Jorge Abel Peres Brazil - Top líderes

242 visualizações

Publicada em

Jorge Abel Peres Brazil


Especialista no desenvolvimento e gerenciamento multicanal para produtos financeiros e de seguros.

O executivo foi convidado, em 2008, a ser sócio, presidente e CEO da Veganet S.A., liderando o processo de reinvenção da empresa. A estratégia adotada foi de total foco em cliente e pessoas, posicionamento construído após um processo evolutivo da companhia que durou alguns anos e passou por vários ciclos de transformação. Um dos processos mais importantes desta transformação foi apresentar ao cliente, por meio da revitalização da marca, o novo posicionamento da Veganet, que deixava definitivamente de ser uma empresa de Contact Center para se tornar um forte player no mercado de BPO – Business Process Outsorcing, com foco nas indústrias financeira e de seguros.

O executivo é vice-presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Telesserviços (ABT) e membro da Academia Nacional de Seguros e Previdência (ANSP).

Antes, foi diretor executivo da USS Tempo; CEO do Grupo Santander Seguros no Brasil, coordenando o processo de integração e fusão dos negócios de seguros dos bancos Noroeste, Bozano e Meridional com a Santander Seguros; foi diretor de operações da HSBC Seguros para o Estado de São Paulo e, ainda, CEO da BRB Seguros na Argentina. Iniciou carreira no mercado de seguros na Bamerindus Cia de Seguros.

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
242
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
38
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jorge Abel Peres Brazil - Top líderes

