Touradas: a favor

10.949 visualizações

Publicada em

Trabalho elaborado pelos alunos do 8º ano para apoio ao debate sobre este tema polémico.

Publicada em: Educação
3 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • O trabalho está muito bem feito ( embora não concordo com Touradas )
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • 5 estrelas
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Touradas: o que devia saber !
    http://www.slideshare.net/macieira-law/touros-de-morte
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.949
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
326
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
3
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Touradas: a favor

  1. 1. Os “Prós” da Tourada Trabalho elaborado por: Alunos do 8.º A
  2. 2. Aqui vamos falar-vos de todos os bons aspectos da Tourada, pois é considerada uma Arte e uma grande tradição que nasceu na Grécia e que se expandiu por Portugal, França e Espanha.
  3. 3. Onde “nasceu” a Tourada? <ul><li>A Tourada é um espectáculo tradicional que surgiu na Grécia e tornou-se uma grande tradição em Espanha, em França e em Portugal, bem como de alguns países da América Latina: México, Colômbia, Perú, Venezuela e Guatemala. O objectivo do espectáculo consiste na lide de touros bravos através de técnicas conhecidas como arte tauromáquica. A palavra tauromaquia é oriunda do grego, ou seja, é um combate com touros. </li></ul>
  4. 4. Tourada ,uma tradição antiga que não deve ser mudada! <ul><li>A Tourada é considerada uma tradição e uma Arte Antiga que consiste em: </li></ul><ul><li>Lide a cavalo; </li></ul><ul><li>Lide a pé; </li></ul><ul><li>Pega; </li></ul><ul><li>Cortesias. </li></ul>
  5. 5. Como é a Tourada à Portuguesa <ul><li>Cortesias - Marcam o início da corrida de touros à portuguesa. No início da corrida todos os intervenientes (cavaleiros, forcados, bandarilheiros, novilheiros, campinos e outros intervenientes) entram na arena e cumprimentam o público, a direcção da corrida e figuras eminentes presentes na praça. </li></ul>
  6. 6. Cortesia
  7. 7. <ul><li>Lide a cavalo - Todo o decorrer da corrida de touros à portuguesa consiste na &quot;lide&quot; de seis touros, habitualmente. Cada um dos touros é lidado por um cavaleiro tauromáquico, que tem um determinado tempo durante o qual poderá cravar um número variável de farpas compridas (no início), curtas e de palmo (ainda mais pequenas) no dorso do animal . </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Lide a pé - Os touros podem, alternativamente, ser &quot;lidados&quot; por um toureiro a pé (embora isto seja menos comum nas touradas portuguesas), que também crava as bandarilhas, um par em simultâneo, no dorso do touro. Outra faceta da lide a pé envolve o uso de uma pequena capa (a muleta) e de um estoque. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Pega – O bandarilheiro faz algumas manobras com um capote posicionando o touro para a pega. De seguida, entram em cena os forcados que, por sua vez, são um grupo que enfrenta o touro a pé com o objectivo de conseguir imobilizar o touro unicamente à força de braços. Oito homens entram na arena, seguindo-se os chamados ajudas, primeiro e segundo ajuda e de mais forcados que também ajudam na pega, terminando no rabejador que segura no rabo do touro. A pega é consumada quando o forcado da cara se mantenha seguro nos cornos do touro e este seja detido e imobilizado pelos seus companheiros. </li></ul>
  10. 10. Pega
  11. 11. Os trajes dos Cavaleiros e dos Forcados
  12. 12. O porquê de nós sermos a favor das touradas <ul><li>Somos a favor das touradas, pois em Portugal é considerada uma tradição milenar e uma Arte; </li></ul><ul><li>Os trajes dos cavaleiros são elegantes; </li></ul><ul><li>A tourada é interessante de ver; </li></ul><ul><li>As cortesias são elegantes; </li></ul><ul><li>A maneira como os cavaleiros lidam com os touros; </li></ul><ul><li>O cavaleiro é um artista; </li></ul><ul><li>As lides e as pegas são interessantes; </li></ul><ul><li>A maneira como lidam com as diferentes situações; </li></ul>
  13. 13. O porquê de nós sermos a favor das touradas - continuação <ul><li>Confronto entre o cavalo e o touro; </li></ul><ul><li>Uma tourada é uma prova de veneração e uma homenagem à força do animal; </li></ul><ul><li>Uma tourada não é para ser vista como um desporto, mas como uma síntese de arte e dança; </li></ul><ul><li>Uma tourada permite uma saudável descarga colectiva de sentimentos negativos e de agressividades; </li></ul><ul><li>As touradas têm uma dimensão religiosa, representando a luta do bem e do mal, sendo os touros os representantes do mal; </li></ul>
  14. 14. O porquê de nós sermos a favor das touradas – conclusão <ul><li>Os touros bravos são apenas criados pelas suas qualidades de lide; </li></ul><ul><li>A abolição das touradas significaria a perda definitiva duma espécie animal com características únicas; </li></ul><ul><li>Um touro é tratado muito melhor até ser lidado do que um boi que foi criado pela bio-indústria apenas para produção de carne. </li></ul>
  15. 15. Bibliografia <ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Tourada </li></ul><ul><li>http://www.animalfreedom.org </li></ul>

×