Aula no
. 11
MECÂNICA
01. (UFPel – RS) – “Perder peso” é prioridade de muitas
pessoas que se submetem às mais diversas die...
05. Alguns carros possuem um equipamento chamado
“piloto automático”, cujo nome mais adequado deve-
ria ser “acelerador au...
08. Com base nesta teoria, são feitas as seguintes afir-
mações:
I. Se tanto a força aplicada num corpo quanto a
resistênc...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fisica11 vol 1[1]

183 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
183
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fisica11 vol 1[1]

  1. 1. Aula no . 11 MECÂNICA 01. (UFPel – RS) – “Perder peso” é prioridade de muitas pessoas que se submetem às mais diversas dietas, algumas absurdas do ponto de vista nutricional. O gato Garfield, personagem comilão, também é per- seguido pelo padrão estético que exige magreza, mas resiste a fazer qualquer dieta, como mostra o “diálogo” abaixo: Analisando a “resposta” de Garfield, você a) concorda com ele, pois, se o seu peso se tornar menor em outro planeta, sua massa também dimi- nuirá. b) discorda dele, pois o peso de um corpo independe da atração gravitacional exercida sobre ele pelo planeta. c) concorda com ele, pois o peso de um corpo dimi- nui quando a atração gravitacional exercida pelo planeta sobre ele é menor. d) discorda dele, pois seu peso não poderá diminuir, se sua massa permanecer constante. e) discorda dele, pois, se a gravidade do outro pla- neta for menor, a massa diminui, mas o peso não se altera. 02. Um casal de namorados, assistindo às Olimpíadas pela televisão, observam a prova final de halterofi- lismo. Ele olha para a namorada e diz: “eu também consigo levantar esse peso com apenas uma de minhas mãos”. Sabendo que seu namorado não pra- tica nenhum tipo de atividade física, ela dá uma “risa- dinha” com um leve ar de deboche. Sobre a afirmação do rapaz , você conclui que: a) ele poderia levantar o referido peso se aqui na Terra fosse vácuo. b) ele poderia levantar o referido peso se estivesse num planeta cuja aceleração da gravidade fosse maior que a da Terra. c) ele poderia levantar o referido peso se estivesse num planeta cuja aceleração da gravidade fosse menor que a da Terra. d) ele poderia levantar o referido peso se estivesse num planeta cuja pressão atmosférica fosse maior que a da Terra. e) ele poderia levantar o referido peso se estivesse num planeta cuja pressão atmosférica fosse menor que a da Terra. 03. Marcos Pontes, o astronauta brasileiro, foi entrevis- tado enquanto em órbita da Terra, “flutuando” no interior da nave, em situação de imponderabilidade. Pode-se dizer que este fato é consequência: a) da completa ausência de peso do astronauta; b) da ausência de gravidade naquele local; c) do astronauta e nave estarem caindo (sem se aproximar do solo terrestre) sujeitos a uma mesma aceleração; d) de estarem no vácuo; e) há mais de uma opção correta. 04. No cotidiano observamos muitas pessoas “brigando com a balança”, na tentativa de manter sua forma física. Uma pessoa que se encontra com alguns qui- logramas a mais que o desejado, resolve estabele- cer um plano com o objetivo de, na próxima vez que subir em sua balança (dessas de banheiro), obser- var valor menor que o da última medida realizada. Após pensar no tema, ela conclui que pode: I. consumir diariamente uma quantidade de alimen- tos de maneira que o número de calorias ingeri- das seja 80% das gastas em atividades físicas. II. Mudar-se para a Lua pois lá a gravidade é cerca de seis vezes menor que a da Terra. III. morar dentro de um elevador em queda livre. Admitindo que todas as opções sejam possíveis de serem executadas, qual (ou quais) delas permitirá que o objetivo seja atingido? a) Todas b) Nenhuma c) Somente I d) Somente II e) Somente III CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS - Vol. I 43
  2. 2. 05. Alguns carros possuem um equipamento chamado “piloto automático”, cujo nome mais adequado deve- ria ser “acelerador automático” pois sua função é a de manter a velocidade do veículo praticamente constante, sem a necessidade da intervenção do motorista. Quando este dispositivo é acionado, o acelerador passa a ser controlado pelo próprio veí- culo, de maneira que, independente de a estrada ser plana ou de possuir subidas e descidas, a veloci- dade não mais se altera. Admitindo uma situação real em que, em uma rodovia reta e plana, um carro mantém uma velocidade constante por certo tempo, pode-se concluir que: I. não há forças atuando sobre carro. II. a força resultante sobre o carro é constante e dife- rente de zero, pois a velocidade é constante e diferente de zero. III. obrigatoriamente a força resultante terá a mesma direção e sentido da velocidade. IV. embora existam forças agindo sobre o veículo, a resultante de todas elas deve ser nula. São verdadeiras: a) somente I e IV b) somente II e III c) somente IV d) somente III e) nenhuma. 