor Jesus Cristo;• Uma igreja dirigida pelo Espírito Santo;• Uma igreja comprometida com o Reino de Deus;• Uma igreja sustentada por oração;• Uma igreja buscando á Santificação;• Uma igreja que prioriza o estudo da Bíblia, a exaltação ao Senhor, a comunhão dos membros e a proclamação do Evangelho;• Uma igreja unida em Amor;• Uma igreja apaixonada por Missões;• Uma igreja perto dos pobres e identificadas com as causas sociais.A ESSÊNCIA DO NOSSO MINISTÉRIO ECLESIÁSTICOA VISÃO“ Levantai vossos olhos e vede" (João 4.35)A visão aponta para o futuro. Norteia o nosso olhar, projeta nossos sonhose orienta nossa caminhada para além do presente.
  5. 5. "Queremos ser a UTI dê Deus em Formosa, equipada para ministrar sobretodos a graça, o amor e misericórdia divina, através do Evangelho de JesusCristo.”A MISSÃO“Assim como o Pai me enviou, eu vos envio a vós." (João 20.21).A Missão define a natureza principal de nossas ações, ela estabelece arazão de nossa existência no mundo, orientando onde vamos investirnossas vidas, recursos, energias, programas, dons, serviços e focomissionário."Alcançar Formosa com a salvação de Jesus Cristo, levando a cadahabitante da cidade a luz do Evangelho, para tomá-los discípulosverdadeiros, maduros e comprometidos com o Corpo de Cristo, e queglorifiquem a Deus em suas vidas."OS PROPÓSITOS"Cumpre bem o teu ministério" (2 Tim. 4:5 )Os propósitos delimitam e definem as razões pelas quais estamostrabalhando. Eles revelam a essência do nosso Ministério Eclesiástico. Oporquê de tudo que fazemos e/ou venhamos a fazer para o Reino deDeus. Proclamação Edificação Serviço Comunhão Adoração Restauração
  6. 6. NOSSOS VALORES COMO IGREJA"Se você não defende alguma coisa, você vai cair por qualquer coisa"Os valores determinam quem somos, revelam nosso caráter eclesiástico eos parâmetros de nossas crenças, teológicas, éticas e morais. Elestransmitem e também, indicam como desejamos ser.• Propósitos Definidos, como norteamento de nossa ação, filosofiaministerial definida e fidelidade Palavra de Deus.• Fidelidade total à Palavra de Deus - As Escrituras Sagradas como nossopadrão de instrução, crença; fundamentos éticos.• Devoção completa e radical a Jesus Cristo, como Senhor da Igreja e arazão de sua existência na terra;• Ensino e Exposição da Bíblia Sagrada, nossa única regra de fé. O ensinoda Palavra é a espinha dorsal nossos ministérios;• Santidade como o alvo contínuo da membresia da igreja na busca de suaidentificação com Jesus Cristo, Seus ensinos e Seu caráter;• Glorificação do nome e da pessoa do nosso Deus: Seu Filho Jesus Cristoe do Espírito Santo, como, Trindade Santa. Eles atuam através de nós enos abençoam continuamente.• Louvor e Adoração a Deus. Nossos cultos e ações ministeriais priorizarãoo louvor e adoração ao Senhor, como razão última de nossa existência nomundo;• A Prática da Oração: Cremos no poder da oração e incentivaremos aigreja e seus membros a que não a negligenciem, como algo fundamentalna nossa relação com Deus. Ela é a chave da nossa vitória!• Crescimento Individual: Cada membro da nossa igreja será incentivadoa uma vida melhor, marcada pelo crescimento intelectual, espiritual,
  7. 7. psicológico, emocional, profissional, familiar e social, buscando uma vidaabundante, que glorifique a Deus;• Espiritualidade Individual como fator de crescimento contínuo, parapromover mudanças necessárias e crescimento espiritual de nossosmembros, tendo como alvo a pessoa de Jesus Cristo.• A Liberdade do Espírito para agir entre nós, prover nossas necessidadesespirituais, repartir nossos ministérios e nos capacitar para realizar onosso trabalho, no Corpo de Cristo;• Proclamação do Evangelho. Somos uma igreja missionária, e nossamissão específica é a proclamação do Evangelho de Jesus Cristo para asalvação de todo o que crer, particularmente em Formosa e no Estado deGoiás. Queremos ter paixão pelas vidas sem Cristo. Aqueles a quem Deusama, nós amamos também;• Valorização da Família Nosso foco ministerial estará voltado para asantificação, valorização, restauração e solidificação das famílias.Lutaremos sempre contra os divórcios e separações, abortos,relacionamentos pecaminosos, infidelidade conjugal, promiscuidadesexual e todas as forças visíveis e invisíveis, que atentam contra a família eo casamento;• Relacionamentos interpessoais, fundados em amor, permeando todasas áreas da vida e ministérios da igreja;• Honestidade no tratar com as pessoas, com o dinheiro e as decisões daigreja, e as nossas atividades em geral. Cremos que devemos ser modelode integridade no mundo de iniqüidade.• Respeito aos que pensam e crêem diferente de nós, como condição deboa convivência social e estratégia para ganharmos espaços, tendo emvista a evangelização.
