CMCG             ATIVIDADE de RECUPERAÇÃO                 1ºEM    2º/3º Bimestre            Profª Nilza M. P. AlonsoO   PR...
CMCG              ATIVIDADE de RECUPERAÇÃO               1ºEM      2º/3º Bimestre            Profª Nilza M. P. Alonso   Ar...
CMCG                 ATIVIDADE de RECUPERAÇÃO                       1ºEM        2º/3º Bimestre           Profª Nilza M. P....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Esp industrial

2.455 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.455
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.240
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Esp industrial

  1. 1. CMCG ATIVIDADE de RECUPERAÇÃO 1ºEM 2º/3º Bimestre Profª Nilza M. P. AlonsoO PROCESSO DE INDUSTRIALIZAÇÃO E OS representando um novo aspecto que reflete a riqueza dasPRINCIPAIS TIPOS DE INDÚSTRIA. nações. As modificações provocadas pela Revolução Industrial Objetivos estão ligadas não só à forma de produzir e trabalhar, mas,a) identificar o processo industrial como a forma mais estão por trás, também, de um grande conjunto de dinâmica de produção do espaço geográfico atual. modificações de ordem política (a consolidação dos Estadosb) caracterizar os diferentes tipos de indústria no mundo Nacionais sob o controle da burguesia), de ordem social, contemporâneo. (com o aparecimento do proletariado) e de ordemc) identificar os fatores de localização e as políticas de econômica, (ligada principalmente à consolidação das desenvolvimento industrial. potências industriais européias, com a Inglaterra à frente,d) discutir a questão energética e as novas fontes de que redefinem as características do espaço mundial), atravésmatérias-primas no atual processo de industrialização. de uma DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO, que passa a dividir os países em industrializados “centrais” e os países A atividade industrial e a extração mineral são fornecedores de matérias-primas, que passam a formar aconsideradas como atividades que pertencem ao setor “periferia” do sistema.secundário de produção e se caracterizam pelo É a partir da Revolução Industrial que o processo debeneficiamento e transformação de matérias-primas em urbanização se intensifica, promovendo a concentraçãogeral. demográfica, intensificando os fluxos de comércio ligados à Historicamente o homem sempre transformou matérias- expansão dos sistemas de transportes (ferrovias eprimas em produtos semi-acabados ou finais: cerâmica, navegação) que permitiram a montagem de uma economiatecidos, armas, ferramentas, instrumentos de trabalho e mundial gerida e controlada a partir das áreas industriaismateriais de construção diversos, se apresentam como que se formavam.“vestígios” das mais antigas civilizações. A busca por mercados de matérias-primas e Entretanto a indústria como conhecemos é fruto da consumidores cria rivalidades entre os países pioneiros eexpansão capitalista que se seguiu à revolução comercial “retardatários”. Essas disputas implicam no aparecimento demercantilista dirigida e encabeçada pela Europa. novas potências que entram na disputa pelo controle doConhecida como Revolução Industrial, o processo se inicia espaço mundial (imperialismo) e definem novas relações de(de certa forma se intensifica) na Inglaterra, a partir de dominação e dependência entre o conjunto de nações.meados do século XVII e é representado por inovações A descoberta de novas fontes de matérias-primas e detecnológicas ligadas ao uso do carvão e à produção de fontes de energia, como o petróleo a hidroeletricidade e maisenergia (sob a forma de máquinas a vapor). Ela marca recentemente a nuclear e as chamadas fontes alternativasinicialmente a substituição de formas artesanais e como a eólica, a solar a biomassa... intensificam o processomanufatureiras pela utilização maciça de máquinas, como o criando verdadeiras gerações de indústrias. Estas, em geral,principal fator de produção. Daí ser chamada de se localizam nas áreas melhor servidas que se valorizamMAQUINOFATURA. criando espaços diferenciados e desigualmente A Revolução Industrial marca, também, o início da desenvolvidos, a partir dos quais ocorre tanto a organizaçãoprodução em larga escala de máquinas, equipamentos e de de focos industriais dentro de determinados países, como embens de consumo em geral, feitas em instalações determinadas regiões que passam desta forma a controlar osapropriadas (as fábricas), que separa o espaço de produção processos de produção, circulação e consumo.do espaço de moradia. Utiliza como força de trabalho uma A presença de determinados fatores, denominadosmassa de trabalhadores que saíram do campo em direção às LOCACIONAIS ¬ capitais, mão-de-obra, matérias-primas,cidades onde passam a vender sua força de trabalho em energia, rede de transportes, mercado consumidor - quetroca de um salário. Esses trabalhadores são favorecem a concentração de