Imagens índia

7.939 visualizações

Publicada em

0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.939
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.164
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Imagens índia

  1. 1. COLÉGIO MILITAR DE CAMPO GRANDE AS CIVILIZAÇÕES ORIENTAIS  ÍNDIA  PROF VANIA
  2. 2. HARE BABA!!! ESSA AULA É AUSPICIOSA!!VAMOS COMEÇAR!
  3. 3. 01. LOCALIZAÇÃO: Imensa península no Sul da Ásia, entre o Oceano Índico e a Cordilheira do Himalaia, tendo ao Norte a China, o Butão e o Nepal, ao Sul o Oceano Índico, a Leste o Golfo de Bengala e a Oeste o mar da Arábia.
  4. 4. 02. MEIO-FÍSICO: Diversidade e complexidade das condições naturais: vegetação exuberante, rios caudalosos, pântanos, desertos e vales férteis. Clima quente. Tormentas são freqüentes. Entre os seus rios destacam-se o Bramaputra, o Indo e o Ganges.
  5. 5. Rio Bramaputra Rio Indo Rio Ganges
  6. 6.  O Indo e o Ganges são de grande importância econômica. O Indo e seus afluentes irrigam o fértil Vale do Pendjab, a Noroeste. O Ganges forma, ao Norte, um vale maior e mais fértil, banha a cidade santa de Benares e deságua no Golfo de Bengala. Os hindus o consideram sagrado por excelência e nele se banham para purificar-se.
  7. 7.  As Cordilheiras do Himalaia formam uma barreira natural ao norte e separam a Índia atual de outros países. Lá se encontra o Monte Everest, o mais alto do mundo.
  8. 8. 03. POVOAMENTO: Os drávidas, de origem desconhecida habitavam a região e formaram uma poderosa civilização urbana que remonta a 4 mil anos antes de Cristo.
  9. 9. DRÁVIDAS
  10. 10. ÁRIAS Por volta de 1500 a. C. chegaram os árias falando língua indo-européia, brancos, altos, cuja escrita era o sânscrito e dominaram os drávidas.
  11. 11. ÁRIAS
  12. 12. SISTEMA DE CASTAS Os sacerdotes árias criaram o sistema de castas. Diziam-se "nascidos duas vezes" querendo com isso dizer que eram nobres de alta estirpe, superiores aos drávidas, nascidos uma vez só.
  13. 13. 04. HISTÓRIA POLÍTICA: Trata principalmente das lutas travadas pelos invasores ária com objetivo de apoderar-se do país, divide-se em quatro períodos: Período védico. Refere-se à vinda dos árias para o Pendjab, descrita nos "Vedas", livro sagrado que contêm hinos, rituais, fórmulas magicas, poesias mundanas, e poemas filosóficos. Seu tema central é o valor do sacrifício que salva os homens; Período épico - narra a passagem dos árias para a região do Ganges, descrito no Mahabharata; Período Bramânico - Trata de Decan e do estabelecimento do sistema de castas. Período Búdico - refere-se ao aparecimento do Budismo.
  14. 14. 05. ORGANIZAÇÃO POLÍTICA: A Índia não era um país unificado. Compreendia grande número de pequenos estados independentes governados por monarcas denominados Rajás, pertencentes à classe privilegiada dos brâmanes. Em época de guerra, reuniam-se em torno de um marajá.
  15. 15. UNIFICAÇÃO Só no século IV a. C. Chandragupta conquistou o reino de Magadha, dando inicio a dinastia Maurya. Seu neto Asoka (budismo) leva o império ao apogeu desenvolvendo a administração e conquistando mais territórios.
  16. 16. ASOKA
  17. 17.  Em 185 a. C. o reino se fragmenta novamente em vários estados independentes. Em 320 a dinastia Gupta (hinduísmo) assume a hegemonia da região e a cultura hindu atinge seu apogeu.
  18. 18. DOMÍNIO ESTRANGEIRO Alexandre Magno, depois de conquistar o Império Persa, em 331 a.C., entrou no vale do Indo. A partir de 535 começa o domínio estrangeiro com a invasão dos hunos e o império se divide em dois. Século VII, a região Oeste é invadida pelos árabes que introduzem o islamismo. No século XVI estava formada dois reinos independentes na região: Bahmani (muçulmano) ao Norte e o de Vijayanagar (hindu) ao Sul. No final do século XVI, os mongóis assumem o controle da Índia , atingindo novo apogeu e permitindo liberdade religiosa.
