• Salvar
Plano invasão dos bárbaros
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Plano invasão dos bárbaros

em

  • 5,129 visualizações

 

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
5,129
Visualizações no SlideShare
5,129
Visualizações incorporadas
0

Actions

Curtidas
2
Downloads
0
Comentários
0

0 Incorporações 0

No embeds

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Adobe PDF

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

Plano invasão dos bárbaros Document Transcript

  • 1. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEP DEPA COLÉGIO MILITAR DE CAMPO GRANDESeção de Ensino : E Matéria: HistóriaNúmero de Aulas: 01 1º Ano do Ensino Médio Aula Turma Data: Tempo de aula 101, 102, 103, 104, 105 UD: A ALTA IDADE MÉDIA Assunto: Aspectos Gerais: períodos e invasões bárbaras e Reino Franco PLANO DE AULA OBJETIVOS a) Identificar os períodos da Idade Média. b) Distinguir as características das principais levas invasoras durante a Alta Idade Média. c) Identificar as transformações advindas das invasões bárbaras. TD INTRODUÇÃO TA MA 5 P Quadro de Nesse assunto vamos estudar os períodos da Idade Média e as invasões giz e livro bárbaras. texto
  • 2. T DESENVOLVIMENTO T MAD A INTRODUÇÃO A IDADE MÉDIA P Quad ro de 1. Conceito: Denomina-se Idade Média o período compreendido entre o fim da giz e Antiguidade (476) até o inicio da Idade Moderna.(1453) livro 2. Divisão da Idade Média texto a) Divisão geográfica: • Idade Média Oriental: Império Bizantino e Mundo Árabe. • Idade Média Ocidental: Europa b)Divisão cronológica: Períodos. • Alta Idade Média: século V ao século X • Baixa Idade Média: século XI ao XV 3. Características dos períodos da Idade Média: a) Alta Idade Média: • Invasões bárbaras. • Formação dos Reinos Bárbaros. • Formação do Feudalismo. b) Baixa Idade Média: • Pararam as invasões bárbaras. • Transformações no Feudalismo. • Formação das Monarquias Nacionais. • Formação do Capitalismo. INVASÕES BÁRBARAS 1. Conceito de bárbaros: Para os romano, bárbaros eram todos os povos que viviam além das fronteiras do império e que não tinham a cultura romana. (língua e religião) 2. Principais povos bárbaros: os que invadiram Roma podem ser classificados em 3 grupos: • Os germanos: francos, visigodos, ostrogodos, vândalos, lombardos, hérulos, suevos, anglos, saxões, outros. • Os eslavos: russos, poloneses, bósnios, sérvios, checos, dálmatas, croatas. • Tártaros mongóis:hunos, alanos, húngaros, búlgaros e os turcos. 3. Os germanos: habitavam a Germânia, região situada ao Norte dos rios Reno e Danúbio. Foram os mais importantes, do qual dependeu a sorte do império bem como a formação da Europa depois de Roma. • Organização econômica e social dos germanos: eram seminômades e viviam da agricultura, do pastoreio, da caça e do botim. As famílias germânicas moravam em cabanas de madeira recobertas de barro, com um cômodo só e junto com os animais. A autoridade do pai era absoluta e a mulher respeitada. O casamento era monogâmico e as viúvas não poderiam casar. • Organização política: em época de paz não possuíam rei, o poder era exercido pela assembleia de guerreiros, formada pelos chefes de família, só em estado de guerra escolhiam um rei, que era o melhor guerreiro. • Principais instituições: Comitatus: era a assembleia de guerreiros, sendo que os guerreiros eram obrigados por
  • 3. juramento de honra e lealdade, a servir e defender seu chefe e dele recebia proteção.Benificium: eram os benefícios que o guerreiro recebia como terras e riquezas.• Religião: eram politeístas e os deuses personificavam as forças da natureza e tinham forma humana, sendo que os mais importantes eram:Odin: protetor dos guerreiros, habitava as nuvens.Thor: deus do trovão.Frida: deusa do matrimônio, da primavera e da juventude.Lóqui: deus do mal, provocador dos terremotos.Acreditavam no paraíso chamado Valhala, que era o local onde as valquírias levavam osguerreiros mortos em combate, os que morriam normalmente iam para Hell, onde sóhavia trevas.• Direito: era consuetudinário e praticavam o ordálio, que era um processo de julgamento onde a resistência simbolizava a inocência.• Invasão dos germanos no Império Romano:a) Fase pacifica: realizada na fase de decadência do império, quando germanos eram aceitos para lutar no exército, como aliados e outros moravam em terras romanas pagando tributos.b) Fase violenta: nessa fase o exército estava fragilizado e os germanos começaram a tomar as terras a força, fundando reinos, os chamados Reinos Bárbaros.• Os Hunos: originários da Ásia, foram os mais sanguinários dos bárbaros, eram nômades, dedicavam-se ao pastoreio, à caça e a pilhagem, alimentavam-se de raízes, carne praticamente crua, plantas silvestres e leite de cabra. O maior destaque foi Átila, chamado “Flagelo de Deus”, aproveitou a debilidade do Império Romano e resolveu conquistá-lo, invadindo e saqueando várias cidades. Em Paris, graças à pastorinha Genoveva não fez nada. Na Itália desistiu do saque depois de conferenciar com o Papa Leão I. Depois de sua morte a luta pala herança enfraqueceu o império.• Principais reinos bárbaros germânicos:a) O Reino dos Vândalos: Sul da Espanha e depois fundaram um reino no Norte da África.b) O Reino dos Visigodos: ocuparam o lugar dos vândalos na Espanha.c) O Reino dos Ostrogodos: Itália, se destacou pela beleza de sua capital, Ravena.d) O Reino dos Francos: Gália.e) O Reino dos Lombardos: Norte da Itália, a região da Lombardia.f) Os Anglo Saxões: fundaram 7 reinos na Inglaterra.• Consequências das Invasões Bárbaras:a) Fragmentação do Império Romano.c) Romperam a unidade do Mediterrâneo: antes era privilégio dos romanos.d) Ocasionaram o desaparecimento do Estado Centralizado e do exército permanente: a Europa ficou dividida em vários reinos, baseados nas leis tribais.e) Ruralização da sociedade; com as invasões a população foge para o campo.f) Difusão do Cristianismo: depois de um tempo vários reinos bárbaros aderiram ao Cristianismo.g) Sincretismo cultural: surgiu uma cultura com elementos dos bárbaros e dos povos conquistados. Exemplo é o abandono da língua latina.h) Interesse pela liberdade.