indústrias em determinadassistematicamente expulsos pelo fechamento dos campos áreas. Estas se desenvolvem mais ou menos rapidamentecomuns, destinados à criação de ovinos fornecedores de lã dependendo dessas condições, criando espaços cada vezpara as indústrias têxteis que a partir de então se mais diferenciados entre si. È em função dessasdesenvolveram num ritmo acelerado. diferenciações que se formam os blocos de países A separação entre local de moradia e de produção, de um industrializados, desenvolvidos e os países periféricos, quelado e o incremento da produção industrial propriamente dita se mantêm como países agrário-exportadores e fornecedoresimplicará em profundas transformações na forma de se de matérias-primas e minerais que estimulam o processo.organizar o espaço, permitindo a expansão das cidades, A partir da SGM com a desestabilização produtiva dasespecialmente aquelas que se integram mais diretamente ao economias centrais e as disputas de poder entre a ex-URSSprocesso. Isto porque a busca de fatores de produção e os EUA, no quadro da Guerra Fria, verifica-se um processo(matérias-primas, energia p.ex.) implica organizar os de desconcentração industrial dirigida, sobretudo, para umespaços mesmo muito distantes do local da fábrica. Dai o certo número de países periféricos se industrializamdesenvolvimento das redes de transporte, das grandes formando um bloco que ficou conhecido pela sigla em inglêsinstalações para armazenamento e distribuição dos produtos de NIC’s (Newly Industrialized Countries), ou Novos Paísese a reestruturação das áreas rurais. A necessidade de Industrializados, entre eles o Brasil.instalações portuárias que passam a impulsionar outras Nestes países, o processo se reproduz com a criação deatividades ligadas ao comércio, às finanças e à prestação de áreas industriais que se apresentam espacialmenteserviços diversos se ampliam com o crescimento concentradas, em grandes aglomerações metropolitanas, presença de três grandes áreas: que se desenvolvem através de “gerações” de indústrias que o G7, correspondendo aos países centrais desenvolvidos tenderam a voltar sua produção para substituir artigos antesque corresponde aos países mais desenvolvidos do planeta, importados. É o chamado processo de substituição dasEUA, Canadá, Alemanha, França, Itália e Grã-Bretanha e importações.Japão (é comum também chamá-los de TRÍADE, isto, os três Em função do grau de concentração das atividadesconjuntos de países dominantes, que organizam e controlam urbano-industriais, tanto nos países centrais, como nostoda a economia mundial). periféricos, especialmente nos NIC’s, que é possível entender o demográfico e industrial, e ao gerarem novas a atual configuração do espaço mundial, onde podemosdemandas, acarretam um processo de desenvolvimento que verificar a G22 formado pelos países de industrializaçãopassa a ser cada vez mais condicionado pelo setor recente (posterior à Segunda Guerra Mundial) queindustrial. apresentam condições de desenvolvimento particulares e O desenvolvimento das primeiras indústrias cria um diferenciadas entre si, e que incluem desde a Austrália, Novaprocesso de transformações sucessivas que reforçam o Zelândia e os Tigres Asiáticos, que apresentam estágio deprocesso e vão se disseminando de forma intensa, desenvolvimento mais acentuado, e países como o Brasil, 1
  2. 2. CMCG ATIVIDADE de RECUPERAÇÃO 1ºEM 2º/3º Bimestre Profª Nilza M. P. Alonso Argentina, México, Egito, África do Sul e os ex- países do ETAPAS bloco soviético (Rússia, República Tcheca, Polônia, entre 1. Primeira Revolução Industrial. outros) e ainda Índia e China. 2. Segunda Revolução Industrial. Sendo muito diferenciados estes países não chegam a 3. Terceira Revolução Industrial. formar um bloco, propriamente dito, à medida que estão direta ou indiretamente subordinados ao G7. CARACTERÍSTICAS E finalmente, o grupo de países, que à falta de melhor ( ) aerosespacial, robótica, biotecnologia; uso de diferentes nome, denominaremos de G “Resto”. São países em estágio fontes de energia; descentralização industrial. de desenvolvimento bastante precário, que se debatem com ( ) siderurgia, indústrias têxteis; uso do carvão e máquinas sérios problemas econômicos, políticos e sociais ou cujas a vapor; concentração industrial, especialmente nos países condições comprometem ou inviabilizam seu crescimento, e "centrais". que correspondem à maior parte dos países da América ( ) produção de bens de equipamento e produção e bens de Latina, África, Ásia e Oceania. consumo em geral; uso do petróleo e hidrelétricas; relativa Ao longo do processo de industrialização mundial podemos dispersão industrial com o aparecimento dos novos países verificar o aparecimento de diferentes tipos de indústrias: industriais. Indústrias de bens de consumo (duráveis e não duráveis) ( ) formação de trustes, cartéis, monopólios e oligopólios como