Clonagem por micropropagação - Projeto Kyklos

2.004 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.004
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
47
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Clonagem por micropropagação - Projeto Kyklos

  1. 2. Justificativa Diante da possivelmente duradoura transição energética em todo o mundo, que nos dias atuais depende quase que exclusivamente do petróleo e carvão mineral, procura-se a cada dia buscar novas alternativas para suprir esta demanda. Devido à vasta dimensão continental que o Brasil oferece e sua diversidade de clima e solo, estima-se a possibilidade de ter-se mais de 200 espécies oleaginosas com potencial para produzir óleo como fonte de matéria - prima para a produção de biocombustível. Tendo em vista a urgente necessidade de fundir pesquisas na área, busca-se com a planta de girassol ( Helianthus annuus ) o aprimoramento de estudos para a produção em massa desta oleaginosa, através da micropropagação in vitro. Pois a mesma tem demonstrado grande importância prática e potencial nas áreas agrícolas, apresentando características agronômicas importantes, como maior resistência à seca, ao frio e ao calor do que a maioria das espécies normalmente cultivadas no Brasil.
  2. 3. O Girassol, Helianthus annuus, é uma dicotiledônea anual da família Asteraceae, originária do continente Norte Americano. Atualmente, o girassol é cultivado em todos os continentes, em área que atinge aproximadamente 18 milhões de hectares. Destaca-se como a quarta oleaginosa em produção de grãos e a quinta em área cultivada no mundo. O principal produto do girassol é o óleo extraído dos aquênios
  3. 4. Objetivo Realizar a micropropagação de meristemas (tecido de crescimento) do girassol, Helianthus annuus. submetendo-se ao tratamento de assepsia das mudas recém plantadas.
  4. 5. Materiais e Métodos 1ª ETAPA: Produzir um Jardim Clonal: Plantio de sementes selecionadas. Escolha das mudas mais desenvolvidas. 2ª ETAPA: Micropropagação do tecido vegetal (meristema)
  5. 6. Materiais e equipamentos: *Bico de Bunsen *Bisturi *Béquer com 250ml água destilada *Béquer com solução 10% de hipoclorito de sódio * Álcool etílico 70% *Placas de Petri esterilizadas *Partes de planta mãe com meristema *Tubo com meio de cultura : 1 litro de água 5g de agar-agar 5 g de sacarose (açúcar) 2 gotas de super adubo Em ambiente esterilizado (capela de fluxo laminar): Misturar todos os produtos; ferver e colocar nos tubos préviamente esterilizados.
  6. 7. <ul><li>Procedimentos: </li></ul><ul><li>Todo material foi esterilizado, assim quando for utilizar bisturi, pinça e tesoura, sempre levá-lo a chama e resfriado em álcool 70%. </li></ul><ul><li>1- Escolher melhor vegetal foi escolhido, </li></ul><ul><li>2- Lavar em água corrente 30 segundos; depois mergulhadas em etanol (70%) no tempo de 30 segundos; logo após a imersão no álcool mergulhar novamente 30 segundos em solução de hipoclorito de sódio (NaClO) a 10%. </li></ul><ul><li>Em seguida lavadas em água destilada por duas vezes, </li></ul><ul><li>3-Passar o bisturi levemente na chama do bico e resfriá-lo em álcool 70%. </li></ul><ul><li>4- Escolher o meristema (tecido vegetal) e cortar uma haste de aproximadamente 1 cm. </li></ul><ul><li>5- Com uma pinça previamente esterilizada segure o meristema cortado e mergulhe na solução de NaClO. </li></ul><ul><li>6-Lavar em água destilada, </li></ul><ul><li>7- Pegar o tubo de ensaio (SEM ABRIR) aproximar do bico de Bunsen ((10 a 20cm) abrir e com uma pinça esterilizada colocar o meristema dentro do meio). FECHAR IMEDIATAMENTE O TUBO E IDENTIFICÁ-LO COM DATA E NOME E CLASSE. </li></ul><ul><li>8 – Colocar o tubo no suporte. </li></ul>

×