DoençAs Sexualmente..

2.574 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.574
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

DoençAs Sexualmente..

  1. 1. Doenças sexualmente transmissíveis Elaborado por: Pedro Cunha nº16 Lucas Soares nº13 Jorge Miranda nº12 Danilo Pereira nº 10
  2. 2. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Introdução Doenças sexualmente transmissíveis (DST), é um tema actual que nos envolve a todos, e devemos estar sempre prevenidos para a sua prevenção. 2 Pedro Cunha ;Lucas Soares ; Jorge Miranda;Danilo Pereira
  3. 3. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões História das DST Atingem pessoas de todas as classes sociais, sexos e religiões. A Sífilis é uma das doenças mais marcantes. Com a descoberta da penicilina, as epidemias de algumas DST começam a ceder mas. A utilização da pílula e a liberdade sexual os casos de DST aumentar em todo mundo. 3 Pedro Cunha ;Lucas Soares ; Jorge Miranda;Danilo Pereira
  4. 4. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Doenças virais São transmitidas através do contacto sexual. Estes vírus estão a tomar conta das nossas vidas, cada vez mais não estamos imunes a elas. Pedro Cunha ;Lucas Soares ; Jorge Miranda;Danilo Pereira 4
  5. 5. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões SIDA É provocada pelo VIH, invade o organismo quando se está em contacto com uma pessoa infectada. A transmissão pode ocorrer de três formas:  Através de relações sexuais;  Contacto com sangue infectado;  De mãe para filho. (durante a gravidez e amamentação) Pedro Cunha ; Lucas Soares ; Jorge Miranda; Danilo Pereira 5
  6. 6. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Gonorreia É causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae. Nos homens dores ao urinar secreção de algum pus. Nas mulheres, o período de gestação é mais extenso, infecções no sistema reprodutor, dores ao urinar, ou libertar pus. A Gonorreia transmite-se sexualmente (vaginal, anal e oral), ou contacto com roupa interior ou toalhas contaminadas. Esta doença pode ter curada através de antibióticos. Pedro Cunha ; Lucas Soares; Jorge Miranda; Danilo Pereira 6
  7. 7. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Sífilis É provocada pela bactéria Treponema Pallidum. Nesta fase aparecem feridas no clítoris, no ânus, boca, colo do útero, no pénis, entre outros. Sintomas: perda de cabelo;  manchas brancas no céu-da-boca e na língua;  febre, mal-estar e garganta dorida;  perda de peso, anemia, vómitos e até mesmo anorexia. A sífilis pode ser tratada através de antibiótico. Pedro Cunha; Lucas Soares; Jorge Miranda; Danilo Pereira 7
  8. 8. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Clamídia É idêntica á Gonorreia, é curável com antibióticos e está muitas vezes associada à Gonorreia. É provocada pela bactéria Clamydia trachomatis. As mulheres têm constante vontade de urinar, corrimento vaginal causado pela infecção no colo do útero, dor durante as relações sexuais, menstruação com hemorragias abundantes e irritação nos olhos. Os homens têm libertação de secreção uretral transparente e fluído, dor ao urinar e nos testículos e irritação nos olhos. Pedro Cunha ;Lucas Soares ; Jorge Miranda;Danilo Pereira 8
  9. 9. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões úlcera mole venérea É provocada pela bactéria Haemophilus ducreyi. Manifesta-se entre 3 a 7 dias depois de ser infectado, e começa a desenvolver pequenas bolhas com pus nos órgãos reprodutores e à volta do ânus. É uma doença que se transmite apenas durante as relações sexuais. Esta doenças pode ser curada com antibioticos. Pedro Cunha ;Lucas Soares ; 9 Jorge Miranda;Danilo Pereira
  10. 10. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Doenças Cutâneas São infecções na região púbica causadas por um insecto do grupo dos piolhos e cuja única manifestação é a intensa comichão que causa. Por contacto pode atacar também os pelos da região do baixo abdómen, ânus e coxas. Eventualmente atacam as sobrancelhas e cílios (auto-inoculação). Pedro Cunha ;Lucas Soares ; 10 Jorge Miranda;Danilo Pereira
