Fenicia

5.155 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.155
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.507
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fenicia

  1. 1. FeníciosA origem: a origem dos fenícios ainda é desconhecida. Os documentosoriginais dos próprios fenícios não deixam pistas, pois falavam apenas doendereço para o qual haviam mudado e, como aquela região era conhecida naantiguidade como Canaã, eles se autodenominaram Cananeus.País da atualidade: LíbanoLocalização e meio físico: corresponde a uma área litorânea oriental doMediterrâneo localizada entre a Síria e Israel. Era cercada por montanhas, osmontes Líbano e Carmelo. O solo era pobre e dificultava a agricultura. Isso fezcom que os fenícios desenvolvessem muito pouco a agricultura.Razões de se dedicarem ao comércio marítimo• Localização geográfica favorável;• Pouca terra para desenvolver a agricultura;• Existência do cedro, madeira dura , propicia para construir barcos;• costa acidentada.História: por volta de 2000 anos aC, conheceram os gregos, que passaram achamá-los de Phoinix (vermelho), o que mais tarde passou a ser fenício.Existem duas razões possíveis para que fossem chamados de vermelhos pelosgregos: Ou por possuírem pele bronzeada ou uma homenagem ao produto dosfenícios mais requisitado, a púrpura, substância usada para tingir tecidosextraída do molusco múrex. Essa substância fazia sucesso naquela épocaporque só existiam roupas com cores entre o preto, o branco e o cinza. Sair devermelho era etatus de poder, nobreza. Os fenícios transformavam pequenas aldeias em grandes cidades devidoao comércio fervilhante.Organização politica: era formada por cidades autônomas independentes (cidades- estados). Cada uma tinha seu próprio governo. Eram lideradas pelorei, junto com sacerdotes, comerciantes e também pelos sufetas, que erammagistrados anciãos ilustres. Talassocracia.As cidades que mais se destacaram foram: Biblos, Sídon, Tiro, Ulgarit e depoisCartago.Organização Social: a população fenícia era formada pela seguinte escalasocial: • empresários – eram pessoas que faziam o comércio marítimo e de escravos, donos de oficinas de artesanato. • funcionários do governo e sacerdotes – eram a classe dominante. • pequenos proprietários e trabalhadores – classe formada por artesãos, pescadores, camponeses e marinheiros. • escravos e marinheiros pobres – os oprimidos e mais prejudicados socialmente.Permitiam a mobilidade social.Religião: praticavam uma religião politeísta, que envolvia entre outros
  2. 2. deuses: Baal que representava o sol ou o deus da fertilidade; Astarth querepresentava a lua ou a fecundidade; e Dagon que era o deus do trigo.Os fenícios conservavam ritos bem arcaicos, como a prostituição divina (as mulheres tinhamde oferecer a virgindade aos sacerdotes do templo de Ashtart, a deusa dafertilidade). e o sacrifício de crianças (em particular dos primogênitos) e de animais. A maioriados rituais religiosos eram feitos ao ar livre.Comércio marítimo: os fenícios eram competentes comerciantes e os maishabilidosos construtores de barcos da antiguidade, fama que se espalhou pelomundo. As embarcações fenícias possuíam casco arredondado, o que aumentavam oespaço interno e permitia maior volume de carga. Inventaram os trirremes,barcos que possuíam 3 fileiras superpostas de remos, que poderiaseguir comvelocidade independente da condição dos ventos. Já as embarcações de guerrapossuíam um espigão metálico para por a pique os navios inimigos. Noentanto, não utilizavam da força, esse artifício era sim, para afugentar ospiratas que tentassem roubá-los.Produtos comercializados: vendiam o azeite, cereais, vinho e artigos deluxo como pratos de ouro, garrafas de marfim, enfeites de prata ou de bronze,fina cerâmica e perfumes. No entanto, para povos guerreiros, vendiamtambém lanças e escudos de ferro.Cultura: eram ótimos comerciantes e habilidosos artesãos, mas estavamlonge de serem originais. Em suas obras, copiavam traços de escritos daspirâmides e da cultura egípcia. E quando foram dominados passaram a serdominados pela Grécia, de imediato, adotaram o estilo à grega. Foram influenciados, portanto, por várias culturas. E se não ficaramfamosos por deixarem sua própria marca registrada, foram importantes porexpandir as culturas pelos diversos lugares por onde passaram. Umconhecimento que foi importante, para o desenvolvimento dos povos daantiguidade. Eles se especializavam na metalurgia e por isso eram peritos em fundir,moldar e cinzelar objetos em ouro ou prata. havia artesões excelentes emesculturas de madeira e de marfim. Modelavam também objetos de vidro eteciam lã e linho.Decadência: entraram em decadência depois da conquista de Tiro pelosromanos em 332 a.C. Depois disso, o seu maior império, Cartago, foidestruído em 146 a.C. Nessa época, eles já nem falavam sua língua de origeme sim, uma mistura de grego e aramaico. O alfabeto: o alfabeto foi descrito como uma escrita que não representa asvogais. As primeiras duas letras, aleph e beth deram o seu nome, composto por22 consoantes. Comerciantes fenícios levaram este sistema de escrita ao longodas rotas comerciais do mar Egeu, chegando a Creta e à Grécia; os gregosadotaram a maior parte das letras, alterando, no entanto, algumas delas paravogais, dando origem ao primeiro alfabeto real. Legado:
  3. 3. • O alfabeto fonético;• técnicas de navegação e construção de barcos;• transmissores de cultura.

×