  8. 8. • A Tolerância e o Respeito como condição de possibilidade daconvivência saudável, onde com graça e amor, podemos exalar uns paraos outros o perfume de Cristo;• A Humildade para reconhecermos nossas fragilidades, nossadependência de Deus e nossa necessidade de quebrantamento;• Serviço à comunidade e as pessoas que nos cercam e vivem em estadode pobreza, desilusão, marginalização e abandono. Queremos ser atalaiasdajustiça, do amor, da misericórdia e da paz;• Responsabilidade para com a nossa denominação, nossas raízeshistóricas e nossas doutrinas bíblicas "batistas" fundamentais. Somos umaigreja batista e nos orgulhamos disso;• Honraremos a tradição da Reforma que nos trouxe de volta a Bíblia e aliberdade de culto; as raízes históricas de nossa denominação e seusmissionários que trouxeram o Evangelho de Jesus Cristo;• Padrão de Excelência em tudo que fazemos para o Senhor e para aspessoas, para que, em todas as nossas ações e serviços, Deus sejaglorificado;• É inegociável nossa fidelidade à Bíblia; nossa tradição evangélica, nossasdoutrinas bíblicas defendidas pelos batistas, nossa identidadedenominacional e nossa convicção de que, entre o céu e a terra, só há umIntercessor, um Salvador, um Senhor e um mediador: Jesus Cristo.
  9. 9. CAPITULO 03 – DIRETORIAS EDEPARTAMENTOSDIRETORIA DA IGREJA Presidente 1º Vice-Presidente 2º Vice-Presidente 1º Tesoureiro 2º Tesoureiro 1º Secretário 2º SecretárioDEPARTAMENTOSDEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃOEBD- ESCOLA BIBLICA DOMINICAL Diretor Secretario Professor Classe de adultos Professor Classe Jovens Professor Classe Adolescentes Professor Classe Juniores Professor Classe Primário Professor Classe MaternalDEPARTAMENTO DE EVANGELISMO Diretor AuxiliaresDEPARTAMENTO DE MUSICA
  10. 10. Diretor Sonoplastia Operador de Data Show Vocal InstrumentistasCONSELHO FISCAL Diretor AuxiliaresCOMISSÃO DE PATRIMÔNIO E REPARO Diretor AuxiliaresCOMISSÃO DE EVENTOS ESPECIAIS, ESPORTE E LAZER Diretor AuxiliaresCOMISSÃO DE MEMBROS Diretor Auxiliares: Corpo diaconalUNIJOVEM Diretor Secretario AuxiliaresMULHERES CRISTÃS EM AÇÃO Diretora Vice-Diretora
  11. 11. JUNTA DIACONAL Presidente Diáconos ( A igreja é livre para estar criando novos cargos, ministérios, departamentos, bastando para isso que haja pessoas dispostas a atuar)
  12. 12. CAPITULO 03 – DESCRIÇÕES DASFUNÇÕESCONSELHO ADMINISTRATIVOPRESIDENTE: PastorAtribuições: 1. Convocar e presidir todas as assembléias da Igreja, assegurando a expressão da vontade da maioria, bem como os direitos da minoria; 2. Representar a Igreja ativa e passivamente, judicial e extrajudicialmente; 3. Assinar com o secretário e o tesoureiro, escrituras de compra/venda e quaisquer documentos que possam modificar o patrimônio da Igreja, sempre nos termos do estatuto; 4. Assinar as atas das assembléias da igreja depois de aprovadas; 5. Assinar balancetes mensais e o balanço anual juntamente com o tesoureiro; 6. Apresentar à igreja relatório das atividades da diretoria anualmente.1º e 2º VICE-PRESIDENTEAtribuições: substituir e auxiliar, pela ordem, o presidente na sua falta ouimpedimentos eventuais.1º SECRETÁRIA (O)Atribuições: 1. Compor a mesa nas assembléias, registrando fielmente as atas; 2. Lavrar atas em livro próprio, sem rasuras, erros ou entrelinhas.
