Fontes Praça Dom Pedro IV

508 visualizações

Publicada em

Trabalho da cadeira de Métodos Laboratoriais sobre as fontes de aço fundido da Fundição Val D'osne localizadas na Praça Dom Pedro IV (Praça do Rossio) em Lisboa - Portugal.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
508
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fontes Praça Dom Pedro IV

  1. 1. Introdução aos Métodos Laboratoriais & a conservação da
 Fonte da Praça Pedro IV Dezembro de 2013
  2. 2. O que falaremos hoje
  3. 3. Nosso esforços
  4. 4. Praça Pedro IV Breve histórico
  5. 5. Antes 1852 Após 1852
  6. 6. “Type a quote here.” –Johnny Appleseed
  7. 7. Vista de satélite da Praça Pedro IV.
  8. 8. Praça Pedro IV em 1920.
  9. 9. Personagens Mitologia
  10. 10. Galateia
  11. 11. Áscis
  12. 12. Ninfa Náiade
  13. 13. Ninfas Náiade
  14. 14. Os trigêmeos
  15. 15. Posídon/Netuno
  16. 16. Anfritite
  17. 17. Fundição Val d’Osne Breve histórico
  18. 18. Fabricação Forno de Fusão Vazamento do Ferro liquido
  19. 19. Mas isso foi um avanço tecnológico, uma vez que a fundição, possuía outro conceito, contrário as grandes máquinas propulsoras de forjaria do aço, que necessitava de grandes impactos de força motriz.
  20. 20. “O ferro fundido moldado, com ornamentos muito trabalhados, torna-se um componente maior das paisagens urbanas do século XIX.” (muito se deve a maleabilidade do material)
  21. 21. Esboço do Cão e a obra no Palacete Pedro Osório. Bagé - RS - Brasil
  22. 22. Mendoza - Argentina
  23. 23. Tasmania - Australia
  24. 24. Restauro em 
 Ferro Fundido Métodos Laboratoriais
  25. 25. A escolha do método de restauro, desde a decapagem até o revestimento final, constitui a melhor prevenção. ! ! Com efeito, cada técnica e cada produto foram selecionados com a finalidade de barras os ataques corrosivos e os efeitos nocivos do Sol nas pinturas e vernizes. Me restaure!
  26. 26. Os tratamentos básicos preconizados são: Lixiviação a água sob pressão; Escovamento com produto tensoativo; Enxágue seguido da secagem e da eventual renovação de uma camada protetora (cera microcristalina, tinta, verniz). 
 
 Conforme o tipo de revestimento e sua duração de vida, a operação deverá ser feita a cada: ! 3-5 anos, para ceras microcristalinas e tintas tradicionais.
 10 anos, para tintas aplicadas a quente.
 15 anos caso tenha havido metalizarão.
  27. 27. Intervenções no 
 objeto de estudo 2001
  28. 28. Tratamento anticorrosivo das superfícies ornamentais e figurativas em ferro fundido das fontes do Rossio Sequência dos trabalhos efetuados: ! Isolamento da área envolvente; Levantamento dos trabalhos; Instalação de equipamentos e ensaios; Limpeza das superfícies; Metalização a Zinco 80; Aplicação de primeira pintura zelante; Reparos; Aplicação de segunda pintura zelante; Aplicação de pintura de acabamento 2001
  29. 29. Sistema de proteção anticorrosivo Limpeza jato abrasivo; Metalização a Zinco 80; 1 x selante Amercoat 385 Miox 50µ. 2x Acabamento Serie 54 V-Thane HS 80µ. 2001
  30. 30. Tratamentos de restauro de pedra/base Sequência dos trabalhos efetuados:
 ! Limpeza das cantarias; Abertura das juntas; Fechamento das juntas; Hidrofugação. 2001
  31. 31. Características das tintas aplicadas 2001
  32. 32. Controle e preocupações climáticas Temperatura da superficie; Temperatura ambiente seca; Temperatura humida; Humidade relativa; Ponto de orvalho. 2001
  33. 33. Controle e preocupações na aplicação das tintas Humidade relativa superior a 80%; Temperatura ambiente >5 graus; Temperatura da superfície > 40 graus; Superfície com vestígios de humidade ou qualquer tipo de contaminante; Vento determinando o levamento de poeira; Temperatura da superficie inferior ao ponto de orvalho. 2001
  34. 34. Análise em laboratório das características da corrosão atmosférica, onde se lê:
 “ Produto constituído preponderadamente por oxidos de ferro e chumbo (75%) e material orgânico (25%) 2001
  35. 35. 2001
  36. 36. “Type a quote here.” –Johnny Appleseed 2001
  37. 37. 2001
  38. 38. 2001
  39. 39. 2001
  40. 40. 2001
  41. 41. 2001
  42. 42. Intervenções no 
 objeto de estudo 2008
  43. 43. 2008
  44. 44. 2008
  45. 45. 2008
  46. 46. Dificuldades para manutenção
  47. 47. Medici, Duque de Nemours
  48. 48. Muito obrigado! ) José Neves
 &
 Pedro Medeiros

×