têxtil, alimentícia, mobiliário bebidas...e também atuando em diferentes setores de produção, aprofundando a eletro-eletrônicos, veículos em geral; Divisão Internacional do Trabalho. Indústrias de bens de equipamento e produção e de bens ( ) transnacionalização econômica, intensificação dos fluxos intermediários, como siderurgia, máquinas, produtos de circulação de bens, mercadorias, pessoas e capitais, químicos, cimento... comandadas pelos países do G7. Essas indústrias, em função da complexidade do processo de transformação e das condições locacionais que exigem, 5. A especialização dos países na produção de determinadas tendem a se apresentar espacialmente concentradas e são, mercadorias destinadas ao mercado internacional, é hoje, controladas e administradas por grandes empresas, denominada de Divisão Internacional do Trabalho (DIT). A cujas sedes se localizam nos países centrais e as quais respeito desta divisão é correto afirmar que: denominamos de empresas transnacionais. (A) alguns países, como o Brasil, a Argentina e o México, São elas as principais responsáveis pelos fluxos apesar da modernização de suas economias, ainda internacionais que impulsionam as relações de continuam a exportar somente produtos primários e a produção/circulação/consumo dos mais diferentes tipos de importar capital e manufaturados , o que provoca grandes produtos, e que envolvem o conjunto de todos os países e problemas sociais e econômicos internos. que é chamado de globalização. (B) as mudanças que se verificam na DIT, atualmente, têm nas multinacionais seus principais agentes, uma vez que se ATIVIDADES e EXERCÍCIOS espalham pelo mundo, multiplicam os locais de produção dos bens manufaturados e provocam uma acelerada 1. São características do Sistema Capitalista internacionalização da produção. (A) a produção é orientada pelo mercado. (C) alguns países, considerados desenvolvidos, com (B) os meios de produção pertencem ao Estado, que os indústrias modernas e agricultura ultra-avançada, gerencia em nome de toda a sociedade. conseguem produzir tudo o que necessitam para seu (C) não há diferenças sociais ou econômicas entre pessoas desenvolvimento econômico, o que caracteriza sua auto e/ou países. suficiência econômica. (D) a organização da produção não interfere na organização (D) a diferença entre os níveis de produção se manifesta do espaço geográfico. através de desigualdades espaciais: no Hemisfério Sul, por exemplo, concentram- se os países com maior nível de 2. Na relação apresentada a seguir assinale o que é produção, ao contrário do que acontece no Hemisfério Norte. considerado como meio de produção? (E) os países apresentam profundas desigualdades no que (A) agricultura, pecuária e indústria. diz respeito à produção, é o que aconteceu, por exemplo, (B) terras, fábricas e minas. com a maior parte dos países que reuniram as condições (C) espaços de produção, circulação e consumo. necessárias para impulsionar seu desenvolvimento industrial, (D) setores primário, secundário e terciário. em relação a um conjunto menor de países que ainda se2 3. A Revolução Industrial pode ser considerada: dedicam à agricultura. I. o conjunto de inovações tecnológicas, responsáveis pelas 6. Na escolha de um local para a implantação das indústrias, transformações econômicas, sociais, políticas e culturais, que os fatores mais importantes estão relacionados a matérias- se traduzem na produção de diferentes tipos de espaço primas, fontes de energia, mão-de-obra, recursos financeiros geográfico, desde o século XVIII até os dias atuais. e acesso ao mercado consumidor. A importância de cada II. responsável por grandes transformações ligadas à fator em relação aos demais pode variar. Dependendo do maneira de produzir criadas pela introdução de máquinas, na tipo de bem a produzir, da escala de produção pretendida e utilização de novas fontes e energia , novos e mais eficientes do grau de desenvolvimento das técnicas utilizadas e da meios de transporte, entre outras. infra-estrutura existente. III. está relacionada ao processo de expansão capitalista e Da leitura do texto, é possível concluir que as indústrias de apresenta etapas diferenciadas em função dos bens bens de produzidos e das relações entre áreas "centrais" e V F consumo contam com maior número de opções quanto "periféricas" que identificam o espaço econômico mundial. a escolha dos locais mais favoráveis à sua localização. IV. é responsável pela chamada Divisão Internacional do V F produção e equipamento apresentam-se espacialmente Trabalho, quer comanda as relações entre os diferentes dispersas, em função da maior disponibilidade de países. fatores locacionais. 3 Estão corretas apenas V F consumo são aquelas que necessitam de maiores (A) I e II. espaços e grandes investimentos para sua (B) III e IV. implantação. (C) I e III. V F produção e equipamento tendem a se localizar nas (D) II e IV. áreas melhor servidas por condições de (E) I, II, III e IV. infra-estrutura, especialmente nos setores de transporte e energia. 4. Faça a correspondência entre as etapas de industrialização e as características da produção industrial. V F equipamento e produção tendem a se localizar nas 2