  13. 13. 3. Redigir correspondência e assiná-las com o presidente. 4. Manter atualizado o Rol de Membros. 5. Zelar pela guarda e conservação dos documentos oficiais da igreja (livro de atas, de presença, estatuto, regimento, escrituras, posse, registro de casamento, etc.). 6. Receber e ler as correspondências destinadas à igreja dando ciência prévia ao Pastor. 7. Cuidar do arquivo geral da igreja. 8. Assinar, com o presidente e o 1º tesoureiro, os documentos de aquisição ou alienação de bens.2º SECRETÁRIA (O)Atribuições: Substituir o 1º secretário em sua ausência ou impedimento eajudá-Io no exercício de suas funções.“... sede firme, inabaláveis, e sempre abundantes na obra do Senhor,sabendo que no Senhor o vosso trabalho não é vão ".1º Co 15.581º TESOUREIROAtribuições: 1. Recebe, guarda e contabiliza os valores da Igreja. 2. Efetua pagamentos determinados pela igreja (em orçamento ou extra-orçamento) e designados pelo Presidente. 3. Abre, movimenta e liquida contas bancárias em nome da igreja (assinaturas em conjunto com o Presidente). 4. Prepara e apresenta em assembleia relatório financeiro mensal e também o balanço anual. 5. Prepara e apresenta à Receita Federal Declaração de Isento do Imposto de Renda.
  14. 14. 6. Prepara e apresenta a RAIS – Relatório Anual de Informações Sociais. 7. Prepara e encaminha a documentação financeira da igreja para arquivo.2º TESOUREIROAtribuições: Substituir o primeiro tesoureiro em sua falta ou emeventuais impedimentos, e ajudá-lo no exercício de suas funções.ESCOLA BIBLICA DOMINICALTarefas da EBD 1. Ensinar a Revelação Bíblica 2. Alcançar as multidões com a ação da igreja 3. Evangelizar 4. Induzir os membros da igreja a cultuarem a Deus diariamente 5. Prover informações a respeito do trabalho e da denominaçãoDIRETOR DA EBDAtribuições: 1. Prestar relatório de suas atividades à igreja. 2. Zelar pelo ensino da Revelação Bíblica. 3. Estabelecer um sistema de visitas para alunos ausentes. 4. Trabalhar no sentido de aumentar o número de alunos aprendendo a Bíblia. 5. Promover intercâmbios entre as classes 6. Promover trabalhos evangelísticos, levando os professores à responsabilidade por esta missão. 7. Aprimorar o estudo da Bíblia. 8. Cooperar com as campanhas empreendidas pela Igreja.
  15. 15. 9. Trabalhar no sentido de capacitar cada aluno a ser um exemplo do Mestre Jesus Cristo. 10. Estimular o crescimento espiritual e numérico dos alunos através de atividades desafiantes e encorajaradoras. 11. Procurar fazer de cada membro da Igreja seja aluno da EBD. 12. Conscientizar os professores quanto à sua responsabilidade de aumentar o índice de participação dos alunos. 13. Preparar relatórios trimestrais para avaliação do Pastor juntamente com o Conselho de Obreiros. 14. Definir criteriosamente os equipamentos e objetos que faltam à Escola e encaminhar o pedido de aquisição à Comissão de Finanças e Patrimônio. 15. Trabalhar sempre em conjunto e harmonia com o secretário supervisionando e auxiliando nas tarefas que o mesmo tem que realizar. 16. Sempre observar as cadernetas como estão sendo utilizadasSECRETÁRIO DA EBDAtribuições: 1. Supervisionar a secretaria e os trabalhos que lhe são peculiares; 2. Preparar relatórios dominicais, trimestrais e anuais. 3. Ler o relatório quando se fizer necessário. 4. Preparar quadro estatístico. 5. Manter a fichário em ordem e em dia. 6. Matricular novos alunos encaminhados pelos professores; 7. Preparar cartões para os visitantes, aniversariantes, etc... 8. O secretário deverá trabalhar em harmonia com o diretor da EBD e professores. 9. Auxiliar o diretor verificando quais as dificuldades e necessidades dos professores e alunos no processo de ensino e aprendizagem da Bíblia. 10. Chegar sempre com antecedência ao início da EBD.