  11. 11. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Pediculose Púbica Esta doença é provocada por parasitas, como o artrópode Phtirius pubis, também chamados de chatos. Quando estes piolhos contagiam sobretudo as zonas púbicas (também podem infectar o cabelo), estes “chatos” começam a alimentar-se de sangue humano e a alastrar-se, deixando nas zonas infectadas ovos e larvas, além disso, podem viver até 30 dias, sempre a reproduzir-se e a alimentar se Os principais sintomas são; ardor e comichões intensas nas zonas afectadas, bem como lesões na pele e picadelas semelhantes às dos mosquitos. Pediculose Pública pode ser transmitida por contacto sexual ou toalhas. A Pediculose trata-se com a aplicação de uma loção nas zonas infectadas de modo a eliminar os parasitas. Deve-se também lavar em água quente os lençóis e peças de vestuário que possam ainda conter restos de parasitas. Pedro Cunha ;Lucas Soares ; 11 Jorge Miranda;Danilo Pereira
  12. 12. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões A Escabiose A Escabiose caracteriza-se por uma comichão intensa, assim como pequenas feridas avermelhadas provocadas pelos parasitas, que se os infectados se coçarem formam crostas. A Escabiose deve ser tratada com loções nas zonas afectadas, e desinfectar a roupas interiores, toalhas e lençóis. Pois é assim que se inicia a maior parte da sua expansão, assim como por contacto sexual e principalmente por falta de higiene. Pedro Cunha ;Lucas Soares ; 12 Jorge Miranda;Danilo Pereira
  13. 13. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Candidíase A candidíase é uma doença diferente das outras, visto ser causada por um fungo, mais propriamente o fungo Candida Albicans. E transmitida por contacto sexual A candidiase pode manifestar se de varias formas: Nas mulheres, os principais sintomas são secreção de pus, irritação e inflamação na vagina e vulva que pode gretar ou ficar coberta com uma substância parecida ao queijo branco. Nos homens, a glande e o prepúcio podem irritar-se, provocando dor durante o coito ou quando urina, podendo libertar secreções, ficar com pequenas úlceras na extremidade do pénis com crostas que podem estar cobertas com uma substância similar ao queijo branco. No tratamento serão utilizados antibióticos contra fungos nas zonas infectadas, depois de previamente lavadas. Pedro Cunha ;Lucas Soares ; 13 Jorge Miranda;Danilo Pereira
  14. 14. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Vírus Papilona Humano O Vírus Papiloma Humano (VPH) é um vírus que afecta cerca de 30% das mulheres entre os 15 e os 60 anos e é uma das DST mais comum. O VPH coabita nas mucosas genitais, nomeadamente pénis, vagina, vulva e também no colo do útero. Este vírus causa dores nas vias genitais, verrugas do pénis, ânus e vagina, e está ligado ao cancro do colo do útero. Este vírus transmite-se por contacto sexual, e através da pele e durante a gestação do feto. Hoje em dia não existe cura para este vírus mas, existe alguns tratamentos, nomeadamente destruição química e física da zona afectada, de forma a destruir completamente as células contaminadas com o vírus. Pedro Cunha ;Lucas Soares ; 14 Jorge Miranda;Danilo Pereira
  15. 15. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Hepatite B A hepatite B é uma outra doença que pode provocar a morte, ela é causada pelo Vírus da Hepatite B (VHB) e é a mais perigosa das hepatites. É uma doença que ataca o fígado, criando cirroses hepáticas e pode mesmo causar o cancro no fígado. A hepatite demora algumas semanas a manifestar-se, o infectado pode ter dores de cabeça e no corpo, febre, cansaço, falta de apetite, passando a ter uma coloração amarela, comichão, urina escura e fezes claras quando a hepatite ataca. O VHB pode ser destruído pelo sistema imunológico em cerca 90% dos casos, tornando-se no entanto numa doença crónica em cerca de 10% e chegando mesmo a ser fatal em cerca de 1% dos casos. Tratamento Não existe tratamento específico, existindo contudo uma vacina que tem uma eficácia de 95%. Sendo assim, a melhor maneira de combater a doença é através da produção de anticorpos pelo organismo. Pedro Cunha ;Lucas Soares ; 15 Jorge Miranda;Danilo Pereira
  16. 16. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Gráficos das existência de vários preceitos sexuais Pedro Cunha ;Lucas Soares ; 16 Jorge Miranda;Danilo Pereira
  17. 17. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Gráfico de sexo protegido Pedro Cunha ;Lucas Soares ; 17 Jorge Miranda;Danilo Pereira
  18. 18. Agrupamento Vertical de Escolas de Arões Conclusão Como conclusão da realização do trabalho, podemos afirmar que foi muito importante para a nossa aprendizagem. Principalmente no que diz respeito aos cuidados a ter, para prevenir este tipo de doenças, e também para nós conhecermos algumas das suas origens. Pedro Cunha ;Lucas Soares ; 18 Jorge Miranda;Danilo Pereira

×