  19. 19.  1619 os ingleses estabeleceram em Surat sua primeira feitoria, começando a dominação. (Cia das Índias orientais) 1763 consolidação da Cia das Índias Orientais, que tinha sido ameaçado pelos franceses. Começaram a interferir na política e a comprar terras. Em 1858, depois de uma revolta conhecida como Revolta dos Cipaios, a Índia passou para controle do governo inglês.
  20. 20. REVOLTA DOS CIPAIOS
  21. 21. REVOLTA DOS CIPAIOS
  22. 22. SOMENTE NO SÉCULO XX (1947), A ÍNDIA SETORNOU UM PAÍS NOVAMENTE INDEPENDENTE.
  23. 23. 06. SOCIEDADE: Rígido sistema de castas, absolutamente fechadas, onde cada membro exercia função específica, moravam em locais específicos e não se misturam. Dividiam-se em: Brâmanes - Sacerdotes considerados puros, privilegiados, saídos da cabeça de Purusha (Brama), Xátrias – Compostos por nobres e guerreiros - Saídos dos braços de Brama, que protegiam todos contra a maldade Vaixás - Lavradores, comerciantes e artesãos, saídos do tronco de Brama Sudras - Servos e escravos, saídos dos pés de Brama.
  24. 24.  Os chamados“intocáveis” impuros ou párias” ou “dalits” e não pertenciam a nenhuma casta. Eram compostos por prisioneiros de guerra, nascidos de uma união de pessoas de castas diferentes ou de expulsos de suas castas por terem violado as leis religiosas. Não podiam viver nas cidades, ler os livros sagrados e banhar-se nas águas do Ganges e realizavam trabalhos considerados impuros como lidar com esterco, com esgoto, com cremação de cadáveres. O sistema de casta deteve o desenvolvimento da Índia no correr dos séculos. Em 1950, a Constituição da Índia acabou oficialmente com o sistema de castas, mas ela ainda resiste.
  25. 25. 07. ECONOMIA: A agricultura - Era base da economia da Índia. Cultivavam-se arroz, trigo, cevada, algodão, frutas (tâmara). Era irrigada por canais. A criação do gado - Era importante ocupação dos hindus. Seus rebanhos formavam uma de suas principais fontes de riqueza. Criavam vacas, carneiros e porcos. A indústria - Fabricavam tecidos (algodão e lã), porcelanas, objetos de marfim, vasos, estatuetas. Comércio do Hindus - Era desenvolvido, comerciavam com os povos do Oriente Médio, gregos e romanos. Exportavam tecidos, ornamentos, pérolas e perfumes e principalmente as especiarias. Os portugueses cobiçavam as especiarias indianas, que foram um dos motivos das Grandes Navegações. No século XVI, os ingleses criaram a Cia das Índias Orientais que passou a controlar o comércio e levou a falência os pequenos artesãos.
  26. 26. 08. RELIGIÃO: Vedismo: religião primitiva que cultuava as forças da natureza, como o fogo, o ar, o trovão, o sol, a água. O Bramanismo: foi introduzida pelos árias e não acabou com os deuses antigos mas estabeleceu a existência de um ser universal, Brame e tem como características principais a crença na reencarnação, sistema de castas, naturalismo e individualismo. Brame, deus supremo, individual, encarnou- se sucessivamente em Brama, deus pessoal, Vixnu e Xiva, formando a trindade indiana chamada trimurti. Brama teve quatro filhos que encarnavam as quatro castas hereditárias. No século III ou II antes de Cristo, o Bramanismo sofreu uma transformação e passou a ser o Bramanismo sectário ou Hinduísmo. Os princípios do Bramanismo foram estabelecidos pelos brâmanes no Código de Manu, imaginário personagem considerado o pai dos árias. Justificativa para o sistema de castas: o homem nasce predestinado a ocupar determinada posição social, ou seja, pertencer a determinada casta. A alma da pessoa renasce de acordo com a sua conduta em vida, portanto se seguir os ensinamentos da religião poderá renascer numa casta superior.
