O advérbio

1.803 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.803
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
425
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
104
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O advérbio

  1. 1. Classes de Palavras
  2. 2. O advérbio é uma palavra que modifica o sentido de um verbo, de um adjetivo ou de um advérbio. VERBO ADVÉRBIO toca lindamente ADVÉRBIO ADJETIVO muito feliz ADVÉRBIO ADVÉRBIO muito bem
  3. 3. É uma palavra invariável, ou seja, tem sempre a mesma forma, se considerarmos o género e o número. Mas, em alguns casos, pode variar em grau: Grau superlativo absoluto sintético (cedíssimo, pertíssimo) ou Grau superlativo absoluto analítico (muito cedo, muito perto, muito bem)
  4. 4. SUBCLASSES 1. Advérbio de predicado 2. Advérbio de frase 3. Advérbio conetivo 4. Advérbio de negação 5. Advérbio de afirmação 6. Advérbio de quantidade e grau 7. Advérbio de inclusão e exclusão 8. Advérbio interrogativo 9. Advérbio relativo
  5. 5. Os advérbios de predicado modificam o verbo e indicam o lugar (valor locativo), o tempo (valor temporal) e o modo ( valor de modo). Desempenham a função sintática de modificador, complemento oblíquo e predicativo do sujeito. Ex: Ele vai aí. O bebé nasceu ontem. Ele sentiu-se mal. Eles cantam maravilhosamente.
  6. 6. Os advérbios de frase modificam toda a frase, indicando a atitude do locutor face ao conteúdo da frase. Desempenham a função sintática de modificadores de frase. Ex: Talvez vá contigo ao cinema. (o advérbio exprime uma ideia de probabilidade) Infelizmente, não cheguei a horas. (o advérbio exprime uma apreciação)
  7. 7. Os advérbios conetivos estabelecem relações entre frases ou entre constituintes das frases. Ex: Ela concluiu todos os trabalhos. Depois partiu para férias. Primeiro tempera-se o peixe, de seguida leva-se ao forno, finalmente serve-se com uma salada.
  8. 8. O advérbio de afirmação indica o valor afirmativo da frase. Ex: - Amanhã vais à praia? - Sim, claro! O advérbio de negação indica o valor negativo da frase. Ex: O Manuel não foi ao cinema connosco.
  9. 9. Os advérbios de quantidade e grau informam sobre a quantidade ou o grau. Alguns ocorrem na formação de graus dos adjetivos ou dos advérbios. Ex: Ele ficou tão contente! Tu estás muito cansada. Ele é mais alto do que tu.
  10. 10. Os advérbios de inclusão e exclusão informam sobre noção de inclusão ou exclusão em relação ao elemento junto do qual ocorrem. Ex: Só a Maria é que não foi à aula. A entrada é reservada apenas a sócios. Ele come sempre tudo, o que gosta e até o que não gosta.
  11. 11. Os advérbios interrogativos introduzem frases interrogativas. Ex: Onde moras? Porque é que fizeste isso? Quando é a reunião?
  12. 12. O advérbio relativo introduz uma oração relativa. Ex: O bairro onde moro é muito sossegado. Or. Sub. Adj. Relat. Restritiva
  13. 13. SUBCLASSES VALOR FORMAS EXEMPLO DE PREDICADO de tempo (temporal) agora, ainda, amanhã, antes, antigamente, cedo, depois, então, hoje, já, jamais, logo, nunca, ontem, outrora, sempre, tarde… Amanhã será exibido o filme que me recomendaste. de lugar (locativo) abaixo, acima, adiante, aí, além, ali, aquém, acolá, aqui, atrás, cá, defronte, dentro, detrás, fora, junto, longe, perto, onde, lá… O Vasco encontrou o primo ali. de modo (modal) assim, bem, debalde, depressa, devagar, mal e muitos dos advérbios terminados em –mente. Acaba os trabalhos depressa! O advérbio de predicado está ligado ao grupo verbal que constitui o predicado completando-o ou modificando-o.
  14. 14. SUBCLASSES FORMAS EXEMPLO DE FRASE (palavra que modifica toda a frase) certamente, decerto, realmente, efetivamente, felizmente, francamente, naturalmente, talvez, acaso, porventura… Certamente, tentaste fazer o teu melhor. O advérbio de frase não modifica o grupo verbal, mas a frase toda: “Francamente, julguei que não vinhas.” Nota que, por vezes, o mesmo advérbio pode ser de predicado ou de frase, conforme o contexto (“Naturalmente, não fiquei satisfeita” – frase; “Falei com ele naturalmente”– predic.)
  15. 15. SUBCLASSES FORMAS EXEMPLO CONETIVO (palavra que tem como função principal a ligação entre frases ou elementos da frase, assegurando a coesão textual) assim, consequentemente, depois, especificamente, finalmente, nomeadamente, primeiramente, primeiro, seguidamente, segundo. Primeiro, batem-se os ovos com o açúcar. Depois acrescenta-se o leite e, finalmente, a farinha. O advérbio conetivo estabelece nexos entre frases ou entre elementos da frase (Está sol, contrariamente ao que se previa. ; Depois de ti, vou eu.) Nota: por vezes o advérbio conetivo estabelece nexos idênticos ao da conjunção, mas, ao contrário desta, o advérbio pode colocar-se entre o sujeito e o predicado: conj. adv. – Eu tentei, mas ele reagiu mal. / *Eu tentei, ele, mas, reagiu mal. adv. conetivo - Eu tentei, contudo ele reagiu mal. / Eu tentei, ele, contudo, reagiu mal.