  • 4. REINO FRANCOFoi o mais importante dos reinos bárbaros e habitavam um pequeno território onde hojeestá a Bélgica e parte da França. • Formação do reino: • Começou em meados do século V, quando ainda estavam divididos em tribos, cada uma delas liderados por um chefe guerreiro. • Um deles, Clóvis, começou a conquistar territórios vizinhos e em 481, foi reconhecidocomo rei, iniciando a dinastia franca. • Em 496, Clóvis converteu-se ao Catolicismo, juntamente com todos os seus guerreiros e a partir daí começou uma parceria que iria beneficiar os dois lados (com doação de terras a Igreja). • Após a morte de Clóvis, seus sucessores ficaram conhecidos como reis indolentes, entregavam a administração para os prefeitos do palácio. b) No século VIII, um deles Carlos Martel conseguiu prestigio junto a Igreja Católica ao lutar contra os muçulmanos. c) O filho de Carlos Martel, chamado Pepino, com o apoio da Igreja destronou o último rei descendente de Clóvis e iniciou a dinastia Carolíngia e como recompensa pelo apoio recebido, doou terras, que deram origem ao Patrimônio de São Pedro. c) Carlos Magno, filho de Pepino, o Breve, foi o mais importante rei dessa dinastia.• Governo de Carlos magno:• Carlos Magno foi um grande conquistador , conquistando grande parte dos territóriosque pertenciam ao antigo Império Romano do Ocidente.4. No ano 800 foi coroado pelo Papa Leão III como imperador do Sacro Império Romano Germânico.5. Dividiu seus domínios em condados, onde os condes seriam responsáveis pela administração. E nas fronteiras colocou os marqueses, que administravam as marcas.• No seu reinado, ampliou-se entre os germanos a antiga prática de conceder terras conquistadas aos nobres guerreiros em troca de serviços e fidelidade. Ao receber um território, denominado Beneficium. O nobre fazia um juramento, tornando-se vassalo do imperador e este tornava-se suserano do nobre. Depois da morte do beneficiado as terras voltavam às mãos do imperador• O vassalo que recebia a terra tinha o direito de administrar e submeter os camponeses (servos) a uma série de obrigações.• Carlos Magno incentivou seus vassalos a repartirem suas terras entre outros nobres.• Criou as primeiras leis do império, as capitulares.Renascimento Carolíngio: Carlos Magno estimulou o desenvolvimento das Arte e dosaber. Abriu escolas publicas para o povo e obrigou os nobres a aprenderem ler. Dotou asescolas de biblioteca e instituiu as letras minúsculas, que eram mais simples paraescrever.Construiu igrejas, mosteiros, escola para sacerdotes, procurou atrair vários sábios para acorte, responsáveis pela manutenção do conhecimento da Antiguidade Clássica.Carlos magno morreu em 814 e seu reino passou para o filho, Luís o Piedoso, que nãotinha vocação administrativa e por isso distribuiu o reino entre os filhos: Lotário, Pepino(morreu antes do pai) e Luís.Depois da morte de Luís, (840) começou uma guerra entre Lotário e seus irmãos Luís eCarlos (filho de um segundo casamento de Luís) o que resultou na assinatura do Tratadode Verdum. Tratado de Verdum: em 843 os irmãos assinaram um tratado e dividiram o império:• Carlos: parte da atual França.
  • 5. • Luís: com a Germânia, atual Alemanha. • Lotário: parte da Itália e a Lotaríngia, hoje a Itália. Desintegração do império: na segunda metade do século IX iniciou-se um segundo período de invasões: os magiares, os viking ou normandos. Os reis descendentes de Carlos Magno eram incapazes de enfrentar os invasores que se lançavam de todos os lados e por isso entregaram aos duques, condes e marqueses a organização da defesa de seus territórios e isso contribuiu para a independência dos nobres e o enfraquecimento do poder real. Ao mesmo tempo os beneficium passaram a ser hereditários e começaram a ser construídos, como meio de defesa, os grandes castelos de pedra rodeados por muralhas. E com isso estava concluído longo processo de formação da sociedade feudal, que tinha iniciado com as invasões bárbaras do século V.TD: Tempo ( minutos ) TA: Tipo de Atividade MA: Meios Auxiliares TD CONCLUSÀO TA MA Como vimos, o grande Império Romano do Ocidente perdeu as bases internas e ruiu nas mãos dos bárbaros e essa queda marcou o inicio da Idade Média em 476. TD APLICAÇÀO DE VI ( SE FOR O CASO ) TA MA Será aplicado VI. TD TRABALHO DOMICILAIR TA MA Responder questões sobre o Reino Bizantino: 1) Explicar a origem do nome. 2) Explicar o governo de Justiniano. 3) Descrever o que foi o Cisma DO Oriente, o nome das duas igrejas criadas e as características principais da Igreja Ortodoxa Grega. Profª Vania Regina Tura Ferreira Assinatura: _______________