  27. 27. TRÍADE HINDUS
  28. 28. ANIMAIS SAGRADOS
  29. 29.  c) O Budismo: fundada por Buda é mais uma doutrina filosófica do que propriamente uma religião. Representa uma reação contra a antiga religião bramânica. Sua importância reside não apenas no fato de estar fortemente enraizado na estrutura mental dos povos orientais, e de constituir a base da vida moral de uma parte considerável das espécie humana, mas ainda no atrativo resultante do caráter democrático das suas doutrinas, que se dirigem aos homens de todas as condições, sem distinção de raça ou casta, reivindicando para todos igual destino e considerando-os todos irmãos. Assemelham-se ao Cristianismo. Suas características fundamentais são: nega a existência de deuses; condena a divisão da sociedade em castas; prega a resignação, a meditação, o amor ao próximo; o respeito à lei, a tolerância; condena a ignorância, fonte de todas as desgraças e sofrimentos. Não tem rituais.
  30. 30.  Buda (Shidarta Gautama – 566 a.C) – Filho de um rajá do reino dos saquias, renunciou aos vinte e nove anos, à vida de prazeres, poder e riqueza e tornou-se monge. Ensinou que o fim do homem é o nirvana, estado de verdadeira felicidade na vida aniquilamento após a morte. Para alcança-lo é necessário dominar todas as paixões e desejos. Morreu em 544 a.C. Sua doutrina foi redigida por seus discípulos. Asoka - Um dos mais notáveis soberanos da Índia que reinou de 274 a 232 a.C. Empenhado em unificar toda Índia sob o seu domínio, converteu-se ao Budismo, renunciou à guerra e tornou-se grande propagador da nova religião. Suas mensagens de amor e paz se expandiram por toda a Índia. Expansão do Budismo - Perseguido na Índia, com o aparecimento do Hinduísmo, o Budismo propagou-se pelo Tibete, Birmânia, China, Sudeste Asiático e Japão.
  31. 31. BUDA
  32. 32. DALAI LAMA
  33. 33. TEMPLO BUDISTA
  34. 34.  d) Jainismo: criado por Jina, o Vitorioso, pregava que não precisam cuidar do corpo, não matar qualquer forma de vida, dizer a verdade, não roubar, guardar castidade e acabar com a propriedade pessoal. Não podem prejudicar qualquer forma de vida, visavam a libertação do carma e da reencarnação. Pregavam o triunfo do espírito sobre os instintos e paixões. e) Islamismo: introduzido pelos árabes, pregavam a crença em um único deus = Alá e o profeta Maomé.
  35. 35. OS JAINISTAS ENCONTRAM-SEDIVIDIDOS EM DOIS GRUPOS PRINCIPAIS: 1) Digambara "Vestidos de Espaço" ou seja,andam livres e nus,desprovido de qualquer vestimenta. Andam com espanador de penas para limpar aonde passam, tudo com maior cuidado para não matar qualquer tipo de insetos (ser vivos).
  36. 36.  2) Svetambara ou Shvetambara, "Vestidos de branco" ou seja,andam vestido de branco e usam mascará de tecidos brancas na boca para não engolirem nenhum ser vivo .
  37. 37. JAINISMO: FUNDADO POR MAHAVIRA
  38. 38. TEMPLOS JAINISTA
  39. 39. 09. ARTES: a) Arquitetura - Era bem desenvolvida. Caracterizava-se pela grandiosidade de seus templos, pagodes, palácios que eram magníficos e decorados com profusão de formas e ornamentos fantásticos.
  40. 40. DIREITODestaque para o código de Manu, que era um livro religioso mas regulava toda a vida social, econômica e política do hindu.
  41. 41. LITERATURAÉ rica e variada. No século da nossa era, foram redigidos em sânscrito o Mahabharata e o Ramayana, poemas épicos que relatam os feitos dos heróis e compreendem numerosas lendas antigas. O código de manu, que encerra a doutrina do Bramanismo e as normas fundamentais da organização social da Índia, segundo a tradição, foi ditado por Brama.
  42. 42. ARQUITETURA
  43. 43. A ESCULTURA E A PINTURA - INSPIRAVAM-SE NA RELIGIÃO, NAS TRADIÇÕESE NA VIDA REAL. A ESCULTURA CRIAVA, ÀS VEZES, FORMAS MONSTRUOSAS OU SIMBÓLICAS.
