5 1 ¬parte-c atequese mariana

177 visualizações

Publicada em

Rostos de Maria na religiosidade popular

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
177
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

5 1 ¬parte-c atequese mariana

  1. 1. 1. A devoção popular mariana
  2. 2. A devoção popular mariana criou imensas manifestações Em Maria o ser humano encontrou respostas para as suas necessidades, emoções e razões de viver para alimentar o amor a Cristo e a graça de Deus.
  3. 3. Foi Ela que nos ensinou a escrever a história de Deus na história do homem. Nela se encontra a força da família e a defesa dos jovens. Nela se gera a vocação cristã.
  4. 4. 1.1 Força das imagens
  5. 5. Foram imagens nos montes e serranias: a Senhora da Boa Hora, a Senhora da Tempestade, a Senhora da Saúde, a Senhora dos Desamparados, a Senhora do Bom Conselho.
  6. 6. Foi para o mar como... Senhora da Bonança, Senhora dos Marinheiros, Senhora do Perpétuo Socorro, Senhora dos Náufragos, Senhora dos Aflitos.
  7. 7. Entrou no coração humano como… Senhora do Perdão, Senhora da Misericórdia, Senhora da Paz, Senhora da Boa Hora, Nossa Advogada.
  8. 8. Entrou na existência humana como… Senhora do Parto, Senhora da Boa morte. Ocupa lugar de honra nos lares, nos espaços mais íntimos da família.
  9. 9. 1.2 Maria na cultura
  10. 10. A presença universal de Maria na vida dos países católicos na cultura e os costumes dos povos. A pintura, a escultura, o belo da arte encarnou na vivência espiritual da Mãe de Deus.
  11. 11. A pessoas Maria dá nome A praças A países Ao mundo inteiro
  12. 12. Em sua honra Procissões Romarias
  13. 13. 2. A oração do Ângelus e do Santo Rosário
  14. 14. A oração do Ângelus desperta o novo dia convida os homens para a refeição do meio dia e fá-los descansar ao toque das trindades. A oração do Ângelus recorda o mistério da encarnação.
  15. 15. No Santo Rosário, meditamos os mistérios da vida de Cristo em companhia de Maria, com piedade e amor filial. Em Maria se descobre o caminho privilegiado para conhecer a Jesus Cristo e amar a Deus. Sem clemência a secularização dos nossos tempos tenta eliminar as manifestações marianas.
  16. 16. 3. A renovação da devoção a Nossa Senhora
  17. 17. A renovação da devoção a Nossa Senhora faz parte da renovação do espírito missionário da Igreja. A igreja, com Maria e como Maria, tem que sair da sua casa a todas a famílias, a todos os corações. e levar a presença e a ação de Cristo mais além fronteira,
  18. 18. A força educadora da devoção mariana é especialmente eficaz e necessária na formação humana e cristã da juventude. Ela acompanha-nos nas lutas e aspirações mais íntimas. Nos níveis de piedade e de oração é donde brotam as vocações de serviço e consagração.
  19. 19. 4. Oração a Maria Santa Maria de um amor maior, do tamanho do Menino que levas ao colo, diante de ti me ajoelho e esmolo a graça de um lar unido ao teu redor. Protege, Senhora, as nossas famílias, todos os casais, os filhos e os pais, e enche de alegria, mais e mais e mais, todos os seus dias, manhãs, tardes, noites e vigílias. Vela, Senhora, por cada criança, por cada mãe, por cada pai, por cada irmão, a todos os velhinhos, Senhora, dá a mão, e deixa em cada rosto um afago de esperança. (Dom António Couto, bispo de Lamego)

×