Amphibia

3.204 visualizações

Publicada em

Características dos tetrápodas da classe anfíbia.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.204
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
72
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Amphibia

  1. 1. Filo Chordata Subfilo Vertebrata Classe Amphibia
  2. 2. <ul><li>Características </li></ul><ul><li>Os anfíbios são vertebrados gnatostômios, tetrápodes, pecilotérmicos. </li></ul><ul><li>Seu corpo é revestido por pele nua, sem escamas ou outros anexos, com inúmeras glândulas produtoras de muco. </li></ul><ul><li>Adaptados para viverem fora da água na fase adulta, porém, dependem da água para a reprodução, pois são de reprodução sexuada , com fecundação externa e a forma larval ( girino dos anuros) só respira por brânquias . </li></ul><ul><li>Alimentação – Adulto = carnívoro vivos; girino = algas e detrítos de matéria orgânica. </li></ul><ul><li>Não vivem em água salgada (mar). </li></ul>
  3. 3. SISTEMA ESQUELÉTICO <ul><li>Possuem esqueleto axial , constituído pelo crânio e pela coluna vertebral; </li></ul><ul><li>os ossos que articulam os membros anteriores constituem a cintura escapular; </li></ul><ul><li>os que articulam os membros posteriores contituem a cintura pélvica. </li></ul>
  4. 5. A circulação esta diretamente ligada ao desenvolvimento dos pulmões A circulação é do tipo fechada e o coração tem três cavidades: duas aurículas e um ventrículo. No ventrículo ocorre mistura de sangue venoso com arterial (circulação dupla e incompleta).
  5. 6. Na boca possuem pequenos dentículos para defesa e apreensão das vítimas; a língua é muito desenvolvida e presa na parte anterior.
  6. 7. Ordem Anura: Inclui cerca de 90% das espécies conhecidas de anfíbios. Possuem cabeça e tronco fundidos, o que dá ao corpo um aspecto grande e achatado. As patas anteriores são curtas e as posteriores são longas e dotadas de potente musculatura, adaptadas aos saltos. Exemplos : sapos, rãs, pererecas
  7. 8. Ordem Apoda: Animais de corpo cilíndrico e longo, desprovidos de patas. Assemelham-se às cobras, o que valeu à maioria dos membros do grupo a designação de cobras-cegas.
  8. 9. Ordem Urodela : São grosseiramente semelhantes a pequenos lagartos, com patas e cauda patente no adulto. Exemplos: salamandras.
  9. 10. COMPARAÇÃO ENTRE CIRCULAÇÃO DE PEIXES E ANFÍBIOS
  10. 11. Os girinos correspondem ao estágio larval. São providos de cauda e brânquias, estruturas adaptadas ao ambiente aquático. Durante a metamorfose , desaparece a cauda, fecham-se as fendas branquiais, desenvolvem-se os pulmões, as patas e a língua, além das mudanças gerais na morfologia corporal. Os hábitos alimentares também alteram-se, passando de herbívoros para carnívoros, geralmente.
  11. 12. <ul><li>EXCREÇÃO </li></ul><ul><li>É realizada por um par de rins, localizado na cavidade abdominal. Os rins remove do sangue a uréia. </li></ul><ul><li>SISTEMA NERVOSO </li></ul><ul><li>Semelhante ao dos peixe. Os olhos são desenvolvidos, porém, só enxergam objetos em movimento. </li></ul><ul><li>ORIGEM EVOLUTIVA </li></ul><ul><li>os fósseis mais antigos tem cerca de 365 milhões de anos; </li></ul><ul><li>surgiram de peixes que saíam esporadicamente da água; </li></ul><ul><li>as nadadeira musculosas desses peixes, tornaram os membros anteriores dos ancestrais dos anfíbios; </li></ul><ul><li>os anfíbios foram os dominantes entre 360 até 245 milhões de anos atrás. </li></ul>

×