  16. 16. SUBCLASSES FORMAS EXEMPLO DE AFIRMAÇÃO sim, certamente, realmente… Sim, estou com fome… DE NEGAÇÃO não, nunca, nada, menos, nem… Não desistas! DE QUANTIDADE E GRAU assaz, bastante, quão, quanto, apenas, demais, demasiado, mais, menos, mui, muito, pouco, quase, tanto, tão, bem, que… Se estudares mais, terás melhores resultados DE INCLUSÃO até, inclusivamente, também, mesmo… Até o Carlos veio ao futebol! DE EXCLUSÃO apenas, salvo, senão, só, somente, unicamente, exclusivamente, exceto … Apenas o Carlos veio ao treino!
  17. 17. SUBCLASSES FORMAS EXEMPLO INTERROGATIVOS de modo como? Como fizeste isso? de causa porque? porquê? Porque não estudaste? de lugar onde? aonde?, donde? Onde vais? de tempo quando? Quando vens cá? RELATIVOS onde, como Esta é a casa onde nasci .(=na qual)
  18. 18. LOCUÇÕES ADVERBIAIS São consideradas locuções adverbiais duas ou mais palavras que funcionam como uma unidade sintática que ocorre no mesmo contexto de um advérbio, apresentando o mesmo comportamento desta classe de palavras. Podem ser constituídas por:  - preposição + nome  - preposição + advérbio  - preposição + adjetivo
  19. 19. preposição + nome à tarde, de pé, a custo, à distância, à pressa, ao acaso, por acaso, ao lado, às escuras, com certeza, de manhã, de pé, de repente, sem dúvida, à direita, à esquerda, à toa, ao contrário, às avessas, às claras, de cor, em silêncio, com efeito… preposição + advérbio em cima, de longe, de cima, de longe, de dentro, de perto, para dentro, por ali, por aqui, por dentro, por fora, por perto… preposição + adjetivo em geral, de novo, em vão, em breve… Locuções constituídas por mais de dois elementos de vez em quando, de quando em quando, de tempos a tempos, de bom grado, de mau grado…
  20. 20. EXERCÍCIOS 1. Sublinha os advérbios presentes nas frases. 1.1. À distância voltou-se: ainda viu o seu vestido azul. 1.2. Vejo um bocadinho do Tejo que está no fim da rua. 1.3. Deixa estar, este senhor embrulha-o. Quanto custa? 1.4. Era necessário que fosse um bem grande homem. 1.5. O caixeiro estava tão excitado que a sua voz gaguejava.
  21. 21. 2. Completa estes provérbios com os advérbios apresentados no quadro: depressa bem ___________ e __________ há pouco quem. cedo cedo Deitar _______ e ___________ erguer dá saúde e faz crescer. devagar longe _______________ se vai ao ____________. tarde nunca Mais vale _________ que ____________. amanhã hoje Não deixes para ____________ o que podes fazer __________. muito pouco Quem __________ fala ___________ aprende. Tarde, amanhã, muito, pouco, longe, depressa, bem, cedo, nunca, devagar, hoje
  22. 22. 3. Indica o advérbio que tem como base, na sua formação, estas palavras. depressa cuidadosamente pressa _________________________ cuidado _________________________ perigosamente erradamente perigo _________________________ erro _____________________________ rigorosamente furiosamente rigor __________________________ fúria ____________________________ 4. Reescreva as frases substituindo os advérbios sublinhados por locuções adverbiais que não alterem o sentido da frase original: 4.1. Fazes tudo apressadamente. __________________ à pressa 4.2. Contrariamente ao que esperávamos, não choveu. _________________ ao contrário 4.3. Brevemente vou visitar-te. _____________________ em breve 4.4. Repentinamente ele desapareceu. _____________ de repente 4.5. Efetivamente não me apetece muito sair. ____________ com efeito
  23. 23. 5. Reorganiza estas frases em duas colunas, conforme o esquema proposto, e sublinha em cada frase o respetivo advérbio. – Obviamente, não fizeste a cama. – Ainda estou na cama. – Levanta-te imediatamente! – Talvez não tenha a primeira aula. – Gosto de me levantar tarde. – Realmente és muito preguiçoso. – Pousa aí os livros e come. – Não tenho tempo de comer aqui. FRASE com advérbio de predicado com advérbio de frase Ainda estou na cama. Obviamente, não fizeste a cama. Levanta-te imediatamente! Talvez não tenha a primeira aula. Gosto de me levantar tarde. Realmente és muito preguiçoso. Pousa aí os livros e come. Não tenho tempo de comer aqui.
  24. 24. 6. Acrescenta a cada uma destas frases um advérbio conetivo que permita estabelecer uma sequência entre os diferentes momentos enunciados. Lês o texto. Lês todas as questões de interpretação. Começas a responder. Se tiveres tempo, relês as tuas respostas. Inicialmente, lês o texto. Depois, lês todas as questões de interpretação. Seguidamente, começas a responder e, finalmente, se tiveres tempo, relês as tuas respostas.

×