06. A matemática é uma das formas de os cientistas expressarem suas ideias. Através das equações é possível explicar, entender e até prever o comporta- mento da natureza. Muitas das conclusões científi- cas foram obtidas, primeiro matematicamente, depois experimentalmente. Por tudo isso, a impor- tância da Matemática é inegável, e compreender o básico da sua linguagem é de grande importância para a compreensão da Física. Na equação abaixo, K é uma constante admensional, enquanto A, B, C são grandezas independentes entre si e que se rela- cionam com W. Com base na equação, assinale a opção verdadeira. W = K A B/ C2 a) W é inversamente proporcional a C b) W é diretamente proporcional a C c) W é diretamente proporcional ao produto A . B d) W é inversamente proporcional a A e) W é inversamente proporcional a B 07. (ENEM) – (...) Depois de longas investigações, con- venci-me por fim de que o Sol é uma estrela fixa rodeada de planetas que giram em volta dela e de que ela é o centro e a chama. Que, além dos plane- tas principais, há outros de segunda ordem que cir- culam primeiro como satélites em redor dos planetas principais e com estes em redor do Sol. (...) Não duvido de que os matemáticos sejam da minha opi- nião, se quiserem dar-se ao trabalho de tomar conhecimento, não superficialmente mas duma maneira aprofundada, das demonstrações que darei nesta obra. Se alguns homens ligeiros e ignorantes quiserem cometer contra mim o abuso de invocar alguns passos da Escritura (sagrada), a que torçam o sentido, desprezarei os seus ataques: as verdades matemáticas não devem ser julgadas senão por matemáticos. (COPÉRNICO, N. De Revolutionibus orbium caelestium) Aqueles que se entregam à prática sem ciência são como o navegador que embarca em um navio sem leme nem bússola. Sempre a prática deve funda- mentar-se em boa teoria. Antes de fazer de um caso uma regra geral, experimente-o duas ou três vezes e verifique se as experiências produzem os mesmos efeitos. Nenhuma investigação humana pode se considerar verdadeira ciência se não passa por demonstrações matemáticas. (VINCI, Leonardo da. Carnets) O aspecto a ser ressaltado em ambos os textos para exemplificar o racionalismo moderno é a) a fé como guia das descobertas. b) o senso crítico para se chegar a Deus. c) a limitação da ciência pelos princípios bíblicos. d) a importância da experiência e da observação. e) o princípio da autoridade e da tradição. O texto abaixo refere-se às questões 08 e 09. A “Lei do Movimento” de Aristóteles (384–322 a.C., Grécia), pode ser escrita pela seguinte relação matemática: v F R Sendo que: v representa a velocidade adquirida por um corpo ao receber uma força; F representa a intensidade da força aplicada no corpo; R representa a resistência do meio; Este sábio grego não concebia a possibilidade de movimento no vácuo. Ele afirmava que para haver movimento (v > 0) é necessário um meio material e, além disso, a força (F) deve ser maior que a resistên- cia (R). 44 CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS - Vol. I
  3. 3. 08. Com base nesta teoria, são feitas as seguintes afir- mações: I. Se tanto a força aplicada num corpo quanto a resistência do meio forem constantes e diferentes de zero, a velocidade também será constante e diferente de zero. II. Para Aristóteles, se F = 0, então v = 0. III. Analisando a Lei do Movimento de Aristóteles sob o ponto de vista matemático atual, se R = 0, então v = 0. São verdadeiras: a) apenas I e II b) apenas I e III c) apenas II e III d) todas e) nenhuma 09. Comparando a Lei do Movimento de Aristóteles e as Leis de Newton, são feitas as seguintes afirmações: I. A Lei do Movimento de Aristóteles é confirmada pela Primeira Lei de Newton, também conhecida como Princípio da Inércia. II. Para Aristóteles, se F > R > 0 ⇒ v > 0 e constante. Esta afirmação é coerente com a Segunda Lei de Newton. III. Tanto a Lei de Aristóteles quanto as Leis de New- ton não admitem a existência de movimento no vácuo. São verdadeiras: a) apenas I b) apenas II c) apenas III d) todas e) nenhuma CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS - Vol. I 45 01. c 02. c 03. c 04. a 05. c 06. c 07. d 08. a 09. a Gabarito

×