  44. 44. 10. CIÊNCIAS: Os hindus dedicavam-se à Lingüística, à filosofia, à Matemática e à Astronomia. a) A matemática - Os universalmente conhecidos algarismos arábicos são de origem hindu, conheciam a extração da raiz quadrada e cúbica e a solução para equação de 2º grau. Tinham noções das leis fundamentais da trigonometria. Os conhecimentos matemáticos dos hindus foram divulgados na Europa pelos árabes. Medicina: usavam plantas terapêuticas e sua cirurgia era avançada com aplicação de enxertos de pele, cauterizações e operações de vesícula e olhos. Astronomia: no século V estabeleceram que a terra era esférica e identificaram o movimento de rotação. Criaram um calendário de 360 dias, 12 meses e intercalavam de 5 em 5 anos um mês de 25 ou 26 dias.
  45. 45. 12. CONTRIBUIÇÕES: estudos da Matemática e da Astronomia; (números hindus e o calendário, movimento de rotação) Religião: budismo, hinduísmo Literatura; arquitetura; aperfeiçoamento da pecuária.
  46. 46. 13. CURIOSIDADES Deuses indianos:GaneshaSignifica “senhor de todos os seres”. É filho deShiva e Parvati. É o mestre do conhecimento, dainteligência e da sapiência. É aquele queproporciona a potência espiritual e a inteligênciasuprema. É o grande removedor dos obstáculos,guardião da riqueza, da beleza, da saúde, dosucesso, da prosperidade, da graça, da compaixão,da força e do equilíbrio.
  47. 47. BRAHMA Apesar de Brahma ser um poderoso deus hindu, criador do mundo material, ele é submetido aos cultos populares de Shiva, Vishnu e Devi. São raros os templos dedicados a Brahma, e Ele não é muito adorado nos dias de hoje. Dele, saíram os primeiros seres humanos.
  48. 48. VISHNU Principal deus da trindade hindu, representa o modo da bondade e é responsável pela sustentação, proteção e manutenção do universo. É a fonte original de todos os avatares e deuses, e está presente em cada átomo da criação e no coração de todos os seres. ‘Vishnu’ significa “aquele de que tudo penetra” ou “aquele que tudo impregna”, e é tido como o preservador do universo. Está constantemente presente nas conquistas amorosas.
  49. 49. SARASWATI Saraswati está identificada como o rio que leva o seu nome. Os estudiosos a indicam como sendo a responsável pela tradição oral dos ensinamentos, e nos Vedas ela é retratada como a mais importante deidade desa natureza. É a deusa da música, do conhecimento e da poesia.
  50. 50. LAKSHMI Deusa da fortuna; fonte de toda a fartura, beleza e saúde nesse universo. Esposa de Vishnu, é o principal símbolo da potência feminina, e pode ser reconhecida por sua eterna juventude e formosura. Ela sempre pode ser vista sobre uma flor de lótus ou com as flores nas mãos. Atribui-se a Lakshmi o símbolo da Suástica, que representa vitória, sucesso, riqueza, beleza e fartura.
  51. 51. PARVATI Entre todas as semideusas associadas a Shiva, Parvati guarda a mais alta eminência. Ela é considerada a reencarnação da energia total do universo. Quando retratada junto com Shiva (como na imagem), aparece com duas armas; quando retratada sozinha, é mostrada com quatro braços. É considerada uma deusa do bem.
  52. 52. RAMASétima encarnação de Vishnu, é o príncipeherói do famoso épico hindu, o Ramayana.As proezas de Rama, seu irmãoLakshmana, sua esposa Sita, e o seu fielamigo Hanuman são muito bem conhecidosem locais por onde o hinduísmo seespalhou. O Ramayana é recontado emrevistas em quadrinhos, jogos, filmes, eshows na televisão. Rama é o ideal dajustiça.
  53. 53. SHIVA Conhecido como um dos três principais deuses do panteão hindu, Shiva é o deus da renovação. Às vezes é visto como Nataraja (deus das artes e das danças, o dançarino cósmico, bem como o senhor das artes marciais e o protetor dos animais). É o controlador de toda a ira e é conhecido por sua imensa benevolência e misericórdia, concedendo-a a todos muito facilmente. Às vezes ele é encontrado num estado de meditação, demonstrando que é o deus da Yoga. Possui um terceiro olho que sempre permanece fechado, pois quando abri-lo, toda a criação será incinerada pelo calor abrasivo do fogo da renovação. Dizem os orientais que Shiva protege a casa dos seus seguidores de todos os tipos de males.
