Metodologia da Geografia: Espaço

6.809 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
9 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.809
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Metodologia da Geografia: Espaço

  1. 1.  Tema: Espaço Professora: Inês Aguiar de Freitas Alunos:  Lucas Passos Trindade  Pedro Figueiredo Lucas  Phelipe Zaché Gonçalves
  2. 2.  Roberto Lobato Corrêa  Graduado em Geografia pela UFRJ  Mestrado em Geografia Urbana pela Universidade de Chicago  Doutorado em Geografia pela UFRJ  Área: Geografia Humana, com destaque para Geografia Urbana
  3. 3.  Etimologia: Do latim SPATIUM Significado (Aurélio):  Extensão indefinida que contém e envolve todos os objetos.  Extensão limitada, intervalo de um ponto a outro  Espaço vital, território que uma nação julga necessário adquirir.  Intervalo de tempo: no espaço de um ano.
  4. 4. Astronomia Matemática Economia - - Espaço - Espaço Espaço Sideral Topológico Econômico Psicologia - Geografia - Espaço Espaço Pessoal Geográfico
  5. 5. Palavra de uso Conceito abordado cientificamente
  6. 6. Conceito vago;Debate contínuo;Questão Chave: O que é o Espaço Geográfico?
  7. 7. 1- Geografia Tradicional2- Geografia Teorético-Quantitativa3- Geografia Radical4- Geografia Humanista
  8. 8.  Período de Tempo: 1870 a década de 1950; Privilegiou conceitos como paisagem e região, em torno deles estabelece a discussão sobre o objeto da geografia; Derivações dos conceitos: região natural, paisagem, região- paisagem, paisagem cultural, etc.; Envolvia geógrafos deterministas, possibilistas, culturais e regionais; O Espaço não é um conceito-chave; Presente na obra de Ratzel e Hartshorne
  9. 9.  Espaço por Ratzel: base indispensável para a vida do homem, encerrando as condições de trabalho, sendo naturais ou socialmente produzidos; Elemento crucial na história do homem: o domínio do espaço; Desenvolveu, em função disso, dois conceitos fundamentais: território e espaço vital, raízes na ecologia; O espaço transforma-se através da política, em território, e é conceito-chave da geografia.
  10. 10.  Conceitos espaciais são de fundamental importância; Função dos geógrafos: analisar a interação e integração de fenômenos espaciais; Espaço Absoluto: conjunto de pontos que tem existência em si, sendo independente de qualquer coisa; A máxima da história e da geografia: Uma estuda os fenômenos pela dimensão do tempo, a outra, pela dimensão do espaço.
  11. 11. Espaço Cada porção do Espaço AbsolutoReceptáculo é o lócus de uma combinação única
  12. 12. Características Unidade Raciocínio Modelosepistemológica Hipotético- Matemáticos da Ciência Dedutivo
  13. 13. Positivismo lógico;Década de 1950;Profundas mudanças na geografia.Schaefer, Bunge, Ullman e Watson: Espaço aparece pela primeira vez como conceito-chave da disciplina; Outros conceitos perdem força, como território, lugar, paisagem.
  14. 14. Planície RepresentaçãoIsotrópica Matricial
  15. 15. Ponto de Partida• Característica de HomogeneidadePonto de Chegada• DiferenciaçãoVariável importante: Distância• Determina um espaço a diferenciação espacial
  16. 16.  Esquemas centro-periferia derivados desta concepção marcada pelo efeito declinante da distância; Espaço Relativo (HARVEY): entendido a partir das relações entre os objetos. Relações estas que implicam em custos para se vencer a fricção imposta pela distância. Crucial para o entendimento desta concepção de espaço.
  17. 17. Espaço Meio operacionalrepresentado por que permite extrairuma matriz e por um conhecimento sua expressão sobre localização e topológica. fluxos.
  18. 18. CaracterísticasDécada de Materialismo Dialética 70 Histórico
  19. 19.  Reaparecimento do Espaço como conceito-chave; Debates em torno do espaço:  Estaria ele presente ou ausente?  Qual a natureza da análise?  Identificação de categorias de análise
  20. 20.  Desenvolvimento da análise do espaço deve-se “à intensificação das contradições sociais e espaciais tanto nos países centrais quanto periféricos.” (SOJA e HADJIMICHALIS, 1979); Henri Lefebvre: desempenha um papel ou uma função decisiva na estruturação de uma totalidade, de uma lógica, de um sistema; O espaço não é mais ponto de partida nem ponto de chegada; O lócus das relações sociais de produção; Reprodução da sociedade,
  21. 21.  Inspiração em Lefebvre; Estabelecimento do conceito de formação sócio espacial, através do conceito de formação socioeconômica; Não se fala de sociedade e espaço como coisas distintas; Outros conceitos:  O Espaço Vivido: Dois circuitos da economia, inferior e superior; Possuem a mesma origem, conjunto de causas e são interligados  Por uma Geografia Nova: Espaço como fator social
  22. 22. Forma As FunçãoTécnicas Processo Estrutura
  23. 23.  Corrente Humanista se fortalece nos anos 70; Corrente Cultural nos anos 80; Carrega características da Geografia Radical:  Fenomenologia  Existencialismo  Valoriza as filosofias dos significados Difere pois carrega consigo um traço possibilista e cultural da geografia tradicional: O HISTORICISMO
  24. 24. Subjetividade Intuição Simbolismo Experiências Metafísico O Espaço Vivido
  25. 25.  Espaço: Soma entre sentimentos espaciais e ideias de um povo a partir das experiências vividas; Os vários espaços:  Pessoal  Grupal  Mítico-Conceitual Espaço Sagrado x Profano
  26. 26. Vinculado aGeografia FrancesaEnraizado na obraVidaliana
  27. 27. Conjunto de ações espacialmente localizadas que impactam diretamente sobre o espaço, alterando-o no todo ou em parte, ou preservando-o em suas formas e interações espaciais.As práticas espaciais são meios efetivos através dos quais busca-se a gestão territorial – administração e controle da organização espacial em sua existência e reprodução.
  28. 28. Seletividade Espacial Fragmentação- Reprodução da RemembramentoRegião Produtora Espacial Práticas Espaciais Marginalização Antecipação Espacial Espacial
  29. 29.  Ao organizar o seu espaço, o homem age de maneira seletiva. Desse modo, determina o lugar segundo os atributos do mesmo, julgando-os a partir de seu interesse, desde que estejam em acordo com o projeto estabelecido.
  30. 30.  Relaciona-se à dimensão política, que leva a diferentes formas de controle sobre o espaço. A divisão do espaço em porções territoriais „desmembradas‟, como a emancipação de municípios, por exemplo.
  31. 31.  Representa uma prática definida pela inserção de uma atividade em determinado local antes que este apresente condições favoráveis a isto.
  32. 32.  Se dá quando o valor atribuído a determinado lugar sofre variações ao longo do tempo. Isto pode ocorrer a partir de questões de ordem econômica, política, cultural, entre outras.
  33. 33.  O processo de valorização produtiva do espaço está diretamente relacionado às condições de produção no mesmo. Dessa forma, se faz necessário que haja práticas localizadas especialmente para este local. Estas podem ser viabilizadas pelo Estado, e/ou pela iniciativa privada.
  34. 34.  CASTRO, I.E; GOMES, P.C.C; CORRÊA, R.L. Geografia: Conceitos e Temas. Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil. 2010. 352p. SPOSITO, E. Geografia e Filosofia.

×