  1. 1. http://oficinadotexto.com.br/portal/jabrazil/index.html
  2. 2. MEGATENDÊNCIAS
  3. 3. O que são Megatendências? São mudanças sociais, econômicas, políticas e tecnológicas que se produzem lentamente e que, uma vez estabelecidas, nos influenciam por algum tempo, de 7 a 10 anos e as vezes um pouco mais.
  4. 4. Fim da sociedade industrial Começo da sociedade da informação Recurso Estratégico Pessoas Criatividade e Inovações
  5. 5. Tendências DA CENTRALIZAÇÃO PARA A DESCENTRALIZAÇÃO Ajuda Institucional Auto ajuda Democracia Representativa Democracia Participativa Hierarquia Comunicação Lateral Intensa De duas Opções Múltiplas Opções
  6. 6. Tendências •Pessoas confundidas com as mudanças •Necessidade de Fé Espiritual •Novas Religiões Movimentos dirigidos para dentro •Novo Líder Professor; Facilitador •Desafio da Liderança •Mulhere s Estimular as pessoas a aprender durante toda a vida Valorizam mais o cérebro que os músculos
  7. 7. TERCEIRO MILÊNIO MERCADOS
  8. 8. Mercados Declínio dos mercados com produção em massa Segmentação do mercado Exploração de produtos e serviços Mais possibilidade de escolha Busca de qualidade e respostas rápidas Maior complexidade Empresas de pequeno e médio porte Unidades estratégicas de negócios
  9. 9. Mercados CONSUMIDOR • • • • MAIS POLITIZADO CONSCIENTE COM ESCALA DE VALORES DEFINIDA CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR CONCORRÊNCIA • ÁGIL - DINÂMICO • INTENSA • INTERNACIONAL
  10. 10. TERCEIRO MILÊNIO PERFIL DAS EMPRESAS
  11. 11. Criadores de mercados orientados para nichos Rápidas (Orientadas ao cliente e adaptáveis) Conscientes da qualidade Internacionais (Mesmo sendo pequenas) Menores (Individuais, pequenas dentro de grandes) Distribuição de resultados, participação agregam valor através das pessoas
  12. 12. Comerciais e Atendimento PASSADO Cidadões de 2º classes predomínio do “Faça que o produto tenha saída”. FUTURO Heróis, gerentes de relações. Fonte de valor agregado e principalmente fonte de novas idéias e produtos.
  13. 13. Administração e Controle Financeiro PASSADO Centralizado e funcionam como policiais. Orientados ao menor custo. FUTURO Descentralizados, a maior parte em campo como membros da equipe de negócios. Orientação ao melhor custo.
  14. 14. Estrutura PASSADO Hierarquia piramidal. FUTURO Plana, barreiras funcionais quebradas, os supervisores de 1º linha dão lugar a equipe autoadministrado. Os gerentes de nível médio, como facilitadores e não como guardas.
  15. 15. Pessoas PASSADO Precisam de controle rígido, tentam especializar-se e diminuir seu papel. FUTURO Pessoas como principal fonte de valor agregado, sempre dispostas ao treinamento e a participação, comprometidos com os resultados.
  16. 16. Liderança PASSADO Separado, analítica, planejamento estratégico. Centralizado por assessorias corporativas. FUTURO O líder como amante de mudanças e pregador da visão dos valores compartilhados. Desenvolvendo estratégias com o envolvimento e cumplicidade de todos.
  17. 17. TERCEIRO MILÊNIO PERFIL DO LÍDER
  18. 18. O Líder do Futuro QUALIDADES: CRIAR EXPECTATIVAS Você tem de revelar exatamente o que precisa ser feito, antes de ver o resultado. ALTERAR SEU ESTILO DE COMUNICAÇÃO Se não está mantendo contato, não esta fazendo o seu trabalho. MÃOS À OBRA? Mãos à obra garante que eu: - Elogie o trabalho bem feito; - Oriente o que estiver errado para que volte ao caminho certo; - Dê ao grupo um bom senso de independência e interdependência.
  19. 19. As Diferenças Entre o que Fazem os Líderes e os Gestores GESTORES LÍDERES • Controlam os riscos; • Assumem os riscos; • Reagem; • Buscam a oportunidade; • Impõe as normas da empresa; • Ensinam as normas da empresa; • Oferecem algo em que acreditar; • Buscam e depois seguem uma orientação; • Coordenam os esforços. • Inspiração a realização.
  20. 20. Como ser um Líder Impor ou estabelecer o contexto Inovador Capacidade de alto contato humano Ético Ter convicção profunda Criar e assumir riscos Criativo Ser imprevisível
  21. 21. Mensagem Final aos Nossos Líderes “Mude a si mesmo antes de tentar mudar os outros”
  22. 22. CONSTRUTORES DE VALOR
  23. 23. O Futuro Construímos Agora... Cenário Competitivo A ARENA COMPETITIVA COMPORTAMENTO DE COMPRA Terceirização fornecendo serviços de baixa qualidade; Empresas com necessidade estratégica de criar alianças; Foco na qualidade e diferenciação dos serviços; Forte redução de head count nas empresas; Foco no seu Core Business; Nenhum operador de serviços com perfil diferenciado. Conformidade técnica e legal. MERCADO DE SEGUROS E FINANCEIRO CONDIÇÕES MACROECONÔMICAS AMBIENTE REGULATÓRIO Estabilidade econômica impacta no ganho financeiro; Prestadores de serviços e a certificação técnica; Revisão de terceiros para manter competitividade. Regulamentação do setor – SAC.
  24. 24. Vega Net Marketing e Telemarketing LTDA. 1 - Quem Somos? • Uma operação de “call center”; • Temos expertise no negócio; • Somos generalistas; • Uma equipe comprometida; • Forte estrutura física e tecnológica; • 70% das operações focadas em infraestrutura.
  25. 25. Vega Net Marketing e Telemarketing LTDA. 2 - O que queremos? o sucesso nas quatro alavancas da operação Sustentar • Eficácia na entrega de produtos e serviços; • Marketing e vendas (diferenciação); • Gestão das pessoas; • Eficiência operacional.
  26. 26. Vega Net Marketing e Telemarketing LTDA. 3 - Como queremos ser lembrados? • Uma operação focada no processamento de serviços especializados; • Totalmente comprometida em adicionar valor aos nossos clientes; • Vocação em consolidar parceiros estratégicos; • Uma operação que combina qualidade, compliance e custo.
  27. 27. REINVENTANDO A VEGA NET