  54. 54. MARAJÁS Os marajás da Índia eram uma casta social que usurpava a população de maneira cruel. Eles viviam nas províncias como verdadeiros proprietários, as suas riquezas se multiplicavam com a extorsão criminosa. Existia um marajá em uma das províncias da Índia que recebia de renda das minas o seu peso em ouro, eles tinham o direito de propriedade dos seus agregados inclusive de eliminar aquém lhe conviesse nos limites de sua província.
  55. 55. MARAJÁS
  56. 56. MARAJÁS
  57. 57. A VACA NA ÍNDIA Na Índia, a população é maioritariamente Hindu. Esta religião venera a vaca como sendo um animal sagrado. Na Índia, as vacas passeiam tranquilamente pelas cidades e vilas sem que sejam minimamente molestadas pelos habitantes, incluindo quando as manadas invadem as praças, onde comem os legumes dos produtores, sem que estes mostrem qualquer hostilidade para com o gado bovino. Devido a estas situações, algumas vacas desenvolveram um gosto especial por frutas. O facto de, por vezes, não haver comida disponível para todas as vacas, leva a que alguns animais incluam na sua dieta papel e cartões que encontram espalhados pelo chão. O seu estômago, excepcionalmente robusto, permite estes abusos. Algumas pessoas, de todas as castas, incluindo as mais altas, deixaram para trás as suas profissões para se dedicarem exclusivamente ao bem estar das vacas mais fragilizadas e/ou mais velhas, criando vacarias que são sustentadas por eles próprios e por outras pessoas que lhes vão dando donativos. Entre estas pessoas, podemos encontrar políticos, médicos e toda uma série de profissões que neste país são muito importantes. Existem na Índia aproximadamente duzentos e cinquenta milhões de vacas, que são respeitadas e veneradas por setecentos e cinquenta milhões de pessoas de crença Hindu!  Fonte: http://bicharada.net/animais/topicos.php?bid=33
  58. 58. TAJ MAHAL É um mausoléu situado em Agra, uma cidade da Índia e o mais conhecidodos monumentos do país. Encontra-se classificado pela UNESCO comoPatrimônio da Humanidade. Foi recentemente anunciado como uma das NovasSete Maravilhas do Mundo Moderno em uma celebração em Lisboa no dia 7 deJulho de 2007. A obra foi feita entre 1630 e 1652 com a força de cerca de 20 mil homens,trazidos de várias cidades do Oriente, para trabalhar no suntuoso monumentode mármore branco que o imperador Shah Jahan mandou construir emmemória de sua esposa favorita, Aryumand Banu Begam, a quem chamava deMumtaz Mahal ("A jóia do palácio"). Ela morreu após dar à luz o 14º filho,tendo o Taj Mahal sido construído sobre seu túmulo, junto ao rio Yamuna. Assim, o Taj Mahal é também conhecido como a maior prova de amor domundo, contendo inscrições retiradas do Corão. É incrustado com pedrassemipreciosas, tais como o lápis-lazúli entre outras. A sua cúpula é costuradacom fios de ouro. O edifício é flanqueado por duas mesquitas e cercado porquatro minaretes. Supõe-se que o imperador pretendesse fazer para ele próprio uma réplica doTaj Mahal original na outra margem do rio, em mármore preto, mas acaboudeposto antes do início das obras por um de seus filhos. Fonte: Wikipédia
  59. 59. SOBRE A ÍNDIA ATUAL... Na Índia há muitos dialetos. O uso de cartão de crédito é bastante restrito, principalmente no interior da Índia. O símbolo da moeda indiana é Rs. Na Índia, eles não aceitam notas rasgadas, nem adianta tentar. O principal e mais econômico meio de transporte na Índia é o trem. Na Índia a religião é uma essência da vida. Na Índia é proibido comer carne de vaca, pois eles consideram um animal sagrado. Como na Índia é proibido comer carne de vaca, o Big Mac é feito de carne de carneiro. O hindi é o idioma mais falado na Índia. No verão a temperatura chega a 45º C. Para as mulheres que desejam viajar para a Índia vale lembrar: levar roupas soltas e que cubram os ombros e as pernas. Devido a cultura do país.