  3. 3. CMCG ATIVIDADE de RECUPERAÇÃO 1ºEM 2º/3º Bimestre Profª Nilza M. P. Alonso proximidades das grandes cidades pelo potencial de • Os custos para a transferência de local eram mercado consumidor que podem dispor. extremamente elevados em função do pequeno7. (ENEM) “A idade da pedra chegou ao fim, não porque desenvolvimento da tecnologia dos transportes, limitando asfaltassem pedras; a era do petróleo chegará igualmente ao opções de localização industrial.fim, mas não por falta de petróleo.” • São exemplos das economias de aglomeração Xeque Yamani, ex-ministro do Petróleo da Arábia Saudita, O Estado de São geradas pela indústria moderna na região Reno-Rhur, na Paulo, 20/08/2001 Alemanha e a Bacia de Londres.Considerando as características que envolvem a utilização de A sequencia correta ématérias-primas citadas no texto em diferentes contextos (A) V- V- F.histórico-geográficos, é correto afirmar que, de acordo com o (B) F- V- V.autor, a exemplo do que aconteceu na Idade da Pedra, o fim (C) F- F- F.da Era do Petróleo estaria relacionado (D) V – V_ V.(A) à redução e esgotamento das jazidas de petróleo. (E) F – F – V.(B) ao desenvolvimento tecnológico e à utilização de novasfontes de energia. 9. (UFF-RJ, adaptada) Relativamente às características(C) ao desenvolvimento dos transportes e particulares que vêm sendo assumidas pela geografia daconsequentemente o aumento do consumo de energia. indústria no mundo contemporâneo é correto afirmar que(D) ao excesso de produção e consequente desvalorização dentre tais características destaca (m)-sedo barril de petróleo. I. a informatização em grande escala, relacionada ao(E) diminuição das ações humanas sobre o meio ambiente. armazenamento e transmissão de informações e busca constante de novas fontes de energia.8. (CEFET-CE) A revolução tecnológica dos meios de II. a produção de novos materiais, como a cerâmica técnicatransporte provocou o chamado “encolhimento do mundo”. combinada à fabricação de circuitos integrados e semicondutores. III. a articulação da pesquisa e a tecnologia, ampliando os campos de aplicação dos conhecimentos da moderna biotecnologia e da microeletrônica. IV. a segmentação da produção de bens e serviços em redes mundializadas, tendo como suporte os meios técnico- informacionais. Estão corretas apenas (A) I e II. (B) I, II, e IV. (C) I, III e IV. (D) II e IV. (E) I, II, III e IV. 10. (UFSCAR-SP) Durante quase trinta anos, desde o final da Segunda Guerra Mundial até 1973, a economia capitalista mundial se desenvolveu a taxas historicamente altas, inéditas para tão longo período. Qual das alternativas apresentadas a seguir apresenta características típicas deste período retratado no texto?A esse respeito é correto afirmar que (A) Predomínio da ordem multipolar, com a ascensão do(A) a ampliação do intercâmbio de informações, entre Japão e da Alemanha à condição de nações centrais dodiferentes povos e regiões do planeta, promoveu uma única sistema.e homogênea aldeia global de trocas igualitárias, (B) forte desenvolvimento tecnológico, com ênfase na(B) o avanço técnico, na infraestrutura de circulação, indústria química, naval e exploração de fontes energéticaslocalizada no hemisfério norte, instaurou o livre comércio como o carvão mineral.entre os países desenvolvidos. (C) predomínio da produção e do trabalho baseados no(C) a redução do tempo de deslocamento entre os lugares foi sistema taylorista-fordista, baseado na produção em massafundamental para a expansão global da produção e da e na separação entre a concepção e execução do trabalho.circulação das mercadorias sob a égide do capitalismo. (D) adoção do liberalismo como doutrina econômica , com a(D) a abolição de barreiras espaciais permitiu o livre fluxo de introdução da política do bem-estar social, nos paísespopulações, sobretudo em função do acesso ao mercado de europeus e nos Estados Unidos.trabalho, em diferentes regiões do planeta. (E) Divisão Internacional do Trabalho, segundo a qual os(E) as possibilidades de comunicação, entre as nações, países periféricos coloniais exportavam matérias-primas e osfacilitaram os acordos comerciais e financeiros que países capitalistas centrais, produtos industrializados.reduziram as diferenças econômicas entre os países.9. (UFSM-RS) A indústria moderna surgiu nos séculos XVIIIe XIX, com o advento da máquina e da energiamecânica.Considerando a indústria desse período assina V(verdadeiro) ou F (falso) conforme o caso. • Caracterizava-se pelo sistema de fábrica, que reunia em um único local, os trabalhadores, as máquinas e as matérias-primas. 3

×