  28. 28. Uma Nova Atitude “Se você não faz poeira, você come poeira” Pequenas Vitórias: • Estimular a predisposição favorável a ação; • Estimular a busca pelo simples; • Termos uma equipe de caçadores de pequenas vitórias, intensamente alimentada. Esforço não serve para nada: • O que conta são os resultados; • Não adianta falar “estamos fazendo o melhor que podemos”. Você tem que conseguir fazer o que é necessário.
  29. 29. Realizar uma Administração Atrevida Sendo atrevido nas relações com nossos colegas: • É absolutamente necessário que todos joguem um mesmo jogo; • Ninguém sobrevive se não houver um só lado. Sendo atrevido com nossos clientes: • É preciso passar a olhar os negócios e não somente a empresa; • Criar uma relação ganha/ganha, sem os vícios; • É entender suas necessidades, fazer parte da vida deles.
  30. 30. O FUTURO CONSTRUIMOS AGORA... JULHO DE 2008
  31. 31. Visão Estratégica do Negócio Nosso Produto: Terceirização de Processos - BPO Nosso Público: Mercado de Seguros e Mercado Financeiro Nossos Diferenciais: Especialização (Foco) Pessoas Conhecimento do Negócio
  32. 32. Encontrando as próprias soluções Comercial Criação de um PipeLine para a Vega Net; Criação de um Price Model, unificado para a Vega Net; Padronização do modelo de proposta comercial Vega Net; Controle único das propostas comerciais Vega Net; Diagnóstico dos mercados-alvo: Seguros e Call Center; Estruturação e fixação de metas de receitas; Maior representatividade institucional (ABT com Rissato e ANSP com Morilla); Criação da Área de Marketing; Revisão e atualização dos contratos de negócios; Criação das Unidades de Negócios: UN-VIS e UN-JAYA; Reposicionamento da marca Vega Net no mercado.
  33. 33. Encontrando as próprias soluções Administrativo Realinhamento da Apresentação Institucional da Vega Net; Definição de Visão / Missão / Valores; Implantação do Processo Orçamentário 2009; Redesenho e elaboração de orçamento do layout das operações Vega Net (Infra); Identificação Visual da fachada da Vega Net; Criação do COMEX (Comitê Executivo para Tomadas de Decisões Corporativas); Projeto Tropa de Elite (Redução de custos); Assessoria de Imprensa para a Vega Net.
  34. 34. Encontrando as próprias soluções Pessoas Educação na empresa – Projeto Universidade; Programa “Indique um Amigo”; Manual de Regulamento Interno; Estrutura de remuneração fixa e variável para Supervisores e Coordenadores; Criação e padronização do formulário de MP (Movimentação de Pessoal); Termo de Confidencialidade para todos os funcionários; Fortalecimento das áreas de RH e DP com a criação de uma Diretoria de Gestão de Pessoas; Implantação de Seguro de Vida; Implantação do Ambulatório.
  35. 35. Encontrando as próprias soluções Finanças Criação da área de Gestão de Contratos (DRE); Renegociação dos contratos deficitários (50%); Revisão dos balanços 2007 e 2008 (Realinhamento de contas); Criação dos Centros de Custos; Criação do Fluxo de Caixa; Ampliação do portfólio de bancos parceiros; Desenvolvimento do Processo de Faturamento; Criação de uma Gerência de Controladoria e Finanças.
  36. 36. Encontrando as próprias soluções Operações Certificação do Selo de Ética - PROBARE; Criação da área da Qualidade (C.C.Q); Política de Segurança das Informações; Fortalecimento da área operacional (Diretoria de Operações, Gerência de Operações e Coordenador); Desenvolvimento de um Front End Vega Net; Revisão dos contratos com fornecedores; Criação da área de Gestão de Informações - GI; Aquisição do mais moderno sistema de telefonia AVAYA; Criação de uma Gerência de Infra e TI; Criação da área de Gerência de Projetos (Implantação).
  37. 37. Somos uma empresa de Pessoas Indivíduo Grupo Relacionamento Interpessoal
  38. 38. Equipe Organiza o relacionamento. Facilita a operação. Cria sinergia na empresa. Permite a empresa crescer.
  39. 39. O que é Equipe? São indivíduos que unem esforços para atingir um objetivo comum, deixando de lados os egos.
  40. 40. Os 7 R’s do Trabalho em Equipe  Respeito – a você e aos outros  Responsabilidade – com seu trabalho e objetivo comum  Recursos – possuir ferramentas  Risco – coragem de assumir  Reconhecimento – moral  Recompensa – financeira e crescimento pessoal  Renovação – aprendizagem contínua
  41. 41. Como Construir Nossa Equipe Ter uma missão: Clara, definida, apresentada e partilhada Manter o foco no cliente primário: Primário: Cliente Secundário: Empresa Participar: Ser pró-ativo e não reativo: Dar idéias Encontrar soluções Trazer uma proposta e não uma desculpa
  42. 42. Como Construir Nossa Equipe Se preocupar com a aprendizagem contínua: . Estar disposto a aprender e ensinar a todo momento; . Desenvolver talentos; . Identificar boas idéias e atitudes e multiplicá-las; . Dividir o poder da informação.
  43. 43. Como Construir Nossa Equipe Criar um clima organizacional positivo: . Você como espelho – Atitude x Palavras; . Estar atento a comunicação não-verbal; . Confiança mútua.
  44. 44. Como Construir Nossa Equipe Ter comprometimento: “ É a ação de fazer uma promessa para alguém e empenhar-se integralmente e obrigar-se com a pessoa ou causa” . Você . Outros . Objetivo comum
  45. 45. O DNA da Nossa Equipe “Aqui se você não faz poeira, você come poeira.” Fazer!!! Não ficar parado!!! Atitude é ação!!! É comigo mesmo!!!
  46. 46. Perspectivas & Nossa Equipe NOVOS CLIENTES NOVAS OPORTUNIDADES
  47. 47. O Futuro Realmente é Agora Os próximos meses e anos serão repletos de oportunidades para aqueles que estão dispostos a desafiar a si mesmos, a aprender, a compartilhar e a mudar. A você que é um destes, bem vindo a emoção de criar o FUTURO.
  48. 48. http://oficinadotexto.com.br/portal/jabrazil/index.html

×