  16. 16. PROFESSORES DA EBDO professor da EBD deve fazer a si mesmo duas perguntas:-Por que sou professor da Escola Bíblica Dominical? (Resposta - porquenessa tarefa posso cumprir minha vocação cristã no serviço a Deus, àIgreja e ao próximo).-Estou preparado suficientemente para a docência na Escola BíblicaDominical? (Resposta - aceitei o cargo certo de que a minha experiênciacom Cristo, com a Bíblia e com a igreja com a possível um ensino bom eedificante. Reconheço as minhas limitações bem como a amplitude e acomplexidade das necessidades humanas, do conteúdo da fé cristã, e dosmeios e métodos de ensino. Trato de empenhar-me sempre, econstantemente, em preparar-me e capacitar-me cada vez mais.1- OBJETIVOS Responder as ansiedades e anelos relacionados com o tema em estudo; Produzir impacto no coração dos alunos; Levar os alunos a uma decisão referente ao tema estudado; Fortalecer as relações dos alunos com Deus, com os colegas, com a EBD e com a Igreja;2- SUAS METAS Fazer com que o aluno: Freqüente com regularidade a EBD; Freqüente regularmente os cultos; Se entregue a Cristo reconhecendo-o como seu Senhor e Salvador; Torne-se membro atuante da Igreja; Desenvolva sua vida de oração;
  17. 17. Seja um contribuinte sistemático da Igreja ( começando com o dízimo ); Seja um ganhador de almas para Cristo.3- MEIOS PARA ALCANÇAR SUAS METAS Colocar pessoas em contato com a Igreja e com a Bíblia; Levá-los a uma resposta pessoal à revelação de Deus em sua Palavra; Partilhar de suas lutas por esses objetivos; Aconselhá-los em período de crises.4- DEVERES DOS PROFESSORES DA EBD Freqüência assídua Pontualidade Conhecimento da Bíblia Contribuição.5- PRINCIPIOS PRA MELHORAR SEU TRABALHO NA EBD Hábito de oração constante Leitura assídua das passagens indicadas nas leituras diárias Preparo cuidadoso das lições Leitura de um livro da Bíblia por mês – de preferência nos cursos de formação que se oferecem Visitar Procurar conquistar para Cristo pelo menos uma pessoa por mês Ser mais prático que teórico Ser um exemplo de membro atuante e seguidor de Jesus Cristo para os seus alunos Reconhecer que foi chamando por Deus.
  18. 18. OS DEZ MANDAMENTOS DO BOM PROFESSOR 1- Reconhecer a glória de sua tarefa 2- Ser positivamente evangelista 3- Ser bem preparado 4- Visitar regularmente 5- Participar da reunião semanal dos professores e oficiais 6- Participar dos cultos de oração com regularidade 7- Levar a classe a participar dos cultos da igreja 8- Ser um bom exemplo perante seus alunos 9- Relacionar sua tarefa de professor ao programa da igreja 10- Reconhecer que foi chamado por Deus.“ “SE SEU DOM É ENSINAR, QUE HAJA DEDICAÇÃO”. Rm. 12.7CONSELHO FISCALFINALIDADE: Coordenar e supervisionar todo o movimento financeiro daigreja.Atribuições: 1. Se reunir periodicamente com o tesoureiro da Igreja. 2. Analisar mensalmente o movimento financeiro, corrigindo eventuais distorções. 3. Conferir as somas e saldos dos livros da tesouraria. 4. Conferir os extratos bancários com os livros da tesouraria, verificando a sua exatidão e conciliação. 5. Lavrar o termo de aprovação nos livros da tesouraria e apresentar o parecer assembléia da igreja, para aprovação. (feito pelo tesoureiro ) 6. Manter atualizado os estudos sobre o potencial financeiro da igreja. 7. Dar parecer à igreja, para aprovação, sobre assuntos financeiros extraordinários encaminhados a comissão para estudo.
