SINAIS DE PONTUAÇÃO
PONTUAÇÃO
Os sinais de pontuação fazem parte
da escrita e são muito importantes para nos
fazermos entender e para perceber...
"Um homem escreveu numa parede a seguinte
frase:
Salazar pode morrer não faz falta à nação.
Apanhado, foi conduzido à PIDE...
1. Pontua as frases de modo a terem sentido:
a. A minha mãe comprou-me um casaco umas
calças umas botas e umas sapatilhas
...
e. Quando puderes passa lá por casa para que
o Artur possa conversar contigo
f. Irritado com o barulho o professor disse
P...
2. Reescreve as frases seguintes e pontua-as
correctamente, acrescentando vírgulas onde
façam falta:

a. A Rita comprou ca...
3. Nas frases seguintes, há vírgulas a mais ou
a menos. Reescreve-as e justifica as tuas
correcções.
a. No Verão é necessá...
Escreve o texto colocando a pontuação correcta,
os parágrafos e as maiúsculas na anedota:

Uma mulher chega ao consultório...
Quando a senhora entrou no
consultório o médico perguntoulhe a senhora está a sentir-se
melhor não senhor doutor mas
então...
Sinal

Utilização

Ponto final (.)

Usa-se no final do período, indicando que o sentido está
completo e nas abreviaturas (...
Sinal

Utilização
A vírgula - indica uma pausa menor e utiliza-se no interior da frase, em
diversas situações.
► usa-se pa...
Reticências (...)

Dois pontos (:)

Travessão (-)

As reticências utilizam-se para indicar uma interrupção
no pensamento o...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2 pontuação

1.037 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.037
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2 pontuação

  1. 1. SINAIS DE PONTUAÇÃO
  2. 2. PONTUAÇÃO Os sinais de pontuação fazem parte da escrita e são muito importantes para nos fazermos entender e para percebermos o que os outros nos querem transmitir. As falhas na pontuação são, muitas vezes, suficientes para tornar os textos pouco compreensíveis e terem sentidos completamente diferentes, consoante a pontuação.
  3. 3. "Um homem escreveu numa parede a seguinte frase: Salazar pode morrer não faz falta à nação. Apanhado, foi conduzido à PIDE, onde tentou explicar, que não o tinham deixado acabar a frase, faltava a pontuação. Voltou a escrever, desta vez com pontuação e foi solto de seguida. Como pontuou ele a frase?
  4. 4. 1. Pontua as frases de modo a terem sentido: a. A minha mãe comprou-me um casaco umas calças umas botas e umas sapatilhas b. Quem me dera poder ir contigo à festa c. Hoje de manhã encomenda o carteiro deixou esta d. Ó Pedro estou cansado de te dizer para chegares a horas
  5. 5. e. Quando puderes passa lá por casa para que o Artur possa conversar contigo f. Irritado com o barulho o professor disse Parem com essa algazarra g. Ora bolas Outra vez a chover h. Naquela carteira havia de tudo lenços de papel porta-moedas documentos batom de cieiro rebuçados
  6. 6. 2. Reescreve as frases seguintes e pontua-as correctamente, acrescentando vírgulas onde façam falta: a. A Rita comprou cadernos livros e lápis de cor. b. Durante o filme alguns adormeceram outros conversaram outros abandonaram a sala. c. Estou farta de te aturar Anabela! d. Usa-se a vírgula para separar as frases assindéticas isto é não ligadas por meio de conjunção.
  7. 7. 3. Nas frases seguintes, há vírgulas a mais ou a menos. Reescreve-as e justifica as tuas correcções. a. No Verão é necessário protegermo-nos dos raios solares. b. A Mariana quando tem tempo, vai ao ginásio. c. O meu pai, costuma ir semanalmente a Espanha. d. Os dois famosos viajantes contaram, duas histórias incríveis.
  8. 8. Escreve o texto colocando a pontuação correcta, os parágrafos e as maiúsculas na anedota: Uma mulher chega ao consultório de um médico e diz senhor doutor quando usar óculos vou poder ler bem com certeza que sim minha senhora respondeu o médico ah finalmente vou deixar de ser analfabeta
  9. 9. Quando a senhora entrou no consultório o médico perguntoulhe a senhora está a sentir-se melhor não senhor doutor mas então não seguiu a minha recomendação para tomar o calmante e dormir com a janela aberta segui sim senhor doutor confirmou a doente e a asma não desapareceu admirou-se o médico não senhor doutor mas desapareceram dois relógios de ouro uns castiçais a aparelhagem de som e o televisor
  10. 10. Sinal Utilização Ponto final (.) Usa-se no final do período, indicando que o sentido está completo e nas abreviaturas (Dr., Exa., Sr.); marca uma pausa grande. Ex: O céu está azul e a brisa é suave. Ponto de interrogação (?) Usa-se no final de uma frase interrogativa directa e indica uma pergunta. Ex.: Disseste alguma coisa? Ponto de exclamação (!) Usa-se no final de qualquer frase que exprime sentimentos, emoções, dor, ironia e surpresa. Ex: Ai! Socorro! Ponto e vírgula (;) Indica uma pausa maior do que a vírgula, mas menor do que o ponto final. Ex.: Alguns tipos de problemas da cidade são: a poluição, que é provocada pelos fumos industriais, pelos escapes dos automóveis e pela produção de detritos de origem doméstica, industrial, hospitalar ou outra; a degradação dos edifícios; a diminuição dos espaços verdes; o envelhecimento da população; etc...); b) numa listagem de tópicos Ex.: Numa exposição oral, devemos assumir uma postura correcta e adequada:
  11. 11. Sinal Utilização A vírgula - indica uma pausa menor e utiliza-se no interior da frase, em diversas situações. ► usa-se para separar o nome do lugar, nas datas. Ex: Torre de Moncorvo, 23 de Setembro de 2001. ► usa-se nas enumerações de palavras com a mesma função na frase; Ex: Os familiares, os bombeiros e a GNR procuraram o Francisco. Vírgula ( , ) ► emprega-se, frequentemente, antes da conjunção «mas» e separa as conjunções «porém», «todavia», «contudo» Ex: Francisco perdeu-se, mas os cães acompanharam-no. Francisco perdeu-se, todavia, os cães acompanharam-no. ► utiliza-se para separar o nome que se chama (vocativo) e as explicações no meio das frases. Ex: Francisco, como te protegeste do frio? O pastor catalão, um excelente cão de companhia, protegeu a criança. ► emprega-se para isolar os complementos circunstanciais. Ex: Naquele dia, Francisco perdeu-se. Nos montes, a criança seguia acompanhada pelos cães.
  12. 12. Reticências (...) Dois pontos (:) Travessão (-) As reticências utilizam-se para indicar uma interrupção no pensamento ou uma hesitação, surpresa Ex: Se ao menos pudesse ouvir a sua voz... / Não sei se espere mais tempo...); Os dois pontos anunciam o discurso directo ou introduzem uma explicação, uma enumeração ou citação. Ex: A mãe disse: Ele voltou para trás: tinha-se esquecido da carteira e dos óculos. Camões escreveu: «Amor é um fogo que arde sem se ver». Marca o início e o fim das falas, no diálogo para distinguir cada um dos interlocutores; as orações intercaladas; as sínteses no final de um texto. Substitui os parênteses. Ex: - Que linda paisagem

×