elearning na CTOC

1.668 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.668
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

elearning na CTOC

  1. 1. A Formação à Distância na CTOC: Uma experiência Gratificante LISBOA, 25 de Junho de 2009
  2. 2. ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO 1. Apresentação da CTOC 2. Estrutura societária 3. Caracterização da formação Ministrada 4. Formação à distância 5. Alguns Dados Estatísticos 6. Conclusões 7. Desafios
  3. 3. 1. Apresentação da CTOC 1. Pessoa colectiva de interesses privados 2. Criada pelo Dec-Lei 265/95 de 17 de Outubro revogado pelo Dec-Lei 452/99 de 5 de Novembro 3. Tem como função principal a auto-regulação e a auto-disciplina no exercício da profissão de Técnico Oficial de Contas 4. Os mandatos são trienais
  4. 4. 2 - Estrutura Societária da CTOC 1. Assembleia Geral 2. Direcção 3. Conselho Fiscal 4. Comissão de Inscrição 5. Conselho Disciplinar 6. Conselho Técnico FORMAÇÃO
  5. 5. 3. FORMAÇÃO • Dever estatutário e deontológico Direito apoiado num sistema de formação permanente obrigatória
  6. 6. 3 . - Caracterização da Formação Formação Eventual Formação Segmentada Formação Permanente Formação Recorrente Formação à Distância
  7. 7. 4. Razões do Recurso á FD # Dispersão de Profissionais por todo o Porquê? território nacional # Discriminação negativa para aqueles que trabalham/vivem longe dos grandes centros urbanos # Dificuldade em formar um número suficiente de interessados para frequentar os temas de formação # Dificuldade em encontrar em simultâneo os formadores necessários Necessidade de repensar o modelo de formação
  8. 8. 4. Vantagens identificadas # Potencia a interacção entre formandos Vantagens? e formadores dotando a mensagem de maior perceptibilidade # Um único formador a nível nacional: possibilita uma maior homogeneidade na informação transmitida # Contribui para a redução dos custos com formação por parte dos formandos (deslocações/alimentação) # Gestão do tempo
  9. 9. 4. Vantagens identificadas # Grande amplitude Geográfica na Vantagens? transmissão dos conhecimentos # Possibilidade de em pouco tempo se poderem transmitir conhecimentos a muitos formandos # Menor exigência logística com a disponibilização dos materiais didácticos # Diferente Gestão dos Formadores Todos os TOC’s têm acesso à formação
  10. 10. 4. Estrutura Formação á Distância FORMANDOS ORIENTADORES Plataforma Inscrição no site Promotor da CTOC aprendizagem Organizados em Moderador dos turmas de 30 Curso: fóruns de discussão Realização de vídeo Esclarece dúvidas actividades obrigatórias fórum Realização de actividades avaliações facultativas manual do curso, e ainda: apresentação de Diapositivos, Casos Práticos, * helpdesk com contacto telefónico e e-mail e- Legislação
  11. 11. 4. Exigências Internas # Uma Equipa (3 elementos) a trabalhar Planear em dedicação total preparando o Plano de Formação para aprovação pelos órgãos próprios, em tempo oportuno # Planificação de todas as tarefas a realizar de acordo com a aprovação do plano # Indicação dos Coordenadores Científicos para aprovação pelos órgãos próprios
  12. 12. 4. Principais Proced.tos Externos # Realização de uma reunião com o Executar Coordenador Científico para a preparação da Estrutura do Curso – Homogeneização # Definição do Cronograma a seguir na preparação de cada curso # Demonstração do potencial da plataforma para que o Coordenador Científico tenha uma percepção da forma como os seus materiais serão disponibilizados e visualizados pelos formandos
  13. 13. 4. Principais Proced.tos Internos # Envio dos Materiais á NovaBase para Executar introdução na Plataforma # Validação dos cursos para verificação da conformidade com os materiais enviados # Escolha dos Orientadores e comunicação á NovaBase # Envio das listas de formandos para definição dos Grupos # Comunicação aos Orientadores e sua aceitação – Manual de Procedimentos
  14. 14. 4. Principais Proced.tos Internos # Verificação da presença dos Controlar Orientadores na Plataforma aquando do Início e duração do curso # Verificação do acompanhamento feito por parte do Coordenador Científico – Manual de Procedimentos # Acompanhamento dos Fóruns de Discussão dos Orientadores para a resolução de algum problema gestivo.
  15. 15. 4. Principais Proced.tos Internos # Acompanhamento do cronograma de Controlar preparação dos cursos impondo contacto periódico com o Coordenador Científico # Verificação dos materiais para assegurar a compatibilidade com a plataforma e a estrutura do curso # Revisão dos materiais para verificação de alguma inconsistência na apresentação das matérias
  16. 16. 5. Breves Notas - Ano de 2008 2008 # foram ministrados 15 cursos e repetidos 9 # versaram sobre temas actuais da área da Contabilidade, Fiscalidade e Direito # Congregaram 17970 formandos # Em 308 horas de formação # Num total de 77 Blocos Formativos
  17. 17. 5. O ano de 2009 2009 # Estão Calendarizados 33 Cursos, sendo 32 Novos e uma Repetição # versam sobre temas actuais da área da Contabilidade, Fiscalidade e Direito # Já foram Realizados 14 cursos # Estão a decorrer 6 cursos # Até Julho ainda se iniciarão mais 2
  18. 18. 6. Conclusões # As vantagens enunciadas foram Confirmação constatadas Das vantagens # a aceitação foi boa – Diferentes níveis etários # Tem-se verificado uma boa ligação entre os orientadores e os formandos # Manifestações de agrado por parte de alguns formandos # Fracas percentagens de desistências
  19. 19. 7. Desafios # Maior interactividade em alguns Melhoria materiais do curso Contínua # Maior participação dos formandos nos fóruns de discussão # Recurso a novos materiais designadamente o estudo de casos com participação crítica dos formandos
  20. 20. Formação à Distância: Demonstração Muito obrigada pela atenção disponibilizada. Questões?

×