  19. 19. 8. Apresentar a igreja, para aprovação, os relatórios da tesouraria, referentes ao mês anterior, com o parecer favorável do conselho fiscal. 9. Elaborar a proposta orçamentária.COMISSÃO DE MEMBROSFINALIDADE: Cuidar dos assuntos referentes admissão, integração edisciplina dos membros da Igreja.Atribuições: 1. Criar um ambiente fraternal entre os membros da Igreja. 2. Ouvir cuidadosamente os candidatos ao batismo, recomendando- os ou não a igreja para aceitação. 3. Visitar e orientar os irmãos que queiram unir-se a igreja, expondo- hes os métodos de funcionamento da mesma e apresentando igreja parecer sobre a sua aceitação. 4. Ouvir os candidatos a reconciliação e, se estiverem em condições, recomendá-los a Igreja. 5. Analisar, juntamente com o pastor, o caso de pessoas que queiram ingressar na igreja por aclamação, dando a igreja o seu parecer. 6. Cuidar dos casos de disciplina, convocando, se necessário, outros membros da igreja. 7. Assessorar o pastor nas visitas aos membros da igreja. 8. Procurar os membros ausentes, verificando eventuais necessidades ou problemas pessoais e encaminhando ao pastor os casos especiais.COMISSÃO DE PATRIMÔNIO E REPAROS
  20. 20. FINALIDADE: Supervisionar tudo o que diz respeito ao patrimônio da igreja(prédios, móveis e utensílios) e coordenar as construções, reformas ereparos (templo, casa pastoral, congregações, etc.).Atribuições: 1. Estudar a situação atual das dependências da igreja, verificando a necessidade de novas instalações para o desenvolvimento do programa educacional da igreja. 2. Planejar e supervisionar todas as campanhas de levantamento de recursos financeiros para as reformas ou aquisição de equipamento. 3. Selecionar e adquirir o material necessário para reformas. 4. Providenciar a manutenção, consertos e reparos das instalações, equipamentos, móveis e utensílios da igreja. 5. Fazer um inventário do patrimônio da igreja e manté-Io sempre atualizado.DEPARTAMENTO DE PROGRAMAS ESPECIAIS & LAZERFINALIDADE: Planejar, coordenar e elaborar os programas especiais daigreja e os eventos recreativos.Atribuições: 1. Elaborar o calendário de eventos especiais da igreja, em comum acordo com o pastor e com o Conselho da igreja. 2. Preparar e apresentar programas festivos. 3. Assessorar as organizações de treinamento e missões e a EBD em suas programações especiais. 4. Providenciar o material necessário para a realização dos programas especiais. 5. Decorar e/ou manter o local da programação, respeitando a orientação geral da igreja.
  21. 21. 6. Requerer com a devida antecedência a verba necessária para a realização de seu trabalho, prestando contas de todas as despesas, de acordo com a orientação geral da igreja. 7. Divulgar e promover os eventos, tornando-os conhecidos da igreja e das pessoas que se deseja alcançar, com a máxima antecedência. 8. Guardar com o devido cuidado o material que pode ser reaproveitado, em lugar que não atrapalhe outras atividades. 9. Promover atividades sociais, recreativas e esportivas para os membros da igreja, procurando envolver todas as faixas etárias. 10. Evitar o conflito de horários das atividades sociais com outras atividades da igreja 11. Estabelecer em comum acordo com o pastor os objetivos das atividades recreativas/esportivas da igreja. 12. Estabelecer e fazer cumprir rigorosamente os horários estabelecidos para as atividades. 13. Procurar atender as aspirações da igreja. 14. Avaliar constantemente todas as atividades, procurando verificar se não estão se desviando dos objetivos da igreja. 15. Submeter à aprovação da igreja seus planos e sugestões.DATAS ESPECIAIS:JANEIRO: Mês da Convenção Batista Brasileira Assembleia Anual 20 a 24FEVEREIRO:• Acampamento anual - 25 a 28MARÇO: Mês de Missões Mundiais
  22. 22. Dia da esposa do pastor – 2º domingoABRIL: Mês da Escola Bíblica (E BD) Páscoa - dia 14MAIO: Mês da Família Dia das Mães – 2º domingoJUNHO: Dia do Pastor - 2º domingo. Dia dos Namorados - dia 12JULHO: Mês dos Jovens Dia do Amigo - dia 20AGOSTO: Aniversario da cidade (Formosa/GO) - 01 Dia dos pais - 2° domingoSETEMBRO: 7 de setembro Dia do ancião - dia 27OUTUBRO Dia das Crianças - dia 12 Dia do professor - dia 15