  60. 60.  ·O nome oficial do país é República da Índia e sua capital é Nova Délhi. São 28 estados em 7 territórios federais, numa área de 3.287.782 km² (localizada no centro-sul da Ásia). Sua população gira em torno de 1,080 bilhão de habitantes e a moeda é a rúpia indiana. · Foi colônia do Império Britânico até agosto de 1947, quando conseguiu a independência de forma pacífica, liderada por Mahatma Gandhi. No mesmo mês, Jawaharlal Nehru, um dos principais líderes políticos do país, tornou-se primeiro-ministro da Índia independente. Nessa época, a região foi dividida entre a República da Índia e a República Islâmica do Paquistão. Em 1971, os dois países entraram em guerra e o Paquistão Oriental tornou- se o Estado independente de Bangladesh. · Datas Nacionais: 26 de janeiro (Proclamação da República); 15 de agosto (Independência); 2 de outubro (aniversário de Mahatma Gandhi). · 81,5% da população indiana seguem o hinduismo. Mas, no país, há ainda outras religiões: mulçumanos (12,2%), siks (2%), cristãos (2,3%), budistas (0,76%), jainistas (0,4%) e outros.
  61. 61.  · A religião hindu separa os homens em quatro castas: brâmanes, xátrias, vaixás e sudras. Fora do sistema, ficam os “ intocáveis” , hoje chamados de dalits. Apesar de todo o esforço de modernização, ainda é difícil a ascensão de indivíduos de uma casta a outra na Índia, e o relacionamente de pessoas das castas inferiores com as superiores. A situação é bem pior quando se trata de um intocável. . A divisão em castas foi abolida oficialmente depois da independência da Índia, em 1947. Um intocável, o dr. Ambdkar, participou da redação da nova constituição. Mas, o difícil é mudar os costumes. Elas vigoram até hoje, mais fortemente nas regiões rurais, e o governo da Índia tem feito campanhas sistemáticas no intuito de transformar esse quadro, estimulando com prêmios casamentos entre castas e proporcionando aos dalits o direito à educação e ao mercado de trabalho. Apesar de ainda encontrarem muita resistência, eles já fizeram conquistas consideráveis: entre outras, a eleição de Mayawati, uma intocável, para governadora do estado de Uttar Pradesh. · O hindi é a língua oficial do país, mas a Constituição indiana reconhece 18 idiomas no país. Há ainda cerca de 20 dialetos. · Mumbai (ex-Bombaim) é a maior metrópole da Índia e a cidade mais populosa da Ásia, com 14 milhões de habitantes.
  62. 62.  · A previsão é que, em 2050, a Índia seja o país mais populoso da Terra, com cerca de de 1,6 bilhão de pessoas. · Não há carinhos públicos entre casais. · A dança mais popular da Índia é a harathanatyam, que surgiu há mais de 5 mil anos no sul da Índia e influenciou outros estilos de dança em várias regiões do país e do continente asiático. · Na arquitetura indiana, destacam-se os templos religiosos. O Taj Mahal, situado na cidade de Agra e considerado pela UNESCO como um Patrimônio da Humanidade, é uma das obras mais conhecidas deste país. Foi feito entre 1630 e 1652, a mando do Imperador Shah Jahan, em memória de sua esposa favorita, Aryumand Banu Begam, a quem chamava de Mumtaz Mahal (“ a jóia do palácio” ). · O país é, atualmente, o maior produtor mundial de filmes para o cinema. A produção cinematográfica concentra-se em Bombaim, Noida, Madrasta e Hiderabade. · A Índia também é a maior produtora de softwares do mundo · A educação primária se tornou obrigatória em 2001.
  63. 63. VALE A PENA PESQUISAR NA NET! A participação da Índia no BRIC’S. Bollywood – A indústria de cinema indiana. Trânsito indiano. A era da informática na Índia. A questão da Índia e o Paquistão. A Índia como potência nuclear. A culinária indiana.
  64. 64. Dhanaybad! (Obrigado!)Viva cem anos!

×