  23. 23. NOVEMBRO: Aniversário do pastor José Machado- dia 16DEZEMBRO: Aniversário da Primeira Igreja Batista - dia 10 Dia da Bíblia- 2° domingo Natal- dia 25 Ano novo"Tudo quanto fizerdes, fazei de todo o coração, como para o Senhor, enão para homens" (Colossenses 3:23)ZELADORIAAtribuições:Limpeza Externa Varrer e limpar todo o terreno da igreja, tirando os objetos inúteis Recolher o lixo e colocá-lo à disposição da coletoria pública de lixo Manter limpa a fachada do templo.Limpeza Interna Limpar e espanar as paredes. Retirar as teias de aranha dos cantos superiores e do teto, especialmente das luminárias; Limpar cuidadosamente móveis, bancos, janelas, cadeiras, mesas, paredes, teto, porta, etc., deixando-os sem poeira; Limpar os sanitários, deixando-os perfumados e em perfeitas condições de uso; Lavar toalhas, e o material para a celebração da Ceia do Senhor;
  24. 24. Manter o santuário sempre arejado: bancos, cadeiras, mesa, púlpito, cortinas e toalhas, devem sempre estar nos lugares certos. Os bancos devem estar sempre bem alinhados.Conservação Substituir (ou providenciar) lâmpadas queimadas e manter velas disposição para o caso de falta de energia; Manter o filtro sempre limpo; Ligar e desligar as lâmpadas e os ventiladores. Economize, quanto possível, energia; Manter os suprimentos necessários do depósito da zeladoria, nos banheiros e na cozinha: vassoura, desinfetante, papel higiênico, cestas de papel usado (lixeira), toalhas, etc.; Restaurar a aparência agradável do santuário após os cultos, removendo os boletins, esquecidos, colocando os bancos na posição corretas, etc.; sempre trancadas; Manter as portas das salas e temploNormas Gerais Abrir as portas de acesso ao templo meia hora antes do início dos cultos, ou reuniões; Fechar as portas e demais dependências ao término das reuniões, observando se não há nada ligado; Não emprestar material algum da igreja sem consentimento do pastor e/ou igreja; Não acolher pessoas desconhecidas nas dependências da igreja, mesmo que se digam crentes, sem o conhecimento do Pastor; Anotar as datas e horários de reuniões e consultá-Ias constantemente; Ter um plano de trabalho durante a semana; Manter os armários e outros móveis fechados e só abri-los quando solicitada pelos responsáveis;
  25. 25. Não guardar objetos entregues por terceiros para serem apanhados posteriormente; Informar sempre ao Pastor ou a Educadora religiosa sobre necessidades e problemas.CORPO DIACONALFINALIDADE: Auxiliar o ministério pastoral em suas atribuições comooficial da igreja e Organizar o ministério de assistência social da igreja.Atribuições: Ajudar o pastor e o relator da comissão de membros nas visitantes; Ajudar o pastor na disciplina eclesiástica; Visitar os novos convertidos e os doentes nos hospitais e em suas casas; Ficar disposição durante os trabalhos da Igreja; Planejar, coordenar e executar as atividades de assistência social da igreja. Fazer um levantamento das pessoas necessitadas da igreja; Providenciar o suprimento material para as famílias relacionadas; Estudar os pedidos referentes a famílias não pertencentes à igreja, atendendo-os na medida do possível; Estimular a participação dos membros da igreja no programa de assistência social, através de donativos e serviço Preparar e manter atualizado o fichário de registro das pessoas atendidas pela igreja, membros ou não; Entrar em contato com serviços públicos de assistência social para eventuais encaminhamentos de pessoas necessitadas; Recomendar, a igreja, pedidos orçamentários necessários para desenvolvimento desse ministério; Atender as necessidades de ordem material, como alimentos, roupas ou remédios, evitando ao máximo donativo em dinheiro.
  26. 26. ATRIBUIÇÕES DOS DIRIGENTES DE CONGREGAÇÕES Esforçar-se pelo crescimento de seu grupo Implantar organizações, conforme orientação pastoral Zelar pelo patrimônio da Igreja sua responsabilidade e ampliá-Io. Prestar relatório mensal de atividades e financeiro Realizar reuniões com os congregados, trazendo relatório ao ministério e Culto Administrativo da Igreja Zelar pela doutrina e identidade batista Trazer à observação pastoral problemas disciplinares na membresia Treinar os congregados na cooperação do discipulado.

×